História Pokémon - A Yellow Adventure! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Blue, Leaf (Green), Mew, Mewtwo, Pikachu, Professor Oak, Red, Yellow
Tags Blue, Green, Pokémon, Red, Yellow
Exibições 17
Palavras 1.420
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Heeeeeeeeey! Eu não esperava que a Fic já conseguisse 4 favoritos! Isso foi demais, muito obrigada. *w*

Bem, nesse capítulo, daremos sequência a história. Vai rolar algumas tretas, mas, quem não gosta de uma treta? :P

Bem, espero que gostem. Boa leitura.

Capítulo 2 - Capítulo 2: Um homem misterioso, e a primeira batalha!


Laboratório Secreto – Localização Desconhecida – 2:53 AM

O laboratório era repleto de tecnologias de ponta. Alguns homens eram vistos trabalhando, em computadores com grandes monitores. Pareciam fazer algumas contas. Outros estavam vigiando o local por meio de câmeras, para ver se alguma atividade suspeita ocorresse. Dois cientistas, com jalecos brancos, estavam em frente a um grande monitor, que apresentava uma criatura esquisita. Essa criatura estava presa em um grande tubo de água, que estava conectado a uma máquina, que mostrava seus batimentos cardíacos e outras coisas. O corpo inteiro da criatura, inclusive sua cabeça, estava coberto por uma armadura.

Um homem, de cabelos da cor verde piscina, se aproximaria dos dois cientistas. Colocaria a mão no ombro de um deles, e ambos dariam espaço para o homem entrar no meio. Ele colocaria ambas as mãos na mesa, se apoiando e observando a criatura no telão. Após isso, o mesmo se virou para um dos cientistas, e disse:

— Libere a porta. Deixe-me entrar. — Exclamou o mesmo.

— M-Mas, senhor.. Não sabemos ainda se é seguro entrar.. — Respondeu um dos cientistas.

— Cale a boca. — Disse o homem, pegando na gola do cientista e o erguendo. — Lembre-se que Giovanni me deixou no comando, então, vocês vão fazer o que eu mandar. Agora, abra a porta, e me deixe entrar.

O cientista fez um sinal para o outro cientista, que apertaria alguns botões, abrindo uma porta que ficaria ao lado de onde eles estavam. O homem de cabelos verdes soltou o cientista e entrou na sala, vendo alguns Pokémon presos em tubos de água iguais ao da criatura, mas, este ignoraria os outros, indo diretamente até a criatura. O mesmo passaria a mão pelo vidro do tubo. A criatura tentaria se mover, mas, como estava imobilizada por várias injeções que haviam feito nela, o esforço não daria em nada. O homem daria uma risada, e diria:

— Há, Há! Você sabe porque você foi criado, não é mesmo? Uma arma de guerra.. Que ninguém vai poder destruir.. Você é o Pokémon perfeito.. E será usado como merece. — Disse o homem, dando outra risada.

A criatura soltaria um rugido baixo, e começaria a se mover. O homem se assustaria, se afastando um pouco, enquanto a criatura tentaria quebrar a armadura onde estava presa. O homem se afastaria mais, enquanto a criatura continuaria a tentar, até receber um choque, abaixando a cabeça, derrotada. O homem daria outra risada, saindo da sala.

— Criatura tola.. Sabe que não pode contra nós.. Apenas irá acabar se machucando.. — Diria ele, rindo, enquanto os cientistas fechavam a porta da sala.

Algumas horas depois..

Cidade de Pewter – 11:54 AM

Yellow tinha acordado faz pouco tempo. Estava pronta para sair na jornada que o velho Oak havia deixado para ela. Mas, tinha um problema.. Onde ela deveria começar a procurar pistas para o desaparecimento dos jovens? Oak não tinha deixado nada, nenhuma pista, nenhum lugar para ela procurar. Assim ficava difícil. Yellow estava sentada em uma calçada da cidade de Pewter, com Pikachu ao seu lado, pensando aonde deveria procurar. Pikachu estava deitado em seu colo, enquanto ela fazia carinho na cabeça dele, pensando.

— Poxa.. Aonde eu vou procurar..? O velho Oak também não ajudou.. Não me deixou nada.. — Pensava Yellow.

Enquanto pensava, a mesma acabaria por ouvir um grito. Ela levantaria, se virando e vendo um homem, de cabelos roxos e uniforme preto, com uma Pokébola em mãos. Ao lado dele, estavam outras duas pessoas, também com uniformes pretos. O mesmo parecia ameaçar uma criança.

— Ora, vamos lá, criança, me entregue esse seu Meowth e você não irá sair ferida. É simples. — Dizia ele, em uma calma que daria sono a qualquer um que estivesse a ouvir.

— M-mas, eu gosto do meu Meowth, senhor! — Dizia a criança, se recusando a entregar o Meowth.

— Tudo bem, criança, agora você encheu meu saco! Me entrega esse Meowth, ou você vai ver só! — Gritaria o homem, ameaçando. Ele se aproximava da criança, que se afastava.

— HEY! — Gritaria Yellow, chamando a atenção do homem. — Para de incomodar a criança, seu ladrão!

— Ora, ora, outra criança pra encher meu saco. Tudo bem, parece que eu vou ter que resolver isso. — Disse o homem, lançando sua Pokébola. De dentro dela, sairia um Zubat.

