História Platonic - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry Styles, One Direction, Romance
Exibições 131
Palavras 2.438
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Slash, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Operação Cupido


No intervalo, Abby e Niall continuavam distantes um do outro, deixando o clima extremamente pesado, já que junto com Louis, os dois eram a bagunça do grupo, até que incomodada demais com a situação, tentei dizer algo, mas uma voz desconhecida soou perto da nossa mesa.

– Oi Harry – Uma garota das pernas finas aproximou-se e lembrei que era a mesma de hoje mais cedo, a que estava sentada no colo do Styles.

– E aí Alice – A cumprimentou com um aceno de cabeça amigável e não sei bem o porquê, mas fiquei contente por ele não recebê-la com beijinhos ou qualquer outra atitude íntima demais. A morena se abaixou bem perto do rosto de Harry e meu coração pulou de um jeito desenfreado, mas ao ver que ela sussurrava algo em seu ouvido, respirei um pouco aliviada, mas bem pouquinho mesmo, até que por estar bem ao lado dele, infelizmente ouvi o que ela dizia, o que fez uma súbita necessidade de posse tomar conta de mim. Que vadia oferecida!

‘’Vou ficar sozinha hoje em casa, quer dar uma passadinha lá depois da escola?’’ Disse a garota. Que vagabunda!

– Sinto muito queridinha, mas ele já tem compromisso – Quando dei por mim, já havia dito na impulsividade e não só Harry, mas todos ali na mesa olharam em minha direção confusos – O que foi?

– Escutou a moça – Harry disse agora desviando o olhar para a garota que olhava para mim como se fosse me matar e para a minha surpresa, Harry colocou um de seus braços em cima dos meus ombros e seu gesto me fez sorrir que nem uma idiota, acho que meu sorriso era tão cheio de emoção que os demais olharam - me como se eu fosse de outro mundo.

– Você e...ela? – A tal da Alice perguntou com nojo olhando bem para o meu rosto, e sem esperar qualquer resposta, ela grunhiu e saiu batendo o pé que nem uma criança.

Isso! Vai embora piranha!

– O que acabou de acontecer? – Niall perguntou incrédulo e eu ri, tanto por achar engraçado como ele e os outros nos olhavam, mas também pela empolgação de ter Harry tão perto de mim, praticamente colado ao meu corpo com seu braço forte gostoso sob mim.

Oh céus! Me ajude senhor! Ai como ele é cheiroso!

A chaveirinho me ajudou a dar um fora na garota, vocês sabem que não gosto de grude – Harry respondeu enquanto eu imaginava várias formas de me aconchegar discretamente mais em seu peito.

– Vocês estão...? – Zayn perguntou apontando para nós dois insinuando que éramos um casal e saí um pouco do meu mundo Harrylândia e seu perfume viciante e olhei para Zayn sobressaltada.

– Não! Nada disso Zayn! – Disse um pouco nervosa.

– Bom, por mim... – Harry confessou e o olhei nervosa e surpresa com o coração a mil.

– Olha só, Harry quer uma chance Hae – Louis cantarolou e todos começaram a fazer brincadeirinhas sobre nós dois, até ouvir a risada de Harry e sentir o calor de seu braço sumir ao vê - lo se afastar um pouco.

– Calem a boca, só estava brincando – Respondeu divertido e eu quis me enterrar envergonhada e decepcionada.

– Ei Harry, olha só quem está vindo ali – Além dele, todo os outros, assim como eu, olharam para onde Norah acabara de indicar disfarçadamente com o olhar e lá estava Jamie e alguns garotos que eu não conhecia, além de Candice, Thomas também estava no meio, o que me deixou confusa. O que ele fazia ali?

– Fudeu! Se esconde Harry! – Niall disse desesperado.

– Cara, a suspensão dele já acabou? – Louis perguntou confuso.

– Primeiro que eu não vou me esconder de ninguém, porque não foi eu que armei a droga daquela confusão – Harry parou por um instante e os demais olharam em minha direção e como compreendi a indireta, me encolhi no assento envergonhada e sorri sem graça – E a suspensão não seria tão longa, já que acabaria no mesmo dia que a minha.

– Então por que ele fez o teste para o time? – Norah perguntou.

Ele fez? Como não vi?

– Esqueceu que ele é sobrinho do treinador? Ia ficar no time de qualquer jeito – Harry explicou um pouco estressado.

– Droga! – Norah lamentou irritada.

– Sabe – Chamei a atenção de todos e continuei – Ninguém tira sarro dele por...por aquele vídeo – Levei o dedo indicador até a ponta do nariz e cocei extremamente nervosa e envergonhada – Só fazem isso com você Harry.

– Olha Hae, o Jamie se acha o dono dessa escola e a maioria prefere não discutir, a quem diga que ele mete a surra em quem fica no caminho dele – Liam explicou e eu fiquei muito surpresa e incrédula com o que ouvi.

– Que horror! Até as garotas? – Perguntei.

– Não. Essa parte é com a Candice e umas amigas dela, por isso ela fica com ele e os outros idiotas que seguem aquele imbecil – Dessa vez foi Harry quem respondeu e eu simplesmente não podia acreditar no que estava ouvindo.

