História Platonic Passion - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Personagens Originais, Tao
Tags Zitao
Exibições 9
Palavras 718
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Irei postar um capítulo em cada dia (provavelmente...) 🌸

Capítulo 2 - Capítulo II - Dinheiro Suficiente


Fanfic / Fanfiction Platonic Passion - Capítulo 2 - Capítulo II - Dinheiro Suficiente

-5 anos depois-

♡ 3 de Setembro de 2015 ♡

Isadora ON~

Entrei naquele ônibus vazio, porém meu coração não estava vazio. Sentei-me naquele banco rasgado e sujo do ônibus e coloquei a minha bolsa pesada no banco ao lado.

Peguei o meu fone de ouvido de dentro do bolsinho da minha bolsa escolar azul de coraçoezinhos. Arranquei delicadamente o meu celularzinho pequeno e antigo do bolso da minha saia.

Coloquei no aleatóriamente. Começou a tocar "Boy In Luv" do BTS. Mesmo sendo uma música que me deixava mais animada que o normal. Eu gostava (ainda gosto)

Comecei a cantar seguindo o ritmo. O motorista do ônibus nem ligou, devia ser porque eu cantava muito bem. Não gostava de me "mostrar" mais não tinha como não admitir isso.

Continuava a cantar tranquilamente, até que meu celular começou a tocar. Era minha melhor amiga, Melody.

- Oiiiii! - Gritou entre cantos - Onde você está? Não vai me dizer que vai faltar na faculdade de novo! - Falava e ouvi seu pé bater no chão, imaginava como estaria sua cara agora.

- Não se preocupe, já estou chegando, é que eu tive que ficar até mais tarde no trabalho.

Melody tinha uma personalidade forte, ao contrário de mim que era delicada e gostava de coisas fofas desde os 3 anos. Mais não ligavamos. Mesmo sendo diferentes eu e Melody éramos ótimas amigas.

A única coisa que tinhamos em comum era que faziamos juntas, faculdade de música, eu me concentrei em tocar violão e outros instrumentos de corda. Já Melody decidiu seguir o caminho de vocal.

- Eu não entendo. Você precisa descansar um pouco Isa. Não para de trabalhar, até nos sábados e domingos você trabalha!

- Desculpe-me se eu não dou muita atenção a você, mais eu tenho um sonho, e eu quero realiza-lo - Pausei se preparando para não chorar para o que diria agora - Antes de minha irmã me deixar... Ela me disse para realizar meus sonhos! Eu não quero desaponta-la e fazer com que tudo o que ela me deu enquanto estava viva sejá em vão.

Instalou-se um pequeno silêncio. Melody sussurrou um 'tchau' e desligou o celular. Eu desabei no choro

Quebra de Tempo

Cheguei em casa e descalçei os meus sapatos na frente da porta. Não ousei a falar com Melody novamente, ela sabe que fiquei chateada.

Entrei na cozinha tentando não fazer barulho e abri meu potinho com minhas economias e guardei o que ganhei hoje no trabalho.

Trabalhava como vendedora em uma lojinha de bijuterias, não ganhava muito mais era melhor que nada.

Meus pais ainda estavam dormindo, retirei moeda por moeda, nota por nota do potinho e contei como sempre fazia quando chegava em casa.

Terminei de contar e me choquei.

Eu havia juntado dinheiro o suficiente.

Subí as escadas e entrei no meu quarto que ainda continuava a mesma coisa de quando tinha 13 anos.

Apaguei a luz e deitei-me sobre a cama, abracei meu ursinho e comecei a ficar anciosa, roia as minhas unhas pintadas de um roxo ofuscado, até que não aguentei mais e dormi.

♢ 4 de Setembro de 2015 ♢

Acordei com sono e relutantemente saí da cama, havia dormido com a roupa da noite anterior, por isso estava desconfortável.

Fui ao banheiro e fiz minha higiene matinal. Desci as escadas e fui ao encontro dos meus pais.

- Pai, Mãe, Bom Dia!

- Bom Dia! - Responderam ao mesmo tempo.

Sentei-me com eles, peguei umas panquecas que estavam em cima da mesa e derramei mel por cima delas, depois coloquei dois mirtilos en cima. Peguei minha caneca do Goku e tomei um gole de café quentinho.

- Eu preciso falar com vocês - Coloquei um sorriso de orelha a orelha no rosto - Eu juntei dinheiro o suficiente para ir á Coréia!

Meus pais pararam de comer.

- Sério? Que bom, boa sorte pra você filha - Argumentou minha mãe.

- E quando você parte? - Meu pai indagou.

- Ainda hoje.

Meus pais sorriram e desejaram-me boa sorte.

Subi ao meu quarto e comecei a procurar no Google o quanto custava uma passagem.

Peguei uma barata que meu dinheiro dava. Eu partiría á dois dias, até lá eu já arrumava as minhas malas cheias de posters do Tao. Peguei o último poster e antes de coloca-lo na mala o análisei.

- Estou indo te encontrar, Zitao. 


Notas Finais


🐼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...