História Please Don't... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Hoonmi, J-hope, Jin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Onmikie, Song Hobeom, Song Seon Mi, Suga
Exibições 29
Palavras 2.180
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heyy Dreamers! Eu estou aqui para uma nova fanfic, que estou escrevendo com a minha best, sobre uma coisa que nós duas amamos, BTS... Agora vamos lá!

Informações:
- A aparência da personagem principal, Seon Mi, é inspirada na cantora, atriz, e modelo sul-coreana IU.
- Essa história é apenas uma ficção, ou seja, não é baseado em fatos reais...
- Contém momentos impróprio para menores
- Nas notas finais você poderá encontrar o significado ou tradução das palavras marcadas com "*" ao longo dos capítulos...

Capítulo 1 - Prólogo - Como Tudo Começou...


Fanfic / Fanfiction Please Don't... - Capítulo 1 - Prólogo - Como Tudo Começou...


Anos Atrás...
27 Abril de 2012

P.O.V. Narradora

Song Seon Mi era uma menina muito dedicada, feliz, que mostrava a todos um motivo para sorrir todos os dias... A garota de 16 anos na época, morava em Seul com seus pais... A garota também era muito próxima de Song Hobeom, seu tio.

Ela adorava ir com seu tio ao trabalho do mesmo sempre que podia. Seu tio trabalhava na BigHit Entertainment e estava trabalhando com um novo grupo que não havia debutado ainda, mas andava meio triste, pois o grupo em que estava trabalhando todos os membros estavam saindo, sobrou apenas um no grupo, aquele que não desistiu de tentar, Kim Namjoon. Então Song Hobeom estava a procura entre muitos trainners da BigHit, oque o fazia não ter tempo, e nem permissão para traze-la na empresa até que ele os selecionasse...

Certo dia enquanto Seon Mi estava na escola, uma mulher, chamada Yang So,que trabalhava na secretaria da escola interrompeu a aula do professor Kim Chan, seu professor de geografia, procurando Seon Mi...

- Com licença professor Kim. -  Yang So se pronunciou chamando a atenção do professor. O professor de uns 40 e poucos anos se direcionou até a mulher que em seguida aproximou do ouvido do mesmo e sussurrou algo não identificado por Seon Mi.

- Seon Mi - O professor chamou e imediatamente a garota levantou a cabeça - Acompanhe a senhorita Yang So...

- Tudo bem. - Song Seon Mi pronunciou, e levantou de sua carteira arrumando seu material e indo em direção a saída enquanto acompanhava Yang So até a coordenação da escola... 

Ao chegar na coordenação a conselheira escolar, a diretora, e uma mulher muito bem vestida trajada de um vestido vermelho e um blazer preto, estavam esperando a garota.

- Senhorita Song Seon Mi, essa é Kang Yun. - A diretora disse se referindo a moça bem vestida - Ela é a assistente social responsável pela sua família...

- Prazer Seon Mi, é uma pena nós estarmos nos conhecendo nessa situação... - Kang Yun disse amigavelmente porém sentida.

- Me desculpe senhora Kang, mas que situação? - Seon Mi perguntou confusa

- Não lhe avisaram? - Kang Yun perguntou e Seon Mi discordou com a cabeça - Deveriam ter avisado desde que a ligação foi feita do hospital...

- Achamos melhor esperar você para darmos essa infortuna notícia... - A conselheira disse

- Tudo bem, vamos nos sentar por favor. - Kang Yun disse e fez menção para Seon Mi se sentar - Senhora Lee, pode trazer uma água e um chá por favor? - Pediu para a diretora da escola

- É claro, volto logo... - Senhora Lee se curvou e saiu porta afora 

- Querida vai ser difícil dizer isso, mas a verdade deve ser dita... - Kang Yun disse encostando a mão sobre a da jovem sentada ao seu lado no pequeno sofá da diretoria...

- Vocês podem me dizer oque está acontecendo por favor? - Seon Mi disse calmamente - Estão me assustando...

- Querida, hoje de manhã ocorreu um acidente de carro na rua Teheranno... - A conselheira disse 

- Entendi, mas oque eu tenho haver com isso?! Desculpe meu modo de falar senhoras, não foi por querer... - Seon Mi desculpou-se pela a irritação, devido a enrolação das mulheres presentes no momento.

Não tem problema querida... - Senhora Kang disse e suspirou e prosseguiu - Bem, seus pais estavam nesse carro...

- O.oque? - Seon Mi assustada com a nova informação perguntou com lágrimas nos olhos... - E.Eles estão bem, não é? Só está aqui para me falar que ele devem ficar alguns dias no hospital, não é mesmo? - O silêncio ecoou pela a sala - Não é? Me responda por favor - A garota que tentava conter suas lágrimas não resistiu e diversas lágrimas desceram pelo seu rosto caindo em sua saia do uniforme escolar...

