História Pleasure - Realizando um Sonho - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Hentai, Itasaku, Sasusaku, Sasusakuita, Yu-oneshot
Visualizações 346
Palavras 2.832
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Pleasure 1 - Realizando um Sonho


Fanfic / Fanfiction Pleasure - Realizando um Sonho - Capítulo 1 - Pleasure 1 - Realizando um Sonho

Eu odiava saber que, do lado da minha casa, havia uma dupla deleitável, de homens gostosamente formosos. Eles sabiam que eu olhava, por isso, faziam de tudo para que eu perdesse a cabeça. Não conseguia nem me vestir direito, pois a janela do meu quarto, ficava diretamente voltada para a deles, e, os delicias, ou bem dizendo, aquela dupla gostosa de se ver, dividiam o mesmo quarto. Não conseguia fazer nada quando essa maldita dupla, estava cumprindo seus afazeres como bons filhos que são. E devo mencionar que, Mikoto Uchiha, foi abençoada pelas mãos de Deus, por ter um ventre mágico, pôs no mundo, duas criaturas que, não são desse universo.

Eu me mudei faz pouco tempo, e, não sei por quanto tempo irei ficar. Meu pai é capitão da marinha, e nunca, paramos em um lugar para morar definitivamente, mudamos-nos muito, por isso não tenho muitos amigos, visito novas escolas no mínimo três por ano, é cansativo, mas, jamais direi isso ao meu pai. Quando cheguei aqui, em Nova York, tive o prazer de ter conhecido meu outro vizinho que é um amigo do meu pai, e sua filha, Ino Yamanaka, é uma amiga e tanto, pelo menos eu acho que sim.

Hoje faz um mês desde que chegamos, e eu amo essa cidade, tudo que eu preciso estar perto; comida, á lanchonetes por todo o quarteirão, a escola é perto e eu posso ir andando, e é ótima, tem pessoas incríveis e, uma já fiz algumas amigas. Mas, a única coisa que me incomoda ainda, são eles:

Os Uchiha.

Muitos boatos são comentados na escola, e quando eles desfilam, correção, quando eles passam pelas pessoas nos corredores, todo mundo se cala, mas por incrível que pareça, eles não dizem nada, ou muito menos olham para alguém.

Certa vez quando estávamos na sala, eu estava olhando para fora, e quando retornei para o quadro, peguei um deles me olhando, e que olhos... Eram negros, quase eu perco o fôlego se ele não parasse de me olhar dois minutos depois eu ia desmaiar, ou ter um orgasmo. E como mais um dia de tortura, lá estão, um deles, se chama Sasuke, é lindo e tem os cabelos tão perfeitos para trás, seu corpo sempre chama atenção quando ele tira a camisa na aula de educação física e, eu percebi que esse Uchiha tem um tratamento diferenciado dos outros alunos, com todas as professoras que trabalham na nossa escola.

Desviei o olhar dele para o outro sentado na grama, esse era Itachi, em minha opinião, o mais perfeito dos irmãos, seus cabelos eram longos e seus olhos da mesma cor do outro, negros, e brilhantes. Seu corpo era um tanto gostoso, só de olhar me sinto atraída, para cada gotinha de suor de desliza por seu tórax formoso, que homem. 

Eles parecem machos alfas, homens maduros, sua beleza pode enganar, e descobri isso quando Itachi levantou com uma pipa e o outro correu. Não acredito que estou vendo isso, como eles podem ser infantis? Nada contra ninguém levantar uma pipa, mas tinha que ser tão sensualmente assim? Eu parecia ás vizinhas, de uma cidade em que morei por algumas semanas no Brasil, olhava tudo fingindo de lia um livro na varanda da minha casa, eles atravessaram a rua ambos animados quando a pipa subiu.

Pareciam duas crianças olhando para o céu com o sol batendo em seu rosto. Eu mereço vizinhos assim? Claro que mereço, e se tiver mais que me mande eu vou amar está rodeada de vizinhos gostosos.

— Oi, com licença — Travei na cadeira de balanço e olhei para cima vendo Sasuke, o mais novo com um sorriso sexy, me olhando de forma devassa, acho que preciso trocar minha calcinha — Podemos entrar no seu quintal? — Tem algo mais quente que você deveria entrar.

— O que aconteceu? — perguntei e me levantei ao mesmo tempo em que vi Itachi, o mais velho com um corpo de me fazer gozar, chegou ao nosso encontro, ou seja, na minha varanda.

— Nossa pipa engatou na sua árvore — Sasuke disse sorridente, eu quero o quê...?

