História Poder Paralelo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Lilith "Lily" Page, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Neal Cassidy (Baelfire), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Roland, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sidney Glass, Sr. Gold (Rumplestiltskin), Tinker Bell, Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Swanqueen
Visualizações 58
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, FemmeSlash, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Já fazia um tempo que queria posta uma fic swanqueen, tava adaptando uma e tive idéia dessa aqui espero que gostem.

Capítulo 1 - Cap. 1. Decepção


Fanfic / Fanfiction Poder Paralelo - Capítulo 1 - Cap. 1. Decepção

Emma

Até onde podemos confiar nas pessoas principalmente quando se trata de sua própria família.

Bem posso dizer que não podemos confiar muito, sabe aquela frase (somos seus pais não importa o que ocorra estamos sempre do seu lado). Frase linda mais não é verdade eu sei muito bem disso. 

2013

- Pai por favor eu não tenho para onde ir não me expulsa de casa.

- Pensa-se nisso antes de engravidar e dizer que o filho e do Junior. 

- Mais eu não estou mentindo. Sinto uma ardência e meu rosto e logo percebo que minha mãe me deu um tapa.

- Sua vagabundo como tem coragem de falar isso do pobre menino sai dessa casa agora.

- Mãe, ela me interrompe.

- Não sou mãe de uma qualquer vai embora e nunca mais volte, onde já se viu inventar essas coisa quer, que seu pai perca o emprego. 

Sei que não importa o que digam eles jamais acreditaram em mim.

- Ok vou embora sou vou pegar minhas coisa.

- As únicas coisas que vai levar são as que estão com você,  mais nada. O que não posso acreditar nisso vou sair sem nada, respirou fundo pego minha mochila que está no chão ao meu lado e saio, mais não antes de um aviso. 

- Sabe senhor David, um dia ainda vai me pedi perdão por troca sua filha pelo emprego, e a senhora dona Mary de querer manter as aparências, cuspi as palavras com ódio e sai dela.

O que mais me dói e deixar meu irmãozinho Neal de apenas 6 anos, porém não posso fazer mais nada agora.

Caminho sem rumo pelas ruas da grande Curitiba já é noite e o céu ameaça chover, como estou sem sorte caiu um temporal e eu não tenho a onde ficar.

Dias atuais 

- Emma está tudo bem.

A voz de Ingrid me desperta de meus pensamentos. -Oi não escutei você chegar. 

- Tudo bem querida estava longe, lembrando de seus pais.

- Sim é não, hoje é o aniversário do Neal sinto falta dele.

- O querida sei que é difícil para você mais pense que não foi sua escolha.

- E eu sei mais ainda dói e muito.

- Ok vamos tentar mudar isso um pouco sabe aquela juíza super respeitada a Dra. Mills.

- Sei sim o que tem ela. - Soube que precisa de uma babá para os filhos. 

- Quer que eu me candidate a vaga de babá.

- Não você vai ser a babá das crianças. - Ok o que tá acontecendo aqui você nunca me expois assim desse jeito. 

- Emma receio que não posso mais te proteger como antes, sua voz era baixa e preocupada acredito que depois de quase 10 anos a " Operação Barão Branco" seja deflagrada.

- Eu sabia o que isso significava dessas palavras. 

Quando conheci Ingrid logo nós tornamos próximas tipo mãe e filha ela me deu todo o apoio que meus pais negaram. 

Graças a ela tive meu filho Henry que está com quase 3 anos, terminei meus estudos sou meio que nerd, me formei em Ti presto serviços para algumas empresas mais em anonimato.

Pode ser estranho para alguns porém e a forma que encontrei para poder ficar longe da família Jones.

Porém diante dessa informação sei que o certo é bancar a babá e ter uma certeza que não serei envolvida nas tramóias deles.

- Tudo bem Ingrid pode mandar o currículo para ela.

- Fiquei tranquila o pequeno fica comigo até você chegar do serviço. 

- Obrigada, tudo que posso dizer.

Após a saída da Ingrid, me peguei pensando será que quando isso acabar terei minha tão sonhada paz.

Bom se depender de mim darei um jeito de ajudar a juíza a pegar eles sem que ela saiba a verdadeira história sobre mim.

Um dia eu fui humilhada pela aqueles que amei, porém no jogo do poder não há coração. 



Notas Finais


Bom pessoal espero que gostem.
Erros arrumo depois😃😃😃
Capítulo curto porém com alguns questionamentos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...