História Poisoned Blood - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Cole Sprouse, Dylan Sprouse
Personagens Cole Sprouse, Dylan Sprouse, Personagens Originais
Tags Bts, Cole Sprouse Sprouse, Jhope, Riverdale
Visualizações 7
Palavras 1.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


I'm finally back !
Enjoy reading <3

Capítulo 8 - Demons


Fanfic / Fanfiction Poisoned Blood - Capítulo 8 - Demons

Autora P.O.V

Judy Warren, 17 anos, filha dos investigadores para normais Lorraine e Ed Warren.

Depois que Marrie Warren, mãe de Lorraine e avó de Judy, cometeu suicidio, a familia Warren resolveu se mudar da casa onde moravam e se mudaram para uma casa  no campo, perto de Nova Orleans, era uma casa nova, foi construida em 2005. 

   Com a mudança de Bridgeport, Connecticut para Nova Orlens, Judy teve que mudar de escola tambem, ela foi para Howard High School. 

----------- Time Breake------------

Durante a viajem Judy olhava para a estrada vazia, para as árvores altas, ela estava triste, ela e sua avó era muito proximas, a morte dela afetou muito Judy, inclusive sua clarividencia, Judy havia herdado a clarividencia de sua mãe.

   Ninguem tinha entendido por que Marrie tinha cometido suicidio, ela parecia sempre feliz, alegre, faativa, animada, apesar da vida que os Warren levavam, ninguem nunca entendeu isso.

 Ao chegarem na casa, nenhum dos Warren se sentiu bem lá, talvez fosse saudes de Marrie, ou não. Judy foi guardar suas coisas e nem fez questão de olhar a casa.

-Querida ?- sua mãe apareceu na porta enquanto ela gurdava suas ultimas coisas- nós vamos andar pela vizinhança para conhecer o lugar, quer vir ?

-Claro, espera só eu guardar isso

-Pegue o casaco, estremos esperando na sala

 Guardou suas coisas, pegou um casaco, e desceu as escadas encontrando seus pais na porta

-Vista-se, esta frio- disse seu pai

Vestiu o casaco de má vontade e saiu junto de seus pais, não haviam casas a volta, bom, pelomenos se tinham não eram perto, a unica coisa que parecia ter vida ali perto era um lago, tinha alguns peixes e nada mais, e mais loonge tinha uma especie de caverna

-Fiquem aqui- disse Ed- se tiver algo lá dentro corram pra casa

 Edward foi andando ate a caverna, não havia nada lá, não havia nada LÁ. Judy e Lorraine voltaram na frente, como eu já disse antes, as duas eram clarividentes. 

-Mãe- Judy disse assustada apontando para a figura de uma mulher nua agachada as olhando fixamente de cima do telhado

-Va pra tras Judy- Lorraine puxou Judy para tras e ficou olhando aquela figura

-Lorraine ?- Ed apareceu assustando as duas que desviaram sua atenção para ele, quando olharam de volta, não havia mais nada.

Cole'sPOV

Tinha saido de casa pra caminhar um pouco no campo que havia aqui perto, nada muito longe, quase ninguem andava por lá, já que tinha uma casa meio estranha por lá, mas eu não acredito nessas coisas. 

   Passei na mercearia e comprei umas latinhas de cerveja e uns snacks e fui andar pelo mato, natureza traz calma.

 Estava andando passei por uma casa velha no meio da floresta, perto dela tinha um lago e uma caverna, na frente da casa havia um carro preto, passei em frente o lago, e vi alguem lá dentro, era uma mulher, nua de cabelos negros e cumpridos, ela olhou pra mim e começou a se levantar eu fui me afastando, ela ficou de pé e começou a correr atras de mim, e eu logico a correr e a gritar, mas ela me alcançou, e começou a tantar me sufocar, mas eu tentava segurar ela, quando uma mulher saiu da casa e começou a gritar, ela se aproximou, a coisa olhou pra ela

-SOLTE O RAPAZ- Ela falou e a coisa soltou um grito rouco, metalico, alto e horrendo- Deixe o em paz- a coisa foi e começou a correr atras da mulher, mas um homem segurando um Terço se colocou na frente dela, e a coisa sumiu, como se fosse fumaça,e eu fiquei com cara de retardado jogado no chão.

