História Please, Don't Cry... - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys (bts)
Visualizações 3
Palavras 797
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Poesias, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - The weird


Fanfic / Fanfiction Please, Don't Cry... - Capítulo 2 - The weird

Que lugar é esse? Estou vendo alguém! Hanna?-começo a chorar- Irmã, por que você fugiu? Por que me deixou?- ela corria, eu tento à alcançar mas quanto mais eu corro pra ela, mais ela se distancia, Hanna diz algo inaudível e para de correr. Estou chegando per...

O despertador toca e eu acordo assustada, eu vi a Hanna, por que ela corria de mim? – levanto da cama e vou para o banheiro, tomo um banho e vou me trocar, coloquei uma calça jeans preta, um all star preto, uma blusa branca e um casaco xadrez vermelho e preto e uma touca preta (quanto preto). Escovei os dentes e pentiei meus cabelos.

Desci as escadas e dei bom dia para meus tios, tomo o café da manhã.

– Tia, tio. Vou sair pra conhecer a cidade, ok? – digo e eles assentem.

– Volte antes das 18h00! É perigoso ficar na rua tarde.– diz meu tio, pronto para sair também para ir para o trabalho.– Quer que eu te leve?

– Não, pode deixar.– ele sai e eu também.

Logo fui em direção ao ponto de ônibus e peguei um que levasse até o centro de Seul.

Quebra do tempo

Chegando lá, avistei várias lojas de k-pop, outras de roupas, diversas. Estava calor e aproveito para ir em uma sorveteria. Ela estava bem cheia, acho que é uma inauguração ou algo do tipo, demorou muito mais fiz meu pedido que era sorvete de morango.

Sentei-me e vejo um cara usando uma máscara, óculos e uma touca preta. Parecia muito um idol, mas deixei pra lá, porque com certeza eu não tenho essa sorte de encontrar um idol, me concentro no sorvete.

Sinto alguém me observar, olhei e não era ninguém, de novo acontece e eu ignorei, isso se repetia várias vezes até que sinto uma mão tocando meu ombro.

– Oi, posso me sentar com você?- era aquele homem, só que sem o óculos.

– P-pode.– de perto ele parece mais ainda um idol!!!!! Não pode ser, como já disse não tenho tanta sorte assim. Parecia ter sorrido, não pude ver pela mascara e ele se senta.

– Não fique com medo de mim, pedi isso porque os lugares estão todos cheios. Apenas finja que eu não existo.

– Ok– pego meus fones de ouvido e começo a escutar Jump no último volume, eu amo essa  música. Até que sou interrompida pelo garoto que PEDIU pra fingir que ele não estava alí.

– Qual é o seu nome?

– Chloe, e você? – não tem o porquê ser grossa.

– Que multidão, né? – ele muda de assunto.

– Sim. Deve ser porque é inauguração.– ele concorda com a cabeça.

Quando acabo o sorvete, me levanto, no caminho vou até a lixeira pra jogar meu copinho de sorvete, acabo escorregando e caindo no chão, derramando o pouco de sorvete que havia no pote em minha blusa. Todos olharam e riram, será que aquele homem viu? Acho que sim, porque ele está vindo em minha direção.

– Você quer ajuda?– não sabia se ele estava rindo de mim, mas aceitei a ajuda.– Moça!– ele grita para uma mulher que estava perto.– Pode me dar um pano por favor?

Ela traz e ele pega e me da o pano para limpar a mancha que estava na minha blusa. O pior era que a blusa era branca, não saia de jeito nenhum e ficou uma mancha enorme. Fiquei com vergonha e tentei esconder a mancha com os braços, coisa que não deu muito certo.

– Aigoo, tome isso– diz ele me entregando seu casaco – estou cansado de ver você limpando esse negócio.– o peguei.– Agora, aonde é sua casa? – olhei confusa pra ele.

– Que? – o olhei sem entender.

– É o mínimo que você pode fazer, acabei de te ajudar.– olho desconfiada para ele – Qual é, deixe-me te acompanhar.

– T-tá bom.

Saímos da sorveteria e ele fica de olho em mim o caminho todo e quando eu olhava de novo, ele fingia não estar olhando. Até que ele começa a puxar assunto.

– Qual é sua comida favorita?

– Oi? É massa.

– E doce?

– Cookies.– digo e ele ri baixinho.– Que foi?

– Nada.– ele continua com um sorriso no rosto – Você gosta de qual estilo de música?

– K-Pop, Rap, Gospel, Clássica, etc.

– Qual é o seu grupo favorito? – o olho confusa – De K-Pop.

 – Amo muito o BTS, Seventeen, EXO, EXID, B.A.P, f(x), vários.– até me animou essa parte da conversa.

Conversamos o caminho todo sobre música, cantores, danças. Ele me disse que dança muito bem e que de modéstia parte sabe fazer rap muito bem, eu disse que queria ver mas ele mudou de assunto assim como quando eu perguntei seu nome. Ignorei e continuei andando com ele.

~

– Chegamos. Obrigado, toma sua jaqueta.– entrego pra ele.

– Por nada. Boa noite.

– Boa noite pessoa.– digo.

– À propósito, meu nome é Jung Hoseok.– ele tira a máscara e sorri.

– E-ele é J-Jung H-Hoseok?


Notas Finais


Espero que tenham gostado

XAU XAU >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...