História Pokemon Dark Rising - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Personagens Originais, Serena
Tags Pokémon
Exibições 11
Palavras 4.832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Luta, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fala galera!
Estou aqui um "pouquinho" tarde...
Antes de começarem a ler eu quero lhes avisar de uma coisa que eu coloquei nesse capítulo.
Vocês vão encontrar um negócio assim --------------------1--------------------
Não, eu não tive um derrame enquanto escrevia.
Quando verem isso, vão até as notas finais e abram o link 1, coloquem o vídeo nos 0:37 para pular a intro e leiam escutando essa música.
Depois vocês vão ver a mesma coisa só que com um 2 no meio, voltem nas notas finais e abram o link 2, esse não precisa adiantar nada é só ler enquanto escuta a música.
Boa leitura!

Capítulo 6 - Cap. 5 - Um passo em direção à ordem. Libertando Sinnoh!


  A fria determinação de Star enquanto batalhava contra Jupiter me deixou um pouco assustado.
  Garchomp puxou Gyarados para dentro do chão, como ela ordenou, e lá usou EARTHQUAKE, não tem necessidade de dizer que os efeitos colaterais foram devastadores. Garchomp era muito poderoso, tanto quanto Salamence, o terremoto provocado por ele jogou todos nós no chão, tive que me arrastar para conseguir resgatar Turtwig, que se debatia preso em uma fenda, o lago passou a ter ondas e Azelf de repente pareceu mais vivo, mais poderoso.
- Espera! – entendi o motivo daquilo – Tenta não destruir Sinnoh enquanto luta contra ela!
- Aonde você vai? – Star gritou para mim enquanto eu corria.
- Salvar Azelf!
  Meu objetivo era a margem oposta do lago, onde se encontrava uma máquina que, ao que parecia, estava contendo os poderes de Azelf para que não acontecesse a mesma coisa que aconteceu quando tentaram capturar Uxie.
Parei na margem do lago, “O próximo que quiser voltar pro laboratório vai ser substituído por Swampert!” pensei comigo quando vi que não poderia dar a volta por ela.
- Geot! – Pidgeot piou ao meu lado.
- Certo! Vamos voando!
  Montei nele e atravessamos o lago, passei no lado do lendário e quando tentei toca-lo minha mão foi parada por algo parecido com uma LIGHT SCREEN... Eu tinha certeza que não era uma, a base era a mesma mas sua serventia era o completo oposto, ela estava prendendo os poderes do lendário, na margem que eu queria alcançar havia uma máquina parecida com um canhão, ela lançava um raio contra Azelf, era aquilo que estava contendo os poderes dele, com o terremoto ela ficou instável mas já tinha voltado ao normal.
- Certo Pidgeot corte aquilo ao meio! IRON WING!
  Ele obedeceu, sua asa brilhou em prateado e ele avançou na direção do canhão e antes que eu pudesse contar vitória o ataque foi repelido por uma proteção que estava invisível em volta da máquina, aquilo era uma LIGHT SCREEN, Pidgeot tentou ao máximo rompê-la mas foi jogado longe e eu cai dentro do lago.
  Fui afundando aos poucos na água, podia ver Azelf logo acima de mim, estiquei a mão como se fosse alcançá-lo, então...
- Desistindo assim tão fácil? – Ash apareceu ao meu lado.
  Ele estava envolto em um turbilhão de água, pegou minha mão e o turbilhão me envolveu também e eu pude voltar a respirar.
- É quase impossível penetrar a proteção daquela máquina... Algum plano? – Ash me perguntou.
- Na verdade sim! Eu pude pensar em uma coisa enquanto estava aqui em baixo. – joguei uma pokebola, Lucario apareceu na nossa frente – Onde está Greninja?
- Lá em cima com a Serena.
- Ok. Lucario AURA SPHERE ali! – apontei para a parede diretamente abaixo da máquina.
  Ele obedeceu e o golpe arrancou um pedaço da parede do lago, ainda precisávamos que fosse maior.
- De novo!
  Agora estava perfeito.
- Vamos!
  Paramos dentro do buraco aberto por Lucario e Ash chamou Meganium.
- Meganium use VINE WIP para agarrar a máquina!
  As vinhas de Meganium atravessaram a terra e aparentemente agarrou a máquina, vimos a terra acima de nós rachar então decidimos sair de lá.
- E agora?
- Eu acho que conseguimos passar pela barreira. – agarrei a pokebola de Lucario mais uma vez – Vamos com tudo!
  Subimos a superfície para finalmente ver os danos causados ao canhão por Meganium, ela estava muito amassada e danificada mas ainda funcionava. Greninja apareceu do nosso lado, eu saí de dentro do turbilhão me preparando para criar o meu próprio, Noivern, Garchomp e Charizard se juntaram aos outros três de Ash. Lucario, Ninetales, Gardevoir e Umbreon saíram de suas pokebolas para ficarem ao lado de Pidgeot. Jolteon, que estava ajudando Star, veio correndo em minha direção.
- Certo Haytham, vamos acertar aquilo com tudo!
- Falou minha língua! – respondi animado – Jolteon, vamos lá!
  Cada vez ficava mais fácil entrar em sincronia com ele, já não era algo estranho mas a sensação que me passava continuava sendo a de que eu era invencível.
- Vamos nos tornar um! – levantei o braço com a mão fechada em um punho, um raio atingiu a mim e outro acertou Jolteon ao mesmo tempo, agora eu tinha meu próprio turbilhão, Jolteon pode ser visto novamente no campo e estava muito maior que antes.
- Vamos lá galera! – Ash estendeu a mão – DRAGON PULSE, FIRE BLAST, THUNDER BOLT, BUM BLAST, SOLAR BEAM, WATER SHURIKEN!
- FIRE BLAST, BRAVE BIRD, THUNDER BOLT, AURA SPHERE, SHADOW BALL, DARK PULSE!
  Os ataques atingiram a barreira e ela se rompeu.
- Parem aí!
  Olhei para trás. Um homem de cabelos cinza se aproximava, ele usava um casaco de gola alta que cobriria seu pescoço caso estivesse fechado, do meu lado Ash tremeu.
- Cyrus!
- Ele era um dos Admin da equipe Rocket?
- Sim!
- Já faz algum tempo não é Ash?
- Charizard pega ele! – Ash agiu por impulso.
  Charizard alçou voo e foi na direção de Cyrus, ele simplesmente levantou uma mão e o Pokemon parou, havia um dispositivo nela que eu só reconheci tarde demais.
- É um...
  Charizard caiu no chão imobilizado.
- O que é aquilo?
- Só não use Pokemon que podem mega evoluir! – chamei Lucario, Gardevoir e Pidgeot de volta para suas pokebolas.
  Ash chamou Charizard e Garchomp de volta. Em questão de segundos ele havia tirado de combate nossos Pokemon mais fortes.
-  Vamos fazer isso de uma vez! – ele jogou uma pokebola.
- Hoooo!
- Droga! – dei um passo involuntário para trás.
- Meu mestre quer isso! – Cyrus apontou para o medalhão de Arceus – E ele terá! Ho-oh traga Haytham para mim!


