História Pokémon Kanto - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Tags Aventura, Pokémon, Pokémon Kanto
Exibições 53
Palavras 3.411
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Super Power, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 41 - Aventura-41: A batalha final, Tatsumi Vs Aria


Finalmente se inicia a batalha final do torneio, que decidira o vencedor. Essa batalha também seria a grande revanche de Tatsumi contra Aria, o qual ele tanto esperou. Aria ou Tatsumi, quem saíra o vencedor?.

 

— Eu escolho você! — Da Pokébola de Tatsumi foi transfigurado o Pokémon Inseto, Beedrill.

 

— Vai, Machoke! — Da Pokébola de Aria, foi transfigurado o Pokémon Lutador, Machoke.

 

Os dois Pokémon se encararam no campo de batalha assim que foram liberados.

 

"Então ela tem um Machoke?"  — Pensou Tatsumi, pegando sua Pokédex.

 

"Machoke é um Pokémon do Tipo Lutador: Machoke, o Pokémon Super Potência. Com força suficiente para levantar um caminhão gigante, Machoke são muitas vezes utilizados para trabalhos extremamente pesados." — Pokédex.

 

— A batalha será de 3 contra 3, aquele derrotar seu oponente primeiro ou fazer ele se render, será o vencedor! — Declarou, fazendo os dois assentirem.

 

— O primeiro movimento é nosso, Pin Missile! — Ordenou Tatsumi.

 

— Se defenda com Karate Chop! — Ordenou Aria.

 

Os ferrões de Beedrill brilharam e começou a disparar vários projéteis na direção de Machoke, que esperava o ataque. Os Projéteis se aproximavam rapidamente, mas com a mão esquerda brilhando, Machoke fez um único movimento, cortando o ar e destruiu todos os projéteis.

 

— Que poder! — Exclamou Mud. Assim como outros presentes no salão, estava surpreso com o poder daquele Machoke.

 

— Focus Blast! — Ordenou Aria.

 

Machoke uniu as mãos, criando uma esfera azulada e a lançou na direção de Beedrill. Pela força de Machoke, a esfera foi lançada numa velocidade absurda.

 

— Evasiva! — Ordenou Tatsumi. Beedrill tentou desviar, mas foi acertada em boa parte do corpo, ficando desnorteada e perdeu altitude. Aria sorriu com a situação e Tatsumi suou frio.

 

— Machoke, Thunder Punch! — Machoke se impulsionou em grande velocidade na direção de Beedrill, eletrificando seus punhos e saltou em sua direção, já desferindo vários socos. 

 

— Tsc, se não da para desviar... Use o Pin Missile nos punhos dele! — Os ferrões de Beedril voltaram a brilhar e mesmo ferida, começou a disparar novamente os projéteis, dessa vez tendo os punhos de Machoke como alvo.

 

Machoke se aproximava como uma locomotiva, era amedrontador a forma como ele se aproximava. Beedrill não tinha como desviar por causa dos danos, então revidou o ataque, disparando seus projéteis tendo os punhos de Machoke como alvo. Os ataques se chocava inúmeras vezes, Machoke destruía e repelia os projéteis com seus punhos e Beedrill continuava a disparar.

 

O choque criava alguns brilhos momentâneos, por causa dos punhos eletrificados de Machoke.

 

— Agora, Focus Blast! — Ordenou Tatsumi.

 

Enquanto Machoke era distraído pelos projéteis, Beedrill criou a esfera azul entre seus ferrões e não hesitou em disparar. Assim que acabou de repelir o último projétil, Machoke foi surpreendido pela esfera, sendo atingindo em cheio pela explosão.

 

— Machookee! — O Pokémon se chocou como uma rocha no campo de batalha, criando um pequeno tremor.

 

— Essa foi por pouco, muito pouco...— Sona suspirou, limpando o suor da testa. Tanto ela quanto Mud tinham ficado apreensivos.

 

— Bebebe.— Elekid limpou o suor da testa, suspirando de alívio.

 

— Hmm...— Mud observava a batalha um pouco nervoso.

 

— Retorne, Beedrill! — Trouxe o Pokémon de volta para a Pokébola.— " Não posso arriscar a Beedrill, aquela Focus Blast foi forte demais"

 

— Já vai trocar? — Indagou Aria. Machoke se levantou com algumas dificuldades, mas era perceptível que não tinha recebido muitos danos.

 

"Nem o abalou?" — Pensou Tatsumi, vendo o Machoke se levantar.— Sua vez, Haunter!

