História Pokémon Kelp Version - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~them4ster

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Blue, Bonnie, Brock, Clemont, Dawn Hikari, Drew, Gary Carvalho, Korrina, Max, May, Misty, Paul, Personagens Originais, Red, Sawyer, Serena, Tracey Sketchit, Yellow
Visualizações 26
Palavras 1.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Dust City e o Desafio quase Impossível!


Fanfic / Fanfiction Pokémon Kelp Version - Capítulo 6 - Dust City e o Desafio quase Impossível!

Já era meio dia do dia seguinte quando Luke, Kim e agora Oliver entraram em um ônibus seguindo em direção a  próxima cidade, Dust City aonde Luke já estava ciente de que seria o seu primeiro desafio de ginásio. O seu caminho era em quase queda livre, Dust City ficava no nível do mar. A estrada era completamente coberta de curvas perigosas, muitos motoristas evitavam passar por aquelas bandas, mas era o único caminho para chegar até as duas cidades mais distantes de Kelp.

Já na metade do caminho, a estrada passava por dentro de um túnel em uma enorme montanha, o túnel se estendeu por alguns quilômetros de pura escuridão aonde Kim reclamava, pois seu celular não funcionava. Assim que saíram, estavam em uma enorme depressão cercada de montanhas enormes, a paisagem era desértica com vários cactos, o lugar era conhecido como O Grande Deserto de Kelp.

Luke: Bom, parece que entramos no Grande Deserto de Kelp!

Disse maravilhado, pois nunca havia visto o deserto pessoalmente.

Kim: Então esse é o nome? Já passamos por aqui, vindo de Dust City!

Disse acompanhada pelo irmão e pelo novo amigo nos fundos do ônibus.

Luke: Então vocês vieram de Dust Town?

Kim: Sim, nosso pai nos deixou ali, era a cidade com o considerado "primeiro" ginásio de Kelp, então pensei que seria a melhor opção ficar por lá, mas como já sabe, ainda não sei o que quero fazer!

Disse encostando a cabeça no vidro frio do ônibus buscando a resposta para sua crise.

Kim: Sabe........ É a primeira vez que vejo um deserto........

Luke consegue atrair a atenção dos dois irmãos.

Kim: Eu sempre ouvi de professores que desertos são quentes, mas esse parece ser bem frio, o ar condicionado ainda esta nos 20 graus e o vidro permanece frio.

Os dois admiram com surpresa a expressão de felicidade de Luke, ele demonstrava estar muito feliz, mesmo com uma coisa tão fútil.

Oliver: Você esta certo Luke...

Disse calmamente, algo que não era normal para o garoto.

Oliver: Desertos nem sempre são quentes! Ainda estamos muito acima do nível do mar, por isso que esta tão frio, deserto não é um sinônimo de calor!

Luke: Calor...... Ta ai outra coisa que eu quero sentir!

Oliver se surpreende, como poderia um ser humano nunca ter sentido calor? O garoto sempre foi criado com o melhor e sempre aproveitou viajando para os melhores lugares durante suas férias, a verdade, é que ele nunca soube o que era ser pobre de verdade.

A resto do caminho eles continuaram a conversar sobre futilidades.

Montanhas de Kelp..........

Um homem e uma mulher completamente protegidos pelo frio escalavam uma montanha, em direção a onde eles acreditavam estar perto do achar sua busca. Como sempre, uma forte nevasca atingia os dois que eram guiados por apenas cordas que prendiam os dois e um Charizard na frente que ia iluminando o caminho. Eles se aproximavam do pico da montanha lutando contra o vento frio que deixava marcas em suas peles. A mulher, que vinha atrás, acaba escorregando e começa a deslizar sobre a neve, ela se desespera e tenta se segurar em qualquer coisa, o meu também começa a cair.

???: Charizard, pegue ela!

Disse o homem. Charizard iniciou seu voou indo para trás dos dois e segurando a mulher que quase caia da montanha a deixando na frente do homem.

???: Essa foi por pouco!

Disse o homem.

???: Tem razão!

Disse a mulher tentando recuperar um pouco de folego. Os dois continuaram a escalar a montanha até que finalmente puderam ver o seu objetivo, uma espécie de entrada feita de pedra que levava para dentro da montanha.

???: Deve ser aqui mesmo!

Disse o homem caminhando dentro da neve em direção do templo. Eles analisaram a entrada, a escrita e os desenhos batiam com tudo que haviam descoberto, com certeza era ali.

???: Vamos entrar! Charizard, use o Fire Blast!

