História Poesias aleatórias - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Menina Que Roubava Livros, A Menina Submersa: Memórias, Amanhã
Visualizações 5
Palavras 142
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Poesias

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - Afogando


Fanfic / Fanfiction Poesias aleatórias - Capítulo 16 - Afogando

Acho que enlouqueci há um tempo atrás.

Por que eu tenho visto alguns fantasmas.

E eu estaria mentindo se eu dissesse que eu estou bem,

Mas eu minto,

Sim, esses pensamentos que eu nunca falaria  em voz alta.

Já chorei em silêncio, mas nunca gritei.

Como um furacão, esses tiros richoteiam.

Com a visão embaçada , ando atordoada, por  onde passo.


As facadas das pessoas já não me magoam mais.

Nenhum dos meus sorrisos são verdadeiros.

Não há motivos para ficar...

Já não ligo  dor, já não sento amor, 

O sofrimento das pessoas já não me faz diferença, a cada dia que passa,

Mais fantasmas vejo,

Me matei aos poucos, deixe - me sufocar , 

Cada vez mais fundo e escuro ficava.

Sensação de estar me perdendo , no meio de nada.

Por alguns estantes ansiei por alguém,

Mas enquanto estiver assim, afasto qualquer um que queira me ajudar.

Não entendo, talvez eu queira ficar... Longe de tudo isso.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...