História Pokémon The Path to the Top (Interativa) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Visualizações 51
Palavras 4.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Luta, Romance e Novela, Saga, Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - O Pedido do Professor Rowan


Fanfic / Fanfiction Pokémon The Path to the Top (Interativa) - Capítulo 2 - O Pedido do Professor Rowan

1 de Março de 2018, Jubilife City, Sinnoh

Enquanto do outro lado do mundo, no continente de Johto, o grandíssimo Torneio de Azalea ocorria, no continente de Sinnoh, mais especificamente em Jubilife City, a Escola Pokémon ainda estava em aulas. Para falar a verdade as aulas tinham começado a pouquíssimo tempo, no dia 7 de Fevereiro de 2018, o mesmo dia em que a maioria dos treinadores de Johto começaram as suas jornadas.

Os costumes de cada continente podiam até mesmo ser diferentes obviamente, porém se tinha uma coisa que não mudava não importa qual continente era o dia em que as jornadas começavam, sempre 7 de Fevereiro de 2018, e também a idade mínima para se começar uma jornada: Doze anos. Mas não era por isso que todos os jovens começavam as suas jornadas a essa idade. Aqueles que quisessem poderiam seguir na Escola Pokémon por quanto tempo que quisessem, sendo que até os 18 anos se poderia estar na Escola Pokémon. Muitos dos treinadores preferiam concluir seus ensinos e partir em sua jornada no começo da fase adulta.

E um desses treinadores era Richard Drek, de quase quatorze anos, um estudante da oitava série da Escola de Treinadores de Jubilife City, a escola Pokémon mais conhecida de todo o continente de Sinnoh. Richard queria partir em uma jornada Pokémon desde pequeno, com mais ou menos cinco anos, porém preferiu completar o ensino fundamental para então partir em uma jornada por Sinnoh.

Quem tinha dado início aquele sonho de Richard tinha sido seu pai, um grande treinador de Sinnoh durante a sua época da adolescência e da vida adulta antes de se casar e ter seu primeiro filho. Porém já faziam dois anos que o pai de Richard tinha desaparecido misteriosamente sem deixar vestígios, o que motivou Richard a concluir o Ensino Fundamental antes de partir em uma jornada. Ele realmente não queria deixar a sua mãe sozinha, mesmo que seus avós morassem em Jubilife também.

Diferente da maioria dos treinadores da sua idade, Richard não queria partir em uma jornada em busca de insígnias ou de fitas, e sim em busca de seu pai. Até seus doze anos ele queria sim se tornar um grande treinador, conquistar as oito insígnias e entrar na Liga Pokémon, mas desde que seu pai tinha desaparecido seu objetivo tinha se tornado achar ele para que a família voltasse a ser como era antes.

O que deixava Richard nervoso era o fato de que ele não sabia o que faria quando partisse em sua jornada em busca de seu pai, não fazia ideia de como poderia achar ele, afinal, já faziam dois anos, e em dois anos uma jornada pelo mundo todo podia ser feita, e acredite, o mundo era grande e formado por sete continentes: Kanto, Johto, Hoenn, Sinnoh, Unova, Kalos e Alola. Seria difícil para Richard achar seu pai sendo que ele poderia estar em qualquer um daqueles continentes.

Porém ainda faltava um ano para que Richard partisse em uma jornada (talvez dois, porque as aulas acabavam apenas em Dezembro, e provavelmente ele iniciaria a sua jornada apenas em Janeiro), então era melhor não pensar tanto naquilo, pelo menos por enquanto. Mesmo tendo apenas treze anos ele tinha coisas com que se preocupar, todas relacionadas a escola.

Richard tinha ouvido falar antigamente que a oitava série e a nona eram super complicadas, e agora que tinha entrado na oitava, podia dizer com toda a certeza que aquilo era verdade. Muitas provas, trabalhos, tarefas... E principalmente, o dever de cuidar de um Pokémon. Os treinadores que preferiam continuar estudando após os doze anos recebiam os seus iniciais na oitava série, no primeiro dia de aula, e seu dever era zelar pelo seu Pokémon. Era a partir da oitava série também que começavam as aulas práticas relacionadas a batalhas Pokémon, excursões para rotas do continente e tentativas de capturar Pokémon selvagens.

Se tinha um dia que Richard não esqueceria nunca era aquele em que ele tinha escolhido o seu Pokémon inicial, quase um mês antes, vinte e dois dias se fosse pra ser específico. Para alguns poderia ser muito tempo, mas Richard tinha uma memória excelente, então para ele, não fazia quase nada de tempo.

