História Plain - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jihope, Namjin, Suga!hybrid, Sugamon, Tae!hybrid, Taekook, Threesome, Ua!hybrid, Yoonjin, Yoonnamjin
Visualizações 120
Palavras 3.746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Antes de tudo eu queria agradecer os comentários do capítulo passado, eu estou muito melhor, a dor nunca vai passar, mas com o tempo vai diminuir.
Eu amo esse capítulo (na verdade eu amo todos os capítulos de Plain), vocês vão gostar também.
Boa leitura BabyReaders ^.^

Capítulo 4 - Visitinha ao Jin hyung


 

  -Jeongguk acalme-se por favor, não vai adiantar de nada você nervoso desse jeito. -Jin tentava me convencer de que Taehyung ficaria bem, oras não é como se eu não soubesse disso.

 -Eu sei hyung, o problema é que o susto foi grande. -Expliquei enquanto me sentava.

 Depois que Hoseok percebeu o que estava acontecendo com Taehyung, ele tirou o híbrido do meu colo e o levou para o quarto a fim de estancar o sangramento e fazer novos curativos, não pude subir pois ele disse que eu estava muito nervoso, mas Namjoon subiu para o ajudar.

 -Me escute Jeongguk, tire esse menino da sua casa. -Jimin disse firme enquanto se sentava do meu lado, o olhei espantado…aquele não era o Jimin que eu conhecia, mesmo depois do que aconteceu com Taehyung ele continua com essa ideia absurda.

 -Jimin cale a boca, você já fez o suficiente por hoje. -Yoongi falou irritado.

 -Por que vocês não me entendem? Esse menino não se importa com os outros. -Jimin tentou novamente.

 -Já chega Park Jimin. -A voz severa de Hoseok foi ouvida, ele e Namjoon estavam descendo a escada, e eu me levantei rápido.

 -Como Taehyung está? -Perguntei nervoso, Hoseok abriu um sorriso compreensivo e sua expressão suavizou.

 -Ele está ótimo, mas vai dormir mais um pouco. Ele acordou enquanto fazíamos os curativos e ficou brincando com os cabelos do Namjoon. -Riu enquanto contava.

 -Taehyung realmente gostou do Namjoon. -Jin observou doce.

 -E eu gostei dele, cuide bem daquela criança Jeongguk. -Disse Namjoon.

 -Taehyung não é criança Namjoon, ele tem dezenove anos. -Avisou Yoongi e Namjoon o olhou surpreso.

  -Com aquela carinha? -Perguntou descrente, eu também não esperava por isso.

 -Vocês não fizeram as contas né? -Yoongi perguntou retorico.

 Minha atenção foi para Jimin que se levantou bruscamente do sofá e veio em nossa direção.

 -Nós já vamos para casa Jeongguk, Taehyung precisa descansar, e eu preciso conversar sério com Jimin. -Hoseok o interrompeu antes que começasse a falar.

 Acenei com a cabeça, e observei Hoseok se despedir e sair praticamente arrastando Jimin para fora, eu não queria que ele brigasse com o híbrido, mas entendia que Jimin havia passado dos limites.

 -Acho melhor fazermos igual Hoseok, afinal não é só Taehyung que precisa descansar, você também Jeongguk. -Namjoon disse.

 -Mas eu quero ficar com Taehyung. -Yoongi protestou.

 -Você vem ver ele amanhã Yoongi, mas agora ele vai descansar. -Jin repreendeu o híbrido.

 -Vou levar vocês até a porta. -Os acompanhei e ri dos protestos de Yoongi para ficar.

 Já sozinho decidi tomar um banho e preparar algo para o gatinho comer, foi um dia agitado.        

 

 

                             *Plain*

 

 -Por favor não vai, por favor. -Taehyung me seguia enquanto eu colocava o terno.

 -TaeTae eu sei que disse que segunda seria meu dia de folga, mas é que solicitaram minha presença imediata na empresa, você tem que entender. -Falei correndo para arrumar suas coisas, depois de vestido.

 Por mais que Taehyung estivesse sendo insistente, ele não estava me irritando, pelo contrário, achava fofa a vontade dele de ficar comigo.

 -Mas o Taehyung vai ficar sozinho. -Ele reclamou manhoso.

 -Não vai. O Taehyung vai ficar na casa do Jin hyung, com ele e com o Yoongi. -Expliquei enquanto corria atrás das coisas dele (que na verdade eram coisas que meu donsaeng esquecia em minha casa).

