História Poesias da madrugada - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 4
Palavras 188
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lírica, Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Quantas ?!


E quantas vezes tu pensou em diversos motivos p'ra continuar?
Para não desistir
Mas não havia nenhum
E  tu pensou em fazer aquilo que no momento parecia ser o correto
E não havia motivos e nem coragem

Ficou lá só 
Somente pensando
No que fazer ?
Nos motivos e razões
Para prosseguir
Nas circunstâncias ao qual te levaram a estar ali

Pensando em tudo o que te aconteceu
Nas pessoas e lugares que conheceu
Em tudo o que viveu
E como até ali sobreviveu

Olha no espelho e ve o seu reflexo imbaçado
E uma lágrima estais a cair
Você torna a pensar
E seu rosto começa a por inteiro se molhar
Você se desmancha  a chorar

E não há ninguém
Ninguém pra te julgar
Ninguém pra te ajudar
Ninguém pra perguntar

Quando há pessoas em volta
Você disfarça e sorri né? 
Eu sei como é
E esconde o  que está a sentir ?
Também sei como é

Mas depois quando estais só
Coloca tudo para fora
E como sempre chorando
Em silêncio e não há ninguém te escutando
Quantas vezes?  Foram quantas ?
Incontáveis né?  Eu sei



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...