História Playing with lifes - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Romance
Visualizações 17
Palavras 1.430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Just a Dream


Fanfic / Fanfiction Playing with lifes - Capítulo 2 - Just a Dream

_Ala 2 – Salas das escolhas_

_Sala 7, Min Yoongi_

- A até G, escolhe uma letra. Simples assim.

O lugar era estranho, apenas com luminosidade que vinha das luminárias que ficavam nos cantos da sala, tinha só uma mesa e a cadeira que eu estava, ela se encontrava atrás de mim com as mãos sobre meus ombros, e a minha frente uma tela um tanto suspeita.

-Só isso? Escolher uma letra? –Questionei olhando para o lado.

-Sim, tem apenas que escolher uma letra. –Ela respondeu soltando meus ombros, o que sinceramente me aliviou.

A garota andou lentamente e se colocou ao lado da tela, se escondendo nas sombras. A ideia de puxar ela e ver seu rosto passou por minha cabeça, mas não estou com vontade de ser punido, me encontro literalmente cansado.

Esse negócio de apenas escolher uma letra me é bem estranho, ela não faria algo tão simples, sinto que vou me arrepender de pronunciar qualquer letra, se pelo menos eu soubesse o motivo pelo qual ela quer isso, seria menos complicado. E se prejudicar alguém? Òbvio que algum dos meninos vai se dar mal com isso, e saber que fui o culpado não é lá muito legal. Acho que agora estou sentindo na pele o que eles passam quando são recrutados para esses jogos, dói saber que preciso escolher um pra sofrer a tortura dessa doente.

-E se eu não escolher?

-Ficará 3 semanas sem sair do quarto, sem cobertores ou qualquer coisa que te aqueça. –Ela disse de uma maneira séria, que arrepiou cada parte do meu corpo.

-Não posso fazer isso... –Digo abaixando a cabeça.

-Anda, Escolhe! Não quero usar artilharia pesada na sua primeira vez na sala das escolhas.

-Letra E.

-Boa escolha, agora veja o que fez, Min Yoongi. –Essa guria é muito sinistra, só digo isso.

Ela andou lentamente até onde eu estava e parou ao meu lado -péssima hora, mas sentir seu perfume doce foi algo que mexeu comigo por alguns segundos-. Em suas mãos tinha um controle, a garota apertou um botão e a enorme tela ligou iluminando praticamente a sala toda, a imagem que surgiu me deixou sem reação. Parecia o Jimin em uma sala esquisita, sentado no chão meio que abraçando os joelhos, me levantei tentando identificar que lugar era aquele.

-Escolheu o Jimin, agora terá que salvá-lo do frio. –Melanie disse de um jeito sarcástico.

Foi quando ela apertou outro botão e o pior aconteceu, me toquei na hora do lugar que Jimin estava, aparentava ser uma espécie de freezer, ou qualquer coisa que seja usada para congelar alimentos ou sei lá o que, em temperaturas abaixo de zero.

-Aonde ele tá sua doente nojenta??! –Grito empurrando ela, que apenas ria feito uma psicopata.

-Tu escolheu o Jimin! Agora aconselho a correr para o último corredor e achá-lo, antes que o coitado morra congelado.

 

*P.O.V Jimin*

_Setor das Punições_

_Sala 6_

Meu coração praticamente saiu pela boca quando aquele ar gelado começou a sair de todas as direções daquela minúscula “sala”, olhei ao redor em pânico e vi que eu iria congelar ali logo. Meu cabelo voava e o frio parecia estapiar minha pele, corri até a porta e bati desesperado no que parecia ser vidro.

-SOCORRO!! ALGUÉM ME TIRA DAQUI!!

O medo tomou conta de mim naquele momento, não fiz nada de errado para merecer isso que Melanie está fazendo comigo, ou será que algum dos meninos me escolheu para sofrer essa punição? Bati ainda mais desesperado na porta e tentei gritar o mais alto possível, o lugar com apenas esses minutos já estava completamente gelado e aquele “ar” só se intensificava a medida do tempo.

-ALGUÉM POR FAVOR ME TIRA DESSE LUGAR!!!

Até tentei dar um chute na porta, mas foi inútil pois ela não se abriu, força se esvaiu do meu corpo que parecia estar se congelando aos poucos, fui de encontro ao chão e continuei a bater na porta, essa ideia me parece ridicula porque imagino que ninguém vai me tirar daqui. Será que é assim? Dois anos nessa vida de merda, pra no final morrer congelado sem nem ter visto a Melanie direito?!

_Minutos Depois_

Meus olhos já estavam se fechando, quando alguém bateu na porta e foi como um choque que me despertou no mesmo instante. Era o Yoongi falando algo do outro lado, como ele me achou?

