História Please, save me - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Otp, Romance, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Exibições 80
Palavras 1.828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sim, eu demorei!!!!

Desculpe mesmo gnt, eu tô quase de férias, ai eu vou poder lançar os caps mais rápido ( se vir inspiração né)


Bom aproveitem ❤️

Capítulo 8 - Janta de noivado - pt1



P.O.V JIMIN


        Já fazem três dias desde que eu descobri estar apaixonado por Sugar, e dois dias desde que ele contou essa notícia para nossos amigos, que obviamente surtaram. Adivinha? Eu passei todo esse fucking time, tentando ignora-lo. Evito conversar, ficar com o mesmo sozinho, contato visual e principalmente beijar. Sim, eu dei um fim total nos nossos beijos. É claro que eu estou sofrendo com a falta de contato com o mesmo, mas não posso ceder as minhas vontades. Sinto que eu me apaixonaria mais e por consequência sofreria mais. Por isso o quanto antes eu me desapegar melhor né? Pena que não é assim tão fácil. O alfa anda me seguindo, falando que precisamos conversar, e isso está me matando. Por que ele não pode me deixar em paz?


         – Jimin, nós podemos conversar? – Sugar perguntou nervoso.


         – Claro, você já me arrastou até aqui mesmo. – respondi seco.


       – Por que você está assim tão... estranho? Se é sobre o casamento, eu também estou chateado, mas você sabe que eu não foi minha escolha!


         – Eu não estou estranho e eu também sei que não foi sua escolha. – disse desviando meu olhar.


        – Então por que você anda me ignorando esses dias? Jimin, você não pode me deixar agora! – o alfa disse desesperado.


         Eu não conseguiria te deixar mesmo se eu quisesse, Sugar.


        – Me desculpe. É que eu estou meio chateado com tudo isso. Depois que você se casar, a gente não vai se ver mais com tanta frequência né? – eu falei, tentando não demonstrar toda a tristeza que eu sentia naquele momento.


        Tudo que eu queria era desabar em lágrimas e gritar como ele era idiota, como ele não tinha percebido, como eu o amava mais do que tudo...


       – Acho que nós vamos nos ver com mais frequência do que você espera. – ele disse praticamente sussurrando.


        Levantei uma sobrancelha. O que ele queria dizer com aquilo? Mas não deu tempo de perguntar nada, porque no momento seguinte seu celular tocou e ele teve que ir embora. Parece que era um emprevisto, ou algo assim. Soltei um suspiro e passei a caminhar pelo pátio. Estava tudo bem (bem depressivo), até que eu avisto, em uma árvore próxima, um Jungkook todo descabelado e ofegante  correndo em círculos, junto com um Taehyung segurando uma sacola.


         – Jungkook! Volta aqui! – Tae falou, segurando seu braço, quando conseguiu alcançá-lo.


        – Eu me recuso! Você não pode me obrigar a nada! – ele respondeu com um bico e bracinhos cruzados.


        – Apostas são apostas! – o alfa disse sorrindo.


        O ômega percebeu a minha presença e veio correndo em minha direção.


        – Jiminieeeeeeeeeee, me ajude! – Kook falou, tentado se esconder atrás de mim.


      Só vkook mesmo pra me animar em momentos depressivos. Obrigado deuses, por me darem o OTP mais perfeito da minha vida.


         –  Por que você está correndo atrás dele Taehyung? – perguntei meio grogue.
 

         Eu ainda me sentia meio na bad, mas tentei parecer o mais normal o possível.


         – Ele perdeu nossa aposta e não quer fazer o combinado! – o alfa respondeu, se aproximando também.


         – E que aposta seria essa? 


       – Que ele não conseguiria passar dois dias sem chocolate. Se ele conseguisse, eu teria que comprar quatro barras de diamante negro. Mas como ele perdeu, o Kookie vai ter que se fantasiar de maid. – Tae disse tirando da sacola a fantasia delicada de empregada.


       Era de um rosa bebê bonito, com uma saia rodada, cheia de babados brancos. Um avental na frente branco também, que era prendido em um laço grande atrás. Eu conseguia ver dentro da sacola meias 6/8 rendadas e um enfeite para o cabelo também.


