História Pokemon: Novos Horozontes - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Tags Ação, Drama, Ficção, Luta, Pokémon, Shoujo, Shounen, Violencia
Visualizações 4
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas, tudo certo? Deixa eu explicar pra vocês o que eu quero fazer nessa fanfic. Como vcs já perceberam, os personagens aqui dão originais meus, eu prefiro trabalhar assim, sem personagens já criados( mas talvez alguns personagens do desenho/jogo apareçam mais pra frente).Enfim, eu pretendo dar uma cara mais adulta para o pokémon, então eu vou tentar trabalhar uma trama mais "pesada" então sim, podem (e devem) haver mortes aqui.

Além de tudo isso, sou escritor iniciante aq, Paciência por favor!

Obrigado por lerem! Comentem e Votem.(Se quiserem né) ^_^

Capítulo 1 - Kyle


Kyle corria pela mata,com seus pés ágeis desviando das raízes das grandes árvores da Floresta Korikori.A brisa fria do outono batia levemente em seu rosto.-A melhor sensação do mundo-pensou.

Bulbassauro vinha logo atrás, desajeitadamente tentando acompanhar seus movimentos,pulando em meio as raízes e desviando das folhas marrons que caiam sob o chão úmido causado pela recente chuva.
O outono acabara de começar, e as folhas caindo pareciam não acabar mais, os buracos que as folhas ausentes deixavam no teto formado pelas árvores permitiam que raios de sol penetrassem na floresta que  geralmente era escura, isso era uma mudança que os pokémon pareciam perceber.
Os Kakunas e Cascoon que eles haviam encontrado eram carregados por Beedrill e Dustox em busca das sombras das árvores e um amontoado de pokémons tipo planta se juntava ao redor de um pequeno lago de águas cristalinas,sem contar a família de Sandshrew que encontram saíndo da agradável caverna aonde acamparam.

O fim do lugar aonde corria o tirou de seus pensamentos, a sua frente um enorme barranco surgiu,livre de árvores ou grama, apenas lama o esperava lá, apenas lama e uma grande queda.Se não tivesse fincado o seu bastão de madeira no chão, provavelmente já teria atingido o chão agora,cheio de lama, e cheio de hematomas.Após o barranco, a cidade o esperava.

-Finalmente-disse ele, ainda ofegante por causa da corrida- Logo a nossa frente Bulbassauro, a Capital nos espera.

-Chegamos-Respondeu-Mas ainda estamos fora da cidade, e como vamos chegar lá se a estrada é do outro lado da floresta?!-Apontou para a estrada que levava a cidade,a estrada que Kyle decidiu ignorar para correr pela floresta. Bulbassauro estava claramente irritado, seus pés rechonchudos doíam como se ele estivesse pisando em espinhos.

-Tem razão-Disse Kyle,olhando para o barranco a sua frente.-Mas eu acho que tenho um outro jeito de chegar lá.-Disse enquanto tirava um grande chapéu de madeira dás costas,onde o tinha amarrado,era parte de uma estátua que ficava perto de sua casa-Vamos chegar lá rapidinho assim.

Bulbassauro nada disse, apenas fez una expressão mista de desgosto,cansaço e preocupação pois logo deduziu oque aquele sorriso meio suicida significava.

Enquanto ele se sentava cuidadosamente sobre o chapéu de madeira que tinha roubado da pobre estátua para se lembrar de casa, está começou a fazer o seu papel.

Lembrou da amável casa de madeira delicadamente construída dentro de uma floresta e aos pés de um lago.A localização agradável atraía muitos pokémons para perto,que felizmente nunca o fizeram mal algum,na verdade eram bem amigáveis,tanto que alguns até viraram seus amigos.

Lembrou do dia que recebeu o chamado para vir até Zarichi.

Era um dia ensolarado e Kyle decidiu descansar na rede pouco após o almoço,sempre gostara de se deitar na rede,podia ouvir o som silencioso da floresta,a calma brisa do vento,os cascalhos gargalhando sob os cascos do Ponyta,o som do bater da água do lago a medida que Goldens brincavam,o som de uma turbina de avião.