  Delphox estava pegando fogo.
  Literalmente!
  Enquanto batalhávamos ela simplesmente teve uma combustão espontânea, ela estava muito mais forte e eu achei que nunca ia ver algo daquele jeito de novo até ver o enorme Fearow que havia surgido na outra margem do lago, ele era bem maior que um comum e também pegava fogo.
  Um pouco tarde demais eu percebi que na verdade era Ho-oh. Ele voou na direção de Haytham e tentou agarra-lo, eu prendi a respiração com medo, ele pulou para o lado e o lendário passou direto. Ele gritou algumas coisas para o treinador que tentava sequestra-lo e Jolteon foi em direção a ele, Ho-oh voltou e acertou Jolteon com um FIRE BLAST, Haytham caiu de joelhos, Ash deu um passo à frente mas então Greninja foi atingido e ele também caiu no chão. Star ainda batalhava contra Jupiter, a maioria dos capangas já estavam derrotados e os que não estavam logo seriam por Diamond e Dawn, comecei a correr na direção deles para ajudá-los. Ho-oh pousou nos ombros de Haytham e então alçou voo sem soltá-los, ele segurou uma pata com as mãos e fez cair um raio em cima do Pokemon, a altitude ainda não era muito grande então ele não se machucou muito quando caiu. Finalmente parei do lado dele.
- Você está bem? – ergui ele e o escorei.
  Ele levantou a cabeça prestes a falar alguma coisa mas ao invés disso ele me empurrou para dentro do lago. Enquanto afundava vi um tsunami vermelho cobri-lo, nadei até à superfície e onde ele estava não tinha mais nada.
- Greninja, WATER SHURIKEN!
  Greninja ergueu a WATER SHURIKEN acima da cabeça e ela expandiu e começou a girar mais rápido, por fim ele a jogou na direção de Ho-oh que desapareceu depois de ser atingido. Assim como Haytham.
- Haha! Agora meu mestre tem o medalhão de Arceus! Nada poderá pará-lo!
- Greninja, derruba ele!
- Nem pense nisso! – ele jogou uma pokebola, dela saiu um Torterra, então ele puxou um medalhão como o de Mars e seu Pokemon cresceu e acertou Greninja com um VINE WIP antes que ele pudesse usar o CUT.
- FIRE PUNCH!
  Infernape passou zunindo e acertou Torterra em cheio, sua floresta móvel começou a pegar fogo e ele recuou caindo na água.
- Estupido! – o treinador suspirou – Não preciso de mais nada daqui!
  Ele estalou os dedos, o ar a sua volta ondulou e ele sumiu junto com seu Pokemon.
- Serena você está bem? – Diamond me perguntou.
- Haytham! – foi a única coisa que eu consegui pronunciar.