Flashback on

Não importava a sua idade, Richard sempre ficava nervoso graças ao primeiro dia de aula. Pra falar a verdade ele achava que aquilo era algo que deixava qualquer um nervoso: O início de um novo ano letivo, uma oportunidade de rever antigos amigos e conhecer novos alunos. Richard estava ansioso para rever seus melhores amigos, Brooke Hopeless e White Killed. 

Os três estudavam juntos não há muito tempo. Richard tinha conhecido Brooke há três anos, em 2015, quando na quinta série Brooke se mudou de Kalos para Sinnoh junto de seu pai. O primeiro amigo de Brooke na Escola de Treinadores de Jubilife tinha sido Richard, e eles eram super próximos desde então. White tinha chegado na escola no ano anterior, na sétima série. Ele tinha começado a sua jornada aos doze anos em Kanto, mas depois tinha se mudado para Sinnoh com os pais e seus quatro Pokémon, e mesmo conhecendo Richard e Brooke a pouco tempo ele já era bem próximo dos dois.

Richard queria ver o quão Brooke e White tinham mudado, isso porque ele tinha mudado muito também. Até o ano anterior era um garoto baixo que nem ligava pra a sua aparência, mas das férias para a frente começou a ligar mais para si mesmo, cuidar da sua aparência e tudo mais. Felizmente ele tinha ficado mais alto e um pouco mais forte, o que com certeza faria a sua popularidade crescer pelo menos um pouco.

Richard estudava de manhã desde que tinha entrado na Escola de Treinadores de Jubilife, então já estava acostumado a acordar bem cedo, com exceção da épocas das férias (Dezembro, Janeiro e começo de Fevereiro), aonde estava acostumado a acordar depois das onze. Já estando tão acostumado assim, Richard acabou conseguindo acordar cedo para a aula, que começaria as 7:00. Eram 6:00 quando ele estava de pé.

O horário que Richard acordava era o mesmo que a mãe dele acordava, já que ela era professora e começava a dar aulas as 7:00. Foi meio difícil para Richard voltar a antiga rotina do ano anterior, tendo que tomar banho e tomar café cedo, mas mesmo assim ele conseguiu fazer tudo isso rápido, e eram pouco mais de 6:30 da manhã quando Richard finalmente partiu em direção a sua escola.

Felizmente Richard morava perto da Escola de Treinadores de Jubilife  e demorava menos de dez minutos para chegar lá, então eram pouco mais de 6:40 da manhã quando ele já estava na escola. O caminho todo de Richard foi gasto com ele pensando qual inicial escolheria. Pelo que tinha visto na lista de matriculados da oitava série ele estudaria com mais vinte e nove alunos, e os vinte e um iniciais já descobertos seriam entregues. Outros nove Pokémon ficariam para serem escolhidos por aqueles que não conseguiram um inicial convencional.

Haviam diversos iniciais do interesse de Richard, o que obviamente o deixava muito indeciso. Ele tinha um, dois ou até mesmo três iniciais que gostava de cada continente. De Kanto ele gostava dos três, de Johto gostava de Cyndaquil e Totodile, de Hoenn, Sinnoh e Unova dos três, de Kalos apenas de Froakie e de Alola de Rowlet e Litten, e ainda tinha o problema de todos os iniciais serem escolhidos antes dele poder fazer a sua descisão, o que seria realmente um problema.

Quando Richard chegou, apesar do horário, a escola já estava começando a ficar cheia, o que era surpreendente, já que até o ano anterior a maioria dos alunos chegavam muito atrasados, mas Richard já estava acostumado a sempre chegar cedo, o que era algo muito bom para ele. A primeira coisa que ele fez ao pisar na escola e passar pelo portão da mesma foi olhar ao seu redor em busca de Brooke e White. Infelizmente ele não achou nenhum dos dois.

Richard decidiu que iria até a sala aonde a sua turma estudaria naquele ano, aonde provavelmente Brooke e White estariam, já que eles sempre chegavam mais cedo que ele, por cerca das seis e meia, e isso há muitos anos. A Escola de Treinadores de Jubilife era um estabelecimento de três andares. As salas do Ensino Fundamental 1 ficavam no primeiro, as do Fundamental 2 no segundo e as do Ensino Médio no terceiro. Aquele seria o terceiro ano de Richard estudando no segundo andar, porém agora seria em um horário diferente.

