História Podemos mudar o destino? - Capítulo 50


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Personagens Originais
Exibições 66
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aí as meninas pira nessa imagem 😏

Capítulo 50 - Capítulo 50


Fanfic / Fanfiction Podemos mudar o destino? - Capítulo 50 - Capítulo 50

POV KAEDE

Eu irei passear um pouco,certamente vai me acalma disso tudo,sair da casa e comecei a correr muito rapido,fiquei pulando de galho em galho e preda em preda Estava tão bom ficar correndo afinal não sou dessas de ficar de romance e gostar de usa vestidinho eu era...uma vampira solitária que adora lutar e correr

Aquele monstro falou que eu era fraca que nem meu pai,será que o meu pai já lutou com esses monstros ? Afinal não sei como ele morreu...se for pode ter certeza eu irei devender sua honra. Depois de tanto correr cheguei até a beirada da montanha lá tinha um pôr-do-sol lindo meu pai certamente Íria gostar

Peguei uns pedaços de madeira e os juntei em uma corda e enterrei na terra de frente para o pôr-do-sol,um túmulo pra ele assim ele sempre vai vir aqui pra ver essa pela vista. Me abaixei juntei as mãos e comecei a rezar papo meu pai e meus colegas que morreram

Ayato-olha você é igual a yui,acreditar em Deus 

Kaede-acontecer que eu acredito em deus por quê eu tenho um coracão diferente de você(falei me levantando e olhando pra ele cara a cara)

Ayato-você devia pensar duas vezes antes de me desafiar e fazer chacota do grande eu

Kaede-tá bom senhor(Falei debochando dele)-mas você já devia saber como eu sou uma louca barraqueira ,mas que têm um monte de amigas e sempre dispota a fazer tudo pra ajudar os meus amigos,e quando digo amigos quero dizer até mesmo você e seus irmãos e por favor não me compare  com a Yui(após falar isso ele me olhou um pouco supreso)

Ayato-eu sou seu amigo é ? Então vamos ver(falou ele indo até um penhasco)você me salvaria? 

Então ele...se jogou de vez,imediatamente me corri até a beirada e não tinha escolha tinha de salvá-lo eu disse que ajudaria a todos,pulei imediatamente e me agarrei a ele

Ayato-Haha você veio mesmo ?

Kaede-cale a boca(falei mudando de posição o botando entre meus os meus seios e o apertando)

Talvez assim o meu corpo ia amortece a queda dele,ele até poderia ser um vampiro mas eu tinha dito que ajudaria todos e eu também não morreria com uma queda de 20 mil metros de altura...acho

Ayato-me solte

Kaede- NÃO,EU PROMETI,EU IRIA PROTEGER TODOS MESMO SENDO FRACA E IDIOTA(falei já quase chorando)

Ayato-você certamente é idiota(falou ele mudando se posicão e me apertando contra seu peito)

Então senti a queda o ayato tinha me protegido,me levantei no mesmo instante e o...IDIOTA ESTAVA RINDO

Ayatp-não acredito haha eu sou um vampiro não morro com uma queda dessa

Eu estava tremendo,esse...idiota,me deitei no lado e o abracei,ele parecia surpreso 

Kaede-faz isso de novo que te mato e depois te revivo pra matar de novo(falei com os olhos lacrimejados)

Ayato- hahaha não seja idiota KAEDE(falou ele me abraçando)

Kaede-vamos voltar está tarde os monstros podem aparecer (falei me levantando)

Ayato-certo,mas antes

Ele me puxou pro chão novamente e eu caí por cima dele,ele então me beijou,era tão bom e quente nossas línguas estavam lutando entre sí era diferente daquele outro beijo,suas mãos foram deslizando pelo meu corpo até chegar na minha bunda a qual ele apertou...HORA DE ACABAR O BEIJO,me separei dele e o mesmo me olhou com vários expressões tipo,raiva,tristeza e decepção 

Kaede-certo vamos logo embora(falei me levantando)

Ayato-justo na parte boa ?(falou de um jeito sacana)

Kaede-vamos logo cacete

Ayato-o teu pai

Kaede-tua mãe

Nós dois nós acabamodos de rir e fomos para casa,sem olhar um por outro por todo o caminho

POV KIN

estava caminhando tranquila pelo corredor da casa e não estava abaixei,de repente sinto algo me tocar me virei pra trás e era o reiji

Reiji-sabia que é perigoso ficar andando pelo corredor a essa hora ?

