História Please! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, Won Ho
Tags 2won, Hoseok, Hyungwon, Hyungwonho, Monsta X, Oneshot, Sex, Smutt, Wonho
Exibições 160
Palavras 1.308
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyon lovers,
Essa é minha primeira oneshot nesse perfil (escrevi uma larry no wattpad), espero que gostem!

Boa leitura!

Ps: provavelmente farei alterações no futuro, ainda não é certeza. ;p
Pss: se alguém estiver disposto a fazer uma capa p euzinha aqui eu agradeceria muito skksksks

Capítulo 1 - Please!


Os olhos levemente cansados da senhora presente naquela simples cozinha avistaram os cabelos loiros de seu filho entrando no cômodo, o garoto de apenas 19 anos caminhava agitado para perto de sua mãe, depositando um beijo na testa da mesma, murmurando um enérgico "Olá".

- Chegou cedo hoje Wonho, aconteceu algo? - Disse a senhora, chamando-o pelo seu apelido. 
- Não aconteceu nada de especial, apenas me liberaram mais cedo. - Disse enquanto puxava uma cadeira, sentando-se de frente para a mãe, que o olhava desconfiada.
- Vou fingir que acredito em você e irei mudar de assunto, nossa vizinha da frente irá viajar e nos pediu um favor, lembra-se dela?
- A senhora Chae? Claro que sim, qual foi o pedido? - Enquanto mastigava uma bolacha, Hoseok indagou.
- Lembra que ela tinha um filho, um pouco mais novo que você? Ela nos pediu para cuidar dele, então como ela mora do outro lado da rua e você já é grandinho, pensei que você poderia dormir lá por uns dias.- A senhora levantou-se em busca de um pano de prato, limpando suas mãos ao achar um sem ao menos perceber a reação de seu filho.
- Omma, por que não me perguntou antes se eu queria? - Exclamou o garoto, assentindo levemente após ver a cara de sua mãe. - Ok mãe, quando vou para lá?
- Agora mesmo, estou indo trabalhar, então pegue algumas mudas de roupa e vá para lá, a senhora Chae saiu tem algumas horas.

Um biquinho adorável se fez presente nos lábios do garoto, porém com ordens de sua mãe ele subiu as escadas em direção ao seu quarto, arrumando algumas coisas em uma pequena sacola.
Pelo que Hoseok se lembrava, a senhora Chae era viúva, morando apenas com seu filho único, Chae Hyungwon. 

O loiro tentava recordar-se de algo sobre o garoto depois de o mesmo passar dos 10 anos, porém falhou drasticamente, dirigindo-se para a casa a frente. Hoseok perguntava-se como iria lidar com o garoto quatro anos mais novo que ele quando tocou a campainha, sendo atendido rapidamente por uma figura um tanto mais alta que ele.

Hoseok ficou longos segundos olhando para o garoto a sua frente, boquiaberto.

- V-você é o Hyungwon, certo? - Praguejou mentalmente por ter gaguejado.
- Sim, você é o vizinho da frente, entre. - O mais novo disse após analisar Hoseok de cima a baixo, sem retirar o pirulito de sua boca.

O mais velho estava surpreso com a evolução de seu vizinho que não via a anos, mesmo morando na frente de sua casa. Hyungwon agora estava realmente alto, possuindo um corpo magro como o de uma modelo, suas feições mudaram, deixando-o fofo e sexy ao mesmo tempo. Para o loiro, a pior parte eram suas roupas. 

- Vou te mostrar onde é o quarto de hospedes, você vai dormir lá. - Hyungwon disse enquanto fazia contato visual com Hoseok, brincando com seu pirulito sabor morango.
- Ok. - São só alguns dias, você consegue se controlar Hoseok.

O mais novo partiu em direção as escadas rebolando levemente e propositalmente, fazendo o loiro suar frio. Ao subir as escadas, Hoseok pode jurar que viu uma calcinha de renda branca por baixo do grande moletom preto que Hyungwon usava, indicando que o moreno estava usando apenas aquelas duas peças de roupas.

Santo Cristo, eu não posso fazer isso.
Eu tenho que aguentar
.

Hoseok repetia essas frases mentalmente durante o curto percurso até o quarto em que ficaria. - Se ajeite do jeito que quiser, vou estar lá embaixo na sala. - Hyungwon disse, logo desaparecendo pelo corredor, deixando um loiro cheio de dúvidas para trás.

Por que um garoto desse precisaria ser cuidado? Porra ele tem 15 anos, já sabe se virar.

