História Poemas de uma Suicida - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Auto-mutilação, Poemas, Poesias, Suícidio
Exibições 24
Palavras 42
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Mistério, Misticismo, Poesias
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 22 - Senti-me só


 

Senti-me só

Faduli

 

 Senti-me só

E o mundo continuou a girar como se nada tivesse acontecido
Uma vida acabada
Sem direito á funeral e a Dia de Memória
Mas... Ainda assim...
Não vivi tuas dificuldades...
Ninguém tirou minha liberdade...


Mas sinto-me só

 

 


Notas Finais


Cá estou eu, por que eu não atualizo a mais de um mes?
Bem, sabe as "expicações" que eu dou no fim de cada capitulo?
Não é algo que eu goste de fazer, o bom do poema é você interpretá-lo, e eu realmente só o fazia por obrigação, peço então que vocês realmente entendam, que eu não me sinto bem com isso e me desanima a postar.

Beijos de luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...