— Hã? — quase me engasgo com minha saliva Itachi se apoiou no portão de madeira e sorriu mostrando aqueles músculos. — Pode entrar sim.

Para passar para o quintal de trás da minha casa tinha que passar por dentro da minha residência, eu não conseguiria entrar com aqueles dois homens atrás de mim. Ok Sakura, relaxa!

— Claro, pode entrar — eu falei meio a contra gosto, com gosto, claro que eu deixaria aqueles dois homens atravessarem a minha sala para irem para o quintal.

Virei ás costas para entrar primeiro eu ia guiá-los até lá. Passei pela sala jogando os cabelos para um lado, não era todo dia que dois homens entravam na minha casa.

Saímos no quintal e fiquei por olhar e procurar aquela pipa que estava me dando tanto prazer... E olha só ela não tem um corpo maravilhoso e nem algo para eu enfiar em mim.

— Que droga — escutei Sasuke dizer e olhei para trás vendo ambos, Sasuke estava com as mãos na cintura e Itachi de braços cruzados, exibindo seus músculos, que delicia, meu Jesus — Está presa na árvore — ele disse, eu ri.

— Acho que da janela do nosso quarto dá para pegar? — Itachi comentou indo até árvore.

— No meu quarto... — me calei, que droga. Os dois me olharam. Meu quarto tinha duas janelas, e de um lado daria para pegar aquela maldita pipa e a outra dava para ir ao quarto deles somente com uma perna.

— O que tem no seu quarto? — Sasuke perguntou dando um riso de canto, puta sacanagem, que sorriso maravilhoso.

— É que a outra janela daria para pegá-la perfeitamente — falei, os irmãos entreolharam-se e depois riram, mas rapidamente me olharam.

Os passos de Itachi foram firmes até mim, ele segurou uma mecha do meu cabelo e cheirou as pontas enquanto fechava os olhos para inalar melhor. Senti meu corpo todo se arrepiar.

— Pode mostrar seu quarto para mim? — Sasuke disse — Quer dizer — ele olhou para Itachi que abriu os olhos e virou para Sasuke rapidamente, visivelmente irritado.

Mas é claro que eu vou mostrar meu quarto, queridos.

— Podem me seguir? — se eu me olhasse no espelho sabia que estaria com um sorriso mais sacana que o esperado.

— Com todo prazer.

— Ainda estamos aqui?

Ouvir um dizer e depois o outro, fui andando na frente e fiz questão de subir as escadas rebolando, bom eu estava de saia e devem ter olhado minha calcinha, fio dental, claro eu só uso calcinhas assim. Escutei um gemido atrás de mim e não liguei muito, entrei no meu quarto dando passagem para os meninos entrar, Itachi passou para a janela e Sasuke virou me olhando.

Caminhou até mim, e bateu a porta atrás, seu olhar se prendeu no meu e eu ofeguei, meu coração acelerou. Olhei para Itachi que abaixou a janela e trancou a mesma fechando as cortinas puta que pariu o que está acontecendo?

— Eu sabia que você era meio lenta, mas não achei que fosse tanto — Sasuke sussurrou me puxando para seus braços, e que braços fortes, eu to me sentindo quente, muito quente. Ele me girou e me beijou logo depois. Seus lábios eram deliciosos, macios e delirantes, me envolveu gostosamente chupando a minha língua enquanto apertava a minha bunda, mas logo subiu.

Outro corpo grudou no meu atrás e senti uma ereção atrás de mim, mãos seguraram meu bumbum, e me deu um tapa, eu descolei meus lábios do de Sasuke para gemer com a dor do tapa, mas minha boca fora tomada por Itachi que me virou rapidamente lambendo meus lábios.

— Eu sabia que você beijava bem — ouvir Sasuke falar antes de me da um tapa e aperta minha bunda, gemi com gosto — isso, gemi gostosinha...

— O que vocês estão fazendo? — perguntei ofegando, ás mãos de Sasuke estavam na minha bunda e seus lábios no meu pescoço, meu deus, eu to arrepiada, eu to excitada.

— Você tem uma bela bunda... — outro tapa e gritei com o aperto de Sasuke. Rapidamente senti minha saia ser puxada para baixo junto com minha calcinha. Os pés de Itachi separaram minhas pernas enquanto ele puxava meu top para cima revelando meus seios.

— Sasuke — Itachi chamou e ambos se afastaram de mim, me sentir abandonada — Eu falei para você, que a gente devia ter comido ela no primeiro dia ela trocou de roupa — ele disse, eu corei, eles ficavam me olhando?

