História Pokémon: Boundaries Crossed - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Blaine, Brock, Daisy, Erika, Gary Carvalho, Koga, Lt. Surge, Misty, Professor Carvalho, Sabrina (Natsume)
Tags Pokémon, Vulpix
Exibições 2
Palavras 1.360
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


PERSONAGENS
Jack
Megan
Pink
Gray
Weedle
Pidgeotto
Metapod
Pikachu

Capítulo 6 - O Guardião da Floresta Viridian


Jack e Megan continuavam na floresta. Afinal, a garota tivera inicialmente a idéia com um intuito de pegar um novo pokémon, um que pudesse utilizar no concurso de Viridian. E enquanto eles andavam, mas Jack se espantava com a quantidade de pokemons insetos por ali. Megan apontou alguns. Lembravam um pouco Caterpie por se assemelharem à larvas, mas este eram amarelos, com chifres e um grande nariz.

Megan– Estes são Weedle, uma das dezenas de tipos de pokemons inseto que habitam essa floresta. Assim como o Caterpie, eles precisam comer bastante para poderem evoluir.

Jack– Interessante.

Megan– Você ainda não viu nada. Para evoluir, os Weedle se penduram na arvore e transformam-se em Kakuna. Esses pokemon são o estagio casulo do Weedle e eles quase não conseguem se mexer, preferindo ficar mesmo pendurados nas arvores até que estejam prontos para se transformar em Beedrill.

Jack– Você entende mesmo de insetos

PokedexWeedle: o pokemon ferrão.O pequeno chifre na cabeça deste pokémon garante uma defesa contra os seus predadores.

Jack– Vai capturar esse weedle?

Megan– Não. Já peguei o meu Caterpie nessa mesma floresta. Chega de tipos inseto no meu time. Preciso de uma equipe variada, com movimentos variados que, se combinados, podem impressionar os jurados.

Jack– Essa coisa de Coordenador é mais difícil do que eu pensei...

Os dois pararam diante de um estranho e quando olharam para o alto, viram uma revoada de pássaros que circulavam o local onde estavan.

Pokedex:Pidgeotto: a forma evoluída de Pidgey. Ele está armado com garras afiadas e mergulha do céu para capturar sua presa. Ao contrário do Pidgey mais suave, Pidgeotto pode ser mais perigoso. É preciso ser abordado com extrema cautela.

Jack– Esses Pidgeotto são bonitos. Garanto que lhe renderiam bons pontos em seu concurso.

Megan– Eles não estão aqui se exibindo. Uma das presas do Pidgeotto é o Weedle!

Logo que ela disse isso, as aves mergulharam do céu como jatos em direção à arvore de Weedle’s que os garotos acabaram de passar. Os dois correram na direção dos insetos, que já se encolhia, com medo.

Megan– VaiMetapod! Proteja esses pobres Weedle!

Metapod usou o Endurecer, envolvendo-se num brilho metálico e resistiu fortemente ao impacto com o primeiro Pidgeotto. Os demais foram atacando sucessivamente com bicadas poderosas. Metapod ia agüentando como podia, mas era obvio que ele estava ficando fraco.

Megan– Tipos voadores como esses Pidgeotto tem movimentos super-efetivos contra o Metapod. Ajude-me, Jack!

Assim que Metapod foi a nocaute, Jack puxou uma pokebola, pronto para reagir em prol do insetos. Mas não precisou fazer nada. Um raio elétrico partiu de algum lugar por entre as arvores e explodiu contra o bando de Pidgeotto’s. Assim que se recuperaram do golpe, eles deram meia volta e fugiram cambaleantes.

Jack– Eles estão salvos!

Megan– É mas... por quem?

Jack– Parece um pokemon do tipo elétrico.

Megan– Eles são fortes contra os voadores...

Jack– SEJA LÁ QUEM ESTEJA AÍ... APAREÇA! NÃO QUEREMOS MACHUCA-LO!

Parecia que ninguém ia aparecer, quando um rato amarelado de bochechas vermelhas saltou de trás das arvores, disparando pequenas faíscas como forma de ameaçar os garotos.

PokedexPikachu: o pokemon rato elétrico.Pode gerar ataques elétricos a partir das bolsas elétricas localizadas em ambas as suas bochechas.

Jack– Fique calmo.Não iremos machuca-lo. Gostaríamos de agradecê-lo por ter salvo esses Weedle. Não é, Megan?

A garota estava paralisada com a súbita aparição de Pikachu. Logo, seu silencio foi quebrado com um grito histérico de estourar os tímpanos. Ela saltou sobre Pikachu, apertando suas bochechas e erguendo-o no ar.

Megan– Oh meu Deus! Você é tão gracinha! Olha essas bochechinhas! E essa cauda! Essa cor de amarelo! Você é tão perfeito! Seja meu, Pikachu!

Jack olhou para ela, completamente espantado. Pikachu também não parecia estar gostando daquela situação, mas ele tinha um jeito próprio de resolver isso: dando um choque. E foi o que ele fez. Disparou um poderoso raio que fez os cabelos da garota ficarem em pé. Ela o soltou e caiu de costas no chão.

Megan– E esse foi o Choque do Trovão!