- Hyung! - O grito vindo do andar de baixo interrompeu os pensamentos de Hoseok, fazendo-o descer apressadamente para a sala. Ao chegar lá encontrou o menor sentado no sofá numa posição que deixava amostra um pouco de suas partes íntimas, comprovando que o menor usava uma calcinha de renda. O pirulito vermelho deslizava em seus lábios de forma excitante demais para um garoto de 15 anos.

Porra.

- O que foi? Aconteceu algo? - Hoseok estava nervoso e desconfortável, tentando evitar olhar para os lábios e o maldito pirulito do menor, arrancando um sorriso malicioso do mesmo.
- Eu estou com fome, poderia cozinhar para mim? - Soltou descaradamente, fazendo cara de cachorro sem dono. Hoseok suspirou.
- Claro, o que vai querer? 
- O que você quiser me dar. - Sorriu sapeca.

~>•<~

Hoseok estava pirando, o menor que morava naquela casa sabia coisas demais para a pouca idade dele, provocando o loiro de todas as formas possíveis. O maior insultava de todas as formas possíveis todos os fabricantes de pirulitos do mundo.

Já era tarde da noite, o mais velho estava se preparando para tomar um banho quando, enquanto separava suas coisas, percebeu que esquecera de pegar uma toalha. Apenas vestindo uma calça preta colada, exibindo seus músculos, Hoseok tomou a pior decisão que poderia tomar. Com preguiça de atravessar a rua as 23horas, andou ao quarto de Hyungwon esperando que o mesmo ainda estivesse acordado.

Não.

Foi tudo que o loiro conseguiu formular em sua mente quando se aproximou do quarto do garoto, escutando choramingos baixos. 

Ele está fazendo aquilo que eu estou pensando? 

Hoseok abriu a porta lentamente, permitindo-se ver apenas um fio do quarto, que fora o suficiente para ele.
Hyungwon estava em uma posição fodidamente excitante para o mais velho, com um dildo em uma das mãos e seu penis na outra.

Sai dai! Você consegue Hoseok!

- Me ajude, Hyung. - No momento que o loiro iria sair dali, Hyungwon notou sua presença e chamou-o manhosamente, fazendo todos os pelos de seu corpo arrepiarem com o tom de voz. - Hyung, por favor!
- Ah quer saber, foda-se!

Hoseok adentrou o cômodo, batendo a porta logo em seguida, fazendo o garoto na cama sorrir maliciosamente. Hyungwon assistiu o loiro caminhar apressado em sua direção, retirando o dildo de dentro de si, porém antes que pudesse fazer algo sentiu Hoseok enlaçar seus pulsos com seu sinto, amarrando-os a cama.

- Você me provocou Hyungwon, e agora você vai pagar por isso. - Exclamou ao ver a expressão confusa do menor a sua frente.

Hoseok distribuiu beijos por todo o pescoço do menor, não respondendo aos gestos do menor de tentar beija-lo, deixou vários chupões na pele do menor, fazendo-o gemer.
Sem ao menos avisar, Hoseok parou o que estava fazendo, arrancando gemidos frustrados do menor, e penetrou o mesmo sem cerimônias ou derivados, fazendo ambos gemerem realmente alto.

- H-Hoseok!
- Shiu, você só irá falar quando eu mandar, entendeu? Você tem que ser punido por me provocar. - Hyungwon choramingou baixo, porém ao que Hoseok começou a estocar dentro do menor, os choramingos foram substituídos por gemidos que foram ficando mais altos.

Hoseok estocava  forte no menor, seus gemidos se misturavam aos de Hyungwon e do barulho que a cama fazia ao bater na parede, formando um som altamente pornografico. 
O membro ereto do menor pingava pré-gozo, molhando todo o lençol, Hyungwon voltou a choramingar quando sentira seu membro inchado necessitando de contato.

O loiro finalmente tocou o membro do moreno, para o alívio do mesmo, passando a igualar o movimento de sua mão e suas estocadas, recebendo um gemido alto e claro ao atingir a próstata de Hyungwon, surrando o local varias e varias vezes.
Hoseok se desfez ao mesmo tempo que o menor, saindo de dentro do mesmo rapidamente e soltando as mãos do mesmo.

Hyungwon completamente nu sentou-se na frente do mais velho, encarando-o com o típico sorriso sapeca presente em seus lábios. Ficaram se olhando até suas respirações se estabilizarem, pingando suor.

- Vai ser uma longa semana

 


Notas Finais


Ficou bem curtinha pois estou enferrujada nesse assunto (cof cof n sei escrever cof cof)

Pra vocês que gostam de Got7, poderiam dar uma olhada na minha fanfic? Ela está no meu perfil!

Bye lovers.

Ps: em breve uma fanfic hyungwonho


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...