         – Você é um pervertido Taehyung. – o ômega disse todo corado.


        – Só com você biscoito. – ele falou dando uma piscadela. – Mas não fique assim tão chateado, você vai ficar muito fofo!


        E depois isso, Taehyung pegou Jungkook no colo (mesmo com o pequeno se debatendo) e caminhou até os dormitórios. Eu só fiquei lá, no cantinho, vendo tudo e vomitando arco-íris ao mesmo tempo. Como eu disse antes, só vkook mesmo para mudar o meu humor.


P.O.V JUNGKOOK


        MAIS QUE DROGA! SABIA QUE NÃO DEVERIA TER APOSTADO! Mas é burro mesmo... até parece que eu conseguiria passar dois dias sem comer chocolate. Agora eu estou aqui, morrendo de vergonha no banheiro do meu quarto, vestindo essas meias apertadas pra caralho. Sério mesmo, como isso passa na coxa de alguém? Depois de finalmente colocá-las, olhei meu reflexo no espelho. O vestido deixava minha cintura ainda mais fina, as meias davam um ar ainda mais inocente no meu visual, a tiara fazia um contraste em meu cabelo preto e meus lábios estavam vermelhos de tanto eu morde-los. Eu estava parecendo uma personagem do manga hentai, que meu primo lia. Respirei devagar tentado me acalmar e dei três tapinhas leves em minhas bochechas. Vai ficar tudo bem... Abri a porta do banheiro calmamente e me deparei com um Taehyung deitado no sofá, mexendo no celular. Mas que invasão de propriedade é essa? Achei que ele ia esperar no corredor até eu abrir a porta. Tudo enganação.


        – Ahm... Hy-hyung. – o chamei.


        Tae se virou imediatamente e eu me assustei um pouco com isso. Ele estava me olhando tão intensamente, que eu apenas cobri meu rosto envergonhado e virei de costas para ele.


         – Ei Jungkook, se vire para mim. – o alfa pediu, calmo.


         Fiz o que ele disse e ouvi o "click" tão conhecido por mim.


        – Para de tirar fotos minhas Tae! O que você faz com essas fotos afinal? – eu perguntei, escondendo meu rosto novamente.


       – Guardo na minha pasta "Kookie e sua fofura suprema". – ele falou sorrindo.


       – E desde quando você tem uma pasta com fotos minhas? – eu perguntei assustado.


      – Nem faz tanto tempo assim... ah não se preocupe, eu não mostro pra ninguém e também não faço nada de errado com elas.


        Senti minhas bochechas queimarem. "Nada de errado", o que você quer insinuar com isso Kim Taehyung?!


        – Mas é um pervertido mesmo... – eu disse balançando minha cabeça.


        – Pervertido? Você que maliciou minha fala, princesa. 


        Levantei uma sobrancelha. Princesa? Que porra de apelido é esse?! 


       – Eu não sou uma princesa! – exclamei irritado.


       – Você não soa muito convincente vestido assim, princesa. – o alfa falou, sorrindo de lado.


      – Eu vou me trocar, já me sinto muito humilhado. – disse me levantado do chão. – E não me chame mais de princesa!


        – Você todo bravinho, só me incentiva a continuar!


      Mas como é irritante essa criatura. Revirei meus olhos e parti para o banheiro. Aquelas meias estavam pinicando pra caralho. Só se me derem 20 barras de um kilo da lindt pra eu vestir esse troço de novo.


P.O.V SUGAR


        Que merda, eu não consegui contar pra ele de novo. Eu sei que vai ser bem pior se eu esconder por mais tempo, mas eu simplesmente não consigo falar. É incrível como as palavras não conseguem sair da minha boca! Seria muito mais fácil se a minha própria noiva ou os pais dela avisassem-o. Mas conhecendo a família do Jimin, com certeza eles não contaram nada. 