 Coloquei em sua mochila de ursinho, mudas de roupa, cuecas, shampoo, condicionador e um sabonete, sabia que Jin daria banho em Taehyung. Não esqueci dos curativos, para que pudessem fazer a troca, e um ursinho que Taehyung achou ontem à noite em um dos quartos de hóspedes.

 -Por que não disse antes Gukkie. Taehyung pode levar Oliver e sua turma? -Ele perguntou enquanto pulava animado.

 -Pode mas tem que falar corretamente, é eu e não Taehyung. -Falei fechando a mochila e o olhando.

 -Ok, eu posso levar Oliver e sua turma? Por favor o Taehyung gosta muito desse filme. -Ri de sua frase parcialmente correta.

 -Vá pegar. -Ele correu para fora do quarto, e quando achei que estava tudo bem até olhar para o relógio, estava muito atrasado se queria levar Taehyung para casa de Jin.

 Corri escada abaixo com minha pasta e a mochila de Taehyung.

 -Vamos Tae, estamos atrasados. -O puxei.

 -Mas o Taehyung não tomou café. -Ele reclamou com a mão na barriga. Droga, mais essa.

 -Espera aqui. -Falei, corri até a cozinha e peguei o primeiro saco de cereais que vi, ele estava pela metade então coloquei leite no saquinho, e me estiquei até alcançar uma colher.

 Voltei para sala e entreguei o cereal para Taehyung, que me olhou com nojo.

 -O que é isso Gukkie? -Perguntou com careta, até riria se não estivesse atrasado.

 -É cereal Taehyung, só não está em uma tigela. -Expliquei, ele me olhou esquisito, mas pegou a colher e começou a comer.

 -Coloque isso. -Falei colocando uma toquinha de duende em sua cabeça, era de uma fantasia velha e o achei no quarto de hóspedes junto com o ursinho.

 Mesmo que as pessoas já soubessem da existência de híbridos, não queria deixar Taehyung muito exposto, a toca ficou fofa e combinou com o pijama grande que ele usava.

 Chegamos em poucos minutos no luxuoso condomínio que abrigava entre seus moradores Jin, Namjoon e Yoongi. Sai do carro e abri a porta para Taehyung, já que ele estava comendo.

 -Que casa grande, é aqui que o Yoongi mora? -Perguntou encantado.

 -É sim, vamos entrar? -Ele assentiu ainda comendo.

 Taehyung comia de forma extremamente fofa.

 Toquei a campainha da mansão e esperei alguém nos atender, logo Jin apareceu para nos receber seguido de Yoongi.

 -Jeongguk o que você fez com Taehyung? -Jin perguntou em um misto de surpresa e indignação.

 -Eu não fiz nada, o que tem com ele? -O encarei confuso e Taehyung estava concentrado em suas colheradas no cereal.

 -Você não reparou quando saiu de casa que ele está com um pijama bem maior que ele, toca de gnomo, e pantufa rasgada? -Perguntou desacreditado, a pantufa era nova para mim, mas reparei que elas estavam furadas mesmo.

 -É de duende, e eu estava atrasado. -Expliquei.

 -O que é isso que você está comendo Taehyung? -Yoongi perguntou com a mesma expressão de nojo de Taehyung quando viu o saquinho.

 -É cereal, o Gukkie estava correndo e se esqueceu que eu não tinha tomado café, na verdade eu nem jantei ontem já que eu e o Gukkie só comemos doces, então ele colocou leite no saquinho do cereal. -Taehyung falou sorrindo sem nenhuma intenção de me culpar, mas Jin já estava fazendo isso com o olhar.

 -Admito que fui um pouco desatento. -Me encolhi um pouco no lugar enquanto olhava Jin.

 -Muito desatento! E doces? Não acredito, mas entrem logo. -Jin reclamou, mas logo pereceu que estávamos na porta de casa.

 -O Taehyung trouxe filmes. -Ele disse entregando a mochila a Jin.

 -Que bom meu amor, nós podemos olhar eles até a hora de fazer almoço. -Jin respondeu acariciando as orelhas do gatinho.

 -Taehyung eu vou indo está bem? Mais tarde eu venho te buscar. -Ele veio em minha direção rodeando seus braços em minha cintura.

