História Please Daddy! - JiKook - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Nudez, Sexo, Yaoi
Visualizações 41
Palavras 963
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores! Eu sei que eu demorei muito tempo para postar, o motivo era porque eu estava sem inspiração para continuar. Me perdoem e boa leitura!

Capítulo 4 - Four


Fanfic / Fanfiction Please Daddy! - JiKook - Capítulo 4 - Four

Jimin havia chegado exausto em casa, muitos pensamentos rondavam sua mente. Pensava que, o moreno era bipolar e atraente. 

Não, sem chance! Jimin ainda não aceitava a ideia de que era homosexual. 

Ele nem havia tomado banho quando chegou em casa, apenas deitou-se em sua cama de casal e dormiu. Mas o dia logo chegou, hoje ele não iria trabalhar, havia dado folga para todos os seus funcionários. Estranho? Sim, muito estranho. Park Jimin nunca dava folga.

Se levantou da cama lentamente, resmungando baixinho ao lembrar que nem havia tomado banho ainda. Foi até o banheiro e tomou um banho demorado, pensativo. Ele pensava em tudo que havia acontecido ontem, não sabia o do porquê estar pensando tanto naquilo.

Tentou ignorar esses pensamentos e saiu do banheiro com a toalha amarrada na cintura, logo tratando de colocar uma simples calça preta de moletom. Não tinha costume de usar boxer, já que morava sozinho sempre andava de peça íntima pela casa sem se preocupar.

Ele precisava relaxar, fazia meses que ele não tinha um tempo para si. Aquele dia o baixinho estava a fim de realizar os seguintes tópicos:

1° Assistir filmes de ficção.

2° Comer doces até não aguentar mais.

3° Se masturbar.

Fazia muito tempo que Jimin não se masturbava, e isso o deixava muito irritado. Era uma mistura de tensão sexual envolvida com muitos problemas de trabalho. Ele precisava se masturbar ou iria ficar louco.

A primeira coisa que ele fez foi comer uma fruta, odiava tomar café da manhã mas sabia que não era bom ficar sem comer nada. Então apenas comeu uma maçã enquanto caminhava até sua televisão de 85 polegadas. 

Sentou-se em seu sofá que cabia dez famílias inteiras e ligou a televisão com o controle remoto. Entrou na Netflix e procurou um filme qualquer de ficção, pensava que qualquer um iria o agradar. Lembrou-se dos doces e correu até a cozinha, pegando no armário uma caixa de chocolate e um pote de sorvete com sabor de morango. Com mãos cheias, voltou até a sala e novamente se sentou no sofá, colocando o pote de sorvete na mesinha central. Suspirou quando abriu a caixa de chocolate, iria ter que passar uma semana inteira na academia para repor todos os seus músculos. 

Finalmente focou-se no filme, se empanturrando de chocolate. Comia um atrás do outro, até que notou que só havia três chocolates restantes na caixa. Desistiu de comer o resto e rapidamente abriu o pote de sorvete, levando sua colher repetidas vezes até ele. Franzia seu cenho e falava coisas desconexas quando os protagonistas do filme faziam alguma coisa de "errado", passou uma hora assistindo aquele filme. 

Quando finalmente o filme chegou ao fim, ele se sentia totalmente revigorado, havia adorado o filme e estava relaxado. Mais ainda faltava mais uma coisinha para se sentir melhor. 

Deixou o controle de lado e desligou a televisão, agora caminhando rapidamente até a escada. A subiu com certa pressa e adentrou seu quarto, se jogando nos travesseiros grandes que haviam em sua cama. 


Será que devo assistir pornô?

Pensou quando o notebook já estava em seu colo, decidiu que iria assistir, a final, fazia muito tempo que não assistia um. Abriu em qualquer site de pornografia, logo achando um que lhe interessou. Iniciou o vídeo se ajeitando melhor na cama, tendo uma visão mais ampla da tela do notebook. 

O vídeo começou com um casal hétero aos beijos, com direito a mãos bobas. Jimin mantia seus olhos fixos no corpo da mulher, que já se encontrava nua. Sem muitas delongas, a mesma já estava abrindo a calça de seu namorado, fazendo a mesma deslizar pelas pernas dele já que o mesmo estava em pé. A loira já fazia um oral lento em seu parceiro, aquela cena já havia feito Jimin ficar excitado. Ele já estava a acariciar seu pau teso e duro, por cima da calça de moletom preta. Não havia reparado que agora seu olhar estava voltado ao homem que recebia o prazer, ele gemia baixo fazendo Jimin gemer junto. Agora ele já havia retirado sua calça, se masturbava em movimentos lentos de cima para baixo. Seus olhos vidrados na tela do notebook, com seus lábios entre abertos sempre soltando arfares pesados. Não demorou muito para que o homem estivesse fodendo a loira, o que consecutivamente fez Jimin aumentar a velocidade da punheta. 


—Oh! Yeah... Cavalga nele, vadia. —Jimin gemeu quando a loira passou a cavalgar no colo de seu parceiro. 

Ele agora masturbava-se velozmente, gemendo alto tendo em sua consciência que ninguém ouviria. Sua mão movimentava-se em um ritmo frenético, Jimin sabia que não era necessário usar lubrificante para se masturbar, seu pré-gozo o ajudava na velocidade. Ele já estava inebriado com aquele prazer, queria usufruir ao máximo daquilo tudo. Os gemidos do casal faziam o pau dele pulsar, com toda certeza um de seus fetiches sexuais eram gemidos. Jimin sentia que estava perto, por isso aumentou mais ainda a velocidade de sua mão. Várias e várias vezes tocava com seu mindinho sua glande rosada, o que o fazia gemer rouco e alto. Quando finalmente alcançou seu limite, gemeu arrastadamente um nome na qual ele estava querendo esquecer: 

—Oh! Jeongguk! 

Assim que reparou em seu gemido, arregalou seus olhos e levantou apressado até o banheiro. 

Por quê caralhos eu gemi o nome dele?!

Perguntou-se frustrado, nem havia dado tempo para sentir seu orgasmo. Se sentia assustado e irritado, aquela com certeza foi a pior punheta que ele havia realizado. Ficou quase uma hora dentro da banheira de mármore, apenas pensando porque havia gemido o nome de outro homem. Assim que finalizou seu banho, apenas se secou e foi até seu quarto, tirando do site pornô e fechando o notebook. Estava 'puto de raiva e nem se preocupou em colocar pelo menos uma boxer. 

Eu vou te matar, Jeon Jeongguk! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...