História Poemas - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Dor, Emoções, Lágrimas, Pensamento, Poemas, Poesia, Rimas, Sentimentos, Versos
Visualizações 5
Palavras 386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Mutilação, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse é mais grande para quem gosta de ficar bastante tempo lendo e se sentir em outro mundo como eu Kkkkkkkk
Se notarem qualquer erro porfavor avisem para eu poder corrigir ele, e sem gostarem porfavor comentem para ajudar.
Espero que gostem e boa leitura ^^

Capítulo 3 - Amor o Sinônimo da Dor


Fanfic / Fanfiction Poemas - Capítulo 3 - Amor o Sinônimo da Dor

AMOR… O SINÔNIMO DA DOR.


Eu odeio essa noite

Eu odeio estar em um sonho

Eu odeio o "nós"

Eu estou eternamente sem rumo…


Não te quero mais do meu lado

Sua presença só me trás dor

Então porque ainda preciso do seu amor?

Essa minha fase tem sido um horror…

Então não me abandone mais porfavor

Não me abandone mais porfavor…


Como as auroras que erradiam

Como as estrelas que brilam

Como as marés que sobem

Como as rosas que um dia morrem

Sou eu nas noites que penso em você

Mas logo o sol nasce e tudo se apaga

Pra mim isso não é viver


Está noite serei salvo

Está noite serei livre

Sem me prender as correntes

Que antes eu mesmo criava

Agora que tudo passou

Não quero ter outra crise

Tentando ser feliz

Mais ainda vivendo triste


Choro, morro e logo fico de luto

Pela minha alma

Que vive na imensidão do escuro

Esse breu não me abandona

Essa dor também não

O único ser que eu quero me deixou

Para apodrecer na dolorosa da solidão


Eu odeio o amor

Eu não sei mais viver

Eu odeio estar aqui

Eu não aguento mais sofrer


Minha vida é uma maldição

Porfavor venha logo

E salve-me da escuridão

Estou completamente sem rumo

Me livre deste tão cruel mundo

Este planeta é tão impuro

Venha comigo fugir deste infernal lugar

Que infelizmente chamamos de mundo


Meu sangue suor e lágrimas

Pegue tudo e vá

Para nunca mais voltar

Se for para me magoar

Me abandone agora

Para não me fazer mais chorar


Eu vago por aí sem rumo

Estou sem direção...

Isso virou minha pior abominação

Minha mente está uma confusão

Minha mente perdeu a razão

Minha mente só mente pro meu coração


Eu vago sem rumo

Até virei noturno

Não sei mais o que fazer

E isso chega a ser estúpido

Me de suas mãos e salve-me

Antes que seja tarde


Não diga nada

Não faça nada

Não use sua boca para falar

Só use ela para me beijar

Neste mundo sinto que cada vez mais estou perdendo você

Cada dia que passa você está mais distante

Mais longe, mais impossível de ficarmos juntos por um instante


Isso dói

Dói demais 

Não quero essa dor nunca mais

Se você for embora então me deixe logo em paz


Errado, incorreto, nulo

Tudo o que fiz agora me causa custo

Errado, incorreto, nulo

Tudo agora me parece tão impuro

Errado, incorreto, nulo

Não suporto mais viver sem você neste tão miserável mundo

Errado, incorreto, nulo

Eu agora estou fugindo eternamente sem rumo...


Notas Finais


Estou aberta a pedidos dos leitores, então se quiserem um poema com algum tema em especial podem pedir que com o maior prazer eu postarei para vocês.
Se notarem algum erro porfavor avisem para eu poder corrigir isso, e se gostaram porfavor comentem para ajudar.
Espero que tenham gostado e até a próxima ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...