  Continuamos lutando contra a equipe Galáctica até colocar todos para correr. Me sentei no chão ainda tentando entender o que tinha acontecido.
- Quem era aquele? – perguntei para Ash.
- Aquele era Cyrus, o líder da equipe Galáctica... Quando nos conhecemos ele era um Admin da equipe Rocket.
- E ele também está com Giratina? – Star estava até mais abalada que eu.
- Ao que tudo indica ele queria o medalhão para entregá-lo a Giratina. – Ash disse.
- Mas então se eles estavam com Giratina o tempo inteiro por que tentaram capturar a Trindade? – perguntei.
- Para que nós não capturássemos eles talvez? – Dawn falou – O próprio Ash deu essa ideia.
- Eu ainda não sabia que capturar um lendário poderia abalar toda a nossa dimensão, se soubesse nunca teria sugerido algo tão estupido.
- Não importa! Cyrus tinha Ho-oh... – Star falou.
- Entregue a ele por Giratina, assim como Kyogre, é diferente. – Ash falou.
  Ficamos em silêncio.
- Se ele só queria o medalhão, por que levou Haytham junto? – perguntei – Espera! Eu sei!
  Todos olharam para mim.
- Arceus disse que cada um de nós tem um papel importante, eu já descobri o poder das visões, porém não fazemos ideia de para que serve o medalhão... E se cada um de nós quatro tiver um poder? E o do Haytham for usar o medalhão, e se nas mãos de outra pessoa aquilo é só um colar inútil?
- Então precisamos encontrá-lo logo, não sabemos o que o medalhão faz e se conseguirem fazer com que ele o ative podemos estar perdidos! – Ash disse.
- Duvido, é mais fácil chegarmos lá e encontrarmos o laboratório pegando fogo e ele parado do lado de fora tomando chá...
  Olhei para Star.
- Chá?
- Depois eu te conto essa história!

  Voltamos para Sandgem, tudo que tínhamos descoberto sobre a equipe Galáctica estava no laboratório, estava...
  Encontramos o laboratório todo destruído, com marcas de chamas nas paredes e algumas partes delas faltando.
- Rowan! – Diamond entrou correndo no laboratório.
  Entramos atrás para ajudá-lo, tiramos o professor e seus assistentes lá de dentro, machucados mas vivos.
- Eles não nos deram nem uma chance... – o assistente que eu estava escorando falou -  eles entraram e destruíram todos os computadores, colocaram fogo em todos os documentos que tínhamos! – ele agarrou meu pulso – Por que?
  Todos eles choravam, o professor lamentava sua pesquisa destruída, tínhamos perdido tanta coisa em um espaço de tempo tão curto.
- Star! – me aproximei dela – Não temos mais como descobrir a localização deles com meios normais, preciso do colar!

