História Pokemon Futebol- Os pokemons entram em campo - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Esporte, Futebol Pokémon, Futebol!, Pokémon, Romance
Exibições 12
Palavras 3.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal, eu sei que demorei para postar, mas é que não encontrava referências sobre como escrever partidas de futebol em fan-fics, então fiz o melhor possível. Aqui está.

Capítulo 4 - O primeiro desafio de Benrardo


-Finalmente

A caminhada entre Pé do Monte e Tiupa era de apenas uma hora, mas pareceu uma eternidade para Bernardo. O garoto estava com a expectativa de desafiar o líder do ginásio e chegou ao seu destino  quase correndo, mas agora via a cidade. Não era a primeira vez que o treinador vinha na cidade. Quando era criança, chegou a assistir uma partida amistosa do Atlético contra o Esporte Clube Tiupa, que usava camisas amarelas e tinha um Pikachu como mascote.

Bernardo pegou uma foto de seus pais que levava na mochila e disse

-Pai, mãe, hoje é a estreia.

O garoto entrou na cidade. No começo tinha casas mais simples, mas conforme ia avançando os prédios iam ficando maiores. Procurava alguém para perguntar onde ficava o ginásio quando viu dois homens, provavelmente eletricistas, perto de um poste, conversando.

-Tudo certo, tem mais algum? Disse um deles

-Por aqui não tem nenhum, o chefe vai ficar feliz – disse o outro

-Com licença – se dirigiu Bernardo aos eletricistas

-Olá garoto, é treinador pokemon?

-Sim, eu gostaria de saber onde fica o ginásio de futebol?

-Vai desafiar a líder Claudia?

-Claudia?

-É a líder do ginásio. Ela é a esposa do nosso chefe, O local fica longe, mas e só pegar o VLT que você chega rapidinho,

-VLT?

-Sim. Criação do nosso chefe. Tem uma estação aqui perto. E só entrar descer na estação ginásio, a que tem um Centro Pokemon em frente. Dali e só andar umas três quadras para a esquerda que você chega no ginásio

Bernardo repetiu em mente as informações

-Entendi. obrigado pelas informações – agradeceu o garoto

-Boa sorte contra Claudia, ela é forte - disse um dos eletricistas.

Bernardo seguiu as instruções dos eletricistas e entrou na estação. Não demorou para o VLT chegar. Ele entrou e se sentou na janela. No topo do trem tinha uma TV pendurada, que estava passando notícias até que uma delas chamou a atenção. A repórter falava

-E saiu os primeiros resultados dos concursos pela região de Brani. Tivemos supressa na cidade de Viracruz, onde um jovem chamado Danilo quase surpreendeu o experiente coordenador Tenório Sula e faturou logo em sua estreia uma fita de concursos. A final foi surpreendente, mas o Delcatty conseguiu se sobrepor ao Fennekin do estreante.

Bernardo pensou. Danilo ficou no quase. E Vanessa, será que já ganhou uma insígnia? Talvez perguntasse algo ao Professor João quando chegasse ao Centro Pokemon. Foi com esses pensamentos que Bernardo viu que já tinha chegado na estação que deveria descer. Ele saiu do trem e foi para esquerda. Não demorou para encontrar o ginásio. Era grande e todo pintado de amarelo. Bernardo respirou fundo e entrou

O treinador se deparou cum um corredor longo e inicialmente escuro, mas que se iluminou quando ele fechou a porta.

-Olá? Tem alguém aqui? perguntou Bernardo, que começou a andar mais rapidamente. No meio do corredor apareceu um grupo de três Pikachus. Dois deles ficaram na frente, em posição de ataque. O terceirou ficou um pouco para trás, olhando com curiosidade. Lembrando-se de Sandro sobre ,a diferença entre sexos, Bernardo percebeu que os três eram machos, já que as caudas eram retas.

-Opa, não quero lutar só jogar futebol – disse Bernardo.

Contudo, o treinador passou a se afastar lentamente, já pegando nas poke-bolas para contra-atacar, quando tomou um susto. Um Raichu estava flutuando. Mas não era um Raichu normal. Ele tinha uma pele laranja escura e olhos maiores do que um Raichu normal. E ele usava poderes psíquicos. Mas pelo que Bernardo sabia, Raichus não eram pokemons psíquicos.