– É como uma gangue de delinquentes – Norah disse discretamente.

– E de idiotas – Concluí.

– E aí florzinha? – Jamie provocou ao se aproximar da nossa mesa com os seus amigos. Realmente ainda não consigo acreditar que Thomas está metido nessa sujeirada. O observei bem atentamente e balancei a cabeça em negação, enquanto no mesmo instante ele percebeu que eu o fitava e devolveu um olhar confuso. Que sonso! – Qual é? Depois de sair do armário agora fica com frescura? – Jamie continuou e dessa vez Harry não ficou calado.

– Pelo visto você aceitou muito bem, não é amor? – Jamie não gostou nadinha do que ouvira e preparava-se para avançar no Styles, fazendo o meu sinal de alerta piscar a todo vapor, pois quando dei por mim, já havia levantado ficando na frente de Harry e de cara com Jamie.

– É melhor você não fazer nada – Disse calmamente o observando, mas o idiota riu cinicamente, enquanto eu sentia a mão de Harry segurar forte em meu braço.

– Senta agora Hannie! – Ele ordenou enfurecido.

– Olha só, o Harold tem uma defensora – Jamie debochou e os cretinos dos amiguinhos dele começaram a rir e nem fui capaz de olhar para Thomas, não queria o ver fazendo parte daquela criancice.

– Jamie, escuta, eu que fui a culpada de tudo, o Harry não tem nada haver com o que aconteceu! – Exclamei exaltada tentando de alguma forma tirar Harry daquele jogo que eu havia o colocado.

– Senta agora! – Ouvi Norah, mas não pretendia escutá-la e nem os demais que pediam para eu me calar ou ficar calma, até que senti Harry em pé atrás de mim e rapidamente despejei tudo que devia dizer.

– Eu que fiz o vídeo, a culpa é só minha, o Harry não sabia! Tudo o que você viu é uma montagem, não tinha nada haver com você, eu...

– Como é?! – Jamie me interrompeu e segurou com muita força o meu pulso e aquilo me assustou. Só tive tempo de ver Harry passar por mim e segurar o garoto pela gola do moletom e automaticamente ele soltou o meu pulso. No mesmo instante, Liam veio em minha direção afastando-me um pouco para trás.

– Fica quieta! – Ele sussurrou irritado em minha frente.

– É melhor parar com essa porra e nem sequer pense em tocar nela dessa forma outra vez! – Harry praticamente gritou enfurecido e eu tremi.

– Ah meu caro, está com medo de acontecer algo com a feinha da sua namoradinha? – Jamie provocou e eu me encolhi.

– Cala a porra da boca e não a insulte! Acho até que você não está com medo do papaizinho saber das tuas merdas e te mandar de volta para Holanda? Você sabe que a vovó vai adorar a sua estadia lá – Não podia ver a expressão de Harry ao acabar de ouvi-lo e não entendia o porquê daquilo afetar Jamie, pois seu rosto caiu drasticamente de irônico para extremamente sério e surpreso, logo, ele empurrou o Harry fazendo dar apenas um passo para trás e saiu andando na direção oposta em que havia aparecido.

– Hannie... – A voz de Thomas chamou a minha atenção, mas quando olhei para ele, Candice estava ao seu lado, segurando o seu braço firmemente.

– Não fale com essa garota Tom – A loira disse com desdém e saiu o puxando em direção aos outros que seguiam Jamie. No mesmo instante o sinal tocou e eu suspirei aliviada por todos ali começarem a sair e poder voltar a não ser o centro da atenção.

– Cara, o que foi isso? Por que contou a ele Hannie? – Niall perguntou completamente confuso e surpreso.

– Pirou ou o quê? – Dessa vez, foi Zayn quem prosseguiu o interrogatório.

– Eu só queria resolver as coisas e...

– Resolver? Eu pensei que ele fosse te bater! – Abby me interrompeu transtornada.

– Ele não seria louco a esse ponto! – Norah soou preocupada.

– E não íamos deixar! – Liam disse todo defensor e eu sorri diante todos eles.

– É! Íamos quebrar a cara dele! – Louis completou e eu ri emocionada, mas meus olhos caíram sobre Harry que se aproximava de mim.

– Você está bem? – Perguntou tocando em meu braço, o qual Jamie havia segurado com força e olhava-o visivelmente preocupado.

– Sim, eu estou – Respondi meio tonta com sua proximidade.

– Ei gostosos, vamos! A aula já vai começar – Abby chamou a todos nós e começou a andar com os demais para longe.

– Ei, obrigada por me defender – Agradeci sorridente e no mesmo instante ele parou de olhar para o meu pulso e agora fitava o meu rosto com um pequeno sorriso charmoso.

– Eu que tenho a agradecer por aqui, você é a droga de uma maluca por tentar me defender e te agradeço por isso – Harry aproximou-se de mim ainda mais e meu coração deu um pequeno vacilo ao ver o seu rosto tão perto, olhos, nariz, boca, droga! Boca! até sentir seus lábios em minha testa e uma sensação estranha dominou o meu corpo, algo muito bom – Não ligue para o que ouviu, você não é nada do que ele disse.