Durante o percurso até as escadas que levavam até o segundo andar, Richard viu muitos rostos conhecidos, de colegas que tinham estudado com ele no ano anterior, mas não falou com eles por não ser amigo da maioria. Seu objetivo mesmo era chegar em sua sala, a terceira do corredor do segundo andar. Quando ele chegou lá e abriu a porta imediatamente reconheceu seus dois melhores amigos. Não importava o tempo que passasse sem ver seus amigos, nem o quanto eles tivessem mudado, mas Richard sempre os reconheceria.

Brooke era um garoto de estatura média e cabelos castanhos que estavam sempre bagunçados. Sua pele era branca e seus olhos eram castanhos. Naquele dia estava vestindo um moletom azul claro com as mangas escuras e o capuz sendo amarelo. Usava um short também azul, no mesmo tom das mangas de seu moletom. Já White era um garoto albino e ainda mais baixo que Brooke. Seus cabelos eram brancos e arrepiados enquanto seus olhos eram azuis e grandes. Estava vestindo um casaco laranja e shorts azuis iguais aos de Brooke. 

— Brooke! White! — Exclamou Richard enquanto um enorme sorriso surgia em seu rosto.

— Richard! — Exclamou Brooke, se levantando da cadeira aonde estava sentado e saindo correndo em direção a Richard.

White também se levantou da cadeira aonde estava (que por sinal ficava duas cadeiras na frente da de Brooke) e saiu correndo em direção a Richard. Os outros alunos que estavma na sala ficaram olhando aquela cena. Richard primeiramente deu um grande abraço em Brooke, mas logo os dois pararam de se abraçar e Richard abraçou White. A saudade deles era muito grande, afinal, exatamente dois meses sem se ver era grande coisa.

— E aí, caras! — Cumprimentou Richard.

— Vem sentar perto da gente, deixamos uma cadeira livre exclusivamente para você — Comentou White, segurando no braço de Richard e então começando a puxar o mesmo em direção a cadeira vazia entre ele e Brooke.

— Ih, vou ficar entre vocês dois? — Perguntou Richard e seus dois amigos assentiram — Então já sabemos que vamos ficar até o último dia de aula na pura bagunça, isso sim vai ser legal.

— Isso se algum professor não nos mudar de lugar, o que eu acho bem provável... — Comentou Brooke.

— Me lembrei do ano passado quando juntamos o bonde em uma fila só e a professora botou cada um de nós cinco pra um lugar — Se lembrou Richard — Se isso acontecer esse ano de novo eu juro que saio por essa porta e não venho aqui nunca mais.

— Até porque você tem coragem de fazer isso — Brincou White.

— Ih, o pior é que eu nem posso fazer isso, é hoje que vamos receber os nossos Pokémon iniciais — Se lembrou Richard.

— Nós? — Perguntou White, olhando para Richard com as sobrancelhas erguidas — Vocês, no caso.

— Não precisa ficar jogando na nossa cara que você já saiu em uma jornada, White — Retrucou Brooke — Principalmente porque se estamos aqui até hoje é porque ainda não queremos partir em uma jornada.

— Não estou jogando nada na cara de ninguém, só estou dizendo que não vou escolher Pokémon inicial nenhum — Se defendeu White, dando de ombros.

— Mas você sabe que vai escolher um Pokémon inicial de qualquer jeito, não é? — Perguntou Richard, colocando a sua bolsa no chão, a esquerda da sua cadeira.

— Quê? Sério? — Perguntou White, surpreso, sendo o primeiro a se sentar, e exatamente em frente a cadeira aonde Richard estava.

— Claro — Respondeu Richard, se sentando logo atrás de White — Por que você acha que 30 Pokémon foram separados para que a nossa turma escolha hoje? Por que um deles vai ser seu.

— Mas tipo, eu já tenho o Haunter, o Krabby, Eevee e Heracross, então se eu escolher um Pokémon daqui já vou ficar com cinco Pokémon e... — White começou falando mas logo foi interrompido por Brooke.

— E daí? — Perguntou o garoto de cabelos castanhos — Quantos Pokémon você tiver melhor vai ser, né?

— Bom, faz sentido... — White no fim concordou com aquilo.

E depois daquilo Richard, White e Brooke começaram a conversar sobre como seria o dia deles e qual Pokémon eles planejavam escolher. Richard disse que iria querer algum de Kanto, Hoenn, Sinnoh, Unova ou Alola, enquanto Brooke disse que optaria por algum de Johto. Já White disse que escolheria qualquer um que não fosse do tipo Água, porque ele já tinha o Krabby sendo desse tipo.