 

O Pokémon fantasma foi transfigurado no campo, dando uma gargalhada. Ele olhou para as pessoas do salão e fez uma careta, deixando as pessoas com uma gota na cabeça.

 

— Haunter, Shadow Ball! — Ordenou Tatsumi.

 

— Thunder Punch! — Ordenou Aria.

 

Haunter criou a esfera negra entre as mãos e lançou na direção de Machoke que desviou a esfera  com o punho eletrificado. Haunter olhou assustado para o Pokémon e disparou novamente a esfera negra.

 

— Avance! — Machoke desviou facilmente da esfera e avançou em direção a Haunter, dando um salto e aparecendo a sua frente.

 

— Machokee! — Com um grito, Machoke desferiu um soco direto na face de Haunter. A potência do soco jogou Haunter para longe e o fez se bater com o campo de batalha, levantando uma camada de poeira.

 

— Agora, Will-O-Wisp! — Haunter ainda dentro da camada de poeira foi cercado por seis esferas de fogo e jogou em Machoke que teve o corpo coberto em chamas.

 

—.....— Aria sorriu ao ver Machoke queimando.

 

— Porque ela está sorrindo? O Pokémon dela está queimando...— Não apenas Sona, mas outras pessoas no salão também estavam confusos com o sorriso.

 

— Bebebe! — Elekid também se agitou.

 

— Hmm....— Mud ficou pensativo por alguns segundos e ficou boquiaberto.— A não ser que...!

 

— Machookee! — O Pokémon Lutador gritou dissipando as chamas e sendo coberto por uma aura vermelha.

 

Os músculos de Machoke aumentaram de tamanho, aparecendo algumas veias. Seus olhos receberam um brilho vermelho e sua expressão mudou para uma mais selvagem.

 

— O que é isso?! — Indagou Tatsumi, confuso e surpreso.

 

— É a habilidade do Machoke, quando ele fica com status seu poder de ataque aumenta! — disse Mud, explicando o ocorrido.

 

— Mas se ele já era super forte antes...— Sona olhou para o campo de batalha, nervosa, assim como Elekid.

 

— Droga, Dark Pulse! — Ordenou Tatsumi.

 

 Haunter voltou a levitar e disparou um raio DNA na direção de Machoke. Machoke colocou as mãos na frente e se defendeu do raio, sendo arrastado alguns centímetros para trás.

 

— Ataque com Thunder Punch! — Ordenou Aria.

 

Se movendo em alta velocidade, Machoke apareceu novamente perto de Haunter, desferindo outro soco que jogou o Pokémon longe. A potência do golpe tinha aumentado, assim como o dano. Quando Machoke voltou ao chão, seu corpo foi envolvido em chamas e o mesmo ficou de joelhos ao sentir o corpo queimar.

 

— Eh? "Ele está mais forte, mas ainda sente os danos..."— Pensou Tatsumi.— Haunter, Shadow Rain!

 

— Haunteer! — Haunter estendeu as mãos para cima e disparou várias Shadow Ball para o alto. Ao atingirem certa altitude, as esferas começaram a se dividir em mini-esferas que choveram pelo campo.

 

As mini-esferas caíam como chuva e Machoke cruzou os braços a frente de seu corpo, para se defender do ataque. A constante queda acabou cobrindo todo o campo de batalha com uma camada de poeira.

 

— Machoke, pode continuar?! — Indagou Aria, esperando uma resposta de seu Pokémon.

 

A poeira ia sumindo e dando vista ao campo de batalha. Haunter estava ofegante ainda levitando. Já Machoke estava com os braços caídos, cheio de ferimentos pelo corpo e ofegante, ainda mais que Haunter.

 

— Finalize com Dark Pulse! — Ordenou Tatsumi.

 

Haunter concentrou energia no meio de suas mãos e disparou o raio DNA em Machoke que foi atingido em cheio.

 

— Ma...cho...ke...— O Pokémon caiu como uma pedra.

 

— Machoke está fora de combate, o vencedor é Haunter! — Declarou o Capitão.

 

— Oooh! — A plateia exclamou batendo palmas, incluindo Sona e Elekid.

 

— Ele conseguiu vencer o Machoke, mas...— Murmurou Mud, falando com Sona.— Haunter e Beedrill sofreram muito dano, isso significa que Aria ainda está com a vantagem.

 

— E ela ainda tem aquele Rattata que é bem forte.— Disse Sona.

