História Playing with fire - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~emmasavior

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood
Tags Outlaw Queen, Outlawqueen, Regina, Regina Mills, Robin, Robin Of Locksley, Romance, Zelena Mills
Visualizações 249
Palavras 2.842
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Capítulo cheio de coisitas, espero que gostem, boa leitura.

Capítulo 10 - Reunião de gala


Fanfic / Fanfiction Playing with fire - Capítulo 10 - Reunião de gala

Duas semanas depois...

Apartamento de Robin, 01h45 da madrugada.

 

Pensamentos de Regina

 

Eu estava completamente fora de si e Robin me beijava loucamente assim que entramos em seu apartamento. Fomos deixando tudo espalhado pela sala e continuávamos a nos beijar.

 

Pensamentos de Robin

 

Ela estava completamente entregue à mim e eu sentia como se pudesse fazer o que quisesse com ela. Peguei ela no colo e levei até a cozinha; depois a coloquei sentada sobre o balcão de mármore e comecei a beijar seu pescoço. Tirei o vestido dela abrindo o zíper bem devagar e enquanto o tirava, meus lábios não saiam dos dela.

Ela ficou seminua bem na minha cozinha e eu fiquei admirando aquele belo corpo vestido de azul escuro apenas com as roupas de baixo.

 

“Que foi?” - Perguntou ela sorrindo pra mim passando as mãos em meu rosto.

 

“Nada, nada. Eu só estava te admirando.” - Respondi meio que atordoado.

 

E estava mesmo, porque Regina naquele momento era minha, somente minha.

 

Pensamentos de Regina

 

Robin continuava a me beijar e do meu pescoço foi descendo lentamente passando pelo os meus seios, o qual ainda estava coberto pelo sutiã. Até que ele desceu até a parte mais íntima do meu corpo…

 

 

Nove horas antes...

Apartamento de Regina, 16h45 da tarde

 

Regina estava se arrumando para a Reunião Lock's Empresarial que iria começar às 20h30 da noite.

 

“Está ficando linda irmã, Robin vai ficar louco.” - Disse Zelena enquanto passava pelo quarto de Regina e ela experimentava o vestido apenas encostando sobre o seu corpo na frente do espelho.

 

“Obrigada, mas confesso que estou nervosa.” - Responde Regina sentando em sua cama apenas com as roupas de baixo.

 

“Rê vai dá tudo certo. Se está preocupada com a Victoria esquece ela. Provavelmente ela não estará lá e se estiver, joga champanhe na cabeça daquela vadia.” - Disse a ruiva.

 

As duas riram.

 

“Não, ela não vai comparecer Robin já me disse. Ela está em Beverly Hills na casa de uma amiga.” - Diz a morena.

 

“Queria entender como o Robin pode ficar com aquela mulher insuportável. Ele nunca te contou isso?” - Pergunta a irmã.

 

“O que? Sobre a Victoria? Não entendi o que você quis dizer, eu acho.” - Diz Regina confusa.

 

“Regina, Robin mostra que quer ficar com você, é óbvio que vocês se gostam, além dele nem se importar com a loira da Victoria. Mas ele não se assume logo, nem manda ela embora e, acaba de uma vez esse noivado para então ficar com você. Por que será?” - Indaga Zelena.

 

“Ah não sei Zel, vai que ele gosta dela, sei lá e, eu sou somente uma paixão passageira.” - Responde a morena.

 

“Ah para com isso Regina! Robin não gosta da Vick, ele não suporta ela, está escrito na cara dele. Eu sei quando um cara gosta de uma mulher, quando Robin te olha os olhos dele brilham, já perto daquela loira, ele fica completamente seco e ignorante.” - Responde Zelena.

 

“Bom, independentemente se ele gosta da Vick, ou não, eu não vou forçar a barra pra ele ficar comigo. Como eu disse pra você: Se for pro Robin ser meu, ele vai ser somente meu e de mais ninguém.” - Responde Regina.

