História Please Don't Go - Capítulo 18


Escrita por: ~

Exibições 89
Palavras 1.253
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora



Capítulo 18 - You belong with me (parte dois)


Fanfic / Fanfiction Please Don't Go - Capítulo 18 - You belong with me (parte dois)

*Elisa on* 

Quando chegamos na escola, soltamos nossa mãos, mas não nos afastamos. Temos que ser discretos. Subimos até a sala de ciências. Todos já haviam chegado. 
K: Vocês... Vieram juntos?
L: Sim, viemos.
K: Sério? 
L: Algum problema? 
K: Não, perguntei por perguntar...
 Kentin nos olhou de uma forma estranha. 
A2: Rosalya teve uma ideia genial! 
R: Eu sou rainha das ideias geniais! Cada um escreve um parágrafo e pronto, texto finalizado. 
E: É um bom método, mesmo! Iremos mais rápido. 
R: Eu e Alexy já fizemos nossa parte. 
 Rosa entregou a folha para Kentin. Quando ele terminou, entregou ao Lysandre e, por fim, Lys deu a folha para mim. Cada um levou cerca de 20 minutos para escrever o parágrafo.
R: Que tal irmos até a lanchonete, gente?
A2: Legal! Eu preferia ir até o shopping, mas de qualquer maneira, não deixa de ser uma ótima proposta!
L: É, no shopping nós podemos encontrar pessoas... Desagradáveis. 
 Ele certamente está falando do Dake...
E: Eu gosto muito da ideia!
K: É uma boa pedida, eu estou com fome e meus biscoitos de chocolate já acabaram...
A2: Então let's go! 
 Nós saímos da sala e, enquanto descíamos a escadaria, ouvimos uns barulhos vindos do porão.
C: Pois então dê uma ideia melhor, seu...
N: Pare, idiota! Eu sabia que fazer grupo com você seria no mínimo horrível! 
A2: Ei, estão ouvindo? O Nathaniel e o Castiel brigando!
R: E cadê as novidades?
E: Só espero que eles não partam para a violência... Eles iriam ter sérios problemas...
K: Deixem eles para lá! Vamos! 
 Quando chegamos na lanchonete, ocupamos os lugares de uma mesa vazia. Todos pedimos sorvetes, com exceção do Alexy. 
A2: Eu sou o diferentão. Quero um milkshake. 
R: Gente, quem vai ler o texto no palco?
A2: Não consigo me imaginar lendo um texto para toda a escola...
K: Nem pensem em mim... Eu não nasci para isso...
E: Eu posso ler...
L: Certeza? Se isso te incomoda, eu posso ler no seu lugar... 
E: Não, sem problemas, Lys...
R: Então, está decidido. A Elisa lê. 
 Conversamos sobre assuntos sem importância. Depois fomos embora e cada um tomou seu rumo. Lysandre queria visivelmente me acompanhar, mas nós ainda precisamos tentar manter esse relacionamento em segredo. Eu levei a folha para casa e li o texto inúmeras vezes, para ensaiar. 