— Mas agora estamos aqui — Sasuke disse abaixando sua calça, eu ofeguei e andei na direção dele, que ereção maravilhosa, me abaixei diante dele puxando sua cueca, que maravilha é essa? — E ela devia está esperando há muito tempo.

— Que vadia — sentir as mãos de Itachi levanta meu pescoço e empurrar-me contra o pau de Sasuke fazendo-me engolir com tudo, começou a empurrar para frente e para trás. — Chupa com vontade rosinha... — Itachi murmurou no meu ouvido, eu gemi — Chupa como se ele fosse um picolé, aquele que você estava chupando na escola semana passada.

Eles estavam me vigiando?

— Hm — eu tentei gemer, e recebi um tapa no rosto, de Sasuke que deitou sua cabeça para trás, empurrando seu pau enorme na minha boca.

Opa. Então eles estavam me olhando? O que eu vou fazer?

— Belos peitos — Itachi disse antes de soltar minha cabeça e se abaixar apertando meus seios se abaixando para beijar meu pescoço, eu estava queimando.

— Itachi, eu não aguento mais — ouvir Sasuke dizer e levantei meus olhos para olhá-lo, seus olhos estavam brilhando de prazer. Tão maravilhoso, eu gemi o tirando da minha boca.

— Fica de quatro — mandou Sasuke, eu tremi da cabeça aos pés, Sasuke abaixou ficando na minha direção, e beijou a minha boca enquanto eu ofegava delirando pela luxúria que sentia — fica de quatro, vadia — Sasuke mandou com arrogância, eu poderia sentir medo, mas eu só ficava mais excitada.

Fiquei de quatro na mesma hora, sentir os dedos gelados de Sasuke passar por minhas costas, e arrancar o resto da minha blusa, fiquei nua diante de dois homens totalmente gostosos, estou perdendo a cabeça, e acho que vou gozar.

Os dedos do Uchiha pararam na minha entrada e ele me penetrou um dedo eu gemi fechando os olhos, mas meus lábios foram tomados pelos de Itachi que me apertou contra si. Sasuke me penetrou mais um e eu ofeguei tirando a minha boca da dele, olhei para trás vendo Sasuke beijar a minha bunda e apertou-a com uma mão enquanto estocava fundo em mim.

— Ei cachorra... não olha para ele não, tá? — Itachi puxou meu pescoço para si e dei de cara com seu pau na minha frente, grande, duro, eu gritei pelo prazer sentindo... — Você tem um pau para chupar — prontamente botei minha boca daquele pau groso e engolir até as bolas, Itachi gemeu — Isso, com vontade.

— Sim senhor — falei abaixando-me para engoli-lo por inteiro. Era gostoso, tinha um gosto delicioso, passei minha língua pela cabecinha e lambi até as bolas recebi um tapa. Podia até gritar e pedi por ajuda, mas ajuda do Sasuke para me salvar, com força e rapidez.

Em falar em Sasuke, ele me lambia com tanta vontade, sua língua passava por meu clitóris e parava no meu ânus voltava me sugando, enfiando sua língua na minha boceta que latejava desesperadamente eu não conseguia gemer direito com o pau de Itachi na minha boca.

— Chega! Eu não aguento mais — Sasuke me puxou colando minhas costas em seu peito, eu gemi e encarei Itachi na minha frente — Me deixa comer sua bunda, com força? — as palavras eram feias, mas o efeito subia o meu ventre me deixando mole.

— Que romântico — Itachi rugiu, ele levantou e me puxou para cima me pegando no colo, seu pau roçou na minha entrada e eu gemi olhando em seus olhos negros, me apoiei em seus ombros, ele era tão lindo — Então eu fico com sua boceta, molhadinha. — ele deslizou seu pau para dentro de mim, gemi pela invasão prazerosa, ele me beijou rapidamente relaxando minhas pernas — Droga, demorei quase um mês para entrar nessa gostosura.

— Demorou tanto por quê? — perguntei extasiada pelo prazer que sentia. As mãos do Uchiha menor e agarraram minha bunda e a penetração veio com tudo. Seu pau era enorme e entrou com força, eu gemi indo mais para frente.

Eu queria ficar com Itachi, ou com Sasuke, com os dois, mas... de uma vez? Gemi erguendo minha cabeça e Itachi me beijou, ele se mexeu e Sasuke também, ambos ao mesmo tempo fazendo-me gritar pela penetração forçada.