 

“É isso aí! Gostei de ver agora, Victoria que se cuide com um mulherão desses aqui, chamado Regina Mills.” - Diz Zelena.

 

E as duas se abraçam.

 

Apartamento de Robin, 17h00 da tarde

 

Robin corria de um lado para o outro na sala provando várias gravatas, mas nenhuma o deixava satisfeito.

 

“Paul, o que você acha: Verde ou preta?” - Pergunta ele ao seu segurança que estava na sacada do apartamento.

 

“Ainda não se decidiu Sr?” - Diz Paul.

 

“Não, ainda não. E eu vou colocar a preta mesmo, tanto faz. Eu sou vou por causa da Regina, se ela não fosse eu iria cancelar esse evento.” - Diz Robin.

 

“Sem querer me intrometer, mas o que o Sr vai fazer se Regina descobrir que ando espionando ela com ordem do Sr?” - Pergunta Paul.

 

“Não quero falar disso agora Paul e ela não vai descobrir, porque somos discretos.” - Diz Robin colocando a gravata.

 

“Ah, quase já me esquecendo. Mande a limusine buscar Regina neste endereço a aqui quando for a hora, eu vou junto também.” - Continua Robin.

 

“Ok, Sr, vou providenciar.” - Diz Paul.

 

“E Paul, por favor, assim que começar a festa deixe um dos meus carros disponível no estacionamento subterrâneo privado, assim qualquer coisa eu vou​ embora sem ser visto pelos paparazzis que com certeza estarão lá plantados na porta do evento.” - Completa Robin.

 

“Ok Sr, entendido.” - Diz Paul já se retirando dali.

 

Robin então decide ligar para Regina.

 

Apartamento de Regina, por volta das 17h35 da tarde

 

Pensamentos de Regina

 

Eu estava me arrumando quando meu celular começou a tocar. Era o Robin.

 

“Alô? Robin?” - Eu disse.

 

“Regina? Oi, então estou te ligando pra perguntar se você realmente vai hoje.” - Diz Robin.

 

“Claro que eu vou, estou me arrumando.” - Respondi.

 

“Que maravilha, então eu vou mandar uma limusine buscar você ok, por volta das 19h50, 20h00.” - Disse ele.

 

“Tudo bem, tudo bem. Eu vou está esperando e obrigada.” - Eu disse.

 

“Eu que agradeço por você aceitar meu convite de ir comigo nesta reunião. É muito importante pra mim e você faz parte da empresa, não sei o que faria sem você.” - Ele disse.

 

“Desse jeito eu vou pedir um aumento.” - Disse ironicamente.

 

“Você pode pedir qualquer coisa, aliás, o que eu não faço pra te ver feliz?” - Diz ele.

 

“Bom, a conversa está ótima, mas eu vou desligar. Preciso me arrumar, te vejo mais tarde.” - Eu disse meio tímida.

 

“Tudo bem então, estou ansioso. Até mais tarde.”- Disse ele.

 

“Tchau.” - E desliguei.

 

As horas passaram e Regina ficou pronta por volta das 19h20 da noite. Zelena também estava arrumada, a ruiva não tinha convite para a reunião da empresa, mas não deixaria de ir numa balada.

 

✽✽✽

 

Quando o relógio marcou 20h10, Robin chegou com sua limusine e Regina já estava do lado de fora esperando juntamente com Zelena.

 

“Regina, ele trouxe uma limusine, socorro.” - Disse Zelena sussurrando enquanto a limusine estacionava na frente do apartamento.

 

“Será que rola alguma coisa entre vocês hoje além de beijo?” - Continua Zelena provocando.

 

Regina cutuca a irmã com o cotovelo pra ela parar de falar, até que Robin sai da limusine. Ele estava vestindo um terno azul marinho com uma gravata preta reluzente. Roupas importadas e caras. Regina estava usando um lindo vestido branco justo, sapatos vermelhos e uma bolsa creme.