-Pera, turbina?-Pensou enquanto o som ficava mais perto.

-Cuidado!-Gritou Delphox de dentro da casa

Kyle abriu os olhos apenas para ver um borrão verde vindo em sua direção na velocidade da luz, bem a tempo de pular para o lado desviando dele.

Kyle caiu a alguns metros de distância da parede destruída que aquele míssil acabara de derrubar.Bateu as costas no chão e rolou para o lado,com Bulbassauro ainda nos braços, tentando protege-lo do impacto.

Levantaram e logo os dois correram para dentro da casa para ver oque havia acontecido, e lá encontraram um grande buraco no chão,com uma criatura grande e verde dentro,e Delphox apontando o seu graveto em direção a ela.

-Oque é isso?!-Gritou Kyle

-É um Pokémon-Foi Bulbassauro que respondeu, já apontando suas vinhas para ele em posição de ataque,Kyle pegou seu bastão e o apontou para o Pokémon e Delphox incendiou a ponta do seu graveto.

O enorme Pokémon se levantou levemente,seu corpo verde estava coberto de poeira,quando finalmente se levantou por completo se revelou um Dragonite shiny com um chifre quebrado e um tapa olho.

-Por Arceus  Drako!-Gritou Bulbassauro-Olha só oque você fez.

-Será que ficou completamente cego?!-Disse Kyle

O Dragonite riu-Não completamente, bem, pelo menos ainda não.

-E oque aconteceu com seu olho?-Perguntou Delphox

-Bem, é uma longa história,e julgando pelo tamanho do buraco na parede-

-O buraco que você fez-Interrompeu Delphox

-Huh Huh-Ele tossiu e continuou-Acho que não temos muito tempo aqui,podemos conversar lá fora?

-Esta com medo da casa cair em cima de você? Você acabou de bater em uma parede voando a mil quilômetros por hora! Acho que a casa devia ter medo de você.- Disse Kyle.

Dragonite riu orgulhoso

-A casa não é tão frágil assim meu amigo- Continuou-Agora pode nos dizer o motivo de ter destruído a minha entrada?

-Muito bem então,eu vim lhe entregar uma mensagem-Tossiu e endireitou a postura-Você é convocado pelo Alto Conselho a comparecer a Reunião da Future Company, em Zarichi

-Em Zarichi?E que assuntos eu teria lá?

-Isso é confidencial,mas seu pai exige sua presença lá.

-Eu não boto o pé em Zarichi a anos,e não é a "exigência" de meu pai que fará ir lá, diga ele que não.

Drako riu-Ele sabia que você diria isso,por essa razão eu trouxe isso.-Ele mexeu em uma bolsa de carteiro,que até então ninguém tinha notado,pegou uma carta e a entrou a Kyle.

Kyle pegou a carta e começou a ler.Todos ficaram em silêncio,esperando que terminasse e Delphox voltou a seus afazeres,mexendo em estranhos objetos no balcão da cozinha.Quando Kyle finalmente terminou,esboçou um sorriso.

-Quando devo partir?

-A reunião é em uma semana-Disse Drako

-Quando o Hitmontop volta?-Perguntou a Bulbassauro

-Ele disse que voltava em duas semanas

-Droga!Quem vai cuidar da casa?!

-Não se preocupe querido-Disse Delphox-Eu ainda vou recrutar pokemons por aqui,eu tomo conta até o Hitmontop voltar.

-Bulbassauro, faça as malas!Nós vamos para Zackron!

Fazia exatamente uma semana que eles haviam partido,e já estavam atrasados para a reunião,já que Kyle decidiu explorar a região antes de ir.
Com a rapidez do vento batendo em seu rosto percebeu que já tinham começado a decida, e com os gritos de aviso que eram lançados a ele por Bulbassauro percebeu também que uma pedra estava no caminho deles e, sem tempo para conseguir desviar,eles passaram por cima dela,os fazendo cair pra fora do chapéu de madeira,Kyle tentou fazer algo,mas foi inútil,antes que ele percebe-se bateu a cabeça em uma pedra e ficou inconsciente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...