  Avançamos rapidamente para Twinleaf, a cidade de Diamond e Dawn, não podíamos teleportar pois todos estavam exaustos, Ninetales, Umbreon, Turtwig e Jolteon nos seguiam, também exaustos.
- Desculpe gente, não tenho a pokebola de vocês! – Star falou para eles.
  Entramos na casa de Dawn, não era a primeira vez que passávamos lá, a mãe dela nos olhou e ao perceber nosso desespero nos deixou subir direto. Star deitou na cama de Dawn e então nós repetimos o processo que fizemos para encontrar Regigigas. Espeon usou HYPNOSIS, dessa vez fazendo ela sonhar com a última coisa que lembrava de Haytham.
- Delphox use DREAM EATER!
  O mundo girou a minha volta se tornando cada vez mais escuro, antes de perder totalmente a visão pude ver o colar de Star começar a brilhar.
  Nós duas estávamos paradas na frente de uma enorme porta de ferro, no alto de uma montanha, tinha neve por todos os lados.
- Vamos entrar? Ou vamos sair? – Star me perguntou.
  Me aproximei da porta e passei a mão nela tirando a neve, um botão apareceu entre duas placas, apertei ele, o portão fez um barulho muito alto e começou a abrir.
- Certo, sabemos como entrar, vamos descobrir como chegar! – me virei e corri na direção oposta ao portão.
  Star me acompanhou, fomos descendo a montanha até pararmos em uma cidade.
- Perfeito! – Star disse.
- Vamos ter que vir voando, temos o Charizard, Noivern, Garchomp... Não temos o suficiente! – falei.
- Deixa comigo!

  Fomos para o PokeCenter, precisávamos dos nossos Pokemon completamente recuperados.
- Infelizmente vai levar algumas horas para que eles fiquem prontos para outra batalha! – a enfermeira Joy falou.
- Horas! Precisamos deles agora! Nosso amigo está em perigo! – Dawn gritou.
- Certo, vou tentar liberar eles o mais rápido possível.

  Star foi até o PC e ficou ali durante um tempo. Enquanto esperávamos ficamos repassando nossa estratégia.
- Existe um salão de entrada, nele tem três portas que levam para a câmara dos soldados, câmara dos Pokemon e câmara dos Admin. Temos que invadir essa terceira.
  Eu apontava as salas em um desenho que eu tinha feito do Bunker.
- Certo. – Dawn olhava muito atentamente – Eles vão estar nos esperando né?
- Muito provavelmente...
  Ash sentou na mesa junto com nós três.
- Consegui falar com o professor Carvalho! – ele segurava duas pokebolas – Vamos nos divertir!
  Finalmente Star sentou do meu lado.
- Lembrando que nós não vamos poder usar megas, tirem suas mega pedras antes de sairmos. – ela falou.
- O que era aquele aparelho afinal?
- Se não era a mesma coisa era muito parecido com o dispositivo que a equipe Z usou para controlar Zygarde.
  Ela pôs três pokebolas na mesa.
- Quem vocês trouxeram para a festa? – perguntei.
- Surpresas! – os dois responderam juntos
- Eles estão prontos! -  a enfermeira Joy anunciou.


  Subi no Charizard, Star no seu Garchomp, Dawn no meu, Diamond no Noivern e Serena no meu Pidgeot, alçamos voo e seguimos em direção à montanha.
- Por aqui! – Serena gritou e manobrou para a direita.

  Decidimos que iríamos subir a montanha a pé para chamar a menor atenção possível.
- Voltem! – chamamos todos os Pokemon de volta para as pokebolas e começamos a andar.
  Greninja não quis ficar na pokebola, ele se sentia culpado pois não pode fazer nada quando Ho-oh atacou Haytham, por isso ele decidiu que iria resgata-lo sozinho, tentamos convencê-lo de que ele precisaria de ajuda mas ele não queria conversa. Ninetales, Umbreon Turtwig e Jolteon também andavam do nosso lado, mas eles não tinham suas pokebolas para ficar dentro.

