História Poção do amor - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook/ Jungkook / Jimin /
Exibições 63
Palavras 1.145
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Não


-Assim. -Ele disse e passou uma das mãos em minha cintura e outra segurou minha nuca, ele se juntou ainda mais a mim e com um simples movimento nossos lábios foram selados, o beijo começou a se tornar mais profundo e nos separamos por falta de ar.
   
    As nossas testas ainda estavam coladas, Tae e Yura estavam como escandalosos dando gritinhos  e dizendo coisas que eu não fazia o menor sentido de prestar a atenção para entender, tudo que importava agora era o Jimin e eu. Eu devia estar vermelho como uma pimenta minhas bochechas estavam queimando, meu corpo estava quente eu estava soando e parecia que havia borboletas dentro de todo o meu corpo, os lábios de Jimin estavam entreabertos pareciam estar me convidando para outro beijo, mas eu estava com tanta vergonha de pedir ou tomar a iniciativa acabei apenas olhando para eles, Jimin viu para onde eu olhava com desejo e deu um sorriso, as suas mãos foram até a Minha cintura aonde ele deu uma apertada os nossos corpos ficaram ainda mais Unido, ele se aproximou e achei que ele fosse me beijar e fechei os meus olhos, mas ele me abraçou, um abraço apertado, a sua boca foi até o meu ouvido aonde o mesmo começou a sussurrar.

-Assim que é gostar de alguém -Sua voz me causou arrepio, o mesmo foi até o meu lóbulo aonde ele deu uma mordida me fazendo soltar um suspiro o mesmo deu uma leve risada.

-Jimin... -Ele separou o nosso abraço e colocou um dedo em frente de minha boca e fez um barulho de "Xi" com a sua.

-Não é a poção, não mais, -Ele disse e eu estava muito envergonhado, não sabia aonde olhar, acabei fitando a parede eu não tinha mais como olhar para o Jimin eu estava tão envergonhado. E se ele estivesse brincando comigo?

-Você gosta de mim? -Eu perguntei e comecei a morder o meu labio.

-Não-Eu Disse Jimin, toda aquela felicidade que eu Tava foi por água a baixo.

-Eu usei acho que vou ir para sala, acho que ouviu o sinal - Eu disse e quando ia embora Jimin me segurou, fazendo nossos rostos ficarem próximos.

-Eu não gosto de você, eu -Ele disse e o Tae o interrompeu.

-Você não precisava vir até ele aqui e magoar ele ainda mais, não deixe ele iludido com esse amor falso -Disse Tae puxando Jimin para longe de mim.

-Jungkook vem -Disse Yoongi me puxando dali em direção ao banheiro. Minhas lágrimas saiam e ru estava eu choque. Porque ele brincou assim comigo?

-Meu caralho - Disse Jimin empurrando Tae e depois o Yoongi de perto de mim. Ele veio até mim e agarrou a minha cintura.

-Você brincou comigo dessa forma isso foi cruel, eu já te pedi desculpas várias vezes, não foi o suficiente para você? -Ele me apertou ainda mais contra o seu corpo.

-Não fala nada -Ele disse e eu comecei a dar tapinhas e soquinhos em seu peitoral

-Eu te odeio, me esquece e se demita desse emprego suma da minha vida -Fui interrompido por seus lábios, ele me deu um sela e logo pediu passagem com a língua e eu logo cedi minhas mãos foram até o seu cabelo aonde eu apertei, nos separamos do beijo por causa da falta de ar.

-Essa é a única maneira de calar sua boca? -Eu ainda estava chorando, como sempre chorar e a única coisa que sei fazer e Jimin me olhava de maneira diferente, com paixão

-Eu nao gosto de vocd eu amo você Jeon Jungkook - Jimin disse e eu fiquei surpreso

-V-voce me ama? -Eu perguntei e ele assentiu.

-Sei que para você e repentino e talvez inacreditável, mas desde o primeiro dia que te vi eu te achei atraente, aí você começou a me provocar e eu tinha que me controlar, quando te vi triste eu não conseguia nem dormir, nos dois erramos eu sei disso, no dia do motel -Tae e Yoongi me olharam com malícia até mesmo Hoseok que acaba de chegar me olhou com malícia.

-No motel? - Eu perguntei, queria ouvir cada palavra que Jimin tinha a me dizer.

-Você estava tão lindo, você paga de pervertido mas você é inocente isso é uma das minhas partes favoritas em você, você é eu temos os nossos problemas, mas somos incríveis e eu amo você- Ele disse e segurou minha mão.

-Jimin-Eu o chamei.

-Que?

-Eu te amo -Eu disse e ele riu.-Por que tá rindo?

-Você fica fofo com vergonha
Ele dois se é eu dei um tapa no seu braço, eu abaixei minha cabeça e ele elevou suas duas mãos e limpou as lágrimas que estavam no meu rosto.

--Nunca Mais chore-Ele disse

-Então não vá embora- Eu disse e o abracei.

-Não vou a lugar nenhum. -Ele disse e eu me apertei no abraço que foi retribuído por Jimin.

-Desculpa interromper, mas hoje vai ter uma festa de pijama na casa do Hoseok e quero vocês dois lá, vocês vão né? - Tae pergunta.

-Quem vai? -Eu perguntei.

-Só a gente. -Respondeu Hoseok abraçando Tae por trás.

-Você pode ir Jimin? -Perguntei e o mesmo assentiu.

-Ótimo vejo vocês as oito horas da noite, aproveitando que amanhã é sábado vamos deixar por dois dias sábado e domingo então peguem muda de roupa para dois dias. -Ele disse e nos concordamos.

    Hoseok saiu com os meninos para a aula e eu fiquei a sós com o Jimin.

-É... -Eu disse mas o sinal tocou e claro eu bufei.

-Te vejo mais tarde patrão- Ele disse e me deu um selinho.

      Eu fui até a sala e me sentei na cadeira e fiquei olhando a parte de fora pela janela, tudo estava dando certo. O professor de inglês entrou na sala e começou a passar uma prova  que por sinal estava muito fácil. Pela primeira vez não estou colando de alguém.

     O sinal bateu e todos os alunos entregaram a prova, Tae estava com uma cara de "tô fudido" eu até achei engraçado porque parece que o jogo virou para Kim Taehyung.

    Eu sai da sala e me despedi do Tae e dos meninos, já tínhamos combinado até mesmo o nosso pijama e eu iria com um pijama preto e branco.

  Fui até o estacionamento mas fiquei surpreso em ver Jimin me esperando, ele estava tão lindo, devia ter saído da educação  física pois o mesmo estava ofegante e vermelho.

-Demorou.

-Eu estava falando com o Tae sobre o pijama que vou usar.

-Coisas se garotas - Ele disse e eu dei um soquinho no seu braço.

-Para. -Eu disse e ele me deu um selinho.

-Posso te perguntar uma coisa? -Eu assenti.

-Perguntei o que você quiser -Eu disse e ele riu  .

-Posso tocar na sua bunda?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...