-Me tira daqui! –Falei ficando de pé.

Ele tentava fazer algo para abrir a porta, que acabara de ficar completamente embaçada dificultando minha vista, eu já estava sem ar e fraco, mas a porta foi aberta não sei como, e literalmente caí no chão do lado de fora.

-Ai meu Deus Jimin, desculpa por isso, foi tudo culpa minha. –Ele disse se ajoelhando ao meu lado e colocando seu casaco por cima de mim, parecia cansado e desesperado.

-Fez o jogo dela? –Pergunto ficando sentado.

-Ela não me deu escolhas, desculpa Jimin.

Yoongi me abraçou, não tiro sua razão e sei bem o que ele está sentindo, é horrível saber que foi obrigado a escolher um amigo seu para ser punido. Melanie...por que faz isso?

 

*P.O.V Hoseok*

_Dias Depois_

_Segunda-feira, 9:16h_

_Corredor C_

-Melanie? –Perguntei pela pequena abertura que tinha na parte de baixo da porta, que estava aberta para servir o lanche.

-Responde por favor, já faz uma semana que não escuto sua voz.

-Apenas coma seu lanche Hoseok. –Disse ela.

Foi como um tranquilizante ouvir sua doce voz, eu estava abaixado e via apenas seus pés pela abertura. Melanie sumiu por uma semana, não teve punições nem jogos, e as portas dos quartos não foram abertas nem por um segundo, sinto me fraco pois pouco comi, e está doendo não poder ver ela, sei que é errado me sentir assim mas é inevitável.

-Por favor Melanie, vamos conversar, deixa eu te ver nem que seja por um minuto. –Pedi com a voz fraca e ela em silêncio ficou.

Nada a garota falou, ela ainda estava ali porque vejo seu coturno levemente sujo, mas a ausência de resposta me deixa agoniado pois odeio idealizar o que ela pode estar pensando.

-Mê de um tempo, e quando essa porta for aberta estarei ai dentro.

Após dizer ela se levantou e a ouvi indo embora, voltei a me sentar no chão e encarei o lanche, sentindo um sorriso se formar em meu rosto e esperei essa maldita porta ser aberta, para enfim vê-la.

(...)

__~~

Enfim a porta foi aberta e um alivio senti, pois esperava já impaciente e sem esperança de que ela fosse realmente fazer isso. Andei pelo corredor que era iluminado com pequenas luzes aos seus arredores, e ao fim do mesmo vi Melanie. Meu coração acelerou e por impulso corri até a garota, que me envolveu em um abraço quando cheguei até ela.

Não é uma paz, e sim um sentimento indescritível que me dominou ao sentir o calor de seu corpo.

-Eu queria te contar a verdade Hoseok, mas não posso. –Ela disse ao desfazer o abraço.

-Sabe que pode confiar em mim, não contarei para ninguém.

-Eu sei, mas minha vida corre risco se eu lhe contar a verdade por trás de tudo isso. E eu tenho...medo. –Ela falou e vi seus olhos ficando marejados.

-Não tenha medo Melanie, e me conte a verdade.

Em um movimento repentino ela selou nossos lábios, em primeiro momento não soube o que fazer, mas um sentimento desconhecido percorreu meu corpo fazendo com que eu correspondesse e envolvesse minhas mãos em sua cintura, acho que uma parte de mim sempre esperou esse momento.

__~~

_16:41_

-Seria estranho se eu perguntasse que verdade é essa que devo contar?

Essa voz fez com que eu despertasse no mesmo instante, levantei de uma vez e vi Melanie na frente da cama com um sorriso no rosto, quando eu cai no sono? E que sonho foi esse?

-Eu...falei dormindo?

-Sim, fiquei com pena de acordar você e acabei ouvindo que devo contar uma verdade. –Ela respondeu se sentando na cama.

Ela não usava máscara e estava incrivelmente normal, como se não tivesse passado uma semana sem dar as caras por aqui. Acho que depois desse sonho até desanimei, Melanie nunca seria assim comigo, e jamais faria o que fez.

-Foi só um sonho. –Falo dando de ombros.

-Você é bom demais para a verdade Hoseok, iria lhe corromper como fez comigo e ainda faz.

Então existe uma verdade, talvez meu sonho não tenha sido totalmente mentira ou ilusão, mas o que Melanie esconde e por que diz que foi corrompida? Aish, odeio perguntas sem respostas.

...


Notas Finais


Obrigada por ler e sim, faço uma referência a uma cena de uma série que gosto muito, inútil dizer já que é perceptível...enfim, espero que estejam gostando e desculpa qualquer coisa ou algum erro perdido por ai. Até os próximos <3 Bjuus e abraços ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...