História Playing with love. - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Chaeyoung, Michaeng, Mina, Twice
Exibições 144
Palavras 1.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


G A L O D E K A L S A

Hello, eu voltei mais cedo, né?
Mas ainda bem ahsuahus

Saiu o resultado das notas da feira lá da escola, e consegui tirar 10 ^^
Obrigada a todos que me apoiaram strs, agora só tem um problema, as provas estão chegando, mas acho que consigo passar né? Aususha

Então fiquem com o capítulo ❤❤❤

Capítulo 11 - Playing with day (Parte 5/?)


P.O.V CHAEYOUNG

(Algumas horas antes)

Mina saiu do cômodo, e eu aproveitei para ligar para as meninas.

Disquei o número da Momo, e está ligando.

Espero que não esteja "ocupada".


— Alô? 

— Momo?

— Quem é Momo?

— É você, sua palhaça.

— Quem sou eu?

— Ah, vai tomar no cu.

— Nosa Teiyoungi

— Você vem?

— Onde?

— Aqui. 

— O que vai ter?

 — Festa.

— Tá.

— Vai ter comida.

— Quero. De que horas?

— Às 16:50.

— Quem vai?

— Tzuyu já confirmou que vinha.

— Certo. Até hoje, anã. – Desligou.


Momo vem, Tzuyu vem.


Liguei para Nayeon, e a mesma não demorou muito para atender.

— ChaeChae!

— Eu mesma!

— Quanto tempo!

— Sim.

— Estranho você me ligar, o que tu quer?

— Nossa, bem cobra você.

— Risos, risos. 

— Vai ter uma festa aqui hoje.

— E o kiko?

— Tá no chaves.

— Bom. Que festa é essa?

— De boa-vindas, no caso.

— Okay.

— Hm?

— O que?

— Você vem?

— Jungyeon vai?

— Momo, e Tzuyu vem. Ainda não liguei para a Jungão.

— Certo. Eu vou, e diga a Jungyeon que ela também vai. 

— Às 16:50, não se esqueça.

— Okay, até mais. – Desligou.


Tzuyu, Momo e Najayeon confirmadas.


Liguei para minha querida amiga e parça Jungyeon.


— Alô alô, eae!

—Oi Jungyeon.

— Chaeyoung!!!

— Eu mesma, anã Mello.

— Rapaz, quanto tempo!

— Você que me esqueceu.

— Ah-ah, claro que não!

— Tá. Finjo que acredito!

— E o que tu quer essa hora? 

— Estou te convidado, pirraia!

— Pirraia é tu, tem nem tamanho!

— Okay, okay...

— Que convite é esse?

— É a festa hoje, aqui.

— Caraio, quem vai?

— Tua bebê do gera, Tzuyu e Momo.

— É nós!

— Às 16:50, não se esquece, girafa.

— Sua filha da -- – Desliguei.


Ai, ai.

Agora só falta a Minatozaki.


Liguei, e em alguns segundos atendeu.


— Chaeyoung!

— Olá!

— Tudo bem?!

— Calma, estou bem.

— Que ótimo.

— Tá, hoje vai ter uma festa aqui na minha casa, você vem?

— Quem vai?

— Momo, Jungyeon, Nayeon e...

— E...?

— Tzuyu.

— A... Tá.

— Mas, você vem?

— Não sei, Chaeyoung.

— Vem, por favor.

— Certo! Eh...

— Hm?

— Mina está aí?

— Hum?

— Myoui Mina...

— Sim. Por quê?

— Nada não. É de que horas?

— 16:50.

— Ok, até mais tarde.

— Até. – Desliguei.


Todas confirmadas, já é um bom começo.


Vou para o quarto e já está arrumado, tenho certeza que foi Mina.


Pego alguns dos meus desenhos e começo a repara-lo.


Preciso melhorar mais.



[...]



Saio do cômodo e vejo tudo arrumado, Mina realmente gosta de arrumar.


Vou a cozinha e tiro algumas coisas, pego as bolas de festa e começo a colocar pels casa.


(11:37)


Mina chega e começa a se fascinar com a decoração que eu fiz.

— Gostou? – Perguntei do nada.

— Tá legal. – Disse ainda olhando.

— Thank you. – Ri.


Fui para outro cômodo e percebi que alguém estava me seguindo.


— Hm? – Olhei para trás. Óbvio que era Mina. — Por que estás me seguindo?

— Achei que quisesse mais ajuda. – Falou me fitando.

— Ah, não precis-- – Alguém estava batendo na porta.

Estranho.


— Hum, parece que alguém chegou cedo. – Fui até a porta, e sem hesitação eu a abri.


Alguém pulou em mim que quase caí.

— Chaeyoung! Chaeyoung! Chaeyoung! – Nada menos do que a Jungão.

— Equipe No Jam Bros! – Dissermos em uma sincronia.