-Vejo que você conheceu a Lilá.

Bernardo se virou, Uma mulher de cabelos curtos e pretos apareceu sorrindo. O treinador supôs que fosse a líder Claudia. Ela sorria.

-A Lilá gosta de assustar os treinadores que entram aqui.

-Lilá? Raichu fêmea? Perguntou Bernardo.

-Sim, esta Raichu aqui é fêmea.

-Então você quer dizer que quando Pikachus fêmeas evoluem viram isso?

-Não. Essa Raichu eu capturei na região de Alola

-Alola?

-Sim, lá tem pokemons completamente diferentes, como os Raichus, que são do tipo psíquico

A porta novamente se abriu. Um homem saiu ao lado de outro Raichu, dessa vez normal. A líder se apresentou oficialmente

- Deixa eu me apresentar. Eu sou Claudia, a líder desse ginásio. Esse aqui é o meu marido Álvaro, gerente da empresa de energia na cidade de Tiupa.

Bernardo cumprimentou o casal no mesmo momento em que os Raichus ficaram lado a lado. Dois dos Pikachus ficaram observando, mas um deles continuou olhando par Bernardo.

-Esse Raichu é macho

A Lilá você já conhece, vou lhe apresentar o Trovão ,nosso Raichu macho - disse Claudia, olhando para o casal de Raichus.

-Então esses Pikachus... começou Bernardo,

-Os três são filhos desse casal. Eles ainda não têm nome - disse Álvaro.

-E qual é o seu nome? Ainda não sei - perguntou Claudia

-É Bernardo, Vim aqui ter uma partida de futebol pokemon.

-Ótimo, então venha por aqui – disse Claudia

Bernardo seguiu a líder, o marido e os pokemons (com Pikachu ainda olhando para Bernardo) até uma porta automática, onde viu o campo. Ele era coberto, mas com painéis solares. A grama era natural e no momento estava sendo ocupada por alguns pokemons, todos eles elétricos.

- Olha Bernardo, essa é a nossa arena – disse Claudia

-Os pokemons estão treinando agora, comentou Álvaro.

O casal Raichu correu para o centro do campo. Dois Pikachus foram atrás, mas o terceiro ficou olhando para Bernardo antes de se reunir aos irmãos.

-Bem Bernardo, eu sei que você está louco para bater uma bola, mas preciso resolver algumas coisas com meu marido, então eu gostaria de marcar o jogo para as cinco da tarde, pode ser?

Bernardo olhou meio impaciente, querendo jogar agora, mas se recompôs e disse.

-Tudo bem.

Então te vejo as cinco. Mas chegue aqui as quatro e meia para se apresentar.

 

 

-Vai estrear hoje filho? Perguntou Gregório.

Bernardo resolveu ir ao Centro Pokemon para se preparar. Assim que chegou resolveu telefonar para os pais.

-Que bom filho, estarei torcendo pro você - disse sua mãe, orgulhosa

-Comece com passes curtos, não ataque logo de início, lembre-se de poupar seus pokemons. E lembre-se: perder faz parte do aprendizado, não se chateie se for derrotado.

-Tudo bem pai.

Assim que desligou. Bernardo tirou todos os seus pokemons das poke-bolas.

-Pessoal, hoje é a nossa primeira partida oficial, vamos com tudo, quem está comigo?

Os pokemon concordaram, cada um ao seu estilo.

 

Bernardo passou o resto da manhã e o início da tarde fazendo alongamentos em sues pokemons e criando estratégias de jogo. As quatro e meia voltou para o ginásio, onde encontrou um rapaz de mais ou menos 20 anos, cabelos castanho-claros e olhos escuros  na porta

-Você deve ser o Bernardo. Meu nome é André e faço estágio aqui no ginásio.

-Estágio?

.-Quero ser narrador esportivo e a líder Claudia me deu um estágio aqui como o anunciante das partidas, ela me falou que ia jogar hoje.

Os dois entraram no ginásio. André conduziu Bernardo até onde ficava o campo. A líder estava esperando no centro do gramado.

-Olá Bernardo. Vejo que conheceu o André. Ele via ser o locutor oficial da partida. Meu marido vai ser o árbitro. Mas não se preocupe, ele é imparcial.