 -O Gukkie promete que vai vir buscar o Tae? -Ele perguntou com o rosto grudado em meu peito, ri de sua fofura.

 -É lógico que eu venho, mas preciso ir agora. -Beijei sua testa e me desvencilhei do mesmo.

 -Eu vou cuidar bem do seu gatinho Jeon. -Jin disse e sorri agradecido, ficava mais tranquilo de saber que Taehyung estava em boas mãos.

 Me despedi deles e fui para empresa, hoje eu só queria que o dia passasse voando para buscar meu gatinho logo.

 

 

                  *Plain*

 

 Jin POV:

 

 Jeongguk já havia saído a um bom tempo, Taehyung conheceu a casa inteira e eu estava pronto para fazer o almoço quando a campainha soou estridente me tirando das minhas funções.

 Ao abrir a porta tive uma grande surpresa, Hoseok e Jimin, seria uma situação normal se minha consciência não me obrigasse a lembrar o que aconteceu ontem com Jimin e Taehyung e o fato do novo híbrido estar no andar de cima bisbilhotando o quarto de Yoongi.

 -Jin graças a Deus, minha omma não pode ficar com Jimin hoje, e como ele esteve meio mal esses dias eu não quis o deixar sozinho em casa, você poderia ficar com ele? -Hoseok perguntou apresado.

 Fiquei sem reação, eu já estava com Taehyung, mas por outro lado não posso simplesmente os mandar embora e deixar Jimin sozinho em casa.

 -Ok. -Foi o que consegui responder, estava tenso.

 -Muito obrigado Jin. Tchau meu amor, hoje vai ser rápido só algumas consultas. -Hoseok deu um beijo em Jimin que parecia com sono, e foi rápido até o carro.

 Lá se foi toda minha esperança de ter uma segunda de folga tranquila e harmoniosa.

 -Jin, Jin. JIN vamos entrar logo. -Acordei de meus pensamentos com Jimin balançando sua mão na frente do meu rosto.

 -É vamos. -Ele entrou e eu fechei a porta, não iria esconder Taehyung em um quarto para que Jimin não o visse, então a melhor opção era contar sobre a ilustre visita e pedir sua compreensão.

 -Jimin vou ser direto, Jeongguk esteve aqui mais cedo, ele foi chamado até a empresa e por isso trouxe Taehyung aqui para casa. E eu não quero que você cause confusão com ele entendeu? Taehyung não está cem por cento acostumado com nós, então vamos fazê-lo se sentir confortável. -Falei olhando em seus olhos, a expressão do menino mudou em segundos.

 -Até aqui! Não acredito nisso, que saco. -Jimin cruzou os braços irritado.

 -Jimin por favor. -Pedi firme.

 -Quem era Jin? -Yoongi gritou descendo as escadas, e logo atrás dele vinha Taehyung com a calça do pijama arrastando no chão.

 -Hoseok trouxe Jimin para passar a tarde conosco. -O informei, assim que viu Jimin, Taehyung se encolheu atrás de Yoongi.

 -Veio arrumar confusão Jimin? -Yoongi disse provocativo, Jimin abriu a boca na mesma hora.

 -Eu não vim arrumar nada Yoongi, e pare de defender esse menino. -Reclamou, e Taehyung se encolheu mais.

 -Tae não precisa ficar com medo, o Jimin não vai te fazer mal não é Jimin? -Olhei sério para o híbrido mal-humorado.

 -Não vou fazer nada. -Ele respondeu seco.

 -Que bom por que eu vou fazer o almoço, e preciso de ajuda, que tal ser você Taehyung? -Direcionei meu olhar ao menino, ele se soltou de Yoongi e ficou animado.

 -Taehyung adora ajudar Jin hyung. -Ele afirmou.

 -Jin hyung? -Yoongi perguntou.

 -É assim que o Gukkie chama o Jin hyung, o Tae não pode o chamar de hyung? -Taehyung perguntou confuso.

 -Claro que pode, agora vamos fazer esse almoço logo. -O levei pela mão até a cozinha.

 -Eu estou adorando essa visitinha ao Jin hyung. -Taehyung comemorou feliz

                            

                       *Plain*

 

 -O que nós vamos fazer agora Jin? -Jimin perguntou assim que terminamos de lavar os pratos.

