História Pokémon Apocalipse - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Charizard, Professor Carvalho
Tags Apocalipse, Arceus, Batalha, Charizard, Elite Dos 4, Liga, Luta, Pokémon
Exibições 1
Palavras 874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo com batalha. Espero que gostem :)

Capítulo 3 - O Desafiante.


Fanfic / Fanfiction Pokémon Apocalipse - Capítulo 3 - O Desafiante.

Claire observava aquele homem que se auto-intitulava de “profeta”. Ele não parecia exatamente ameaçador, mas por alguma razão ela decidiu que não era saudável continuar conversando com ele. Ela se levantou do chão e bateu em sua roupa para tirar o pó do corpo:

            – Peço desculpas se te interrompi em alguma coisa, preciso realmente ir embora. Adeus.

            Ela não esperou que ele respondesse e já foi virando as costas. O profeta por sua vez continuou falando com ela:

            – Isso não é um adeus, Claire. Nós nos encontraremos ainda muitas vezes mais!

            Mais uma vez ela o ignorou e continuou o seu caminho de volta ao hotel, quando chegou lá encontrou Margareth e Dante preocupados:

            – Claire, você sumiu de repente! Onde esteve esse tempo todo?

            Fui até a região externa da cidade dar uma treinada, só isso.

            Margareth porém, conhecia a amiga melhor do que ela imaginava, e soube que havia algo de errado:

            – Foi só isso mesmo? Me parece que você está escondendo alguma coisa.

            Claire respirou fundo e contou tudo o que havia ocorrido, do encontro com o homem encapuzado, do templo dentro da caverna, do altar dedicado a Arceus, e do que o profeta havia dito sobre o seu retorno. Margareth ouviu tudo aquilo muito atenta, quando a amiga terminou ela abriu os arquivos enviados pelo Profº Helton:

            – O Professor encaminhou uma cópia desses arquivos antigos que conta a história de alguns pokémons Lendários.

            – É verdade Claire. Eu e Margareth estávamos lendo sobre isso enquanto você esteve ausente. Aqui conta um pouco sobre a lenda de Arceus.

            – Dá pra resumir? Sinceramente eu não estou muito interessada.

            – Bom. Diz a lenda que um dia Arceus retornará a terra e detruirá tudo o que nela há. Com exceção dos pokémons.

            – Tá dizendo que aquele homem fala de uma lenda e realiza rituais por aí como se fosse uma coisa séria? Estou vendo que fiz bem em não ficar conversando com aquele maluco.

            A garota estava mais irritada do que deveria estar. Margareth e Dante ficaram sem entender, mas deixaram que ela dormisse, talvez fosse pelo estresse de ter passado por mais uma batalha tão importante.

            No dia seguinte o trio levantou cedo, pois dariam início à jornada de retorno à sua cidade Natal. Agora que a liga pokémon havia acabado não havia mais motivos de continuar em VanPalla. Enquanto tomavam café da manhã em uma padaria, um rapaz aproximou-se do grupo. Tinha cabelo vermelho, e olhos da mesma cor. Não parecia afim de fazer amizades:

            – Finalmente a conheci. Claire, a campeã da Elite dos 4.

            Ela achando que se tratava de um fã, respondeu com um sorriso:

            – É um prazer te conhecer também. Vai querer um autógrafo?

            O garoto gargalhou:

            – Eu não estou aqui para te bajular. Me chamo Lion e vim te convidar para uma batalha.

            – Me desculpe, mas a liga pokémon acabou ontem. Se quiser me desafiar vai ter que conquistar as oito insígnias, vencer a liga e a elite dos 4...

            Ele a interrompeu:

            – Eu sabia, vocês treinadores famosos não passam de um bla bla bla. Fora dos holofotes vocês não são nada.

            Dante não gostou da resposta atravessada do garoto:

            – Ei! Isso não foi muito gentil.

            – Eu não estou falando com você garoto.

            Nesse momento foi Claire quem se irritou:

            – Mas que grosseria! Chega! Você quer uma batalha comigo, pois terá. Na área externa da cidade, daqui a meia hora.

            Dante a interrompeu:

            – Não Claire. Esse garoto não é digno de enfrentar a campeã de forma tão grosseira. Se quiser batalhar com ela, terá que batalhar comigo antes.

            – Está bem então. Vencerei os dois.

            Na hora combinada estavam todos prontos para dar início à batalha. Dante pegou a sua pokebola.

            – Tudo bem BAYLEEF! PODE SAIR.

            – Você vai usar a sua Bayleef?

            Dante pegou outra pokebola:

            – Não. Eu quero apenas que ela observe a batalha. MACHOP EU ESCOLHO VOCÊ!

            O Machop saiu da pokebola batendo um punho no outro. Margareth estava atuando como juíza:

            – É a sua vez Lion.

            – Esse pokémon me parece bem fraco. LUCÁRIO, EU ESCOLHO VOCÊ!

            – Vamos lá Machop, esse tipo metálico não vai ser uma ameaça contra nossos golpes de lutador. Use o golpe Karatê-chop.

            O Machop avançou usando golpes de Karatê:

            – Lucário, use o sabre de osso para se defender.

            A defesa foi espetacular. Todos os golpes foram defendidos:

            – Agora use a Esfera de Aura.

            – Cuidado Machop! Evasiva!

            Infelizmente ele não conseguiu ser rápido o suficiente. A Esfera de Aura o acertou em cheio:

            – Machop está fora de combate! Vencedor é Lion e seu Lucário.

            – Eu não acredito nisso Dante. Para que chamou a Bayleef pra fora então? Para ver essa vergonha?

            A Bayleef suspirou parecendo chateada:

            – Sai da frente que agora é a minha vez. BRAVIARY EU ESCOLHO VOCÊ!

            O Pokemón saiu da pokebola com suas penas arrepiadas. E batendo as asas orgulhosamente.

            Lion sorriu de canto:

            – Sei o que é perfeito contra esse aí. Lucário pode voltar. AMPHAROS EU ESCOLHO VOCE!

            Os dois se encaravam de forma séria. Havia alguma coisa estranha naquele garoto, o motivo pelo qual ele havia desafiado Claire de forma tão grosseira. Mas não era tempo de pensar nisso agora, pois ela só conseguia pensar na forma de dar uma lição a ele. E uma derrota vergonhosa seria essa lição.


Notas Finais


Então aí está. O que acharam do Lion? Qual será sua real intenção com a Claire? E quanto a batalha contra o Dante. Será que ele precisar melhorar o seu treinamento? Comente aí o que acharam. :)

PS: Imagem de capa retirada do Google.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...