História Pokémon: Boundaries Crossed - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Blaine, Brock, Daisy, Erika, Gary Carvalho, Koga, Lt. Surge, Misty, Professor Carvalho, Sabrina (Natsume)
Tags Pokémon, Vulpix
Exibições 3
Palavras 1.408
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


PERSONAGENS
Jack
Megan
Pink
Gray
Joy
Vulpix
Bulbasaur
Oddish
Zubat
Psyduck
Pikachu
Chansey

Capítulo 11 - A Fidelidade do Bulbasaur


Jack estava confiante em fazer seu Vulpix derrotar a própria fraqueza: as pedras. Por isso, ele, juntamente com Megan, se dirigiu para uma rota próxima de Pewter para treinar um pouco os movimentos de seuVulpix, ordenando que usasse seu golpe de Brasas contra algumas rochas, destruindo-as.

Megan– Acha mesmo que isso vai funcionar?

Jack– E porque não funcionaria? Isso vai aumentar a resistência do ataque do Vulpix, sem duvida.

Megan– Mas as pedras por aqui já estão acabando...

Jack– Tem razão. Vamos avançar um pouco mais e ver se encontramos mais algumas.

Os dois seguiram, aprofundando-se mais na rota. Chegaram à um caminho bastante estreito entre a floresta e uma grande montanha, até que tiveram seu caminho bloqueado por um pokemon.

PokedexBulbasaur: ele carrega a semente de uma planta em suas costas desde o nascimento. A semente se desenvolve lentamente. Bulbasaur são extremamente calmos e muito difícil de capturar no meio selvagem .

Jack– Calmo? Diz isso para esse Bulbasaur aqui!

O pokemon estava de fato ameaçando os garotos. Ele brandia seus chicotes do ar, estalando como sinal de alerta para que eles não se aproximassem.

Jack– Vamos ver se ele é tão difícil de capturar assim! Vulpix, use Brasas!

Vulpix disparou bolas de fogo contra o adversário, que apoiou seus chicotes no chão usando como impulso para se lançar para cima e esquivar do ataque. Ainda no ar, Bulbasaur agitou seus chicotes para agarrar Vulpix, puxa-lo para cima e depois arremessá-lo com brutalidade.

Megan– Ele está usando o Chicote de Vinha!

Jack– Isso não vai nos para! Vulpix, Ataque Rápido!

A raposa avançou veloz contra seu oponente, parecendo um raio enquanto corria. O oponente ergueu o bulbo em suas costas e disparou uma pequena semente que atingiu a testa de Vulpix. Logo a semente começou a liberar uma comprida planta que se enroscou pelo corpo da raposa, impedindo que ela corresse e ainda produzia algum estranho tipo de dano, disparando fagulhas avermelhadas.

Jack– O que está acontecendo?

Megan– É a Semente Sanguessuga do Bulbasaur. Faça alguma coisa! Está drenando a energia do Vulpix!

Jack– Livre-se disso com Brasas!

Vulpix obedeceu, disparando bolas de fogo contra o chão. O fogo se espalhou e queimou a planta que envolvia o corpo dele.

Jack– Escute, Bulbasaur! Não vim aqui devidamente para lutar. Eu só quero atravessar essa rota para poder treinar. É só isso!

Mas Bulbasaur parecia irredutível e capaz de batalhar a todo custo. Ele olhava a todo o momento de esguelha para um arbusto ao seu lado, entre duas arvores. O estranho movimento não passou despercebido para Megan.

Megan– Tem alguma coisa naquele arbusto!

Bulbasaur logo saltou e ficou com uma sentinela em frente à moita.

Jack– O que é, Bulbasaur? Deixe-nos ver. Não queremos fazer nenhum mal!

Nada feito. O pokemon continuava a impedir a visibilidade deles.

Voz– Aí está você, Bulbasaur!

Alguém vinha na trilha à frente de onde eles estavam. Em pouco segundos, os rostos de Pink e Gray entraram no campo de visão deles.

Jack e Megan– Equipe Lunar!

Pink– Um turbilhão de maldade vindo do passado!

Gray– Como o Chicote de Vinha, os deixaremos derrotados!

Pink– No céu...

Gray– E na terra...

Pink e Gray– Em todo lugar!

Pink– Na velocidade da luz, destruindo a justiça!

Gray– Acabando com os bonzinhos sem ter preguiça!

Pink– Veja as manchetes de todos os jornais!

Gray– A nossa Equipe Lunar é sempre demais!

Pink– PINK!

Gray– GRAY!

Pink– Com a gente os perdedores não tem vez!

Gray– A Equipe Lunar somos nós...

Pink e Gray– ...e não vocês!

Psyduck– Psy aye aye...

Jack– Vocês sempre estão nos lugar onde há problemas! De onde vocês conhecem o Bulbasaur?

Gray– Acabamos de nos encontrar não tem nem meia hora. Tentamos capturá-lo, junto com o amiguinho dele.

Megan– Amigo? Que amigo?

Pink– Aquele Oddish! Acho que machucamos ele demais e os dois fugiram.

Logo, o arbusto atrás de Bulbasaur se mexeu, revelando que na verdade era umOddish, que estava bastante cambaleante e ferido.

Megan– Tudo faz sentido agora. Bulbasaur estava apenas protegendo seu amigo, Oddish!

Jack– E esses lunáticos o feriram! Vão pagar por isso! Não é Vulpix?