Será que ele me achava bonita?

Um sorriso cresceu com a possibilidade.

...

– Aqui garotas! – Abby praticamente gritou de tanta empolgação quando passávamos pelo grande mural de avisos.

– Aqui o quê? – Perguntei desinteressada.

– As inscrições para as líderes de torcida! – Niall respondeu animadamente afeminado e eu ri no mesmo instante daquela palhaçada. Percebi que Abby ria mais que os outros, mas quando Niall a olhou um pouco esperançoso, ela fechou o sorriso e virou o rosto para o outro lado e minha empolgação diminuiu um pouco ao ver esses dois dessa maneira.

– Vamos garotas, se inscrevam logo – Louis disse risonho.

– Eu só vou me inscrever se a Norah também fizer o mesmo – Falei tentando encorajá-la e os garotos fizeram sons de deboche e incentivo.

– Mas... – Norah apreensiva tentou falar algo, mas meu digníssimo amigo Payne como uma cobra sorrateiramente apaixonada, chegou pertinho dela e sussurrou algo em seu ouvido o que não consegui escutar, mas pelo sorriso grande e o olhar admirado que ela lançou a ele depois, suspeitei que eram palavras de incentivo.

Mas que garoto esperto!

– Tudo bem! – Ela gritou empolgada e logo nos inscrevemos, enquanto os meninos faziam danças ridículas imitando líderes de torcida. Simplesmente vergonhoso.

...

O sinal já havia tocado, Harry havia ido ao banheiro, se eu acreditei no que ele disse? É óbvio que não! Aposto que o safado deve está se esfregando em alguma vadiazinha e não gostei nem um pouco disso.

– Hannie? – Olhei para trás e lá estava Thomas, com toda a sua beleza.

– Oi – Respondi sem saber direito como deveria agir depois de saber que ele era próximo de Jamie.

– Antes de qualquer coisa, queria te pedir que não ficasse com raiva de mim, deixa eu te explicar, olha, o Jamie é meu primo e um dos meus melhores amigos e sei que ele pode ser um estúpido quando quer, mas nunca me deixou na mão, sempre me ajudou em tudo.

– Ah então por isso acha certo ajudá-lo a ser mais idiota que o normal? Por que até agora não vi você fazer nada além de segui-lo para todo canto – No mesmo instante vi Abby passar por mim distraída e andei atrás dela sem me importar em deixar Thomas ali sem despedidas e mais palavras.

– Ei! – Toquei em seu ombro e ela se virou um pouco assustada.

– Ah, é você – Respondeu aliviada e decepcionada ao mesmo tempo.

– Pensou que fosse quem?

– Ninguém.

– Está bem Abby, vamos ser sinceras aqui, sei que pensou que fosse o Niall e além de tudo percebi que mesmo aliviada, ficou decepcionada, então me diga o que aconteceu, só quero ajudar – Ela suspirou derrotada ao me ouvir e concordou silenciosamente.

– Tudo bem, só a Norah, então que isso não saia daqui, tudo bem? – Confirmei um pouco chateada por Norah saber da história antes e eu não, mas decidi guardar esse incomodo apenas comigo, afinal, elas são amigas há mais tempo – Ontem a tarde, o Niall foi a minha casa, ficamos juntos e tudo mais, estava tudo muito bom, só que eu decidi perguntar em que nível estávamos, eu praticamente perguntei se iríamos só ficar nessa ou teríamos algo sério, então foi que ele ficou nervoso e disse o que qualquer garota odiaria.

– O que ele disse?

– Que não quero ficar amarrado em ninguém e sabe de uma coisa? Isso doeu muito, ainda mais quando penso no tempo em que ficamos apenas flertando e nada, mesmo com o coração destroçado não consigo deixar de gostar dele porque aquele loiro é um idiota, mas eu amo ele.

– Nossa! – Murmurei perplexa – Ele é mesmo muito idiota, mas presta atenção aqui, pelo o pouco que eu conheço dele, o acho maravilhoso e não vejo ele dar em cima de ninguém, o garoto só tem olhos para você e além de tudo, não entendo porque ele disse isso já que vocês dois não se desgrudavam e também o Harry me contou que ele está muito triste.

– Triste? – Perguntou desdenhosa – Foi ele que destruiu o que nós poderíamos ter dizendo aquilo.

– Olha Abby, eu vou te ajudar, de alguma vou descobrir o que o Niall sente em relação a vocês dois, mas vou descobri a verdade e direi tudo a você e se for o que eu estou achando, prometo que estarão namorando logo, logo – Por um momento eu vi um brilho de esperança em seus olhos negros, mas a descrença caiu em seu rosto rapidamente.

– Não Hannie, pare com isso, não quero que se meta nisso porque já acabou, não quero mais nada com o Niall a não ser amizade, não faça nada, por favor – Assim, ela caminhou para longe de mim sem esperar por minha resposta, mas tudo bem, acho que ela não ia gostar de ouvir meu plano de cupido. Missão casais enlouquecidos iniciando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...