  Chegamos no topo, a nossa frente tinha uma enorme porta de ferro, Serena andou até ela e apertou um botão que até então estava oculto. O portão emitiu um barulho muito alto e saiu fumaça de sua base “ou seria neve?” e ele começou a deslizar para a direita revelando um enorme salão com vários carros e caminhões da equipe Galáctica estacionados.
- Estamos dentro! – Serena disse.

  Entramos chamando nossos Pokemon para fora de suas pokebolas e já dando ordens para que eles atacassem, FIRE BLAST, BUM BLAST, FIRE PUNCH, entre outros ataques.
  Todos corriam de um lado para o outro tentando se reagrupar para contra-atacar.
- DRAGON CLAW naquele caminhão! – ordenei a Charizard – Noivern BUM BLAST!
  Charizard acertou um caminhão com sua DRAGON CLAW e ele voou pelo salão até acertar outro caminhão, o choque fez eles explodirem e os capangas de Cyrus recuaram ainda mais. Noivern acertou outro caminhão com o BUM BLAST e fez com que ele explodisse também. A vitória estava cada vez mais perto.
- Delphox FIRE BLAST!
  Este ataque foi direcionado a uma parede, o fogo a atingiu e ela derreteu.
- Por ali galera! – Serena gritou para nós.
  Greninja estava destruindo tudo que passava na sua frente como no dia em que enfrentamos Mewtwo, aquele dia ele superou sua própria Synchro.

--------------------1--------------------
  Giovanni jogou sua última pokebola, não... Era uma Masterball!
- Vai Mewtwo!
  O lendário apareceu na minha frente, Charizard se colocou em uma postura ainda mais agressiva.
- Charizard, Mega-Shinka!
  Várias linhas de luz saíram de mim e de meu Pokemon e avançaram até nos unir, a luz aumentou e Mega Charizard Y surgiu!
- DRAGON CLAW!
- TELEPORT! PSYCHIC!
  Charizard avançou contra Mewtwo que teleportou para trás de meu Pokemon e lhe acertou o golpe psíquico, Zard caiu de joelhos. Ao meu lado Misty prendeu a respiração.
- Não vamos deixar ele nos derrotar! THUNDER PUNCH!
  Meu Pokemon se virou e acertou Mewtwo no estômago, ele saiu voando e se recuperou no ar, teleportou para trás de Charizard mais uma vez e lhe acertou SHADOW PULSE.
- Charizard! – ele não podia mais batalhar.
- Haha! – Giovanni riu do meu desespero – É assim que acha que vai derrotar a equipe Rocket?
  Peguei minha última pokebola.
- Não! É assim! – joguei ela e na minha frente surgiu Greninja – Vamos acabar com você Giovanni! Greninja, NIGHT SLASH!
  Giovanni deu um passo para trás.
- SHADOW PULSE!
  Greninja foi atingido antes que pudesse se aproximar do adversário, ele caiu de costas e levantou na hora.
- Ele não vai nos parar!
  Minha visão escureceu, só o que eu via na minha frente era Greninja, ele estava tentando se levantar, por instinto corri na direção dele, segurei seu ombro e senti seu poder chegar em mim.
- Agora nem Mewtwo poderá nos parar! Vamos destruir eles!
  Minha visão voltou e um turbilhão envolveu Greninja, então algo diferente aconteceu, um turbilhão me envolveu também, eu sentia todo o poder de meu Pokemon fluir dentro de mim, eu não precisava ordenar os golpes, se eu os fizesse dentro de meu casulo meu Pokemon faria também.
- O que é esse poder?
- É desse jeito que eu jogo Giovanni! Receba todo meu poder! – gritei e o casulo se rompeu revelando pela primeira vez Ash-Greninja.
- SHADOW PULSE!
  Mewtwo se preparou para lançar o golpe. Greninja começou a correr na direção de seu adversário com uma lâmina negra em sua mão. Mewtwo lançou o ataque, Greninja desviou, pulou e  tentou acertar-lhe na cabeça, Mewtwo se teleportou e tentou acertar ele nas costas, Greninja desviou e acertou o braço do adversário, este cambaleou e voltou a atacar dessa vez com uma AURA SPHERE, Greninja destruiu o ataque com AERIAL ACE e então acertou Mewtwo no estômago fazendo com que seu adversário caísse no chão, cravou a lâmina no corpo de Mewtwo e um raio negro o acertou fazendo com que ele se contorcesse no chão. Greninja avançou contra Giovanni e o acertou fazendo com que ele caísse de costas no chão.
- Acabou! Nós vencemos Giovanni! A equipe Rocket acaba aqui!
  Mewtwo levantou e tentou acertar Greninja com uma AURA SPHERE de novo, Greninja desviou e voltou a acerta-lo com o NIGHT SLASH, Mewtwo caiu de joelhos, desapareceu e reapareceu atrás de meu Pokemon finalmente acertando ele, Greninja caiu dando uma cambalhota e se pondo de pé, ele se virou, levantou sua WATER SHURIKEN gigante e ela cresceu ainda mais.
- Acabou! – gritei lançando meu próprio na direção do Pokemon adversário.
  Nossos ataques se fundiram e o atingiram. Mewtwo caiu de joelhos mais uma vez e então foi finalizado com um NIGHT SLASH!