Jack– Não é desse jeito que se pega um pokemon. E toda aquela idéia de estratégia?

Megan(arrumando o cabelo) – Eu acabei me empolgando. Ele é tão incrível!

Jack– Esse Pikachu é bastante corajoso. Enfrentando todos aqueles Pokémon juntos, de uma só vez

Megan– Isso faz dele muito especial! Eu quero ele para mim! Vai Metapod!

Metapod continuava bastante fraco, caído aos pés da arvore dos Weedle, mas respondeu ao chamado de sua treinadora, adiantando-se até onde ela estava. Percebendo o que estava prestes a acontecer, Pikachu não perdeu tempo. Disparou mais um poderoso Choque do Trovão, mandando Metapod longe.

Megan– NÃO!

A garotas caiu de joelhos no chão, em prantos. Jack tentou consola-la com tapinhas nas costas, mas parecia que isso só fazia aumentar a tristeza dela. Megan só levantou o rosto quando percebeu alguns tapinhas na região do tornozelo e percebeu que era o Pikachu quem tentava consola-la.

Megan– Obrigado amiguinho. Vindo de você, significa muito.

Eis que uma gigantesca rede desceu do céu e envolveu todos os Weedle, erguendo-os no ar. Olhando para o alto, Jack e Megan se deram conta de que havia uma grande balão em forma de pokébola flutuando sobre suas cabeças.

Jack– Eles de novo?

Megan– E quem são eles.

Uma dupla se equilibrou na borda do balão. Jack os reconheceu imediatamente. Havia se encontrado com eles na Ilha da União.

PINK– Um turbilhão de maldade vindo do passado!

Gray– Como um Choque do Trovão, os deixaremos derrotados!

PINK– No céu...

Gray– E na terra...

PINK e Gray– Em todo lugar!

PINK– Na velocidade da luz, destruindo a justiça!

Gray– Acabando com os bonzinhos sem ter preguiça!

PINK– Veja as manchetes de todos os jornais!

Gray– A nossa Equipe Lunar é sempre demais!

PINK– PINK!

Gray– GRAY!

PINK– Com a gente os perdedores não tem vez!

Gray– A Equipe Lunar somos nós...

PINK e Gray– ...e não vocês!

Megan– Equipe Lunar? Nunca ouvi falar.

PINK– Não me admira. Uma pirralhinha como você ainda devia estar em casa brincando com suas bonecas.

Jack– E bandidos como vocês deviam estar na cadeia!

Gray– Quem vai nos prender? Você? HAHAHAHA!!!

PINK– HAHAHAHA!!!

O balão começou a ganhar altitude. Eles estavam fugindo com todos os Weedle. Mas o amor de Megan pelos pokemons inseto foi tanto que ela deu um salto e se segurou na rede dos Weedle. Como um bom guardi~çao que era, Pikachu também saltou, agarrando-se nos pés da garota.

Gray– Ops! Temos caroneiros!

PINK–Livre-se deles, ora!

Pikachu começou a escalar pelo corpo de Megan e depois a rede, até chegar à cesta do balão onde os lunaticos se encolheram com sua presença.

Gray– Um Pikachu?

PINK– PEGA!

Os dois bandidos saltaram e seguraram o Pikachu, que rapidamente disparou seu melhor Choque do Trovão. Tanta energia gerou uma bruta explosão. A rede com os Weedle caiu no chão, junto com Megan. Pikachu conseguiu saltar sobre a copa de uma arvore e os lunáticos foram lançados para o céu, gritando:

PINK e Gray– EQUIPE LUNAR DECOLANDO EM DIREÇÃO À LUA...

Jack ajudou a amiga a libertar os Weedle e devolve-los à arvore. Pikachu observou à tudo, bastante satifeito em ver pessoas cuidando tão bem dos pokemons. Megan se aproximou dele e dessa vez, o rato elétrico não fez nada para impedir.

Megan– Achei você realmente incrível. Gostaria de te-lo viajando comigo e vencendo festivais por toda região de Kanto. Será que você aceitaria?

Pikachu parecia pensativo, mas a resposta veio com um grande sorriso. Ele nem mesmo protestou quando Megan tocou a testa dele com uma pokebola e o absorveu para dentro em meio à um raio avermelhado. A bola balançou por alguns segundos, mas logo disparou uma chuva de fagulhas brancas, simbolizando que a captura estava completa.

Megan– CONSEGUI UM PIKACHU!

Jack– Parabéns. Agora você está mesmo pronta para sua estréia nos concursos.

Megan– Com certeza. E eu vou arrasar.

Os dois começaram a caminhar, de volta a cidade. Megan segurava firmemente a pokebola de Pikachu em suas mãos, como se tivesse medo dela lhe escapar. Mas no fundo, ela estava confiante e feliz porque sabia que havia conquistado a amizade de Pikachu.


Notas Finais


NO PRÓXIMO CAPÍTULO - O CONCURSO DA CIDADE DE VIRIDIAN
Megan vai enfim fazer sua grande estreia e conhece grandes rivais em meio à essa competição. Como ela vai lidar com isso? Será que ela tem chance de vencer o concurso?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...