História Play - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekhyun, Baekyeol, Bysenpai, Chanbaek, Chanyeol, Exo
Exibições 484
Palavras 350
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Droubble, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HEY, MY ANGELS! /morre.

Nem sei o que começar a escrever aqui. KSKSKSKS, calma, vamos lá. Como vocês estão vendo, estou demorando HORRORES pra atualizar Play, porém, isso tá acontecendo com TODAS as minhas fanfics.

MAS TENHO UMA SURPRESA PRA VOCÊEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEESSSSS:

ESSA

DEMORA
ACABOU.

SIMPLES; ESSA SEMANA É A ULTIMA SEMANA DE AULA./MORRE DE FELICIDADE.

Então se preparem para as surpresas mais impactantes em Play, e isso é apenas um aviso prévio.q

Irei me esforçar ao máximo pra atualizar rapidão, okay?

Boa leitura, hm?! ♥

Capítulo 20 - Xx.


Fanfic / Fanfiction Play - Capítulo 20 - Xx.

ChanYeol não saberia descrever o que havia sentido naquele momento.

Seu mundo perdeu as cores.

Não havia mais graça nas coisas que antes achava legal.

Sentia-se sozinho mesmo que estivesse rodeado de pessoas. Sua mãe havia falecido por causas naturais, mas o impacto que aquilo teve em sua vida fora algo surreal. Era peso demais para uma criança de sete anos suportar.

 

BaekHyun era o único que estava junto de si por todas aquelas longas 24h. Todos os dias, todas as horas, minutos e até os mínimos segundos.

 

Byun estava ao seu lado para apartar seus choros repentinos. Algo muito além do que um simples ombro amigo. O pequeno sempre envolvia o corpo de seu Hyung por entre os bracinhos e o apertava com extrema força quando via os olhinhos do mesmo marejarem, ou o sorriso – Este que BaekHyun se esforçava bastante para faze-lo aparecer, nem que fosse por milésimos de segundos.- esbelto doutrem desaparecer do nada. Nunca confessaria em voz alta, mas o estado do papai de suas brincadeiras estava o afetando das mais diversas maneiras, o magoando das piores formas.

 

Estava deixando de dormir apenas para levantar de sua caminha de noite e ver se seu Hyung estava dormindo devidamente bem, ou se não estava tendo uma de suas crises de choro baixinhos.

 

Park ChanYeol havia perdido uma parte de si e ao menos podia fazer algo. Se sentia culpado por não ter salvado sua omma, de não ter dito um adeus ou te-la abraçado com força como eu sempre fazia quando chegava da escola. Era um vazio extremo, uma dor imensurável que apenas quem já perdeu a própria mãe saberia descrever com todas as palavras exatas.

 

Senhor e senhora Byun perceberam a mudança bem visível do estado da pequena criança, por isso, não tardaram a deixa-lo hospedado em sua casa, pois sabiam da forte ligação que este tinha com BaekHyun. E assim passaram-se longos oito meses.

 

Apenas oito meses.

 

Porque, agora, ChanYeol estava sob a total responsabilidade de seu Appa, Sr. Park. E de uma coisa Chany e Bae tinham certeza;

Aquilo não era nada, nada bom.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...