  Sorri, poderia derrotar qualquer um com Greninja, e assim seria!
  Passei pela abertura feita por Delphox, Serena logo atrás de mim, descemos o corredor e fomos indo de porta em porta procurando por Haytham, finalmente Serena gritou.
- Aqui!
  Entrei na sala, ele estava pendurado pelos braços, preso a parede.
- Haytham! – ela segurou o rosto dele – Vamos soltá-lo, Delphox derreta as correntes.
  Ela aproximou seu galho em uma corrente e ela começou a brilhar até arrebentar, depois ela fez esse mesmo processo na outra corrente. Serena segurou ele impedindo que caísse e ficou de joelhos abraçada a ele.
- O medalhão está com ele? – perguntei.
- Cyrus... Levou...
- Haytham! Você está bem? – ela perguntou.
  Ele levantou a cabeça.
- Sim... – ele chacoalhou ela e finalmente pareceu acordado – Sim estou bem. O medalhão é inútil se não estiver comigo, só eu tenho o poder de ativa-lo.
- Então por que Cyrus levou ele embora? – perguntei.
- Porque eu sabia que viriam resgata-lo!
  Olhei para trás. Cyrus estava dentro da sala, atrás dele estava Torterra, sob o poder do medalhão de Giratina.
- Ninja! – meu Pokemon gritou.
- Não! – pus a mão na frente dele – Pikachu também, essa luta não é de vocês! Está na hora da revanche!
  Joguei a segunda pokebola que eu tinha pego com o professor Carvalho hoje.
- Nape! – meu Pokemon rugiu na direção de Cyrus.
  O líder da equipe Galáctica deu um passo para trás.
- Haha! Bem que Saturn me avisou que você iria tentar reconstruir as antigas batalhas. Certo então! Torterra vs Infernape.
  Haytham sussurrou algo em meu ouvido, fiquei tentando entender o que aquilo significava “Seja efetivo duas vezes, e será o fim dele!”
- ROCK SLIDE!
- FLAMETHROWER!
  Torterra lançou várias pedras na direção de Infernape que desviou e engolfou o adversário em chamas. Uma das pedras caiu ao meu lado.
- Serena, tire Haytham daqui!
- Pode deixar! – ela se levantou e saiu com ele pela porta de trás.
  “Seja efetivo duas vezes”
- FIRE PUNCH!
- VINE WIP!
  Infernape avançou contra o adversário que suspendeu ele pelos pés, lembrei de Meganium.
- Pegue as vinhas!
  Ele obedeceu, o fogo se alastrou até chegar em suas costas e então ele cessou.
  “Seja efetivo duas vezes” eu tinha entendido.
  Infernape tinha caído no chão e estava esperando minha próxima ordem.
- FLAMETHROWER e CLOSE COMBAT!
  Infernape lançou as chamas para frente, mas estás em vez de cobrirem o adversário cobriram ele fazendo um casulo de chamas, ele avançou contra Torterra que jogava pedras alucinadamente em sua direção e então o acertou com um CLOSE COMBAT em chamas. Efetivo duas vezes!