-Agora Bernardo, pode se dirigir ao lado esquerdo do campo, lá vai ser o seu banco – disse André.

Bernardo foi para o lado indicado e tirou todos os seus pokemons das poke-bolas.

-Pessoal ,esse é o nosso primeiro jogo. Vai ser difícil, já que não tenho experiência. Mas tenho raça, e aposto que voês tem também. Vamos lá botar para quebrar.

 

 

Após uma meia hora demorada, Álvaro estava no meio do campo, vestindo camisa amarela e short preto. Claudia e Bernardo estavam na entrada do gramado, com os pokemons que iam. André estava na parte de cima do ginásio.

-A partida entre a líder de ginásio Claudia e o desafiante Bernardo está para começar. Claudia irá jogar com: Electabuzz, Manectric, Heliolisk, e os Raichus Lilá e Trovão. Já Bernardo entra em campo com Aipom, Cubone, Meditite, Eevee e Froakie.

Os treinadores entraram em campo com seus pokemons, que foram tomando suas posições. Electabuzz e Aipom no gol. Claudia e Bernardo ficaram em frente um com o outro, com Álvaro no meio

 -Essa é uma partida oficial valendo insígnia. Em caso de empate a partida via para a prorrogação. Persistindo o empate teremos pênaltis. Treinadores se cumprimentem

Claudia e Bernardo se cumprimentaram. Álvaro em seguida jogou a moeda para decidir quem ia dar o passe inicial. Bernardo ganhou. Froakie e Eevee foram para o meio do campo.

-APITA O ÁRBITRO. COMEÇA O JOGO - Anunciou André.

Froakie tocou para Eevee ,que recuou para Meditite, que retornou para o sapo, que passou para o Cubone. Bernardo queria estudar mais o estilo de jogo da adversária e mandou seus pokemons ficaram tocando a bola no início.  Cubone tocou para Froakie, pensando em começar um ataque, mas o sapo foi desarmado pelo Heliolisk

- Heliolisk, jogada 3 – Ordenou Claudia.

-Todos recuando – gritou Bernardo

O Heliolisk passou para Lilá.

-Cubone, use o osso para parar a jogada.

Cubone arremessou o osso, que acertou a bola e desviou para Forakie pegar, iniciando um contra-ataque.

-Eevee, use a velocidade

O pokemon raposa correu com toda a velocidade, Froakie acompanhou. Quando o Manectric tentou bloquear, Eevee passou para o sapo.

--Ataque de Bolhas para fazer o gol.

- Soco Trovão para defesa, Electabuzz

Froakie soltou sua rajada de Bolhas em direção ao gol. Electabuzz socou a bola, que foi para meio campo. Lilá e Cubone ficaram esperando ela cair, e quem se deu melhor foi a Raichu, que iniciou um ataque junto com Trovão.

-Trovão, Cauda de Ferro em direção ao gol.

-Meditite, use Poder Oculto.

Trovão lançou a bola com cauda de ferro. Mas Meditite usou sue poder para enfraquecer a bola, deixando Aipom pela-la facilmente.

-Belos movimentos Bernardo - elogiou Claudia.

-Obrigado, temos mais cartas na manga.

Aipom tocou a bola para Meditite, que passou para Cubone, que lançou para Eevee.

-Ataque psíquico Lilá

A Raichu parou a bola com a mente, passando para Heliolisk.

-Cubone, Bastão de Osso

O pokemon fez  o ordenado, mas Heliolisk estava esperto e desviou, iniciando um ataque

- Jogada 5, Heliolisk.

- Todos recuando.

Heliolisk passou a bola para Trovão, iniciando um ataque. Eevee tentou para-lo, mas o Raichu macho foi esperto e deu  um lançamento para Lilá, que cabeceou forte, mas Aipom espalmou

Claudia atacou mais três vezes, sempre com o casal Raichu. Em duas oportunidades, Aipom defendeu, tirando pequenos sorrisos de Bernardo. Contudo, a preocupação estava rondando  o treinador. No terceiro ataque, a bola foi para fora.

-Está na hora de atacar um pouco. Aipom, chute a bola para o outro lado.

-Todos no campo de defesa.

Quando Aipom chutou, todos os pokemons estavam no campo de ataque de Bernardo.