 

— Raticate, é com você! — Aria transfigurou o Pokémon roedor após retornar Machoke. Sona, Tatsumi e Mud se surpreenderam, não sabiam que o Rattata tinha evoluído.

 

"Raticate é um Pokémon do Tipo Normal: Raticate, o Pokémon Roedor. A forma evoluída de Rattata.Raticate possuí presas extremamente resistentes e que crescem de forma constante. Para mantê-los afiados, ele rói em rochas e troncos."— Pokédex

 

— Ele evoluiu?! — Indagou Tatsumi, lendo as informações da Pokédex.

 

— Ele evoluiu não faz muito tempo, pode-se dizer que ele acabou de evoluir.— Respondeu Aria.

 

— Falando nisso, não assistimos a quase nenhuma batalha dela, não foi? — Mud indagou para Sona.

 

— Sim, meio que estávamos ocupado demais com outras coisas...— Respondeu, se lembrando da diversão deles pelo navio.

 

— Haunter, Dark Pulse! — Ordenou Tatsumi.

 

— Evasiva e Sucker Punch! — Ordenou Aria.

 

Haunter disparou o raio DNA em Raticate, mas ele ficou sobre quatro patas e correu pelo campo de batalha, desviando velozmente do raio que o tinha como alvo. Correndo entre a poeira que o cobria, Raticate se camuflou e antes que Haunter percebe-se sua presença, ele apareceu embaixo do mesmo e desferiu um gancho de direita, com a mão brilhando em preto.

Haunter voou pelo campo e caiu inconsciente.

 

— Haunter está fora de combate, o vencedor é Raticate! — Declarou o Capitão.

 

— Volte! — Tatsumi retornou Haunter para a Pokébola.— É com você, Beedrill!

 

— Bzz! — O Pokémon Abelha zumbiu, encarando Raticate.

 

— Raticate, Quick Attack! — Ordenou Aria.

 

— Fury Attack! — Ordenou Tatsumi.

 

Raticate se moveu em alta velocidade para cima de Beedrill que se aproximou preparando um golpe com seus ferrões. Beedrill começou a desferir várias estocadas, mas Raticate desviava velozmente.

 

— Poison Jab! — Ordenou Tatsumi.

 

No próximo ataque, a ponta do ferrão direito de Beedrill brilhou na cor roxa e ela desferiu uma ultima estocada com toda sua força. Seu ferrão penetrou o chão e acabou ficando preso.

 

— Te peguei, Raticate, use Swords Dance e Hyper Fang! — Raticate foi coberto por algumas espadas espectrais e foi coberto por uma aura azulada, aumentando seu poder de ataque. Ele correu na direção de Beedrill e saltou no ar, com a a presa maior e brilhando em branco.

 

— Raticaatee! — O Pokémon Roedor ficou na forma de uma bola e girou, parecendo uma serra de energia, acertando Beedrill em cheio.

 

O corpo de Beedrill foi lançado longe e ela atravessou algumas rochas, ficando bem danificada. Beedrill voltou a voar, ainda machucada e cansada, encarando Raticate.

 

— Hmm...— Tatsumi imitou a forma de uma câmera com suas mãos e observou o campo de batalha.

 

— Hã? — Aria o olhou confusa.

 

— O que ele está fazendo? — Indagou Sona, também confusa, encarando Mud.

 

— Bebebe...— Elekid deu de ombros, sem entender, encarando Mud.

 

— Não me perguntem, eu estou tão confuso quanto vocês.— Respondeu Mud.

 

— Certo, Beedrill, lance um Focus Blast enfraquecido na rocha do canto inferior esquerdo! — Ordenou, deixando as pessoas surpresas e confusas ao mesmo tempo.

 

— Bzz! — Beedrill criou a esfera azulada entre seus ferrões e assim como Tatsumi ordenou, lançou a esfera na rocha.

 

"Vamos lá, tem que funcionar..." — Tatsumi torcia para dar certo.

 

A esfera foi voando em direção a rocha e quando que fez contato, ela foi repelida como uma bola de sinuca, caminhando pelo campo, sendo refletida pelas rochas. As pessoas ficaram surpresas e incrédulas com aquilo, era uma ideia que ninguém jamais teria.

 

— I-Incrível!/ Bebebe!— Exclamou Sona e Elekid.