  Jolteon corria pelas paredes enquanto acertava todos os Pokemon aquáticos e voadores daquele lugar.
- Garchomp, DIG! – ele obedeceu e submergiu.
  Voltou a aparecer em baixo de um Probopass, ele foi jogado para o alto e então foi finalizado com um DRAGON CLAW.
- Glaceon AURORA BEAM!
  Um Dragonite tentou se aproximar por trás de Empoleon... Tentou... O ataque de Glaceon foi o suficiente para finaliza-lo.
- Metagross, IRON HEAD!
  O Pokemon de Diamond finalizou um Onix.
  Jolteon e Glaceon pararam na minha frente agitados.
- Acham que conseguem depois de tanto tempo? – perguntei.
- Ceon, ceon, ceon!
- Certo! Glaceon, AURORA BEAM para o alto, Jolteon THUNDER BOLT!
  Glaceon olhou para o alto e lançou uma raio de gelo, ele atingiu o teto e ricocheteou por todo o salão, ou o que sobrou dele. Jolteon lançou um raio no de Glaceon, ele foi ricocheteando por todos os lados ao mesmo tempo que subia até o teto, lá ele se dividiu em oito, seguindo os de meu Pokemon, continuou ricocheteando até chegar ao final dos raios de gelo, no fim toda o salão parecia uma enorme cama de gato elétrica, a reação em cadeia durou por uns cinco minutos e quando encerrou quase todos os Pokemon adversários estavam no chão, os que permaneciam em pé estavam com muito medo assim como seus treinadores.
- Acabou! – gritei o mais alto que pude – Vocês vão se render agora ou o próximo raio vai ser na direção de vocês!
  Não precisei falar duas vezes.
  Luxray e Tyranitar se aproximaram.
- Ele vai ficar feliz de ver vocês dois! – cocei a orelha do elétrico – Vamos acha-lo!
--------------------2--------------------
  Enquanto Diamond e Dawn resolviam o problema dos capangas eu fui atrás de Ash e Serena. Ouvi barulhos de batalha e então vi um borrão vermelho acertar um Torterra, Turtwig colocou a cabeça para fora da minha bolsa tentando ver o que acontecia.
- Fica quieto! – empurrei ele de volta.
  O Torterra foi atingido mais uma vez e então desmaiou, o borrão se revelou um Infernape e eu pude ouvir Ash comemorar.
- É isso ai!
  Ao meu lado a parede se mexeu e uma abertura surgiu ali.
- Entra aqui! – disse Serena.
  Eu entrei e vi Haytham sentado em um canto do que parecia ser um quarto oculto.
- O que isso faz aqui? – perguntei.
- Não faço ideia! – a garota me respondeu.
  Luxray entrou na sala e se aproximou do treinador, Tyranitar parou na porta.
- O que é isso? – Haytham afastou a cabeça do Pokemon e o coçou no queixo.
- Eu trouxe ele para nos ajudar... – abaixei a cabeça quando percebi que ele estava fazendo uma cara zangada.
- Você trouxe ele também né? – ele perguntou.
- Sim.
- Me entregue a pokebola. – ele estendeu a mão.
  Serena pareceu perceber o que se passava.
- Haytham! Ela só estava tentando ajudar!
- Eu sei! – ele se pôs em pé e pegou a pokebola – É hora de esquecer os antigos medos, para que tenha espaço para novos!

  Demos a volta por dentro das paredes a saímos atrás de Ash que estava apanhando para Ho-oh.
- Minha vez de ter uma revanche! – ele tocou o ombro do amigo.
- Tem certeza?
- Pergunte a ele! – ele jogou sua pokebola - Vai Salamence!
  Salamence surgiu e deu um rugido com todo o seu poder.
  Haytham, o meu Haytham estava de volta!
  Ele montou no Salamence e gritou para Cyrus.
- Vamos fazer isso lá fora! – então saiu em disparada para fora do Bunker
- Não vai adiantar nada! – Cyrus subiu em Ho-oh e disparou atrás dele.

