História Pleasure House - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Prazer, Prostituição, Sexo
Visualizações 28
Palavras 921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Mistério, Orange, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hmmm vamos entender mais pra frente porque esse homão é meio doido.. boa leitura meus amores e até daqui uns dias... 😘

Capítulo 8 - O Assassino


Fanfic / Fanfiction Pleasure House - Capítulo 8 - O Assassino

O mascarado misterioso andou pelos cantos mais escuros da boate, parecia se camuflar nas sombras, a pistola ainda quente estava no coz da calça. A negona em cima de Neggan era gostosa, até antes de morrer aquele filha da puta tinha sorte. Ele entrou na parte funcional da boate, já eram quase três e meia da manhã e alguns funcionários já tinham deixado suas funções de lado para descansar, daquela hora em diante era só orgia. Uma das assistentes de cozinha terminava de lavar a louça quando sentiu uma presença estranha. Ela virou para trás e viu um homem enorme de capuz e toca ninja.

- Não pode ficar aqui, só é permitido para funcionários… - Repreendeu a garota com cara de brava.

- Eu não perguntei nada gracinha…

Respondeu dando um sorriso sacana, a garota não teve jeito de reagir e foi arrastada para a dispensa com a boca sendo coberta pela mão do homem mascarado.

- Você vai ficar quietinha e eu vou ser gentil com você… ou você pode continuar se debatendo e vai ser bem mais doloroso. - Falou segurando o maxilar da jovem que se debatia debaixo do corpo pesado.

Ele amarrou as mãos dela junto a uma enorme estante de enlatados, era pesada o suficiente para mantê-la presa sem perigos, um pedaço do saco de farinha foi usado para tampar a boca da jovem.

O assassino rasgou a blusa do uniforme da loira, pegou a faca mais próxima e rasgou o sutiã revelando peitinhos pequenos e rosinhas, ele passou a mãos pelo corpo dela, mas ela continuava a se debater.

- Fica quieta vagabunda, se não vou estourar seus miolos… - Revelou a arma o que a fez arregalar os olhos e ficar quieta.

Pode parecer loucura, mas Zoey, a garota que estava ali com o assassino tinha fetiches bem estranhos e um deles era ser forçada a transar com um ladrão maluco, os dedos grossos deslizaram sobre sua pele arrepiada, e mesmo gostando ela se debatia bancando a vítima indefesa, o homem rasgou, literalmente sua calça leggin e em nem precisou rasgar a calcinha era tão pequena que bastou colocá-la pro lado pra ele vislumbrar a vagina dela, era pequena, perfeitinha, do jeito que ele gostava, e quando ele se ousou a sentir a buceta da loira se surpreendeu, ela estava molhada.

- Aaah, você tá gostando é? - Ele sussurrou com voz de safado. Ela negou com a cabeça, mas ele acariciou com leveza o clitoris, fazendo ela fechar os olhos brevemente.

- Gostou sim sua putinha, você quer mais não quer? - ela voltou a negar e ele voltou a brincar com o clitoris dela arrancando um gemido baixo, ela tentou escapar dos dedos dele, fingindo não estar gostando, mas os dedos roçavam no seu ponto de prazer e ela relaxava por alguns segundos.

- Para de tentar fingir vai… - Ele soltou o saco da boca da garota, ela olhou pra ele com semblante inocente. - Adoro foder essas novinhas safadas. Abre a boca piranha…

Zoey se negou, mas ele abriu a calça e colocou a enorme rola pra fora, tinha a cabeça rosada e estava semi duro, imagina completamente? A boca da loira salivou, ele a fez lamber a cabecinha, sugar ela com vontade, passar a língua na fenda e ele continuava a siririca intensa, a buceta dela pulsava nos seus dedos e o cacete dele na boca dela. Ela passou os lábios e sugou cada centímetro de rola, desceu pras bolas e tentou colocar as duas na boca, brincou com a língua, sugou cada uma enquanto se empenhava em uma punheta desajeitada com as mãos presas. O homem estava adorando aquele boquete,a boca da garota parecia de veludo e ela mamava com vontade tentando extrair o seu leite, ele passava o pau na cara dela, batia com a cabecinha naquela língua quente, e ela se deliciava como uma criança  é um pirulito. Mas a boca já não era o suficiente, o assassino o interrompeu o boquete e a siririca, cuspiu no na mão e passou na cabeça do cacete.

- Agora eu vou arrombar essa sua buceta, sua loirinha safada…

Zoey ficou de quatro e com o rosto apoiado no saco de batatas, o assassino se posicionou atrás dela e o seu cacete foi entrando centímetro por centímetro dentro daquela pepequinha quente, foi arrombando ela por inteiro, Zoey gemia e gritava, aquele cacete era grosso, era enorme, era quente e pulsava dentro dela.

- Me… fo-aaaah… fode, fode…- implorou quando ele deixou a geba dentro dela apenas sentindo as paredes apertarem, ele iniciou num vai e vem frenético impulsionando o corpo da loira pra frente, sua rola batia no útero dela, ela gritava, rebolava, gemia. Ele fodia, fodia sem parar, sentia aquela quentura nas suas bolas babadas pelo líquido dele e dela, sentia elas batendo no grelinho da loira gostosa e isso fazia ele querer ir mais fundo.

- REBOLA NA ROLA SEU MACHO SUA PUTINHA…

Ela rebolava com mais destreza, se movimentava com ele e aquele tesão era completamente alucinante, as pernas dela estavam molhadas com aquelas estocadas fortes e frequentes, a pepeca ardia um pouco, mas não se comparava ao prazer. Ele estava louco, as veias do pau estavam mais grossas e pulsando sem pausa alguma, os testículos se comprimiam e os primeiros jatos de porra que preencheram a buceta dela foram seguidos de um tiro que acertou a têmpora da garota cessando seu gemido de imediato.

Ele ainda gemia dentro dela, os joelhos penderam​ e depois que ele estava vazio vestiu as roupas e deixou a garota Zoey para trás, toda fodida e morta.


Notas Finais


Nheee Zoey não teve um final muito bom, quantos mais será que esse cretino vai matar? Ideias? Opiniões? Favoritar? To aqui pra vocês meus dengos. Boa noite ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...