 

— Normalmente, as rochas quebrariam pelo poder da Focus Blast, mas ao enfraquece-la, ele permitiu que ela pudesse ser refletida! — Disse Mud, dando um sorriso.— E como o Raticate tem fraqueza ao tipo lutador, o ataque ainda pode fazer um grande estrago se acertar, uma ideia louca, mas eficaz!

 

— Preste atenção, Raticate! — Aria o alertou.

 

Raticate ficou atento aos sons e aos movimentos da esfera e assim que ela foi em sua direção, ele saltou para cima, desviando dela. Tinha evitado completamente o plano de Tatsumi.

 

— Funcionou! Poison Jab! — Ordenou Tatsumi, pegando todos de surpresa.

 

Quando Raticate desviou e foi para  o ar, Beedrill já se aproximava com seu ferrão com a ponta brilhando na cor roxa. Raticate não pôde desviar por estar no ar e foi atingido em cheio nas costelas e saiu quicando pelo campo de batalha.

 

— Raticatee...— O Pokémon murmurou ao sentir o veneno percorrer o seu corpo.

 

— Levante-se, Quick Attack! — Ordenou Aria.

 

— Pin Missile! — Ordenou Tatsumi.

 

Raticate se levantou, ainda com uma expressão de dor e se moveu em alta velocidade, se aproximando em segundos de Beedrill. O Pokémon Abelha já preparava para disparar seus ferrões quando Raticate se aproximou.

 

— Sucker Punch! — Ordenou Aria.

 

— Dispare, agora! — Ordenou Tatsumi.

 

Beedrill disparou os projéteis ao mesmo tempo em que Raticate desferiu seu soco. O choque dos golpes criou uma grande explosão que cobriu momentaneamente o campo de batalha com fumaça.

 

— O vencedor?! — As pessoas, inclusive Sona e Mud indagaram.

 

"Tia" — Maxuel pensou nervoso.

 

A Fumaça foi se esvaindo e mostrou Beedrill caída no chão, nocauteada.

 

— Beedrill está fora de combate, o vencedor é Raticate! — Declarou o Capitão.

 

— Bom trabalho! — Tatsumi elogiou Beedrill após retorna-la.

 

— Ele perdeu.— Disse Sona, preocupada.— Agora só tem um Pokémon.

 

— Ele deve dar um jeito.— Disse Mud, ainda confiante.— Eu acho...

 

— Essa ultima parte foi desnecessária...— Disse Sona, com uma gota na cabeça.

 

— Bebebe....— Disse Elekid, balançando a cabeça para os lados.

 

— C-Calem-se! — Disse Mud, ficando envergonhado.

 

— Nidorino, prepare-se pra batalha! — Aria transfigurou o Pokémon Venenoso após retornar Raticate.

 

— Aquele é....— Tatsumi pegou a Pokédex.

 

"Nidorino é um Pokémon do Tipo Venenoso: Nidorino, o Pokémon Ponto Venenoso. A forma evoluída do Nidoran♂. Nidorino tem um chifre bastante resistente e extremamente perigoso. Quando sente uma presença hostil, todas as farpas em suas costas se endurecem de uma só vez, desafiando o inimigo com toda a sua força." — Pokédex.

 

— Aquele chifre vai ser um problema.— Disse Tatsumi, guardando a Pokédex.

 

— Nidorino, Horn Attack, agora! — Ordenou Aria.

 

— Evasiva! — Ordenou Tatsumi.

 

Nidorino avançou com seu chifre a frente e deu estocada na direção de Houndoom que tomava todo o cuidado para desviar. Mesmo sendo pequeno, aquele chifre era perigoso, se fosse acertado, mesmo que uma única vez, teria problemas.

 

— Os chifres do Nidorino são um sério problema, ele tem altas chances de envenenar o seu alvo.— Disse Mud.

 

— Faz sentido o Tatsumi estar na defensiva.— Disse Sona.

 

— Uhum.— Mud concordou.

 

— Flamethrower! — Ordenou Tatsumi.

 

— Use Focus Energy!  — Ordenou Aria.

 

Assim que Houndoom disparou a coluna de chamas. Nidorino focalizou energia em seu corpo e transferiu para seu chifre que aumentou de tamanho e poder. O chifre foi perfurando a coluna de chamas e ele atingiu Houndoom que foi empurrada alguns metros para trás.

 

— Grr...— Houndoom sentiu dor em todo seu corpo, pelo veneno.

 

" Ah, não!" — Pensou Tatsumi, nervoso.

 

— Nidorino, Double Kick! — Ordenou Aria.