  Chegamos do lado de fora, Ho-oh havia emitido uma enorme onda de calor e feito toda a neve em volta derreter. Salamence voava em volta dele, Haytham estava parado no chão.
- DRAGON PULSE!
- FLAMETHROWER!
  Eles ficaram disputando durante um tempo até que Salamence foi atingido, ele pousou na frente de seu treinador, estava muito machucado.
- Não podemos desistir! HYDRO PUMP!
- FIRE BLAST!
  As chamas foram na direção de Salamence porém foram apagadas pelo jato d'água, que continuou avançando até acertar Ho-oh, ele bateu as asas tentando reaver o equilíbrio mas o Pokemon de Haytham já estava em cima dele prestes a acerta-lo com um DRAGON CLAW.
- IRON WING!
 Ho-oh acertou Salamence que foi lançado longe, enquanto girava no ar ele começou a brilhar, suas asas aumentaram e se estenderam de forma assustadora e então ele avançou contra o adversário, agora mega evoluído. Nossos quatro amigos olhavam para o poder dele maravilhados.
- Esperem só um minuto! – eu disse.
- O que? – Cyrus gritou.
- Pronto! Agora podem falar que ele é o maior treinador de todos.
- Por que eu não consigo controlar ele?
- Porque o poder dele é maior que o da mega evolução! Ele não precisa de meros artefatos para alcançá-lo, e não precisa de mais ninguém além dele mesmo para alcançar esse nível!
  Seus olhos começaram a brilhar em dourado e um casulo de eletricidade o envolveu. Ele avançou contra Cyrus enquanto Salamence atingia Ho-oh com um HYDRO PUMP.
  Cyrus foi jogado no chão e seu lendário caiu desmaiado, agora na mão de Haytham estava o medalhão de Arceus, este brilhava ainda mais que seu portador, ele se alongou e tomou forma na mão de Haytham, agora ele era uma espada de lâmina branca, Haytham apontava ela para o peito do líder da equipe Galáctica.
- Diga para Giratina quando chegar no reino dele que “Haytham lhe deseja boa sorte”!
  Ele ergueu a espada e seu casulo de eletricidade se expandiu impedindo que víssemos o que acontecia ali. Mas não era muito difícil de se adivinhar.
  
Ele se aproximou de nós, a espada estava descansando ao lado do corpo dele, sua lâmina estava limpa e Cyrus não podia ser visto em lugar algum. Ele deu um sorriso cansado para mim e então abraçou Serena.
- Obrigado... mesmo!
  Ele se afastou dela e olhou para todos nós.
- É isso! A equipe Galáctica acabou!
“Obrigado treinador!” Ho-oh levantou sua cabeça “Você me libertou das garras de Giratina, agora eu preciso ir, preciso descobrir se existem mais lendários que estão livres do controle dele.”
- É a melhor coisa que você pode fazer agora! Embora eu precise de você por perto...
“Por perto?”
- Regigigas está sendo mantido preso por Giratina, ele quer que Heatran seja morto e está usando o poder do rei dos Regis para conseguir isso. Precisaremos de sua ajuda para liberta-lo!
“Se assim poderei me redimir pelo que te fiz, eu ajudarei!”

  Quando partimos para Sinnoh tínhamos somente um objetivo. Descobrir se Rayquaza era realmente o Cavaleiro do Céu.
  Ao chegarmos aqui demos de cara com a equipe Galáctica, e depois descobrimos sobre Regigigas. Nosso objetivo principal foi resolvido nos primeiros dias, agora a equipe Galáctica não passava de vários Bunker’s destruídos.
  Só nos faltava Regigigas...
  Algo me dizia que não seria tão fácil pará-lo.

  Quando chegamos em Sandgem vimos um monte de enfeites que não estavam lá antes de sairmos.
- O que é isso? – perguntei.
  Dawn saiu correndo na nossa frente e começou a girar no meio da rua.
- Que maravilha, já começaram a enfeitar!
- Tá, mas o que é isso? – perguntei de novo.
- O que mais poderia ser? – ela dava gargalhadas - É Halloween!
  
 

 


Notas Finais


Link 1: https://m.youtube.com/watch?v=LNYLxw2p4yw
Link 2: https://m.youtube.com/watch?v=0tn5g2pF5PU
Então é isso!
Gostaram? Por favor comentem porque isso me anima a continuar escrevendo!
Vou fazer isso da música em todo encerramento de Arco. Até porque se fizer isso todo capítulo fica enjoativo e as musicas boas acabam XD
Até semana que vem meus queridos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...