História Poderoso Amor - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Júlio Cocielo
Tags Coci, Cocielo, Julio, Julio Cocielo, Luna, Poderes, Super Poderes
Exibições 47
Palavras 828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Four


-Ela não tem perca de memoria mesmo. Ah, que falta de educação a minha, prazer Alice. – a mae da Luna diz enquanto media a pressão da Lu (coloquei a mae da Luna so para vocês entenderem, mas depois eu so vou chama-la de Alice. Ok? Ok!) – ela ta fraca, Júlio traz ela pro porão por favor? E Igor pode ficar a vontade. – Alice diz e eu pego a Luna no colo tipo noiva de novo, Igor por escolha própria resolveu ficar na sala. Coloco a Luna em uma cama no laboratório deles.

 

-Então tia... como ela esta? – digo apreensivo.

 

-Ela esta bem, se você não tivesse a segurado, ela estaria pior...

 

-Se ela estaria pior, significa que aconteceu alguma coisa, né?

 

-Sim... mas calma, não foi nada demais, temos apenas que deixar ela de repouso, mas se quiser ficar aqui, pode ficar, ela ira talvez ate se recuperar mais rápido...

 

-Como assim?

 

-Júlio. – nessa hora ela põe sua mao em meu ombro – Minha menina é movida por emoções, na hora que vocês estavam trancados, ela falou alguma coisa?

 

-Ela falou que tava vendo a chave mas...

 

-Então, ela estava com medo do Igor não soltar vocês, ai ela viu a chave, mas desmaiou por não saber controlar os poderes, ainda. Mas se ela ficar sumindo, não se preocupe, vai significar que ela vai estar pensando em você, pois vai estar feliz.

 

-Obrigado por falar... eu iria me desesperar denovo – falo soltando uma risada fraca – vou ficar aqui com ela.

 

-Ok, cuida bem da minha menina. – ela disse me dando um abraço e descendo as escadas. (nessa hora finge que eles estão no quarto da Luna novamente)

 

Sento na cadeira em seu lado, pego em sua mao, penso em como você ira acordar, se vai me ver ou não, penso do pior ao melhor, mas sempre vendo seu braço começar a sumir quando pego sua mao, mexo em seu cabelo, falo que esta tudo bem estou tao preocupado com você que vem vejo a hora passar, olho no relógio de parede do seu quarto e vejo a hora.

 

-Oito e meia da noite, caraca boneca, esta tarde, vou ter que ir, desculpa, amanha eu volt... – tento falar mas logo sinto Luna apertar minha mão – Luna?

 

-Fica... por favor – ela diz fraca, e agora eu percebo uma coisa que não havia reparado antes... ela esta muito branca.

 

-Eu fico, mas vou chamar a sua mãe. – falo e ela solta minha mão, chegando na sala vejo que Igor já foi embora. – Tia Alice, a Luna acordou, mas ela esta muito branca.

 

-Vou ve-la, mas antes... Júlio, eu percebi que você esta preocupado com a minha filha, se quiser eu arrumo um colchão para você dormir com ela, talvez Luna se sinta mais segura, ela tem muito pesadelo a noite, eu sei como isso fara muito bem para ela, e to percebendo que para você também.

 

-Não tia, não precisa mesmo, não quero abusar d...

 

-Não ta abusando nada, você esta ate me ajudando a cuidar da minha pequena. Então você vai dormir aqui e pronto. – tia Alice diz com um sorriso no rosto, logo depois ela vai para um quarto de “hospedes” e volta com um colchão, eu vou atrás dela e ajudo a mesma a carrega-lo ate o quarto de Luna.

 

**POV LUNA**

 

-Mãe deixa o Júlio dormir aqui – falo enquanto vejo minha mae passando com o colchão na porta do meu quarto.

 

-Ela já deixou boneca. – diz o Júlio entrando no quarto e ajudando minha mae a arrumar o colchão.

 

-Entao, o lençol, cobertor e travesseiro ta no armário, é so arrumar, boa noite.

 

Minha mae sai do quarto e nos deixa sozinhos, sem assunto, o quarto vira um silencio total, nunca imaginei ficar num quarto sozinha com o Júlio... sou tirada de meus pensamentos por Júlio.

 

-Aqui ta quieto né?

 

-Sim... Quer jogar VideoGame? - se o silencio voltar agora, vamos estar concentrados no jogo, então são causaria tanta vergonha.

 

-Tem quais jogos?

 

-GTA, battlefield, fifa... – tento falar mas Júlio me interrompe.

 

-Pode ser fifa, ce sabe jogar né?

 

-Se eu sei jogar fifa? Meu filho, na minha escola antiga tinha sala de TV, e levavam PS3 para jogar fifa na aula vaga, faziam competição.

 

-E você jogava?

 

-Claro, mas eu perdia na final para uma tal de Cazzle...

 

-Cazzle Cavalari?

 

-Sim, a irmã do Igor, não vou com a cara dela, mas vamos jogar logo. – tento levantar da cama mas o Júlio me para.

 

-Não precisa levantar, me fala onde ta o fifa que eu pego.

 

-Na primeira gaveta em baixo da TV. – falo e ele pega o jogo.

 

Depois de um tempo eu começo a ficar com sono, como minha cama ainda não chegou, eu tava dormindo no colchão, e minha mae colocou outro do lado para o Júlio dormir, o mesmo deitou de barriga para cima e eu com minha cabeça em seu peito, ele fazia cafune em meu cabelo e apagamos depois disso...

 

Continua...


Notas Finais


Se tiver alguma duvida, faça nos comentarios


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...