História Please Don't Go - Capítulo 37


Escrita por: ~

Exibições 35
Palavras 978
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 37 - Where are you now?


Fanfic / Fanfiction Please Don't Go - Capítulo 37 - Where are you now?

*Elisa on*

O baile. Eu tinha esquecido completamente desse "detalhe". A distância do Lysandre, a prisão do pai do Nathaniel... É muita coisa na minha cabeça. Não tive tempo de pensar na formatura. O sinal tocou estrondosamente e fomos liberados. 
A2: Então... Tudo bem?
E: Sim... Graças a vocês, estou cada vez melhor. Obrigada mesmo. 
R: Que é isso, Elisa? Em qualquer circunstância, te opiaríamos. 
E: G-gente... Sabem... O Lysandre era meu par no baile...
R: É mesmo... Eu não pensei nisso. 
A2: E agora?
E: Com toda a certeza, ele não quer mais ir ao baile comigo... E agora? Não posso ir ao baile sem um par...
A2: Sem problemas! Eu entro duas vezes. Uma com você e outra com o Kentinho. Depois de entrar com ele, eu saio pela porta dos fundos e nós entramos juntos como casal.
E: Mas... Tem certeza que dará certo?
A2: Claro, a diretora é quem vai ficar na portaria. Certamente nem vai se dar conta! É só eu abaixar um pouco a cabeça e, pronto, tranquilo.
E: Obrigada, Alexy! 
R: Bom, agora preciso ir...
E: Oh, eu também. Vejo vocês no shopping! 
A2: Ok! Até lá, meninas!
R: Até mais!

Duas horas da tarde, shopping. 

Eu me esqueci de combinar um ponto de encontro! Seria difícil encontrá-los naquele shopping enorme. Entrei e comecei a andar na tentativa de achá-los. Olhei para os lados e... Uma loja de tecidos e roupas! É a cara da Rosa e do Alexy! Entrei animada e esbarrei em alguém. Acabei caindo no chão, mas não me machuquei. 
L: M-me desculpe mesmo, moça... Eu estava destraí... * interrompido * 
E: Lysandre?
L: E-Elisa?
 Ficamos uns segundos nos olhando, sem reação. Ele estendeu a mão para me levantar. Sinto que hesitou por um momento.
L: D-desculpa, mas uma vez...
E: S-sem problemas, e-eu estava... Hã... Procurando a Rosa e o Alexy...
L: Ah... Você veio com eles... 
E: Pois é, vim...
 Faz tanto tempo que não trocamos se quer algumas palavras. Só essa curta conversa já foi um grande avanço. 
E: S-sabe... Eu estou... com muita saudade. 
L: E-está? 
E: Sim...
L: B-bom... Apesar de tudo... Você me faz muita fal... * interrompido * 
L2: ELISAAAA! VOCÊ POR AQUI!
 Lety gritou que nem uma louca e veio correndo em minha direção. 
L2: Quanto tempo! 
E: A-ah, oi, Lety... M-mas nos vimos faz um pouco mais de três semanas!
L2: Ah, é bastante! Oh, oi pra você também! O namorado da Elisa, certo?
L: O-oi... N-na verdade...
L2: Bom, eu tava só passando por aqui mesmo. Já tenho que ir. Não vou atrapalhar o casalzinho.
E: L-LETY!
L2: O que foi? Se vocês são namorados, não entendo o constrangimento. Tchauzinho! 
 Ela saiu saltitante e sumiu no corredor. Logo Alexy, Rosalya e Priya surgiram.
A2: Elisa! Aqui está você!
P: Oi, Elisa!
R: Menina, onde você tinha se metido? Te procuramos por toda parte, e... 
 Eles notaram a presença do Lysandre.
E: B-bom, temos que ir, não? 
L: E-eu também tenho que ir, me perdi do Leigh...
R: MEU LEIGH? <3 Ele está aqui?
L: S-sim... Só não sei onde... Mas logo irei encontrá-lo... Eu espero. 
E: É... Você quer ajuda?
L: N-não se preocupe comigo. 
 Ele saiu. 
A2: Você falou com ele?
E: N-não... Quer dizer, sim... Ele apenas esbarrou em mim e me ajudou a levantar, nada mais. 
A2: Ah...
 Sinto falta dele. Muita. Fico me perguntando se ele continuaria falando comigo se a Lety não tivesse chegado. 
R: Vamos, gente? Não temos o dia inteiro! 
P: Vamos! Ei, olha esse vestido! 
 Entramos naquela loja que havia me chamado atenção anteriormente. Vestimos vários modelos. Alexy encontrou um terno cinza e o vestiu com gravata vermelha no provador. Antes de sair, ele nos chamou. 
A2: Meninas?
P: Hum?
A2: Eu... Me vesti...
R: Então, saia daí! Não poderemos aprovar se não vamos ver!
A2: Prometem não rir de mim?
E: Claro que nunca riríamos de você! Agora, vamos, deixe-nos ver! 
 Ele abriu a cortina devagar e saiu. Ele estava simplesmente lindo!
R: Você... Tá... Um... Escândalo! Nossa, que dia difícil pras inimigas! 
E: Alexy, você está maravilhoso! 
P: Lindo! Amei!
A2: Sério? Não estão dizendo isso só para me agradar?
E: Não, bobo. 
R: Se não levar esse, juro que te bato! Tá incrível!
A2: Awwwn, obrigado, meninas! <3 
 No fim, Alexy decidiu por levar aquele mesmo. Chegou a vez da Priya escolher um vestido.
E: Ei, olhem este!
 Apontei para um vestido lindo, meio indiano, e ao mesmo tempo, moderno. A cara da Priya. 
P: Adorei! Vou provar!
R: Esse vestido é lindíssimo! Por favor, santinho de todos os vestidos maravilhosos, faça com que caiba em mim, por favor, nunca te pedi nada!
 Voltamos até o provador. As duas se vestiram enquanto eu e Alexy esperávamos sentados do lado de fora. 
R & P: Prontinho! 
P: Quem sai primeiro?
R: Entramos juntas, nada mais justo que sair ao mesmo tempo também!
P: Ok! 
As duas saíram, parecia que aqueles vestidos haviam sido feitos especialmente para elas!
A2: Ficaram lindas!
E: Levem esses! Combinaram muito!
P: Rosa, você tá linda!
R: Você também! Vamos levar esses? 
P: Claro!
 Chegou minha vez. 
 Alexy mostrou um vestido lindo, um dos mais bonitos que já vi. Era brilhante e branco, tinha uma saia longa.
E: Puxa... Vou vestir! 
 Entrei no provador. Fechei a cortina. Vesti com cuidado, para não amassar ou rasgar o vestido de maneira alguma. 
E: Pronto...
R: E então? 
 Abri a cortina. 
A2: Oh. My. God.
 Alexy fingiu que desmaiava, brincando.
P: Que perfeito! 
R: GENTE DO CÉU! Vou infartar, licença.
E: F-ficou bom?
R: Está brincando, certo? 
A2: Ficou simplesmente maravilhoso! 
E: Mesmo? 
 Me olhei no espelho, examinando. 
E: Vou levar! 
 Tirei o vestido e comprei. Depois de ouvir uma infinidade de elogios, saímos da loja satisfeitos. Fomos para casa. Não consegui parar de pensar no Lysandre.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...