Yellow observaria o Zubat, e em seguida, olharia para Pikachu, no seu ombro. Ela daria um sorriso, piscando para Pikachu, que também responderia com uma piscada. O rato saltaria do ombro da garota, ficando na sua frente.

— Tudo bem, você quer batalhar? Vai batalhar! Vamos lá, Pikachu! — Diria Yellow, enquanto Pikachu apenas diria um “Pika, pika!”

O homem de cabelos roxos deu uma risada. As pessoas presentes no local se afastariam, dando espaço para a batalha acontecer.

— Use Supersonic, Zubat. — Ordenou o homem de cabelos roxos.

O Zubat se afastou, soltando um grito, que geraria alguns círculos, ou ondas. Assim que o grito foi cessado, Zubat “arremessou” as ondas para cima de Pikachu, que esperava as ordens de Yellow.

— Pikachu, desvie e use o Quick Attack! — Ordenou Yellow.

Pikachu fez um “sim” com sua cabeça, e desviou das ondas, que acabariam por “explodir” no chão, fazendo um pouco de poeira. Assim que a poeira abaixou, Pikachu correu até Zubat, o acertando em cheio com um Quick Attack. O homem de cabelos roxos ficou surpreso.

— Zubat, aguente e use Bite! — Ordenou o homem, desesperado.

Zubat foi acertado em cheio, mas, se recuperou rapidamente e voou até Pikachu, abrindo sua boca e o pegando em cheio com sua boca, o mordendo. O Pokémon soltou um grito de dor, fazendo com que Yellow se desesperasse.

— PIKACHU! Se livre da mordida e use Slam!

O Zubat continuaria a morder Pikachu, que se contorcia, tentando lançar Zubat para longe. Zubat continuaria a morder o rato, que não veria outro jeito e acumularia força o suficiente para pular e cair de costas no chão, fazendo com que Zubat batesse no concreto. O homem se desesperaria, levando as mãos para a cabeça.

— Agora termine com um Thunder Shock! — Ordenaria Yellow.

Assim que o Zubat caiu no chão, Pikachu deu um salto, fazendo com que uma grande carga de energia saísse de seu corpo, mirando em Zubat, o acertando em cheio. Muita poeira subiu, e quando a mesma diminuiu, Zubat estava no chão, nocauteado. O homem ficou desconsolado, mandando Zubat retornar para a Pokébola.

— N-Não é possível.. — Disse o homem, ainda com os olhos esbugalhados, chocado.

— He, he. Isso que dá subestimar uma “criança”. Agora, deixe ela em paz! — Diria Yellow.

— Tudo bem, mas, nós vamos voltar, e quando voltarmos, vamos fazer a mesma coisa que fizemos com aqueles três jovens.. — Disse o homem, antes de sair correndo com os outros dois que estavam no local.

Yellow ficou um pouco chocada com a afirmação do homem. Fazer a mesma coisa que eles fizeram com os três jovens? Seria aquele homem um dos responsáveis pelo desaparecimento dos treinadores? A mesma pensava, enquanto pegava Pikachu no colo, o acariciando, como um modo de agradecer por ter batalhado tão bem.

— Hã.. Olá? — Diria um outro jovem, que se aproximaria de Yellow.

— Oh, desculpe! Estava meio perdida em meus pensamentos.. — Disse Yellow.

— Tudo bem.. Bem, meu nome é Brock, e eu sou o líder de ginásio da cidade de Pewter. Não sei se você está em uma jornada, mas, o modo como você batalhou aqui.. Foi muito bom. Gostaria de convidar você a desafiar o meu ginásio. — Diria Brock, dando um pequeno sorriso.

— Oh.. Claro, Brock.. Huh.. Meu nome é Yellow. Eu definitivamente vou pensar em desafiar seu ginásio. — Disse ela, sorrindo.

— Tudo bem. Vou aguardar ansiosamente. — Disse ele, se despedindo e retornando para o ginásio.

Desafiar o ginásio? Parecia uma boa ideia. Apesar de estar em uma jornada para encontrar os três jovens e completar a Pokédex, a mesma também poderia adicionar mais uma missão em sua jornada: Desafiar e derrotar todos os ginásios de Kanto. Quem sabe?

Após isso, a mesma se dirigiu para o Centro Pokémon, onde curou Pikachu. Após isso, se dirigiu ao hotel da cidade, onde, com um pouco do dinheiro que ganhou de Oak, dormiu. Assim que amanheceu, a mesma decidiu fazer o que Brock havia sugerido: Desafiar o ginásio. Mas.. Antes, a mesma tinha que treinar.

— É.. Acho melhor treinarmos, Pikachu. Pode ser difícil. — Disse Yellow, olhando para o rato elétrico, que daria um sorriso.

Assim, ambos partiram para a Viridian Forest, para começarem seu treinamento. Que novos desafios aguardam nossos heróis? Irão eles conseguir derrotar Brock em seu ginásio? Será que vão reencontrar o homem de antes? Apenas o tempo dirá.

Continua.


Notas Finais


Então, espero que tenham gostado. Meu plano é mesclar os jogos e o mangá. Pode parecer meio arriscado, mas, vai ser legal. Talvez eu também coloque algum personagem do Anime no meio.

Vejo vocês na próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...