 Eu estava estressado, até lavar louça foi uma briga, Taehyung não queria ficar na parte com água pois disse que Jeongguk jogou água no rosto dele e que ele não gostava da mesma, então eu mandei Jimin lavar e ele ficou ofendido por eu ter deixado Taehyung “escapar”.

 Depois de uma séria de argumentos para o convencer, e várias formas de organizar os trabalhos, cada um ficou com a seguinte função: Jimin lavando, Yoongi secando, Taehyung me passando o que Yoongi secava e eu guardando.

 -Não faço a mínima ideia. -Falei, Taehyung puxou de leve a blusa de Jimin.

 -Quer b-brincar? -Taehyung pediu envergonhado, e Jimin se afastou bruscamente.

 -Eu não vou brincar com você. -Respondeu rude e Taehyung ficou com as bochechas vermelhas.

 -Jimin. -O reprendi com o olhar.

 -Aff Jin, eu não sou obrigado a brincar com ele. -Foi o máximo que ele respondeu antes de fechar a cara.

 -Eu brinco com você TaeTae. -Yoongi se pronunciou com o tom de voz extremamente carinhoso.

 Eram as raras as vezes em que eu vi Yoongi ser tão carinhoso com alguém.

 -Podemos brincar de pega-pega. -Taehyung deu a ideia animado.

 -Yoongi você vai mesmo brincar com ele? -Jimin perguntou irritado, não me surpreendia sua raiva já o vi por várias vezes convidando Yoongi para brincar e ser negado.

 -Você não quis brincar com ele, então eu vou fazer isso. -Yoongi respondeu simplista.

 -Vamos olhar um filme então. -Jimin sugeriu, e isso pareceu deixar Taehyung mais feliz ainda.

 -Sim Jiminie vamos olhar um filme, o Taehyung trouxe um muito legal. -Ele disse fofo, até mesmo um apelido ele deu para aquele grosso do Jimin.

 -Não me chama assim. -Jimin disse áspero.

 -Jimin para com isso. -Falei bravo.

 -Ah Jin hyung deixa o Jiminie, vamos olhar o filminho. -Taehyung pediu sorrindo meigo, nos puxando para a sala.

 -Que filminho você trouxa meu amor? -Perguntei me sentando no sofá.

 -Esse. -Taehyung entregou em minhas mãos Oliver e sua turma.

 -Oliver e sua turma? Esse filme é muito bom. -Sorri doce.

 -Não vamos olhar esse filme, ele é idiota. -Jimin reclamou.

 -Não vamos? -Taehyung perguntou olhando para mim e para Yoongi.

 -Vamos sim Taehyung, eu vou colocar ele, me dá aqui. -Yoongi colocou o filme e nos ajeitamos para olhar para tv onde passava os trailers.

 

 

 Acordei no susto, sem saber que horas eram, me espreguicei até meu celular, e já eram cinco da tarde, nós aviamos caído no sono logo após o filme acabar, Yoongi estava deitado ao meu lado, enquanto Taehyung estava escorado em Yoongi e Jimin estava deitado sobre Taehyung, os três dormindo.

 Não pude evitar olhar Jimin e Taehyung dormindo tão próximos, eles pareciam dois anjinhos, dois amigos inseparáveis, e era isso que eu esperava que eles se tornassem, Jimin não era uma má pessoa, não demoraria para que ele se sentisse culpado e pedisse para ser amigo de Taehyung.

 -Yoongi. -Chamei baixo o suficiente para o acordar, mas não atrapalhar o sono dos outros dois.

 -Hum, o que foi? -Ele perguntou com a voz embargada pelo sono e coçando os olhos.

 -Temos que ir comprar as coisas para a janta. -Avisei me levantando.

  -Agora? Mas os meninos estão dormindo. -Yoongi reclamou.

 -E eles vão continuar dormindo, o mercado é pertinho e vamos voltar rápido, agora vá trocar de roupa. -Pedi indo para nosso quarto.

 Escolhi uma roupa para mim, e separei algumas peças para Yoongi, assim iriamos mais rápido e não demoraríamos tanto. Eu tinha que comprar alguma coisa para o jantar, adiei tanto as compras que estavam faltando algumas coisas, e eu havia escolhido hoje para reabastecer a dispensa, mas com as visitas inesperadas, quase tinha me esquecido.

 Depois de belos minutos de enrolação da parte de Yoongi, finalmente conseguimos ir para o mercado, eu tranquei as portas e deixei um bilhete para que caso acordasse Jimin não ficasse preocupado, já que ele sabia ler diferente de Taehyung.

