História Pokémon Sun Moon - Alola á uma nova Aventura! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Exibições 6
Palavras 961
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente do céu, eu tô com um monte de fic pra fazer ainda e eu vim com mais uma, eu devo estar é louco.
Mas tudo bem, eu termino elas depois. Agora com a tona de que Pokémon Sun & Moon chegou ao mundo inteiro, vamos fazer uma fanfic demonstrando todos os acontecimentos que o jogo nos proporciona. Desde o principal evento da demo até a grande batalha da Liga Pokémon!
Pra começar, o que será que a demo nos proporciona nesse comecinho de fanfic? Sun acaba de se mudar de Kanto, e portando um Greninja, ele começa a ver as coisas de Alola, até conhecer o seu próximo rival, Hau. O que será que os dois vão peripeciar na grande cidade? Descubra agora.

Capítulo 1 - Demo - Bem-Vindo á Alola! - Parte 1


Estava descansando em minha casa. Kanto era uma região bonita, sabiam? É. Bons tempos aqueles. Então foi assim que minha mãe entrou no meu quarto, dizendo que iríamos nos mudar para uma nova região. Me perguntava sobre o que seria essa nova região, o que iria ter. Não me questionei á ela. Apenas dei um velho e bom ‘sim’ e nos preparamos para ir.

~ 1 mês depois ~

Dia de chegada á nova região. Percebi que ela é bastante parecida com aquelas cidades que só tem cultura de praia. É um lugar bem bonito, sinceramente. Deviam visitar um dia, todos vocês que estão vendo isso.

Mãe: Filho, veja se não tem alguma correspondência, por favor.

- Ok, pode ser.

Como feito, saí de casa e fui ver a caixa. Eu vi uma carta dentro dela. Logo, fui abrir para lê-la.

Caro Sun,

Se estiver lendo essa carta, então deve ser que já chegou na região de Alola! Espero que não esteja tão cansado da mudança.

Aquele Greninja que eu te dei está bem? Esse pokémon ama o calor, então deve gostar de ter algumas batalhas pokémons quentes no calor de Alola.

Bem, parece que o remetente esqueceu de escrever o seu nome. Não há como ver nem na carta e nem no envelope. Que estranho.

Mas falando no Greninja que ele citou... essa pokébola que eu recebi deve ser ele, só pode. Então vejo minha mãe saindo de casa e com uma cara alegre pra mim.

Mãe: É melhor nós irmos até o centro da cidade para eles saberem de novos moradores em Alola!

Que beleza. Agora eu tenho que sair de casa pra visitar o centro. Já falei que isso é uma coisa chata? Devia ter falado.

Sun: Nós poderíamos fazer isso uma outra hora, mas pode ser.

Atenção: Essa é a pior resposta que você pode dar á uma mãe quando ela pede pra sair junto com você. Não se preocupe, na maioria das vezes, ela deixa passar.

Bom, chega de papo, vamos logo.

 

~ Cidade de Hau’oli – Distrito de Compras ~

Mano, tá de sacanagem, né? Minha mãe me arrastou para um lugar de compras? Mas eu nem preciso de roupas novas!

Sun: Mãe, isso é um lugar de compras? Você me arrastou para um lugar de compras?

Mãe: Ai, Sun, não fique assim tão emburrado. A gente não veio pra comprar nada, não se preocupe.

Sun: Ah, que alívio!

Depois dessa, eu senti um grande ‘tira a zaga’ na minha frente.

Olhando bem, parece que essa parte de Alola é muito bonita. Eu acredito que os próximos locais que existem por esses arredores sejam mais bonitos do que isso aqui.

Agora, como isso tá bem chato, vamos trocar de 1ª pessoa pra 3ª.

VUPT!

Agora sim está bem melhor. Como já iria dizendo, Sun e sua mãe estavam passeando pelo distrito de compras da cidade Hau’oli e logo param em um grande lugar, onde parecia um grande local para se registrar como um... como que eu posso dizer... alolano? (Porra, Starlis, faz alguma coisa que preste)

Mãe: Alola, Sun! Você sabia que quando se encontra com uma pessoa na região de Alola, você diz “Alola”?

Sun: Obviamente não. É bem estranho falar Alola em Alola. (PIADA LIXO!)

Mãe: Ok, chega de brincadeirinhas, eu vou registrar a gente.

A mulher se vira ao recepcionista do lugar.

Mãe: Alola. Nós recentemente nos mudamos para esse endereço. – Ela mostraria um papel para o homem.

Homem: Alola! Vamos ver, vamos ver... – O homem checa o papel que a moça lhe deu – Então vocês vieram da região de Kanto, certo? Por favor, espere um momento enquanto eu registro isso.

Mãe: Claro, muito obrigado.

Sun: Odeio quando a gente tem que esperar muito. – O garoto estaria emburrado com tudo aquilo.

Mãe: Mas pelo menos, acho que podemos relaxar e esperar por aqui, não é?

Sun: Ah, finalmente. – O garoto logo senta em uma das cadeiras, se preparando para descansar um pouco. Poucos minutos depois, um garoto de pele morena-escura, cabelos negros com rabo de cavalo, camisa preta, bolsa laranja e um short amarelo com estampas aparecia na porta, atraindo a atenção de Sun.

???: Ei! – O garoto apontaria para Sun. – O seu nome é Sun?

Sun: Hã? Sim, qual é o seu?

O jovem moreno logo botaria as mãos na cabeça, se mostrando confiável e alegre.

Hau: Eu sou Hau, prazer em conhecê-lo! Estou feliz que meu avô tenha pedido para ir ao centro. Eu tive sorte de te conhecer, afinal de contas!

A mãe de Sun se aproxima da conversa dos dois jovens.

Mãe: Hau, tome conta do meu Sun pra mim!

Hau: Você é a mãe do Sun? Prazer em conhecê-la!

Mãe: Sim, claro que sou. (Que mãe protetora essa aí, hein.)

Sun: Mãe, não começa com isso, por favor.

Mãe: Ah, tudo bem, Sun, não fica assim. A propósito, Alola! – Ela acenava para o moreno que respondia com o mesmo gesto. – Ei, tá tudo bem se ficar esperando por aqui, mas que tal você explorar a cidade um pouco?

Hau: Ah sim, isso soa como uma ótima ideia! – O moreno pula de felicidade ao ouvir as palavras da mãe de Sun.

Sun: Ok, se o Hau concorda, eu vou junto. – O garoto se mostra determinado a querer explorar a cidade.

Hau: Isso vai ser demais! Eu vou mostrar a você todas as coisas legais, Sun! – O moreno logo parte para fora numa velocidade que ninguém imagina.

Sun: Ei, espera! – Logo Sun não tem mais vista de Hau, que havia saído do local. – Bom, eu acho que eu tenho que me acostumar ainda. Bom, mãe, eu te vejo logo logo!

Mãe: Claro que sim. Divirta-se! – A mulher senta em um dos assentos e logo vê o filho saindo do local.


Notas Finais


E é isso, espero que tenham gostado e até a próxima! Fui o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...