Ordenou ao seu pokemon. Charizard prendeu a respiração e disparou uma esfera de fogo que se transformou em um símbolo. O Fire Blast acertou a porta do templo a destruindo completamente. Eles entram fugindo do frio intenso, Charizard era a única fonte de calor, mas o suficiente para mante-los aquecidos.

???: Vamos começar a procurar logo, Red!

Disse a mulher retirando todas as proteções de sua cabeça, inclusive seu capacete liberando seus sedosos castanhos claros. O rosto da mulher estava cheio de machucados de cor roxa, o frio era tão intenso que a neve chegava a queimar a pele mesmo com tanta proteção.

Red: Deve estar no meio disso tudo, Blue!

Disse o homem também retirando as proteções de sua cabeça e revelando ter o mesmo problema do que Blue.

O casal começou a investigar o local, não demorou muito para acharem o que buscavam, em cima de uma pilar, estava uma placa escrita em uma língua anciã.

Red: Deve ser isto!

Disse correndo quando viu a placa.

Red: Tire uma foto!

Blue correu ao encontro do homem, ela retirou seu celular e tirou uma foto.

Red: Se as suspeitas de Ash estiverem certas... O mundo pode estar em perigo.... Novamente!

Luke, Kim e Oliver finalmente desembarcaram na rodoviária de Dust City após mais de duas horas de viagem. Eles estavam acabados, viagens longas sempre eram cansativas.

Luke: Eu não acredito que conseguimos!

Disse quase não conseguindo andar.

Kim: Não faça tanto show, Luke! Para chegar até aqui foram mais de 15 horas de voo! 

Luke: Vocês estão acostumados! É minha primeira vez fazendo algo assim!

Disseram descendo do ônibus no meio de tanta gente.

Luke: O que acha melhor fazer agora?

Kim: Devemos ir para o centro pokemon! Já esta ficando de noite o ginásio já deve estar fechado!

Oliver: Sim, sim!

Os três foram em direção ao centro pokemon, no caminho, eles puderam ver o tão famoso porto de Dust City e o mar.

Luke: Então.... É assim que é o mar?

Disse maravilhado.

Kim: É verdade! Me esqueci que tudo é novo pra você... Garoto do interior!

Disse rindo.

Luke: Amanhã quero entrar nele!

Kim: Você é doido? O mar daqui tem temperaturas inferiores a 0 graus, não conseguirá colocar o pé dentro dele!

Luke: Isso é bobagem! O chuveiro lá de casa deve ser mais frio do que o mar!

Disse corajoso.

Kim: Vamos ver então!

Disse um pouco nervosa.

Assim que chegaram ao centro pokemon eles puderam ver uma garota, provavelmente da mesma idade de Luke. Carregando algumas caixas.

???: Isso deve ser tudo, enfermeira Joy!

Disse logo após deixar três caixas em cima do balcão. A enfermeira percebe que os três entravam no centro e resolveu atende-los.

Enfermeira Joy: Bem-vindos ao centro pokemon!

A garota se vira para os recém chegados, ela possuía um belo e longo cabelo preto e olhos negros, seu corpo era perfeito, de uma verdadeira modelo, seus peitos eram maiores do que os de Kim, eram maiores do que o normal para uma garota de 15 anos. Ela usava uma bermuda marrom lotada de bolsos, uma camisa de mangas curtas, a camisa estava amarada o que expunha seu belo corpo, a garota não estava usando sutiã e seus peitos eram tão anormais que abriam a camisa os deixando quase que completamente expostos. Os três se surpreendem com a beleza da garota. Luke tentava, mas seus olhos o levava a olhar para os belos peitos da garota. Oliver não conseguia ver nada por sua altura e também ainda era muito criança para sentir algum desejo pela garota. Kim se sente envergonhada e toca nos próprios peitos e acaba vendo que os da garota eram maiores do que os dela.

???: Enfermeira Joy, vou voltar ao trabalho!

Disse indo para trás do centro.

Enfermeira Joy: Obrigado pelo trabalho, Sophy!

Os três começam a se olhar tentando entender o que acabaram de ver.

Kim: Eu acho que fui humilhada agora....

Disse ficando um pouco triste.

Luke: Quem era aquela Enfermeira Joy?

Enfermeira Joy: Aquela era a Sophy. Ela é líder de ginásio daqui! Mas as vezes ajuda os moradores em trabalhos manuais!

Luke: Então ela será minha adversária?

Disse baixinho.

Kim: Nada demais! Você vencerá facilmente!

Disse tentando se vangloriar após ter sido humilhada daquele jeito.

Continua.........

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...