—Hm? – Jungyeon olhou para onde estava Mina, e depois sorriu para mim.— NÃO SABIA QUE TU ESTAVA NAMORANDO, VIADA!! – Riu.


QUE?!


Com certeza eu já parecia o tomate, só depois que saí do transe.


— QUE ISSO, JUNGYEON?! – Sorri de nervosa. — Não é nada disso! Ela é a minha nova irmã!! Sua tapada! – Dei uns tapas na safada.

— Ai, ai! – Resmungou. — Desculpa... Eh... – Olhou de novo para a Mina.

— Mina. – Disse.

— Que nome bonito! – Sorriu. Só deixa Nayeon saber. — Por que não me contou isso, Chaeyoung?! – Me olhou novamente.

— A-ah!! – Por que engasguei?

— Ei, você é de onde? Você parece com a... Momo e... Sana! – Recrutou ainda olhando para a Myoui.

— Japão. – Disse.

— Ah moleque! Já sei diferenciar. Yes! – Começou a dançar a super dança de comemoração, e Mina riu.


Chega de papo.

— Ah... Mina, essa daqui é a Jungyeon ou Jeongyeon, ou pode chama-la de Jungão – Ri. — Jungyeon, essa é minha irmã, considerável mesma idade... Mina. – Sorri direcionamente para Mina.

— Oh! Que lindo! Já quero um casamento! Vou ser a madrinha! – deus me ajude.

— TÁ ENDOIDANDO?! – Dei mais tapas nela.

— Ai, ai! Eu tô brincando. – Ainda resmungava rindo.


Mina ria de nós duas enquanto Jungyeon apanhava de mim.


— Ei, por que chegou cedo sem me avisar? – Parei de dar em Jungyeon.

— Foi uma surpresa... – Sorriu. — Mas não sabia que tu tava, né... – Sorriu maliciosamente entre mim e Mina.

— Nada disso! – Dei mais umas tapas.

— Não dê em mim! – Riu e começou a dar em mim também.


Ficamos nos batendo que nem uma crianças até Mina se manifestar.


— Vocês são muito amigas. – Sorriu.

— ELA É TÃO FOFA, CHAEYOUNG! – Mas... O QUE?!

— Eu vou dizer isso à Nayeon! 

— Eu só elogiei! – Riu. — Vai me dizer que... Você está com ciúmes?! – HOJE QUE EU MATO ALGUÉM.

— C-claro que não!

— Acredito. – bagunçou meus cabelos. 

— Hm... Nayeon? – Mina perguntou do nada.

— O que tem ela? – a fitei.

— Quem ser? – Olhou para nós duas.

— Posso contar? – falei baixo para Jungyeon.

Ela só concordou com a cabeça.

— Como posso falar isso... – Cocei a nuca. — É a namorada da Jungyeon. – falei.

— Oh, que fofo. – sorriu.

— Já nos shippa! Adoro. – Riu.

— Tá. Ainda quero saber por que tu resolveu dar uma surpresa.

— Eu queria te ajudar, ué.

— Acredito, mas já está tudo arrumado!

— Eita, já?! – ficou surpresa.

— Sim!

— Então não tem nem graça! – Falou fazendo biquinho.

— Então tchau! – falei a empurrando.

— Ei, ei! – Tentou parar. — Quer ficar sozinha, né? Safada. – Começou a rir.

Novamente fiquei vermelha.


— Ah! – Consegui tirar ela e fechei a porta.

— Isso é falsidade! – Falou através da porta. — Daqui a pouco eu volto!


Sangue de cristo.



Mina e eu ficamos em um silêncio constrangedor.

Mas logo saímos.


— Você quer assistir algo? – Perguntei.

— Doramas? – Respondeu e perguntou.

— Pode ser. – Fui até a sala e logo Mina me seguiu.


Escolhi um dorama aleatório, não quis saber o gênero ou o nome.

Nos sentamos no sofá, e esperamos um tempo.

— Chaeng. – Mina veio ao meu lado e me chamou.

— Diga. – A olhei. Ficamos um breve tempo nos olhando até ela se virar.

— Você gosta de fazer mais coisas? – Pegou uma almofada.

— Gosto de jogar e dormir.

— Nossa. – Riu.

— E você? 

— Eu gostava de fazer balé. – Falou olhando a televisão.

— Balé é legal. Ah, e eu gosto de compôr raps.

— Além de eu gostar de fazer balé, eu curto bastante dançar músicas. – sorriu.

— Que tipo de música? 

— É meio estranho... Eu gosto de dançar músicas... S-sexy. – Olhou para o chão.

— Ah, isso não é estranho. – sorri. — Eu curto bastante músicas desse tipo.

— Agradeço sua compreensão. – riu.




[...]








Notas Finais


qualquer erro me desculpem

amo te vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...