 -Jin espero que você sabia que deixou duas crianças sozinhas em casa. -Yoongi disse repreendedor.

 -Eu sei disso Yoongi, mas primeiro: eles não são crianças, você mesmo diz isso, segundo: a culpa é de Jeongguk e Hoseok que acham que eu sou babá, eu tinha coisas para fazer. -Reclamei deixando claro que a culpa não era especificadamente minha.

 Fizemos todas as compras em questão de meia hora, Yoongi me irritou tanto, que eu realmente fiquei culpado de deixar os híbridos sozinhos, mas o que realmente me deixou com vontade de explodir alguém foi o cartão idiota que não passava, no final eu tive que pagar em dinheiro, o que demorou bem mais.

 -Hyung está pesado, segura para mim. -Yoongi estava totalmente manhoso.

 Eu o trouxe para me ajudar com o peso das sacolas, e a única coisa que ele não queria fazer era me ajudar, mas como eu iria negar alguma coisa para aquela coisinha fofa e birrenta.

 -Você é um folgado Min Yoongi, deixa que eu pego... -Assim que eu iria pegar a sacola dele, meu celular começou a tocar.

 Hoseok. Atendi a chamada e automaticamente percebi que havia algo errado

 -Jin o que aconteceu? -Hoseok perguntou afobado.

 -Como assim o que aconteceu? -Fiquei confuso, e eu não era o único Yoongi também não estava entendendo nada.

 -O que o Jimin fez? Eu liguei para a casa de vocês, ele me atendeu e estava rindo, típico de quando apronta alguma, ele não quis passar para você e eu liguei para o seu celular. -Ele respondeu como se fosse obvio.

 Droga! O que Jimin havia feito com minha casa? Ou pior com Taehyung Eu com certeza não deveria deixar eles sozinhos.

 -Desculpa Hoseok eu não sei o que ele fez, eu vim no mercado com Yoongi enquanto eles estavam dormindo. -Expliquei culpado.

 -Não foi culpa sua Jin, mas se Jimin fez algo de errado com Taehyung eu não posso deixar passar em branco, e o que eu menos quero é brigar com Jimin. Vá ver o que aconteceu por favor, meu turno já está acabando e o dos meninos também, daqui a pouco estamos aí. -Hoseok pediu.

 Assim que finalizei a chamada, olhei de forma preocupada para Yoongi, o mesmo parecia entender que eu estava nervoso, e seus olhos já faziam a pergunta, então resolvi explicar tudo logo:

 -Hoseok falou com Jimin, e ele acha que Jimin aprontou algo.

 -Então vamos até lá, antes que algo ruim aconteça. -Yoongi falou rápido.

 Fomos para casa praticamente correndo, assim que chegamos destranquei a porta e entramos rápido, larguei as compras no chão e subi escada.

 -JIMIN, TAEHYUNG? -Chamei no corredor, Yoongi também gritava por eles lá embaixo, entrei em todos os quartos, e não os encontrei, comecei a ficar realmente preocupado.

 Desci e encontrei Yoongi na cozinha, ele me olhou com os olhos arregalados.

 -Os achou? -Perguntei ofegante.

 -Eu acho que sim, mas não acho que eles estejam brincando. -Yoongi respondeu, e foi até a porta que dava para o quintal, quanto mais nos aproximávamos mais alta ficavam as risadas que eu distingui como as de Jimin.

 Jimin estava na área de serviço rindo para um canto em especial, onde Taehyung estava encolhido, chorando, todo molhado, e pior com as roupas rasgadas, Yoongi foi até o mais novo e Jimin parou de rir quando nos viu.

 -JIMIN, O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO? -Gritei indo em sua direção, segurei seu abraço firme para que ele me encarasse.

 -Eu não fiz nada hyung. -Jimin disse nervoso.

 -Então por que o Taehyung está molhado? E as roupas dele? -Perguntei impaciente.

 -Eu não fiz nada. -Ele não deu o braço a torcer.

 -Vou ter que perguntar a Taehyung o que aconteceu. -Larguei Jimin e fui até Taehyung, que chorava no colo de Yoongi.

 Ele parecia tão frágil, a cena era de cortar o coração, eu não queria saber o que Jimin havia feito enquanto estávamos fora, mas era minha obrigação, mesmo que eu tivesse sido imprudente os deixando sozinhos, eles ainda eram minha responsabilidade.

