História Pizza - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Jihyo, Mina, Momo
Tags Mimo, Oneshot, Sadfic, Twice, Yuri
Visualizações 25
Palavras 842
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Quando eu fico sozinha à noite, respirando o ar poluído dessa cidade que você sempre odiou, eu só consigo pensar sobre o quanto eu sinto a sua falta.

Você poderia não ser a namorada perfeita, Momo, mas você sempre soube me fazer sentir como se eu estivesse flutuando em uma nuvem de algodão-doce, enquando eu estava enrolada nos cobertores ao seu lado.

Mas agora eu apenas espero (im)pacientemente que o telefone volte a tocar, para você me dar um "bom-dia" aos berros, com um plano mirabolante que nos deixaria ocupadas o dia inteiro. Talvez tentar assistir à todos os filmes em cartaz em apenas um dia, ou rodar todos os bairros à procura de um restaurante que servisse o bulgogi perfeito, já que para você nunca havia pimenta o suficiente nas carnes.

Eu penso que só percebi a profundidade das nossas conversas, quando parei de tê-las. Hoje em dia eu apenas falo sobre o clima junto dos meus vizinhos, e eu não poderia me sentir mais solitária.

Mas agora que a minha faculdade está de volta, eu não consigo ter tempo para nada que não seja estudar e pensar em você. Talvez eu devesse arrumar um hobbie, ou começar a fingir ser uma dessas garotas bonitinhas do Instagram. Desde que o meu delineador estivesse no lugar e a minha pele bem cuidada, tudo estava bem, certo?

Às vezes eu sinto que parei de me cuidar como fazia antes, ou quem sabe eu apenas não tenha mais tempo para tentar impressionar alguém que não seja você, Momo.

Você me dizia que eu consigo esconder meus sentimentos muito bem, mas dessa vez será que ninguém percebe que eu não estou bem com o nosso término?

Deveriam ter me contado antes que o amor era um jogo tão complicado assim.

Eu estava tão apaixonada por você, Momo. Eu amava cada um dos seus pequenos defeitos que te faziam cada vez mais linda, então por que você não me amava de volta? Não é justo me fazer me enamorar de você assim, tão fortemente, para depois me descartar como se eu não valesse nada.

Você jogou sujo comigo, Hirai. Mas, em suma, estava tudo bem. Eu sempre gostei de jogos, desde que eu ganhasse no final. E, dessa vez, nós duas sabemos que eu perdi feio.

Você trapaceou ao me beijar daquela forma, ao me segurar em seus braços como se eu fosse a única para ti, para depois correr para as mãos de qualquer uma que também te quisesse.

Mas, Momo, elas te queriam tanto quanto eu?

Você me transformou em uma masoquista viciada em ter o coração esmagado por ti, ao ponto de me fazer sentir falta das feridas que você me fazia.

Eu tentei te esquecer, mas era impossível com você andando de mãos dadas com Jihyo pelo campus, bem na minha frente. Você realmente não tem coração, Momo.

Mas ao te ver ali, tão linda, com seu sorriso que nunca era direcionado à mim, eu sabia que eu não te esqueceria com a mesma facilidade que você me esqueceu.

Eu não iria me esquecer das nossas madrugadas nos alimentando de pizza e chocolate, vendo em sequência todos os seriados de terror da Netflix, mesmo que eu odiasse esse gênero de série. Eu não me esqueceria de quando você ficara de cama por duas semanas, e eu passei todas as tardes fora da faculdade contigo. De quando fomos ao parque de diversões, e você derrubou sorvete no meu vestido listrado favorito. De quando procuramos por todo o shopping por um vestido igual ao meu, sem encontrar nenhum ao menos parecido, e acabamos desistindo e comprando bonés de casal, porque você queria se parecer com as personagens que você via nos doramas.

Eu me lembro, Momo. De cada um dos nossos momentos juntas. Mas você se importa o suficiente para saber que eu ainda estou aqui, e eu ainda estou com o coração quebrado por ti?

Eu acho que não. Mas, de qualquer maneira, acho que nunca as coisas serão tão boas quanto eram. Não quando agora você parece estar tão bem sem mim, e eu mal consigo te olhar sem querer lhe implorar para voltar para meus braços.

E eu, como uma garota-sofrendo-pelo-término-de-namoro clássica que sou, estou tentando suprir a minha tristeza me alimentando de sorvete de chocolate amargo e pizzas que me farão ter problemas de colesterol.

Mas, Momo, não tem graça comer pizza sem você ao meu lado, para brigar comigo pelos maiores pedaços de calabresa.

Acho que, de toda maneira, fazer qualquer coisa sem você não tem mais graça. Porque a verdade é que eu sinto falta de cada um dos seus defeitinhos, que te tornavam quem você é. E, talvez, um dia eu encontre alguém que consiga fazer eu me sentir como você fazia, e que consiga colocar meu coração na velocidade máxima com apenas um beijo.

Talvez eu me apaixone novamente, por alguém que vá partir o meu coração assim como você fez. Você sabe que, por mais que eu odeie admitir, eu não me importo verdadeiramente em ser machucada, não quando é por alguém que eu ame. E, Momo, você nem imagina o quanto eu te amei.


Notas Finais




Essa história foi baseada na música "Pizza - Oohyo", que é uma canção bem gostosa de escutar, e que possui uma letra bem bonitinha.

Obrigada por ter lido até aqui, espero que você tenha gostado desta drabble feita com muito carinho.

Beijos, e até a próxima. ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...