-Ataque Psíquico - ordenou Claudia

-Dessa vez não. Eevee, use estrelas cadentes no ar.

As estrelas lançadas por Eevee atrapalharam o ataque da Raichu, permitindo que Meditite dominasse a bola. O pokemon psíquico começou a correr, driblando o Manectric e passando para Cubone, que deu um chapéu no Heliolisk antes de chutar no gol, passando um centímetro acima da meta defendida por Electabuzz.

-Porcaria! Exclamou Bernardo ao ver o gol perdido.

Electabuzz arremessou para o centro do campo, mas de repente Cubone lançou o seu osso na bola, desviando – para Meditite e deixando Bernardo estupefato.

-Vamos lá pessoal, agora é a hora. Froakie, Ataque Rápido.

O sapo disparou ao mesmo tempo em que Meditite cruzava. Froakie chutou forte.

-NA TRAVE! Exclamou André, o narrador. Bernardo novamente levou as mãos na cabeça

-Você treinou bem os seus pokemons garoto – elogiou novamente Cláudia.

O Electabuzz dessa vez passou curto para Manectric. Os pokemons de Bernardo voltaram para a defesa.

- Manectric, agora a jogada 5

Manectric correu até o meio campo, passando a bola para Trovão.

 -A toda velocidade – ordenou Claudia

-Bloqueiem – disse Bernardo.

O Raichu foi com tanta velocidade que driblou Froakie. Quando Meditite foi para cima, Trovão passou a bola para Lilá, que usou sua Cauda de Ferro tão forte que a bola passou por Aipon e entrou

-GOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL. DE LILÁ. SETE MINUTOS DO PRIMEIRO TEMPO, NUM ATAQUE FULMINANTE. 1 A 0 PARA ALÍDER CLAUDIDA. Anunciou André, enquanto os pokemons de Claudia comemoraram, com Trovão indo abraçar a “esposa”. Bernardo viu o Aipom sentar no chão, desolado

-Animo pessoal, ainda dá para virar – falou Bernardo a seus pokemons enquanto eles se reposicionavam.

Novamente, o time de Bernardo tocou a bola para trás assim que Álvaro voltou a apitar. Meditite estava com a bola e se preparava para cruzar quando o Manectric roubou a bola e correu com toda a força para o gol de Aipom, deixnado o jovem trinador estupefato.

-Manectric, Choque do Trovão.

O pokemon elétrico soltou uma forte descarga que acertou a bola, fazendo Aipom pular para espalmar

-Não esperava que eu ia recuar o time só porque estou vencendo – disse Claudia;

-Vamos ter que atacar, pessoal. Vamos lá Aipom.

Aipom jogou a bola para Meditite, que correu até o meio campo, passando rapidamente a bola para Cubone, que deu um chapéu no Heliolisk.

-Isso mesmo Cubone, vamos lá

O pokemon de terra correu para o ataque, passando a bola para Froakiem que passou pelos dois Raichus.

- É agora

Froakie enganou o goleiro, passando para Eevee

-Agora Eevee.

Mas Eevee acabou errando. A bola passou por cima da trave.

- Não vamos desanimar pessoal, o gol está amadurecendo.

Mas ficou apenas nisso. Por cinco minutos Bernardo realizou três ataques seguidos, bem planejados, mas em dois o Electabuzz defendeu, e a terceira ficou na trave. O placar marcava 15 minutos de jogo quando o time de Claudia iniciou um novo ataque, com os dois Raichus correndo a toda velocidade lado a lado, ambos trocando a bola de uma forma tão rápida que os pokemons de Bernardo não conseguiam acompanhar. Lilá deu um rápido passe para Heliolisk, que driblou Cubone e Aipom e fez o gol.

-GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLL . DO HELIOLISK. QUINZE MINUTOS DO PRIMEIRO TEMPO. 2 A 0 PARA A LÍDER CLAUDIA

O desespero bateu em Bernardo. Ele estava jogando bem, mas não conseguia fazer o gol, e ainda por cima levou dois. O treinador mandou seus pokemons tocarem a bola até encontrarem uma maneira de aracar. Mas a líder fechou o time de uma forma que o primeiro tempo acabou sem uma nova tentativa, exceto um chute longo que Meditite deu no final.