 

“Zelena, Regina.” - Diz Robin cumprimentando ambas.

 

“Está muito bonita Regina.” - Continua ele.

 

Regina ajeitou seu cabelo para trás da orelha.

 

“Obrigada.” - Respondeu ela.

 

“Bom, divirtam-se e juízo hein.” - Disse Zelena.

 

Regina olha pra irmã com um olhar dizendo “se você não cair fora daqui eu vou te bater.” A morena e o empresário entram na limusine e seguem para a reunião. Dentro do carro repleto de luxo, ambos conversam.

 

“Nervosa?” - Indaga Robin enchendo uma taça de champanhe e entregando pra ela.

 

“Um pouco. Parece ser um evento muito importante.” - Respondeu a morena.

 

“Pegou seu convite?” - Pergunta ele.

 

“Claro, está na minha bolsa.” - Disse ela.

 

“Bom, quero te falar uma coisa importante.” - Disse Robin.

 

“Pode falar.”- Disse a morena nervosa com o que ele poderia dizer.

 

“Então, esse evento é muito importante e eu sou muito conhecido na mídia por ser empresário. Provavelmente na porta do local terá inúmeros paparazzis sabe e eles vão tirar fotos nossas.” - Disse ele.

 

“Mas tem problema eu aparecer assim com você?” - Indagou Regina.

 

“O que? Não, que isso não se preocupe, apenas somos amigos nada vai atrapalhar nossa noite.”- Disse Robin.

 

Regina fica sem jeito durante o trajeto com Robin dentro da limusine e ele tenta quebrar o gelo.

 

“Por que toda vez que eu vejo você sinto vontade de te beijar?” - Diz Robin parado olhando pra morena.

 

“O que? Mas que pergunta é nessa Robin, eu nem sei o que te responder.” - Diz Regina completamente tímida.

 

“E por que você tem esse cheiro maravilhoso?” - Diz ele mais uma vez.

 

“Acho que é porque eu costumo tomar banho, não é?” - Responde ela.

 

Ambos riem.

 

“Victoria não me faz rir assim, sabia? Sabia que você é uma das mulheres mais lindas que já conheci, não só por fora, mas por dentro. É engraçada, inteligente, linda e tenho sorte de ter você na minha empresa.”- Diz ele.

 

“Obrigada pelas palavras.” - Responde Regina.

 

Conversa vai, conversa vem, ambos chegam ao local do evento e logo ao abrir a porta da limusine, os paparazzis começam as fotos sem parar. Robin sai e guia Regina. Ele não sai de seu lado, como se fosse seu dono.

 

Ambos acenam para as câmeras ao redor enquanto os flashs não param.

 

Robin Locksley, por favor, poderia falar rapidamente conosco?” - Grita um paparazzi com um microfone em mãos.

 

“Sim, pode perguntar.”- Diz Robin.

 

“Todos sabemos Robin que você é um dos maiores empresários da América e está noivo da modelo Internacional Victoria Brandts, mas Regina Mills é o que sua?” - Pergunta o homem.

 

“Bom, Regina é umas das melhores secretárias que já tive. Ela entrou na empresa a pouco tempo e devido ao seu esforço e dedicação no ramo empresarial tem conseguido o destaque e por conta disso, a contratei como secretária pessoal, porém somos só amigos.” - Respondeu Robin quase gritando por causa do som alto.

 

“Vocês podem ser somente amigos, mas já tem uma legião de fãs no Twitter. Muitos estão dizendo que vocês são o OTP certo, o que você tem a dizer?” - Pergunta o paparazzi.

 

“Eu agradeço o apoio e carinho dos fãs e agradeço o carinho que eles tem pela Regina, ela é realmente uma pessoa maravilhosa.” - Responde Robin e assim encerra a entrevista relâmpago na porta do evento.

