História Pokémon: Boundaries Crossed - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Blaine, Brock, Daisy, Erika, Gary Carvalho, Koga, Lt. Surge, Misty, Professor Carvalho, Sabrina (Natsume)
Tags Pokémon, Vulpix
Exibições 2
Palavras 1.408
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


PERSONAGENS
Jack
Megan
Robyn
Pink
Gray
Butterfree
Jigglypuff
Psyduck
Zubat
Geodude
Vulpix
Pikachu
Spearow

Capítulo 13 - Eu Odeio Jigglypuff!


Mesmo após terem deixado Pewter e pegado a rota para a próxima cidade, Jack ainda não parava de contemplar sua primeira insígnia. Estava tão distraído que nem percebeu que alguém caminhava em sua direção e eles se esbarraram.

Jack– Oh, me desculpe!

Garota– Toma cuidado por onde anda, queridinho.

O tom de voz que ela usou era totalmente irritante e já entregava que ela não passava de uma patricinha.

Megan– Ele já se desculpou...

Garota– Ninguém está falando com você, fofa?

Jack– E você é...

Garota– Meu nome é Robyn...

Megan– Não gosto de você!

Robyn– Alguém disse que você tinha que gostar?

Jack não sabia o que dizer. Apenas observava as duas garotas que se encaravam com tanto fervor que só faltava sair faíscas dos olhos.

Jack– Foi só um esbarrão!

Robyn– Odeio que me toquem?

Megan– E eu odeio garotas metidas como você!

Jack nunca vira sua amiga tão nervosa como ela estava agora.

Robyn– Você é uma treinadora, não?

Megan– Sou sim. Por quê?

Robyn– Te desafio para uma batalha!

Megan– Eu aceito!

As duas deram as costas, chicoteando os cabelos às costas e Jack ficou bem ali no meio, sem saber como reagir. Quando percebeu que a coisa era mesmo seria, ele optou por sair de fininho.

Megan– Eu escolhoButterfree!

Robyn– Vai minha doceJigglypuff!

PokedexJigglypuff: o pokémon balão.Tem um olhar muito amigável e sua canção também é bastante agradável.

Megan– Vai! Use Ventania!

A borboleta agitou suas asas violentamente produzindo um forte vento que fez Jigglypuff cair de costas e sair rolando por alguns instantes.

Robyn– Tapa Duplo!

Jigglypuff saltou e acertou uma sequencia de bofetadas contra o oponente.

Megan– Confusão!

Os olhos de Butterfree brilharam e uma aura azulada envolveu Jigglypuff, erguendo-o no ar e em seguida, arremessando-o no chão com brutalidade.

Megan– Vamos lá! É só isso que você tem?

Porém, Megan ficou falando com os ventos porque Robyn não estava dando a mínima atenção. Retirava um espelho do bolso e começava a fazer sua maquiagem.

Megan– QUE IDÉIA É ESSA!? ESTAMOS NO MEIO DE UMA BATALHA!

Robyn– Qualquer hora é boa para ficar mais bonita. Mas pelo seu jeito, já dá pra notar que você não entende nada de moda e beleza...

Megan– POIS FIQUE SABENDO QUE EU ENTENDO MUITO BEM DISSO, TANTO QUE SOU UMA COORDENADORA!

Robyn– Mesmo?

Apesar de ter perguntado, era obvio que Robyn não estava mesmo interessada. Só tinha olhos para o espelho à sua frente e nada mais. Quanto a Megan, esta estava cada vez mais furiosa, ficando inclusive bastante vermelha.

Robyn(finalmente guardando o espelho) – Agora sim... onde estávamos mesmo? Ah... Jigglypuff, use Tapa Duplo!

Porém, o pokemon simplesmente virou a cara.

Robyn– De novo não... Jigglypuff... OBEDEÇA!

Provavelmente assustado com o grito, Jigglypuff caiu no choro. Jack não conseguia ficar apenas assistindo àquela cena. Precisava interferir e por isso, ajoelhou-se ao lado do pokemon e começou a acaricia-lo.

Jack– Por favor não chore. Não dê ouvidos à essa garota má.

Robyn– Se eu fosse você, tomaria cuidado com esse pokemon traiçoeiro.

Megan– O pokemon apenas reflete o que ele vê em seus treinadores.

Robyn– O que está querendo insinuar?

Jack– CHEGA!

Jigglypuff secou as lagrimas e em segundos, agarrou o Box de insígnias no bolso de Jack e saiu correndo em direção à uma grande montanha.

Robyn– Eu avisei!

Jack(correndo atrás do pokémon) – Volte aqui!

Megan– Como pode deixar que seu pokemon faça uma coisa dessas?

Robyn– O que queria que eu fizesse? Ele só que um pouco de atenção, só isso.

Megan– De fato. Você poderia parar de ficar cuidando apenas de si mesma e dar um pouco mais de atenção para seu pokemon. Vamos atrás dele!

Megan puxou Robyn pelo braço antes que ela começasse a se maquiar de novo. Eles correram por toda a rota até que finalmente Jigglypuff encontrasse um beco sem saída na parede da montanha.

Jack– Devolva minha insígnia... AGORA!

Novamente, os polhos de Jigglypuff ficaram marejados de lagrimas e não demorou até que ele caísse no choro.

Jack– Essa não...

Megan– Você também não tem jeito com isso, né?