Tirei minha boca da de Itachi e apenas me deixei gemer a vontade, gritando por seus nomes. Sasuke deslizava suas mãos grosas por todo o meu corpo, dava tapas na minha bunda, maltratando minha pele, mordia meu ombro com tanta vontade que achei que iria arranhar meu couro. Itachi brincava com meus seios enquanto suas estocadas eram firmes e mais violentas que as de Sasuke. Ele beliscava e muitas vezes me mordia com força, eu tremi nos braços deles quando o primeiro orgasmo me atingiu, sentir meu corpo se contrair por inteiro.

Sasuke saiu de mim, e Itachi apenas me jogou na cama, abriu as minhas pernas e ficou segurando ambas bem arreganhadas para ele, me sentir exposta, corei um pouco, e ele tornou a meter em mim com força.

— Geme mais alto que eu não ouvi — Sasuke sentou ao meu lado puxando meu rosto para beijar-me, sua língua era macia, seus lábios eram deliciosos, o beijo não era violento, era calmo, e excitante, muito mais excitante — Quero mais um orgasmo — Sasuke falou.

Quando separou sua boca da minha, suas mãos desceram lentamente pelos meus seios, apertando meus mamilos, mas logo desceu por minha barriga e parou na minha intimidade.

— Vai nessa — ouvir Itachi gemer e acelerar os movimentos, ouvir a cabeceira da minha cama começa a bater atrás de mim, eu estava ficando louca com o que acontecia.

Já tive outros namorados, mas nenhum chegava perto do que estavam me fazendo sentir. Sasuke mexeu seus dedos maravilhosos por cima do meu clitóris. Eu gritei tentando me levantar ele deitou-me novamente, e começou a massagear meu intimido com rapidez.

Gritei pelo prazer sentindo, minhas pernas estavam moles quase não às sentia, Sasuke maltratava meu intimo enquanto Itachi metia com força e uma rapidez incrível, os dedos do moreno começaram a acelerar e me deixar mais excitada, gritei mais alto quando sentir meu orgasmo chegar, Itachi deixou cair uma perna e saiu de mim, Sasuke mergulhou no meu intimo me chupando e penetrando dois dedos me estocou até parar de gozar.

— Ainda não estou saciado — Itachi indagou.

Eu tirei meu olhar da boca de Sasuke para ver Itachi masturbar-se na minha frente, ele deitou-se na cama e me puxou para seu colo, deitei minhas costas na barriga dele, e logo ele estava dentro do meu ânus, tentei respirar, mas eu não sabia mais como era.

— Nossa, você aberta é uma tentação — Sasuke puxou-se sentando em cima de Itachi, a penetração foi mais funda, e eu gritei quase não aguentando, Itachi segurou minha cintura, e Sasuke levantou minhas pernas me penetrando pela frente — Sabe, lembra do dia em você deixou a toalha cair mostrando esse seu corpo lindo, eu bati umas no banheiro chamando por você. — Sasuke disse, e eu arregalei meus olhos, era um domingo a noite, logo no primeiro dia em que eu cheguei na casa, — Você é uma delicia — Sasuke confirmou movendo-se dentro de mim.

Eu não sei quanto tempo se passou naquele momento prazeroso que estava tendo, as penetrações estavam mais violentas, e eu não conseguia para de olhar para Sasuke, e nem ele para mim. Os gemidos de Itachi atrás de mim, faziam-me delirar de tanto prazer, a ponto de procurar um orgasmo o mais rápido possível. Comecei a rebolar em meio as estocadas firmes, um gemido de ambos fora ouvido.

Sasuke rosnou quando puxou-me para mais perto e me beijou, logo saiu de mim e nos separamos, seu gozo caiu sobre minha barriga, gemi gozando novamente, Itachi também terminou seu serviço e saiu de mim, me deixando abandonada, seu gozo espirrou no meu corpo, e logo ele me tirou no seu colo me deitando na cama.

Me virei para vê-los, Sasuke apenas sorria enquanto abotoava a calça, Itachi apenas vestiu sua coeca e voltou para a janela, subiu na mesma para pegar sua pipa. Suspirei bagunçando meus cabelos, estava ofegante e nem sabia o que pensar. Vi Sasuke se aproximar de mim sorrindo, eu rir junto.

— Gostou? — Como não amar? Balancei minha cabeça confirmando enquanto passava meus dedos pela minha barriga, toquei no liquido pegajoso e levei até meus lábios sugando e sentindo o gosto, era uma delicia — Se prepare para mais tarde — ele deitou por cima de mim, me beijando novamente suas mãos passaram pelas minhas coxas subindo até minha cintura e voltou para baixo — Eu vou te comer a noite toda...

— Eu vou esperar — respondi quando ele me soltou e pulou a janela para seu quarto. Sentei na cama reparando na bagunça.

Que Prazer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...