 

Depois de darem os convites, Regina e Robin entram no local, tudo está repleto de puro luxo. Luminárias de ouro, o chão com pedras de diamantes, bebidas à vontade e música.

 

“Deixa eu te apresentar para uns amigos.” - Diz Robin puxando Regina pelo braço.

 

“Eric, Carlos, Owen! Quero apresentar à vocês a melhor secretária pessoal que existe.” - Diz Robin apresentando Regina aos amigos empresários.

 

“Prazer conhecê-los.” - Diz Regina cumprimentando os três.

 

“Robin amigo, você tem bom gosto para secretárias.” - Diz Owen.

 

“Regina, você é uma mulher muito bonita sabia disso?” - Diz Carlos.

 

“Obrigada, eu agradeço, mas acho que não mereço tudo isso eu sou apenas uma pessoa comum.” - Responde a morena tentando disfarçar a timidez.

 

“Robin e aí? Tem fanfic sua e da Regina rodando as redes sociais meu caro, larga a Victoria e casa com ela.” - Diz Eric.

 

“O que você acha Regina?” - Pergunta Robin.

 

“Sobre as fanfics? Bom, eu realmente não quero decepcionar ninguém, mas Robin está noivo então acho que não vai dá né?” - Diz a morena.

 

“Ele está noivo, mas não ama a noiva de verdade. Olha a cara dele quando toca no assunto.” - Diz Owen.

 

“Olha Robin, se você não casar logo com a Regina, eu caso. Estou solteiro faz um ano e minha mulher, ou melhor, minha ex me trocou por um empresário japonês, dá pra acreditar?” - Diz Eric.

 

Robin disfarçadamente se retira da roda de amigos e puxa Regina com ele e enfim chega a hora do discurso em cima do palco. A música para, todos os olhares voltam para Robin que está sob o palco:

 

“Boa noite à todos.”- Diz ele.

 

“É uma honra poder celebrar este evento juntamente com vocês, que me apoiaram desde sempre. A Lock's Empresarial é uma empresa que vem fazendo a diferença na América e quero​ que continue assim. Quando iniciei o projeto da Lock's na época não passou pela minha cabeça o quão grandioso seria tudo isso e hoje vejo sonhos que consegui realizar com a ajuda de amigos, em especial Eric, Carlos e Owen que me ajudaram desde o início da empresa. E por fim, quero chamar aqui para dizer algumas palavras uma pessoa sensacional, uma mulher incrível que entrou na Lock's recentemente e já vem fazendo a diferença lá dentro, demonstrando seu potencial e dedicação: Regina Mills!” - Diz Robin.

 

Regina fica completamente nervosa. Suas mãos soam e seu coração dispara. Robin convidou ela para ir em cima do palco e dizer algumas palavras sobre a empresa. A morena não sabia onde enfiar a cara de tanta vergonha, mas ainda sim tomou coragem e subiu no palco e todos aplaudiram.

 

“Acho que não consigo Robin.” - Diz Regina sussurrando pra ele.

 

“Consegue sim, seja apenas você mesma.” - Responde Robin aos sussurros também.

 

Regina se aproximou do microfone, respirou fundo, olhou toda aquela gente e tomou coragem:

 

“Boa noite.” - Disse trêmula.

 

E continuou:

 

“Primeiramente eu gostaria de agradecer as belas palavras do Robin que me deu uma oportunidade incrível, a qual foi trabalhar na Lock's Empresarial juntamente com a minha irmã Zelena Mills, ela não pode comparecer hoje, mas agradeço à ela por sempre estar ao meu lado nos momentos que precisei. Pra encerrar, gostaria de dizer que não é a empresa que faz seus funcionários, são os funcionários que fazem a empresa. Se os mesmos foram honestos, será uma empresa honesta, se os mesmos forem amigos e companheiros a empresa terá um ótimo desempenho, e assim por diante. A Lock's Empresarial é mais que uma mera empresa do ramo financeiro, é um lugar onde podemos ir todos os dias que sabemos que lá iremos ter um gerente compreensivo e dedicado. Parabéns Robin, pela Lock's Empresarial.”