- Eu sinto muito... - Senhora Kang disse enquanto abaixava a cabeça prestando respeito a morte dos pais da garota. - Eles não resistiram, ambos perderam muito sangue...

Foi aí que Seon Mi desabou de vez, não contia suas lágrimas e seu nervosismo aumentará fazendo com que sua pressão caísse, a sorte é que a diretora Lee havia chegado com o chá, e fez com que a garota tomasse antes que desmaia-se. 

Depois de alguns minutos chorando e recebendo apoio de Lee, da conselheira e da Senhora Kang a garota ergueu a cabeça e pronunciou...

- Mas e agora, o que acontece? - Disse secando algumas lágrimas que restaram em seu rosto.

- Vamos te deixar hoje com seu parente mais próximo, para que ele ou ela lhe conforte e te ajude, quem seria esse parente para você? - Senhora Kang explicou e perguntou a menina sobre com quem a mesma gostaria de ficar...

- Meu tio, Song Hobeom. 

- Ótimo, podemos ligar para ele daqui da escola para que ele lhe busque nesse momento... - A diretora Lee e foi em direção ao telefone...

*** Minutos Depois ***

- Seon! - Song Hobeom a chamou assim que adentrou pela porta e foi em direção a garota abraçando-a fortemente enquanto beijava sua testa. - Vai ficar tudo bem, Seon... Eu estou aqui com você... - Era possível ver lágrimas  se formando nos olhos dos dois...

- Ajeosshi, doí tanto... - Disse Seon ainda abraçada com o tio

- Eu sei Seon, eu sei... - O tio a apertou fortemente, secou as lágrimas da garota...

- Desculpe interromper, mas em breve eu devo ir, tenho outros compromissos - Senhora Kang disse interrompendo o abraço.

- Ah, claro me desculpe... - Song Hobeom disse fazendo uma reverência - Prazer, sou Song Hobeom, tio da Seon e irmão de seu pai... - O homem de 36 anos estendeu a mão para cumprimentar a mulher...

- Muito prazer, sou Kang Yun, a assistente social da família... - Disse estendendo a mão para cumprimenta-lo - Em fim, o enterro será amanhã as 9h da manhã, e a leitura do testamento logo em seguida, só isso. - O celular da senhora tocou e a mesma verificou - Desculpe-me mesmo mas eu tenho que ir. Mas uma vez eu sinto muito, e até amanhã...

- Até senhora Kang... - Song Hobeom e Seon Mi se despediram da mulher, que foi em direção a saída...

- Vamos para casa pequena? Tenho chá... - Song Hobeom disse sorrindo tentando animar sua sobrinha, pois sabia que a mesma amava os chás feitos por ele mesmo.

- É claro tio... - Seon Mi disse ainda tristonha com a notícia...

***

28 de Abril de 2012, 9h30

O enterro acabará de acabar, muitos amigos e colegas de trabalho estavam lá prestando seu luto a Song Ya Min, mãe de Seon Mi, e a Song Jo Eon, pai de Seon Mi... Um pequeno grupo de pessoas trajadas de preto foram convidadas a entrar em uma pequena casa perto do cemitério onde seria lido o testamento dos pais de Seon Mi...

*** Minutos Depois ***

Na pequena casa onde foi lido o testamento, estava agora agora apenas Song Hobeom, Seon Mi e a Senhora Kang. Estava na hora de ver quem ficaria com a guarda de Seon Mi...

- Seon, o desejo de seus pais era que se algo acontecesse era que você fosse feliz, então deixaram sua guarda para seu tio Hobeom, mas é claro se você aceitar... - Senhora Kang disse calma enquanto bebia um pouco de chá que estava na mesa. - A decisão é sua...

- Eu adoraria, depois de meus pais, ele foi e é a pessoa que mais cuidou e se preocupou comigo. - Disse Seon Mi dando um sorriso fraco em direção ao seu tio...

- Bem Hobeom, você aceita cuidar e proteger sua sobrinha? - Senhora Kang dirigiu-se ao homem que bebia seu chá tranquilamente

- É claro que sim! - Pronunciou após terminar seu chá. - Eu prometo protege-lá de qualquer mal, fazer de tudo para que essa dor passe... - Disse Hobeom por fim...

- Então vamos resolver a papelada... - Disse Kang enquanto se dirigia sala a fora em busca de sua pasta.

***

*** Meses Depois ***

29 de Setembro de 2012, 14h15

Cinco meses se passaram e a situação em que Seon Mi se encontrava era deprimente... A garota de 15 anos (;;N;;A;; 15 na Coreia e 14 no Brasil, pra quem não sabe lá eles tem um ano a mais) passava suas tardes e noites deitada na cama abraçada em meio de edredons e travesseiros. Desde daquele trágico dia ela mal sorria, quer dizer, nem sorria. Ela se alimentava mas não tanto quanto antes, o apetite da garota não estava lá grandes coisas. Se sentia vazia, solitária, isolada do mundo com seus fones de ouvido e cortinas fechadas.