-Fim do Primeiro tempo. 2 a 0 para a líder Cláudia – anunciou André.

Bernardo se reuniu com sues pokemons, que estavam desolados.

-Vamos lá gente. O placar é desfavorável, mas ainda dá para a gente pelo menos levar para a prorrogação. E só acertar o gol. Estamos fazendo boas jogadas, mas errando no final. E só chutar no gol.

Os times voltaram para o segundo tempo. Dessa vez os dois Raichus foram para o centro do gramado. Quando Álvaro apitou, o time elétrico já partiu para o ataque, mas Trovão foi desarmado pelo Meditite. Contudo, o pokeomn parecia cansado, e não conseguiu dar o seu chute de longo alcance, permitindo que Manectric recuperasse a bola e chutasse, forçando Aipom a defender.

-Meditite, quer sair ou ainda pode continuar?

Bernardo tinha criado um símbolo para que se pudessem comunicar. Caso o pokemon quisesse sair, levantava o braço com o polegar para cima caso quisesse continuar, e para baixo, caso quisesse sair. Se o pokemon for quadrúpede, ele levanta a cabeça para cima se quiser ficar, e abaixa-a caso queira sair. No caso de Meditite, ele anunciou que queria sair. Bernardo olhou para Cyndaquil e disse

-Agora é sua vez. Entra lá e arrebenta.

O treinador pediu a substituição. Meditite saiu e entrou Cyndaquil.

.-Você fez um bom trabalho Meditite.

-Boa escolha Bernardo, trocou o que estava cansado – comentou Claudia.

 -Vamos lá Cyndaquil, mostre do que você é capaz

.

O jogo recomeçou. Heliolisk estava com a bola. Passou para Trovão, que iniciou um novo ataque. Cubone veio e cortou a jogada. Cyndaquil ficou com a bola

-Ataque Rápido Cyndaquil

O pokemon de fogo correu com tanta velocidade que nem mesmo o Manectric conseguiu para-lo. Quando chegou no Electabuzz,. Ele deu um passo para Froakie, que dessa vez não desperdiçou.

GOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLL, DO FROAKIE, QUE RECEBEU DE CYNDAQUIL. O DESAFIANTE DEMINUI O PLACAR PARA 2 A 1  AOS DOIS MINUTOS DO SEGUNDO TEMPO.

Froakie correu em direção ao seu trinador para comemorar o gol. Bernardo e os outros pokemons deram um abraço coletivo no sapo.

-Isso mesmo garoto, vamos lá, ainda dá para virar.

Claudia olhava sorridente para o desafiante. Apesar de ter levado gol, se admirava com a proximidade entre treinador e pokemons.

Álvaro recomeçou o jogo e Bernardo se encheu de esperanças, pensando numa possível virada. Motivados com o gol, os pokemons passaram a atacar com mais intensidade. Contudo, aos poucos a esperança acabou se transformando novamente em agonia, pois em quase todo o segundo tempo o time tentou, mas não conseguiu fazer os gols, poisa bola baita na trave, ia para fora ou então o Electabuzz parava. O time de Claudia também mostrou seu poder, e o Aipom mostrou toda sua habilidade impedindo três gols.

Mas o placar já havia marcado 17 minutos de jogo. Bernardo estava desesperado, mas tentava passar tranquilidade e otimismo.

-Vamos lá pessoal, ainda dá para empatar.

Cubone e Cyndaquil começaram um ataque juntos. Na tentativa de Cubone passar para Eevee, Manectric tomou a bola e chutou na direção de Lilá.

-Raio Psíquico Lilá.

O movimentou acertou a bola em direção ao Trovão, que estava na entrada da área de ataque.

-Trovão, Cauda de Ferro

-Aipom, segure

O macaco era rápido, mas não foi o suficiente para impedir o Cauda de Ferro, fazendo a bola entrar pela quarta vez na partida.

GOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLL, DE TROVÃO. 17 MINUTOS DO SEGUNDO TEMPO, A LÍDER ABRE 3 A 1.

Aipom desabou no chão, assim como Bernardo. A bola foi colocada em jogo pelos pokemons do jovem treinador, as completamente desanimados. Tentarma um último ataque, mas a bola foi para o alto

TERMINOU.

 


Notas Finais


Como Benardo vai reagir a derrota?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...