 

E todos aplaudiram intensamente, inclusive Robin. Depois do discurso inesperado, Regina e Robin desceram do palco e a música recomeçou dando continuidade a festa, até que tocou uma música lenta, “Strong” de Sonna Rele.

 

“Me concede essa dança Regina Mills?” - Perguntou Robin esticando uma das mãos para ela.

 

Regina segurou nas mãos dele e ambos começaram a dançar no centro do salão.

 

“Robin, todos estão olhando.” - Disse Regina sussurrando.

 

“Ignore as pessoas. Você está linda e está chamando atenção.” - Respondeu ele.

 

“Não acho que seja a minha beleza que esteja atraindo olhares, mas sim o fato de que você está noivo e que a sua noiva não está presente, e ainda nós estamos dançando juntos.” - Sussurrou a morena.

 

Então ele gira Regina, puxa ela para si e conduz a dança segurando a mesma pela cintura. Todos olham, mas ambos parecem não se importar muito e continuam a dançar.

 

Por volta das 01h20 da madrugada, Regina estava completamente bêbada.

 

“Robin, Robin! Essa bebida, meu Deus é maravilhosa!” - Diz ela gritando.

 

“Parece refrigerante, mas é melhor não sei explicar.” - Continua e depois começa a rir sem parar.

 

“Regina, você está bêbada?” - Pergunta Robin.

 

“Eu? Bêbada? Eu não, eu tô muito feliz por estar aqui. Viva a Lock's Empresarial!” - Grita Regina. E todos vibram fazendo um brinde. Alguns olham de forma estranha para a morena, devido ao seu comportamento.

 

“Ok, já chega vamos embora.” - Diz Robin segurando firme em seu braço.

 

“Mas já? Poxa eu tava me divertindo muito aqui sabia?” - Disse ela com a voz lenta completamente bêbada e fora de si.

 

Robin leva Regina para o estacionamento subterrâneo privado, o qual seu carro já estava lá. Ali era livre de paparazzis e eles ficaram à sós.

 

“Eu quero ficar aqui.” - Diz Regina bêbada se apoiando sobre o carro de Robin.

 

“Não, você está bêbada e vamos embora.” - Diz Robin abrindo a porta do carro.

 

“Você está me provocando sabia?” - Diz Regina sussurrando ao pé do ouvido de Robin.

 

Ele não resiste. Segura a morena pelos braços sobre o carro e ambos se beijam loucamente. Regina não era mais a mesma naquele momento e Robin gostava disso. Os dois entram no carro e ali começam a se beijar. Parecia que iria rolar algo, mas Robin para.

 

“Não quero fazer isso aqui.” - Diz ele segurando o rosto dela.

 

“Então vamos pra um lugar onde você possa fazer o que quiser comigo.” - Sussurra Regina.

 

Robin ri porque sabe que Regina está fora de si. Ambos então seguem para o apartamento do empresário e chegando lá, os dois começam a se beijar em plena cozinha.

 

Pensamentos de Regina

 

Depois dele beijar a parte mais íntima do meu corpo, me carregou até a sala e nos jogamos no sofá-cama. Estava escuro. Eram​ somente algumas luzes dos anúncios da Time Square clareando a sala.

Enquanto eu estava deitada, Robin começou a beijar o corpo por inteiro. Ele tirou a blusa e a calça e em seguida começou a beijar novamente meu pescoço, mas num movimento ele me colocou por cima dele e tirou meu sutiã lentamente. Fazia tempo que eu não sentia as mãos de um homem sobre o meu corpo. Tinha esquecido como era bom e eu estava aproveitando o momento.


Notas Finais


O que acharam? Por favor não deixe de comentar, bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...