 

Nidorino saltou com as patas brilhando em branco e atingiu dois golpes certeiro em Houndoom que foi lançado até uma rocha e se bateu rachando a mesma. O corpo de Houndoom brilhou roxo e ele fez uma expressão de dor, o envenenamento estava fazendo efeito.

Houndoom se levantou um pouco cambaleante e encarou Nidorino vindo em sua direção.

 

— Vamos lá, Flamethrower! — Ordenou Tatsumi.

 

Houndoom tentou disparar as chamas, mas sentiu novamente a dor do veneno e fechou a boca. Enquanto sentia a dor do veneno, ele foi acertado pelo golpe de Nidorino, ficando de joelhos.

 

— "O Veneno está atrapalhando" —  Tatsumi cerrou os punhos.— Houndoom, aguente!

 

— Horn Attack, mais uma vez! — Nidorino partiu pra cima de Houndoom que estava se doendo por causa do veneno, e o acertou com o golpe.

 

Nidorino continuou atacando, acertando Houndoom com seu ataque de chifre. Os ataques era dolorosos e piores ainda por causa do veneno. Houndoom já estava quase em seu limite.

 

"Vamos lá, uma chance! Uma única chance" — Tatsumi torcia mentalmente.

 

— Nidoo! — Nidorido atingiu Houndoom com seu ataque de chifre. Mas ao invés de empurra-lo como sempre, Houndoom aguentou e ficou no mesmo lugar, encarando Nidorino com seus olhos fatigados.

 

— Certo, morda-o! — Ordenou Tatsumi.

 

 Nidorino pulou para trás para fugir, mas Houndoom foi mais rápido e conseguiu abocanha-lo, prendendo em suas presas. Novamente sentiu o veneno, mas ignorou a dor, apertando Nidorino mais forte.

 

— Tudo ou nada, Fire Blast! — Ordenou Tatsumi, arriscando tudo naquele ultimo golpe.

 

Nidorino foi engolido pelas chamas do kanji de fogo e lançado até os céus. O kanji explodiu e começou a chover chamas pelo campo de batalha, esquentando-o.  O corpo de Nidorino caiu no campo de batalha, nocauteado.

 

— Nidorino está fora de combate, o vencedor é Houndoom! — Declarou o Capitão.

 

— Retorne! — Retornou Nidorino para a Pokébola.— O final, Raticate!

 

O Pokémon roedor voltou para o campo de batalha.

 

— Ele conseguiu, mas do jeito que o Houndoom está...— Mud murmurou. Todos sabiam que eram poucas as chances de Tatsumi vencer.

 

— É com você, Houndoom!  — Exclamou Tatsumi, para seu último Pokémon.

 

— Graw! — O Pokémon rugiu para mostrar que ainda possuía forças.

 

"Se me lembro bem, esse foi o Houndoom que o Maxuel derrotou na primeira fase" — Aria observou o Pokémon.

 

— Aqui vamos nós, Houndoom, Flamethrower! — Ordenou Tatsumi.

 

— Evasiva! — Ordenou Aria.

 

Houndoom disparou a coluna de chamas, o qual Raticate desviou. Ele continuou disparando a coluna de chamas, tentando acertar o Pokémon Roedor, que corria pelo campo de batalhar, desviando de todos os ataques. A velocidade e agilidade do Raticate era um problema, ele podia desviar e atacar pelos menores espaços, além de ser difícil acerta-lo quando se movia.

 

Houndoom sentiu o veneno arder e parou de disparar a coluna de chamas, ficando indefeso. O seu maior inimigo era o veneno que corria em seu corpo. Raticate se aproximou de Houndoom, aproveitando sua guarda baixa e o atingiu com uma cabeçada. Houndoom tentou abocanha-lo por reação, mais o roedor fugiu. Ele continuou os ataques e atingia Houndoom continuamente, irritando o mesmo.

 

— Houndoom...— Tatsumi olhou preocupado para o Pokémon.  Já estava bem danificado e cansado das batalhas, com certeza tinha atingido seu limite.

 

— Parece que é só isso...— Murmurou Aria, dando um suspiro.

 

—....— Tatsumi cerrou os punhos, ficando irritado.— Meus Pokémons...— Houndoom continuava a ser acertado. Tatsumi sentia a vontade e a determinação de seu Pokémon em querer ficar de pé mesmo com aqueles danos.— Não os subestime! — Exclamou, assustando e surpreendendo as pessoas do salão.

 

— Grr! — Houndoom reuniu suas últimas forças para concentrar  todos os seus sentidos, conseguindo ver Raticate se aproximar.