Song Hobeom estava muito preocupado com a sobrinha que foi deixada ao seus cuidados após a morte de seu irmão. A garota precisava de novos rostos, e finalmente depois de um longo tempo de trabalho duro ele conseguiu uma provável solução... 

- Mandou nos chamar? - Perguntou da porta...

- Sim, entrem, quero que venham comigo hoje, quero lhes apresentar alguém, acredito que vocês podem me ajudar com isso...

- Claro manager... - O líder disse e entrou seguido de mais 6

***

- Seon? - A garota que estava deitada ouviu a voz do tio seguido de batidas na porta.

- Sim Ajeosshi, oque foi? - A garota perguntou enquanto se levantava da cama, arrumando sua roupa que estava amassada.

- Posso entrar? Quero lhe apresentar algumas pessoas... - O tio disse calmo esperando a resposta da sobrinha.

- Claro Ajeosshi, pode entrar com seus convidados... - A garota disse educada enquanto arrumava o máximo possível de seu cabelo naquele momento...

O tio calmamente virou a maçaneta, assim abrindo a porta, e entrando em seguida no quarto de Seon, acompanhado de 7 garotos...

- Seon, esses são o Bangtan Sonyeondan, o grupo que eu estava montando, se apresente... - O tio disse para sobrinha enquanto os eninos entravam no quarto.

- Aannyeonghaseyo* sou Song Seon Mi, sobrinha de Song Hobeom, Mannasŏ pangapsŭmnida**... - A garota disse se curvando para cumprimentar os convidados...

- Aannyeonghaseyo* - Os garotos disseram juntos e se curvaram

- Meninos, com minha sobrinha não precisam de formalidades, assim como você Seon não precisa com eles... - O tio disse tocando  as costas da sobrinha...

- Claro... - O mais alto disse - Ah, eu sou Kim Seokjin, pode me chamar de Jin - Disse se curvando, e recebendo a curvatura de Seon em seguida.

- Eu sou Min Yoongi, mas pode me chamar de Yoongi mesmo, ou Suga, me deram esse apelido por causa da minha pele e doce personalidade... - Outro tomou a frente e se curvou...

- Eu sou Kim Namjoon, mas pode me chamar de Nam,ou Rap Monster...- Assim como os outros tomou a frente e se curvou...

- Sou Jung Hoseok, pode me chamar de Hope, J-hope, Hoseok, ou Hobi... - Curvou-se rapidamente .

- Sou Kim Taehyung, ou Tae, Taetae, ou V como preferir... - Cumprimentou sorrindo e curvando-se em seguida.

- Sou Park Jimin, ou Jimin mesmo - Ele deu uma risada - Espero que sejamos amigos... - Curvou-se e voltou para aonde estava.

- E por último eu sou o Maknae Jeon Jungkook - Disse tímido - Eu não sou muito bom com palavras então pode me chamar de Kook, e e eu vou logo me esconder - Os outros 6 riram um pouco e Seon se juntou a eles...

- Acho que finalmente achamos alguém mais tímido que você Seon... - O tio disse enquanto bagunçava o cabelo da garota...

- Aigoo Ajeosshi, meu cabelo... - A garota disse enquanto tentava arrumar o estrago que o tio havia feito em seu cabelo... - E eu sou a Maknae aqui Kook...

- Aposto que não, deve ser mais velha que eu... - Jungkook tomou a frente - Quando nasceu?

- Dia 1º de Outubro de 1997. - Disse Seon Mi 

- Aigoo 1 mês mais nova que eu... Nasci dia 1º de Setembro de 1997... - Falou Jungkook rindo

- Eu sou a mais nova daqui por isso, vou por um apelido em você Kook. - Jungkook encarou a garota - Que tal Kookie? - A garota viu um sorriso nascer nos lábios do garota... - Então será Kookie, está decidido!

- Espera e também botarei um apelido em você, mas qual será? - Jungkook passou a encarar Seon Mi enquanto andava em cículos ao redor da mesma - Já sei! Onmi! On de Seon e Mi de Mi! - O garoto viu um sorriso brotar no rosto de Seon... 

Song Hobeom sorriu vendo um sorriso sincero no rosto da sobrinha, algo que ele não via desde o acidente... E foi aí que ele percebeu que o Bangtan seria a salvação para Seon Mi, o lugar de conforto para ela, que ela confiaria a vida a esses meninos se necessário, pois foram eles que trouxeram a Seon Mi de volta...


Notas Finais


+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
*Aannyeonghaseyo = Olá (formal)
**Mannasŏ pangapsŭmnida = Prazer em conhece-los
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Obrigado por lerem e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...