História Poison [Vhope] - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Álcool, Jikook, Namjin, Romance, Vhope
Exibições 74
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores, voltei!

Gostaram da capa nova?

Boa leitura.

Ps: Perdão por qualquer erro.

Capítulo 5 - You're Mine


Fanfic / Fanfiction Poison [Vhope] - Capítulo 5 - You're Mine

   • Narração •

     Naquela manhã de segunda-feira um grande brilho resplandecia em Hoseok, talvez fosse seu sorriso cheio de carinho ou até mesmo seus olhos ávidos que se enchiam de brilho a qualquer momento, neste dia ele havia acordado muito melhor do que os anteriores, por algum motivo seu coração trabalhava de forma agitada e contagiante, ele decidiu que seria agradável se arrumar melhor hoje, mesmo que a faculdade exigisse uniforme faria algumas mudanças no que chamariam de tradicional. Tomou um banho prolongado, uma das vantagens de acordar cedo, logo depois apressando-se para se vestir. Vestiu sua calça preta e deixou sua camisa branca sobre a cama, normalmente usaria sua gravata para não desintuar do padrão estabelecido, porém, tirou de seu guarda-roupa sua jaqueta de couro e decidiu que cortar as mangas da camisa seria adequado para a ocasião, vestiu ambas as peças, depois de customizar do jeito que lhe parecia melhor e deixou que seus cabelos molhados dessem o melhor contraste que poderiam quando os deixou levemente bagunçados, calçou seus tênis brancos e pegou seu material. A faculdade que o aguarde.
 
       Assim como em todas as manhãs Jimin e Jeon passaram por sua casa e foram surpreendidos pela aura contagiante de Hoseok, pois ele estava lindo e animado, mais que o normal. Os dois observaram Jung e continuaram boquiabertos, certamente queriam falar algo porém tudo que escapava-lhes da garganta eram sons desconexos e repetitivos.
 
       — Bom dia, pequenos — Hoseok beijou a bochecha de cada um e sentou-se no fundo do conversível. Jimin o encarou com um sorriso brincando em seus lábios.

        — Hobi! Senti saudades da sua animação — Confessou, finalmente dizendo algo e Jungkook se apoio no ombro do namorado, fazendo manha.

       — Também senti saudades, Hope-Hyung — Jeon fala um tanto baixinho, Park rouba um breve beijo do mais novo que permite que um sorriso de canto se forme em sua feição.

       — As vezes eu acho que vocês esquecem que estou aqui. Estão abusando só porque tem conhecimento de que são o meu casal favorito? — Questiona em um tom brincalhão, arqueando a sobrancelha.
 
        — Nunca Hyung — Jeon responde, mandando um beijo no ar para o mais velho que responde com um sorriso.

[ ••• ]
 
        Foi uma questão de minutos para que o trio de amigos chegasse até a instituição, o campus estava cheio como sempre e as pessoas conversavam alto e animadamente, Hoseok desceu do carro acompanhando Jimin e Jeon, enquanto Jung cursava quiropraxia os dois mais novos cursavam arquitetura e urbanismo, assim passando a maior parte do tempo juntos.

      Hoseok ofereceu um sorriso enquanto via Jimin e Jeon passando pela porta da sala, era apenas o primeiro ano deles. Jung se direcionou para sua sala e no caminho pelos corredores ganhou vários olhares e até mesmo alguns números que foram parar, por coincidência, no bolso de trás de sua calça. Meneou a cabeça rindo e sentou-se na fileira do meio, aproveitando que a sala estava vazia para ler um pouco, estava tão concentrado que nem percebeu quando uma silhueta conhecida se aproximou por trás.

      — Jhope — Cumprimentou fazendo com que o outro elevasse seus olhos, reconheceu no mesmo momento aqueles cabelos loiros. Namjoon.

      — Monster — Levantou, o abraçando de lado e dando leves tapinhas em suas costas. — A quanto tempo, pensei que você tinha trancado a faculdade.

      — Cheguei a cogitar essa possibilidade, mas, já cheguei até aqui e não iria deixar tudo assim de uma hora para outra.

       — Jin te convenceu não é? — Questionou com um sorriso perverso em seu rosto, implicando com o mais velho, sempre gostou de fazer isso. Descontrair traçava uma parte de sua personalidade.

      — Aish, sim foi isso, sem comentários ou gracinhas. Eu continuo sendo o seu Hyung — Faz um sinal, dando a entender que continuaria de olho em Jung que respondeu com um aceno de cabeça enquanto a sala começava a ficar cada vez mais cheia, a professora havia chegado, entrou sem ao menos falar algo e começou a entregar novas apostilas para todos, provavelmente mais alguma trabalho longo e cansativo. Leu tudo em silêncio, ótimo, como se não bastasse a tese que havia formulado semana passada sobre imprudência, negligência e imperícia médica teria que elaborar um modo de simular de forma real a coluna vertebral antes e depois de um tratamento por meio da quiropraxia. 


[ ••• ]

     A aula passou de maneira demorada e foi  preenchida por cochichos e murmúrios de desaprovação, Hoseok respirou fundo e depois de uma longa hora de levantou cadeira, era apenas o intervalo de uma hora para outra mas isso seria o suficiente para que pudesse espairecer um pouco, precisava disso. 


    Caminhou silenciosamente pelos corredores vazios e quietos, até que sentiu seu ombro ser tocado por alguém, se virou um deu um sorriso ao ver quem era. 


      — ChanYeol, wow, você está incrível — O mais alto sorriu e negou. 


      — Você que está Hobi, se me permite dizer está muito... sexy! — Jung podia sentir suas bochechas serem consumidas por um grande calor, elas provavelmente estariam vermelhas agora. 


     — Eu não sei ele, mas, eu não permito — Ouve a voz conhecida atrás de si, sussurrando ao seu ouvido de maneira firme, um espamo passou pelo seu corpo pela surpresa. 


      — E porque não? — Questionou Hoseok, afastando-se do calor do corpo de Taehyung que protestou com o olhar, porém manteve sua posição inabalável lançando um olhar feio para ChanYeol, que apenas levantou suas mãos em sinal de rendição e saiu andando pouco a pouco. 


       — Porque você é meu, apenas meu! — Proferiu em plenos pulmões. 


       — E porque você têm tanta certeza disso? — Fez menção de se afastar e ir procurar qualquer outro lugar para ficar, entretanto seus planos foram destruídos quando a mão forte o segurou com precisão pelo pulso, o puxando para perto. Muito perto. 


      Kim levou a mão de Hoseok até o seu peito e a posicionou diante de onde o seu coração batia, aconchegou sua mão por cima da do mais velho enquanto olhava de modo fixo para seus olhos.


     — Acho que eu descobri muito tarde que as batidas de meu coração pertencem a você. 


      Sussurrou baixinho antes de soltar o mais velho, virou e seguiu seu caminho, Jung correu  atrás de Tae e segurou sua mão de forma desesperada e pela primeira vez sentiu a sua ser segurada de volta. 


    "Apenas para os seus olhos, eu mostro meu coração."


Notas Finais


Eu estou muito sentimental hoje, me desculpem se o capítulo saiu muito ruim...

Vocês acham que o Tae está mudando?

Perguntinha: De onde vocês são?

Beijos e até a próxima atualização. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...