 

— Fire Blast! — Ordenou Tatsumi, com um grito.

 

Assim que Raticate ficou cara a cara, Houndoom disparou o kanji de fogo com todo o poder que lhe restava. Raticate foi engolido pelas chamas e voou pelo campo, que foi destruído pela explosão de chamas.

 

— Raticate está fora de combate, o vencedor é Houndoom! — Declarou o Capitão.

 

Todos ficaram boquiabertos. Mesmo naquele estado, o Pokémon não desistiu, ele reuniu toda a força que lhe restava para adquirir aquela vitória.

 

— Você tem razão...— Aria retornou Raticate para a Pokébola.— Não devia subestima-lo...— Encarou Tatsumi, com um sorriso.

 

— Uau, ele ficou mesmo com raiva.— Disse Sona, surpresa com a irritação de Tatsumi.

 

— Acho que ele entendeu aquele suspiro como um menosprezo por parte da Aria, assim, qualquer um ficaria irritado.— Disse Mud, dando uma pequena risada.

 

— Bebebe.— Elekid assentiu com os braços cruzados.

 

"Qualquer um ficaria irritado desse jeito." — Pensou Maxuel, dando uma risada.

 

— Houndoom! — Tatsumi correu para o Pokémon que ficou inconsciente em campo. Todos observavam preocupados com o estado do Pokémon.— Eu vou leva-lo a enfermaria!

 

Antes que alguém pudesse dizer algo, ele retornou Houndoom para a Pokébola e saiu correndo do salão, a procura da Enfermeira Joy.

***

Ele conseguiu chegar a enfermaria a tempo e escutava vários sermões da Enfermeira Joy, sobre como tomar cuidado de seus Pokémon.

 

— Ouviu?! Um treinador deve saber quando seu Pokémon está no limite! — A enfermeira Joy repreendeu Tatsumi.— Você o fez chegar até esse estado...— Olhou triste para o Pokémon.

 

Houndoom estava dentro de uma cápsula, com vários aparelhos ligados.

 

— Desculpe, ele queria continuar a batalha, então eu o forcei...— Tatsumi cerrou os punhos, ficando com os olhos lacrimejados.

 

—.....— A enfermeira suspirou.— Não se preocupe, eu vou cuidar bem dele e ele vai melhora logo!

 

Tatsumi assentiu, se retirando da ala médica. Assim que saiu, ele deu de cara com Sona, Mud, Maxuel e Aria.

 

— Ele vai ficar bem?! — Aria cortou o silêncio. O grupo todo estava preocupado com Houndoom.

 

— S-Sim, a enfermeira Joy disse que ele vai melhorar logo.— Respondeu com uma voz fraca.

 

— Eu falei com o Capitão e ele disse que vai adiar a comemoração até seus Pokémon melhorarem.— Disse Aria, colocando a mão sobre o ombro de Tatsumi.— Parabéns pela vitória, e...melhoras!

 

— Se a enfermeira Joy disse que ele vai ficar bem, então não precisa se preocupar! — Disse Maxuel, passando o braço direito pelo pescoço de Tatsumi.— Agora vamos comer alguma coisa para comemorar a sua vitória!

 

— Isso ai, o vencedor não pode ficar depressivo desse jeito! — Mud chegou por trás e o empurrou com as mãos, forçando ele a andar.

 

— Eu consigo andar sozinho! — Exclamou Tatsumi, mas Mud não parava de empurra-lo.

 

Mesmo triste, não deixou de sorrir e rir com seus amigos, forçando-o a se animar. Aria apenas observava aquilo com um sorriso, era raro ver crianças agindo realmente como crianças hoje em dia.

 

— Vai ser por minha conta! — Entrou na brincadeira, puxando Tatsumi pelo braço.

 

— Eba! — Todos comemoraram por não terem que pagar.

 

Juntos, o grupo foi até o restaurante mais próximo para comemorar a vitória de Tatsumi e espantar o clima de depressão que tomou conta. Tatsumi não pôde negar que ficou feliz, mesmo que por uma única noite.

 

"Acho que não tem problema aproveitar um pouco" — Pensou, se empaturrando de comida.— Garçom!

 

— Mais uma pizza! — Todos pediram ao mesmo tempo

 

 

CONTINUA>>>


Notas Finais


Gostaram da batalha?

Alguma crítica ou sugestão? Deixem ai nos comentários ^^

Vlw, flw o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...