 -Tae, você pode contar para o Jin o que aconteceu? -Pedi com a voz suave, o híbrido olhou de mim para Jimin e então respondeu:

 -Jimin cortou o pijama de Taehyung enquanto ele dormia, depois Jimin puxou Taehyung e o jogou na piscina, e ele não sabe nadar. -Para mim já era o suficiente, as lágrimas continuavam a sair dos olhos de Taehyung e ele ainda estava molhado.

 -Yoongi, leve Taehyung para tomar banho, e Jimin, eu deixarei que Hoseok resolva esse problema. -Avisei.

 

                               *Plain *

 

 Já fazia uma hora da confusão, eu havia mandado uma mensagem a Hoseok dizendo que precisávamos conversar, e ele respondeu que estava chegando com Jeongguk e Namjoon.

 Taehyung havia tomado um banho, e estava no quarto de Yoongi com o mesmo desenhando, eu fiquei impressionado em como Yoongi tratava Taehyung, ele fazia coisas que odiava somente para alegrar o menino, e sorria com uma frequência que só era obtida por mim e Namjoon juntos, e eu amava ver Yoongi feliz e sorrindo.

 Já Jimin estava na sala, ele não havia falado nada, estava quieto, e olhava em um ponto fixo, eu estava preocupado com ele, mas não podiam passar a mão por sua cabeça, no começo eu achei que era só implicância por ter um novo híbrido, e ele ter que dividir a atenção dos seus hyungs, mas ele havia passado dos limites.

 A porta foi aberta, e Hoseok entrou rápido, logo atrás dele Namjoon e Jeongguk, ele deu uma rápida olhada em Jimin, que abaixou a cabeça, e depois olhou para mim esperando uma resposta.

 -Primeiro eu queria me desculpar com vocês dois, Hoseok e Jeongguk, por que Jimin e Taehyung estavam dormindo, e eu sai com Yoongi para comprar as coisas para fazer o jantar. -Comecei, afinal se eu não tivesse saído tudo poderia ter sido evitado.

 -Tudo bem hyung, mas aconteceu algo? -Jeongguk perguntou, virei para Hoseok e respondi olhando para ele.

 -Enquanto eu e Yoongi estávamos fora, Jimin cortou as roupas de Taehyung quando ele estava dormindo, e ele acordou quando o Jimin o arrastou até a piscina e o jogou dentro dela, mas Taehyung não sabia nadar. -Contei e me partiu o coração a cara de decepção que Hoseok olhou para Jimin, não queria que ele fosse muito duro com o hibrido.

 -Meu Deus. Taehyung está bem? -Jeongguk perguntou puxando os cabelos.

 -Gukkie. -Taehyung gritou descendo as escadas, logo ele já estava no colo de Jeongguk.

 Os dois começaram a conversar, e eu prestei atenção em Hoseok.

 -Jimin eu sempre te dei atenção, amor, nunca te maltratei, e eu só queria saber o motivo por você ter feito algo assim para Taehyung. Se foi por ciúmes, você podia se tornar amigo dele, se foi por medo de perder atenção, você sabe que eu nunca te deixaria, mas por que...por que você tratou um menino que você mal conheceu daquele jeito? Mas eu não acredito que você o odeie. -Hoseok olhava duramente para Jimin, que se levantou olhando nos olhos de Hoseok.

 -Mas se eu fosse você acreditava, eu o odeio com todas as minhas forças, ele me colocou naquele lugar onde me tratavam como mercadoria de venda, a culpa é dele. Taehyung não sabia nadar mesmo, e eu pensei em o deixar morrer, eu o ajudei a sair da piscina, mas eu não deveria ter o salvado. -Jimin disse com raiva, e todos ficaram surpresos pela resposta, principalmente Hoseok.

 -Por que isso Jimin? Como você o odeia sem o conhecer? -Hoseok perguntou triste.

 Taehyung olhava a briga atentamente no colo de Jeongguk, e se encolheu quando Jimin o olhou com desgosto.

 -Eu já o conhecia, o conheci quando Dr. Choi me trocou por ele. -Jimin revelou, e se nós já estávamos chocados, agora muito mais.


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo, eu sei que agora é difícil não odiar Jimin, mas façam um esforcinho ok?
Obrigada por lerem BabyReaders.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...