        Ai, essa história de casamento está me matando. Além dos um milhão de motivos de eu ser contra, eu conheço a minha noiva, Seo-yeon e não gosto da mesma. Mas não gostar, não gostar mesmo. Aquela garota simplesmente me irrita. Ela seguiu o caminho dos pais, ou seja, sempre tratou Jimin como se ele fosse um lixo, olha como se fosse superior a todo mundo, e mesmo sendo apenas dois anos mais nova, consegue ser mais infantil e mimada do que uma criança de cinco. Na verdade mesmo se ela fosse "legal", mas tratasse o ômega do mesmo jeito, já seria motivo o suficiente pra eu dar tapas bem dados naquela cara de falsiane. Agora imagina suas ações somadas ao seu comportamento? Insuportável, é a palavra certa para descrevê-la. E pensar que eu serei obrigado a passar o resto da minha vida com essa pessoa, me dá vontade de me suicidar (brincadeira, só da vontade de forjar a minha morte e fugir para a Patagônia).


        Dei um longo suspiro e olhei para meu reflexo no espelho, arrumando minha gravata. Terei que ir em um jantar essa noite para encontrar minha "noiva" e sua família. Esse jantar ia ser só semana que vem, mas aí, resolvem mudar de dia, e só me avisam três horas antes do negócio.  E puta que pariu se o Jimin estiver lá, ferrou! Achei que eu tinha tempo pra contá-lo, mas parece que não tenho mais. Olhei para a tela do meu celular e vi que já estava na hora. Deixei um recado para o Taehyung, dizendo que ia demorar e que talvez voltasse só pela madrugada. É galera, pode não parecer, mas esses encontros sempre demoram um século, independentemente do assunto.


        Saí dos dormitórios e andei até a limusine estacionada em frente à faculdade. Nunca vou me acostumar com esse exagero todo. Entrei na mesma e cumprimentei o motorista. Depois disso, não falei uma mais palavra. Passei o caminho inteiro escutando música e olhando o céu pela janela. 


        Chegamos a mansão dos Parks mais rápido do que eu pensei. A possibilidade de Jimin estar ali dentro, estava me deixando incrivelmente nervoso. O que eu faço se eu avista-lo? Saio correndo? Me escondo? Ah, aposto que nada disso funciona, porque  do jeito que eu sou trouxa, eu provavelmente tropeçaria nos meus próprios pés ou na pressa, acabaria me escondendo em um lugar bem inútil.


        – Senhor, te esperam no salão principal. – o motorista disse, abrindo a porta da limousine. – Este criado vai levá-lo até lá. Aproveite sua noite.


        Eu conhecia muito bem a mansão Park, não precisava de alguém para me levar até o salão principal. Mas apenas concordei e passei a seguir o tal criado. Meu coração estava batendo tão rápido que eu conseguia ouvir os barulhos do mesmo. Tomara que eu não tenha um infarte e desmaie. O que é bem possível de acontecer, já que eu geralmente perco a consciência quando fico muito nervoso.


        – Então o senhor que vai casar com a jovem senhorita Seo-yeon. – o jovem disse, tentado quebrar o silêncio entre nós.


        – Sim. – respondi seco.


       – E o que o senhor acha? 


       – Uhm?


        – O que o senhor acha dela?


        Fiz uma careta involuntariamente.


         – O que eu acho dela? Bom... ela parece ser uma ótima ômega. – menti.


        – Com certeza ela é. Seo-yeon é considerada a mais perfeita de todas. – ele disse, suspirando.


        Tive vontade de vomitar depois de ouvir essas palavras. Aposto que esse criado não fala a mesma coisa, depois de conhecer a verdadeira personalidade dela. Mas eu não o culpo, afinal também tive essa impressão no começo. Mas SÓ no começo!


        – Mas não é como se eu reparasse nela nem nada! – o jovem falou, tentando disfarçar o elogio de sua frase passada.


       Apenas ri mentalmente pelo seu pequeno desespero. 


        – Com licença senhores, o convidado de vocês acaba de chegar. – ele disse, depois de abrir a porta e fazer uma breve reverência.


        Vaguei meu olhar por toda a sala, até avistar a cabeleira ruiva que eu mais temia encontrar. 

 


Notas Finais


E foi isso.

Cm sempre, me digam se tem alguma coisa de errado ou confusa, que eu tento mudar👍

Ahhh, eu sei que estou dando bem mais atenção a yoonmin e tals, mas eu vou tentar mudar um pouco isso nos próximos caps.


Até a próxima 💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...