Chegou o grande dia! Hoje é um dia especial na Sweet Amoris. Coloquei um vestido, arrumei meus cabelos e fui até a escola, ansiosa. Ela estava lotada de gente. Eu estava procurando o Lysandre e demorei um pouco para avistá-lo com a Nina ao seu lado. 
N2: Está bem, eu prometo não fazer nada demais... Oh! Elisa! 
 Ela me abraçou. Eu definitivamente não esperava essa reação...
E: O-olá Nina! Oi, Lys!
L: Olá, Elisa. Nina, você quer ver o figurino do Alexy? Tenho certeza que vai adorar. 
N: Mesmo? Onde ele está? 
L: No ginásio.
N: Oba, estou indo! 
 Ela saiu correndo. Enquanto eu a observava, Lysandre me surpreendeu com um beijo. Fiquei completamente vermelha...
E: L-Lysandre... Nós estamos na escola...
L: Você está mais linda ainda hoje. 
E: O-obrigada...
F: Aqui estão vocês!
L: F-Faraize? 
F: Sim, eu mesmo... A diretora me pediu para anotar quem será o representante do grupo de vocês que falará no palco...
E: Sou eu. 
F: Está bem... 
 Ele escreveu o meu nome em um caderninho. 
F: Anotado! Com licença... 
 Ele foi embora. 
L: Organizaram um espaço atrás do palco para ensaiarem. Rosalya, Alexy e Kentin estão lá.
E: Oh, obrigada! Daqui a pouco te encontro. 
L: Está bem.
 Eu fui até o ginásio e me dirigi para trás do palco. 
R: Chegou nossa estrelinha! Que vestido lindo!
A2: Super concordo, menina! 
E: Haha, obrigada! Mas eu vou só ler um texto, nada demais...
A2: "Nada demais"? Não é para qualquer um, não. Eu mesmo nunca faria isso na frente de ninguém, credo!
C: Cala essa boca!
N: Cala a boca você, perdemos a folha e é tudo culpa sua! Nunca deveríamos ter deixado qualquer tipo de responsabilidade com você!
E: Meninos, se acalmem! 
 Eu, Kentin, Rosa e Alexy tentamos separá-los.
C: Não se metam nisso! Isso é entre mim e o bobalhão aqui. 
N: QUEM É O BOBALHÃO? 
E: PAREM! 
K: Parem com essa besteira! A folha está com a Bia, eu acabei de vê-la!
N: Sorte sua, senão...
C: SENÃO O QUÊ?
A2: É, pelo jeito não adianta...
 Ouvimos a diretora falar no microfone. 
D: Sejam muito bem-vindos! Hoje estamos aqui para celebrar o aniversário do nosso colégio Sweet Amoris! Nossos alunos receberam como missão produzir textos dizendo o que nossa querida escola significa para eles. Começamos chamando Nathaniel ao palco. 
 Nath estava inseguro, mas recitou o texto, gaguejando um pouco. 
D: Obrigada, Nathaniel! Ambre, por favor. 
 Ambre falou tudo com um ar de superioridade, mas o Nathaniel recitou melhor que ela...
D: Agradeço, Ambre. Melody, venha.
 Melody falou o texto direitinho. 
D: Obrigada! Elisa, venha ao palco. 
 Eu subi e vi todas aquelas pessoas. Não avistei o Lysandre. Eu estava muito nervosa. Não consegui falar nada. 
D: E então? N-nós estamos aguardando! 
E: A-a Sweet Amoris... E-ela é... 
L: A Sweet Amoris é o local onde sonhos passam a ser concretos.
E: * Lysandre! * 
L: Não se preocupe... Eu estou aqui. * sussurrando * 
 Ele pegou na minha mão. Isso certamente me fez relaxar.
E: Ela é o lugar que valoriza a educação. 
 Cada um de nós lia uma frase. Ele lia com uma voz sedutora, quase monótona e suave. Quando terminamos, todos aplaudiram em pé.
D: Muito obrigada, Elisa e Lysandre! 
 Nós olhamos para nossas mãos ainda entrelaçadas e ficamos envergonhados. Saímos do palco sem as soltar. 
R: Vocês ar-ra-sa-ram! 
A2: Super! Eu shippo muito! <3
E: A-Alexy!
 Lysandre riu baixinho.
K: V-você não deveria ter feito isso, Lysandre! Poderíamos perder nota!
R: Pelo contrário, o público adorou! Foi ótimo. 
A: Você é uma metida, mesmo, Elisa!
E: Do que você está falando, Ambre?
A: Aposto que você combinou isso só para parecer mais que eu!
E: Eu não... Quer saber? Não lhe devo satisfações. Pense da forma que quiser...
 Ela saiu dali enfurecida. 
E: Eu vou dar uma volta, gente...
L: Ok. 
 Eu caminhava pelos corredores -quase completamente vazios, já que todo mundo estava lá fora- quando ouvi uma voz me chamando. 
D: Elisa!
E: * Ah, não, ele não... * 
D: Que saudade de você...
E: Pare com essas frases que você diz para todas... Nos vimos há três dias atrás! 
D: Eita, calma... Só vim aqui para te ver. 
E: Dake...
 Ele estava muito próximo de mim e eu estava encostada em um armário.
E: M-me dê espaço! 
 Ele se aproximou para me beijar. 
L: Você a ouviu! Dê espaço à ela! 
D: Você de novo, cara? Quantas vezes vai ter que se meter entre a gente?
L: O MESMO NÚMERO DE VEZES QUE EU VOU TER QUE REPETIR QUE ELA É MINHA NAMORADA E EU NÃO GOSTO DE VER VOCÊ DANDO EM CIMA DELA. CAIA FORA! MINHA PACIÊNCIA TEM LIMITES!
D: Calma... Elisa, você quer que eu me livre dele?
L: TALVEZ SEJA EU QUEM VAI TER QUE SE LIVRAR DE VOCÊ! 
D: Entendi o recado... Tô vazando.
L & E: É BOM MESMO! 
 Dake foi embora, finalmente.
L: E-ele te fez alguma coisa, meu amor? 
E: Calma, Lys... Ele não fez nada. 
 Sem pensar duas vezes, dei um beijo nele e nós trocamos um olhar apaixonado. 
L: Eu te amo. 
E: Eu também te amo muito. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...