Vulpix nem esperou ordem e avançou contra os vilões na velocidade de um raio, com seu Ataque Rápido.

Pink– Vai Zubat e mostre sua Ventania!

Nem mesmo os fortes ventos causados pelo bater de asas de Zubat foram capazes de para a poderosa investida de Vulpix, que atingiu o alvo e lançou-o no chão.

Pink– Levante-se e ataque com o Supersônico!

Zubat soltou um grito agudo e disparou ondas sonoras que fez Vulpix se curvar diante do incomodo. Porém, o efeito durou pouco pois poderosos chicotes golpearam Zubat e ele foi ao chão. Era Bulbasaur, que tomara partido da batalha.

Pink– Insolente!

Bulbasaur disparou sua Semente Sanguessuga, que também envolveu Zubat impedido ele de voar e drenando sua energia.

Megan– Vai,Pikachue use seu Choque do Trovão!

O raio elétrico explodiu fortemente contra os bandidos, que voaram alto e desapareceram no céu gritando:

Pink e Gray– EQUIPE LUNAR DECOLANDO EM DIREÇÃO À LUA...

Jack– Obrigado pela ajuda, Bulbasaur. Deixe-me retribuir. Posso levar seu amigo até o Centro Pokémon?

Bulbasaur pensou por alguns segundos até finalmente assentir com a cabeça. Jack não perdeu tempo, pegando Oddish em seus braços e correndo com ele em direção a Pewter. Megan, Pikachu, Vulpix e Bulbasaur vinham em seu encalço.

Chegando lá, ele parou no balcão ao perceber que conhecia aquela enfermeira.

Jack– Desculpe mas... você não é a mesma enfermeira da cidade de Viridian?

Joy– Não. Você deve estar se confundindo. Aquela é apenas a prima de 2º grau.

Jack– Mas vocês são absolutamente iguais.

Joy pegou um porta retrato e lhe mostrou as varias enfermeiras idênticas a ela.

Joy– As mulheres da minha família são mesmo muito parecidas.

Megan– Pare de enrolação Jack! Vá direto ao ponto!

Jack– Ah, é mesmo! Enfermeira Joy, encontramos esse Oddish selvagem ferido.

Joy– Cuidarei disso!

UmaChanseysaiu de dentro da sala de exames carregando uma maca onde ela repouso o Oddish. Junto com Joy, as duas desapareceram novamente dentro da sala. Sem ter muito o que fazer, os garotos e pokemons ficaram na sala de espera. Bulbasaur chegou a cochilar na perna de Jack que por sua vez, dormiu encostado no ombro de Megan. Enfim, ouviu-se uma musiquinha e a porta da sala de exames se abriu. Oddish saiu de lá saltitando e foi recebido pelo mesmo entusiasmo pelo amigo Bulbasaur. Joy e Chansey apareceram em seguida.

Joy– Oddish já está completamente recuperado e pronto para voltar para a natureza.

Jack e Megan– Obrigado!

Todos deixaram o Centro Pokémon. Bulbasaur e Oddish saíram correndo juntos, mas o primeiro parou e começou a olhar para trás, para Jack. Ele trocou algumas palavras com o amigo Oddish, que logo assentiu e seguiu para a floresta sozinho. Bulbasaur retornou para Jack, brandindo os chicotes como antes.

Jack– O que ele está fazendo? O Oddish já está indo sem ele...

Megan(sorrindo) – Não é obvio? Esse Bulbasaur decidiu ficar com você!

Jack– Mesmo?

Megan– Claro! Mas é obvio que ele quer uma batalha antes disso!

Jack– Se ele quer uma batalha, então ele vai ter! Vai, Vulpix! Ataque Rápido!

Correndo como um raio, Vulpix avançou para seu rival.Como da ultima vez, Bulbsaur disparou uma semente contra o rival. Esperto quanto a isso, Vulpix saltou, deixando a semente cair e se abrir no chão, enquanto ele colidia cabeça a cabeça com Bulbasaur. Este levantou seu rival no ar usando seus chicotes e disparou um pó brilhante de seu bulbo.

Megan– É o Pó do Sono! Se Vulpix respirar isso, irá dormir!

Jack– Não respire Vulpix!

Vulpix obedeceu. O pó se espalhou por todo o lugar, obrigando até mesmo os garotos a terem que se proteger dele.

Jack– Use as Brasas, rápido!

Bolas de fogo jorraram das narinas do Vulpix e explodiram contra Bulbasaur. Ele finalmente soltou seu rival e cambaleou para trás.

Jack– Vai pokébola!

A esfera bateu contra Bulbasaur e o atraiu para dentro em meio à um raio vermelho. A bola caiu no chão, girando por alguns instantes mais logo disparou algumas fagulhas brancas. O pokémon estava capturado.

Jack– Eu peguei um Bulbasaur!

Megan– Parabéns! E agora você já tem um pokemon mais efetivo para usar no ginásio de Pewter, contra o Brock.

Jack– Sim. Inclusive, eu já tenho um plano.

Os dois voltaram para o Centro Pokémon onde descansariam um pouco. Qual será o plano de Jack? Será suficiente para derrotar Brock?

 


Notas Finais


NO PRÓXIMO CAPÍTULO - A REVANCHE NO GINÁSIO DE PEWTER
Tendo Bulbasaur em seu time, Jack decide desafiar Brock novamente. Ele alega ter uma estratégia, mas isso seria suficiente para derrotar esse gingante de pedra?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...