A garota ajoelhou-se perto de Jigglypuff e começou a acariacia-lo, como Jack fizera anteriormente. E assim como da vez anterior, o pokemon roubou o Box no bolso de Megan, onde ela guardava suas fitas, saltou por cima dela e recomeçou a perseguição.

Megan– VOLTE AQUI SEU PESTINHA!

Robyn– E aquele papo de dar atenção e tudo o mais...

Megan– ESQUEÇA ISSO! EU SÓ QUERO AS MINHAS FITAS DE VOLTA!

Junto com Jack, a garota começou a perseguir Jigglypuff com tamanha velocidade que deixava até mesmo uma nuvem de poeira para trás. Contudo, a correria parou quando Jigglypuff pisou em uma armadilha e ficou preso numa rede que ficava pendurada a uma arvore. Robyn, que ficara para trás de toda a corrida, ficou chocada com a cena.

Robyn– O que estão fazendo com meu Jigglypuff!

Jack– Não fomos nós!

Robyn– Então quem seria?

Megan– Acho que você já vai descobrir.

Um casal já conhecido dos garotos saiu de atrás da arvore.

Pink– Um turbilhão de maldade vindo do passado!

Gray– Como a Tumba de Pedra, os deixaremos derrotados!

Pink– No céu...

Gray– E na terra...

Pink e Gray– Em todo lugar!

Pink– Na velocidade da luz, destruindo a justiça!

Gray– Acabando com os bonzinhos sem ter preguiça!

Pink– Veja as manchetes de todos os jornais!

Gray– A nossa Equipe Lunar é sempre demais!

Pink– PINK!

Gray– GRAY!

Pink– Com a gente os perdedores não tem vez!

Gray– A Equipe Lunar somos nós...

Pink e Gray– ...e não vocês!

Psyduck– Psy aye aye...

Robyn– Que lema mais cafona...

Pink– QUEM ESSA PIRRALHINHA PENSA QUE É?

Gray– Não temos tempo para discutir! Hora da fuga!

Os vilões saltaram novamente para trás das arvores e logo reapareceram flutuando com seu balão em forma de Voltorb, levando com eles o Jigglypuff dentro da rede.

Robyn– NÃO!

Jack– Eu tenho que impedir! VaiVulpix!

Megan– Você tambémPikachu!

Pink– VaiZubat!

Gray– Acabe com elesGeodude!

Pink– Ventania!

Gray– Ataque de Areia!

Geodude bateu no chão levantando uma camada de areia que ao se misturar com os ventos provocados pelo bater de asas de Zubat, prejudicou completamente a visão os garotos, alem de fazer Vulpix e Pikachu saírem do chão.

Megan– Não vejo nada!

Robyn– Ele vão fugir como minha pobre Jigglypuff!

Jack– Não vão não! VaiSpearow!

A ave logo começou a agitar suas asas, afastando toda a poeira. O balão já alcançara bastante altitude. Gray jogou uma corda para seu Geodude subir a bordo e Zubat foi até lá voando.

Jack– Não deixe eles fugirem, Spearow. Use Bicada!

Spearow começou a ganhar altura como um raio. Seu bico brilhou e cresceu enquanto ele mirava diretamente na lona do balão.

Gray– Ele está se aproximando bem rápido!

Pink– Zubat, impeça-o!

Zubat disparou seu grito sônico, porem Spearow desviu inteligentemente e ainda atropelou o morcego, antes de explodir a lona do balão, que saiu voando descontrolado. A rede com o Jigglypuff caiu enquanto o balão maluco subiu até sumir de vista.

Pink e Gray– EQUIPE LUNAR DECOLANDO EM DIREÇÃO À LUA...

Robyn gritou histericamente ao ver seu pokemon caindo do alto. Spearow mergulhou rapidamente e conseguiu segura-lo traze-lo são e salvo para os braços de sua dona, que o abraçou como certamente nunca fizera.

Robyn– Eu nunca mais vou gritar com você!

Megan– Será mesmo? Vai mesmo abrir mão de fiar cuidando apenas de sua beleza para cuidar de seu pokémon?

Robyn– Depois do que vi aqui, posso afirmar que sim, mas...

Jack– Lembre-se de que eu salvei o Jigglypuff!

Robyn–... Megan, você é uma treinadora melhor do que jamais serei...

Jack– Mas eu que salvei o Jigglypuff!

Robyn–... e ficarei extremamente feliz, e sei que Jigglypuff também ficará, se você, e não eu, for a treinadora dele.

Jack– MAS FUI EU QUE SALVEI O JIGGLYPUFF!

Ainda ignorando o garoto, Megan empurrou-o para o lado fazendo-o cair desmantelado no chão.

Megan– Eu adoraria. Vou ensinar alguns modos para esse pokemon.

Robyn sorriu e passou Jigglypuff para as mãos de sua rival, que o recebeu junto com sua pokebola.

Megan(para Jigglypuff) – Juntas, eu e você seremos estrelas no mundo dos concursos. Pode ter certeza!

O pokemon a encarou com uma expressão de incredulidade, mas logo deu um belo sorriso que foi retribuído pela garota.

Enfim, Jack (que exibia um belo galo na cabeça) e Megan, tomaram o rumo da montanha, deixando uma chorosa Robyn para trás, acenando graciosamente.

 


Notas Finais


NO PRÓXIMO CAPÍTULO - NOITE AGITADA NO MONTE LUA
Atravessando o Monte Lua, Jack e Megan flagram a queda de um estranho meteorito que age de maneira estranha sobre os pokémons locais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...