-voce esta bem ?- o homem se dirigiu a mim

-Eu..- coloquei a mão no pescoço, e minhas mão se encheram de sangue-..Acho que não

-vamos, entre- ele me convidou, com receio, entrei.

-Pode deixar que eu cuido dos ferimentos- a mulher disse

-vou fazer um chocolate, ele deve estar assustado-sorri

 A moça pegou uma caixinha de primeiros socorros, me deitei e ela começou a limpar os arranhões profundos do meu  pescoço.

-meu nome é Lorraine, como éo seu ?

-cole, Cole prouse

-Prazer-sorri

-O que foi aquilo lá fora ?- ela respirou fundo

-Cole, não existe apenas o nosso mundo, existe um mundo que poucas pessoas podem ver, o mundo do obscuro, o mundo onde ninguem deve entrar.

-O além

- se quiser chamar assim

-Tá dizendo que aquilo que me atacou era oqu ? Um demonio- eu disse sarcarstico

-Não necessariamente, cole, voce não acredita nisso né ?- neguei com a cabeça- Vejá bem, eu não vou te forçar, mas eu vou te mostrar um lado que voce deve achar interessante. Voce não acredita, mas provavelmente gosta de terror, misterio essas coisas ?

-Sim, gosto muito

-E se eu te disser que eu tenho um museu, de coisas amaldiçoadas, que ver ?- concordei na hora. Eu amava coisas de terror, por mais que fosse ateu, eu gostava muito. Então apenas segui como uma criança.

-Mas voce não pode tocar em nada, okay ?

-Okay. - Fomos ate uma porta meio isolada

-É aqui, não toque em nada, e me escute com atenção.- ( tudo oque for escrito apartir de agora, é verdade, pelomenos de acordo com os mes estudo do sobrenatural)-  algumas pessoas quando morrerm- entramos, e o lugar era cheio de prateleiras, com todo o tipo de coisa, brinquedo, joias, pratos, tudo.- Não deixam o mundo material, por que se apegam muito a suas coisas, as vezes uma joia- ela apontou para um colar de safira que havia ali- ou um brinquedo- apontou para um macaquinho na estante- o espirito dessas pessoas não encontram a luz, e acabam esquecendo dela, e tambem de toda a bondade do mundo, e acabam se tornando maus, perversos, e perseguem e de fato, assombram, todos aqueles que tentam se apoderar de seus pertences. Mas tambem existem os espiritos que são por natureza maus, esses procuram objetos, coisas, as mais simples, para ''possuir'', isso é só um termo, é impossivel possuir um objeto, mas ele pode usa-lo como ''esconderijo'', é como esta boneca- apontou para uma boneca que estava em uma caixa e madeira lacrada- Os donos diziam que havia sido possuida,mas como eu disse, é impossivel possuir um brinquedo ou objeto, então nos fomos ate a casa deles, ah, depois eu falo sobre minha profissão, fomos ate a casa para invesigar, e descobrimos que havia um entidade maligina manipulando a boneca, ou seja, não era a boneca quem fazoa as coisas mas sim a entidade, ele apenas usava a boneca, Entendeu ? 

-Entendi sim, mas por que ela ta lacrada ?

-A entidade que acompanha esta boneca é a mais perigosa e forte que nós já enfrentamos, e de todos esses casos- ela disse se referindo a o quarto- Esse foi o que nós realmente tememos

- Do que voce trabalha ?

-Eu e meu marido somos investigadpres paranormais

-voces fazem o que ?

-Quando alguem tem problemas ou acha que tem problemas, com espiritos, demonios, entidades, qualquer coisas que não pertence a esse mundo, nos vamos ate a casa da pessoa e investigamos, mas nos só podemos ir com a autorização do vaticano

- tipo exorcistas ?

-Na verdade, o exorcismo é um extremo, so podemos realizar um exorcismo com autorização do vaticano tambem.

-Entendi...- Saimos do quarto

-Cole, eu sei que voce não vai acreditar, mas eu sou obrigada a te contar isso.

-Oque é ?

-Voce só viu aquela mulher, e ela só te atacou, por que voce é clarividente tambem 

-Clari oque ?

-Voce pode ver o outro lado tambem cole ! Voce é Médium !


Notas Finais


Liked ?
Coment !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...