Kin-a essa hora ? Ainda nem é de noite vai dar ainda

Reiji-que seja ou não,esses humanos podem querer fazer algo com você se a verem aqui

Kin-eu sei me devender,afinal eu cuidei dos monstros sozinha

Reiji-estou falando isso por quê eu estou preocupado com você(falou ele de calmamente limpando seu óculos,certamente ouvir aquilo me faz ficar segura)

"Por quanto tempo ?"

Eu senti uma dor de cabeça muito forte e botei as mãos na cabeça,doia tanto eu nunca senti

Reiji-o que foi ?(falou ele preocupado)

Kin-estou com um pouco de dor de cabeça 

Reiji-venha comigo,vou lher dar um remédio 

Kin-certo

O segui até o laboratorio e ele me deu um chá que dizia ser bom pra dor de cabeça,eu tomei e me arrenpedi na mesma da hora eu fechei a cara e engoli

Kin-o resto não tomo de jeito nemhum(falei dando a chicara com um resto de chá)

Reiji-depois não diga que está com a cabeça doendo,pelo menos  tomou um gole sem jogar fora

Kin-certo,afinal eu sou um alimento preciso está bem saudável(falei camalmente fui até a porta e quando ia fechando ouvir bem baixinho "você não é comida é mais que isso" eu gostei de ouvir isso,fui pro quarto com um sorriso bobo no rosto)

POV ALICY

Estava de boa fora da  casa sentada num banco,lendo um livro de terror,adoro esses tipos de livro assim eu aprendo a ser assustadadora,estava numa parte boa do livro onde um monstro chega por trás do homem e devorar ele,quando alguém pôs uma mão no meu ombro

Alicy-PUTA QUE PARIU UM MONSTRO( me virei pra trás e deu uma pancada no "monstro" com um livro,até que ví que era o laito)

Laito-não sou tão feio assim pra ser chamado de monstro(falou ele ajeitando o chapéu)

Alicy-foi mal tava lendo essa história de terror aí você apareceu de repente me assustei

Laito-quando as garotas se assustam elas gritam,não chigam haha

Alicy-não sou qualquer uma e também nem sou humana

Laito-claro,bem esperado da bitch(falou se sentando no banco)

Alicy-eu já tó desistindo de convencer você,a me chamar de Alicy não bitch  

Laito-o que têm bitch é um apelido lindo

Olhei pra ele com cara de "o quê cê tá falando ? Tem demência cara ?"

Laito-deixar pra lá o que falei agora a pouco

Alicy-bitch um apelido lindo essa é boa haha

Laito-ora essa é bitch é linda quando sorrir

Alicy-eu sou linda mesmo não sorrindo laito(falei de um jeito metida)

Laito-têm razão bitch você é linda

Alicy-certo,o que veio fazer aqui ?

Laito-não é óbvio,quero seu sangue(Falou me agarrando fortemente,eu estava tentando me soltar mas era impossivel,ele então me mordeu e depois de um tempo parou)

Alicy-que saco viu Laito

Ele então me beijou de vez não dando tempo de falar o resto,tinha um pouco de gosto de sangue o beijo,mas não deixa-va de ser bom o clima estava esquentando,sentia cada parte do meu corpo pedindo por más,que corpo pervertido eu tenho,então ele parou de me beijar

Alicy-Quê parar de me beijar ou tá dificil laito(sair dalí zanganda,ficar me beijando sendo que não temos nada)










Notas Finais


Um easter egg de fairy tail a parte do túmulo, depois boto o da akemi e faço mais coisas beijinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...