Eles teriam ficado conversando por muito mais tempo se a sineta da escola não tivesse tocado exatamente às 7:00, e com isso vários alunos começaram a entrar na sala de aula, em uma baderna tão grande que nunca que Richard, Brooke e White conseguiriam conversar daquela forma. Eram 7:03 quando o professor chegou a sala de aula, fechando a porta da mesma.

— Olá, alunos! — Cumprimentou — Eu sou o Professor Satrel, e creio que se lembram de mim no ano passado, não é? Se bem que eu sou o professor de História de vocês a dois anos, então se vocês não se lembrarem, acho melhor irem no hospital pra tratarem da memória...

— Oi, Professor Satrel! — Os alunos cumprimentaram o professor em um coro nada planejado.

— Eu sei que sou o professor de História de vocês, mas como eu que terei os dois primeiros horários aqui, serei eu que levarei vocês até o ginásio da escola, aonde irão escolher os seus Pokémon iniciais — Avisou o Professor Satrel, e logo uma enorme baderna se iniciou — E lembrando que vocês farão isso na frente de toda a escola, hein?

Toda a baderna se cessou no mesmo instante. Um sorriso debochado surgiu no rosto do Professor Satrel.

— Me sigam, por favor. A maior decisão da vida de vocês acaba de chegar — Pediu o Professor Satrel, então andando em direção a porta e abrindo a mesma.

Richard podia estar nervoso desde que acordou, porém o seu nervosismo tinha crescido grandemente agora que o Professor Satrel tinha falado que eles fariam as suas escolhas em frente a toda escola, pois o jovem sempre tinha sido muito tímido, e queria só ver o que faria. Uma enorme fila se formou atrás do professor, que os guiou em direção ao ginásio da escola. Richard, White e Brooke estavam juntos exatamente nessa ordem e no meio da fila.

O ginásio da Escola de Treinadores de Jubilife servia como um campo de batalha e ao mesmo tempo um campo de esportes e ficava logo atrás da escola. Naquele dia, porém, iria servir como um verdadeiro campo de decisões. Quando a turma da oitava série entrou naquele ginásio, todos os alunos das outras turmas começaram a gritar, ansiosos pelas escolhas de iniciais. Richard não deu atenção para isso, apenas olhou para as seis mesas dispostas no campo, com cinco iniciais em cada uma. Lá estavam Bulbasaur, Charmander, Squirtle, Chikorita, Cyndaquil, Totodile, Treecko, Torchic, Mudkip, Turtwig, Chimchar, Piplup, Snivy, Tepig, Oshawott, Fennekin, Chespin, Froakie, Rowlet, Litten, Popplio, Riolu, Pidgey, Shinx, Starly, Absol, Beldum, Misdreavus, Eevee e Togepi. Os 30 Pokémon.

— Olá a todos os alunos e professores que estão reunidos aqui para um dos maiores eventos de todo o ano, a entrega de Pokémon iniciais para a nova turma da oitava série! — Exclamou o diretor da escola — Irei chamar os alunos em ordem alfabética, então aquele que for chamado entra no campo, escolhe seu inicial e volta para as arquibancadas, okay? Então vamos começar!

E os nomes dos colegas de Richard começaram a ser chamados, o que só o deixou mais nervoso. Para a sua sorte ele era um dos últimos alunos da turma, enquanto Brooke infelizmente era um dos primeiros, por ter a primeira letra do nome sendo "B". E logo Brooke foi chamado, entrando no campo em meio de aplausos de Richard e de White. No fim Brooke escolheu um Cyndaquil para entrar em seu time. E os nomes foram se passando, até que...

— Richard Drek! — Exclamou o diretor da escola, fazendo o coração de Richard acelerar ainda mais.

Ao ouvir o seu nome sendo chamado Richard sentiu as suas pernas travarem. Todos os gritos ao seu redor apreceram sumir, tudo ficou calmo, como se o mundo tivesse congelado. Richard teria ficado uma eternidade ali se White não tivesse falado para ele:

— Qual é, cara, vai ficar aí mesmo?

As pernas de Richard voltaram ao normal assim como todos os gritos aos seu redor. Ele suspirou pra se acalmar um pouco e então entrou no campo, aplaudido por Brooke e White. Ainda haviam dez Pokémon iniciais, sendo eles Turtwig, Chimchar, Piplup, Rowlet, Litten, Popplio, Misdreavus, Riolu, Shinx e Starly. Sete daqueles Pokémon eram do interesse de Richard, e ele só não se interessava por Misdreavus, Riolu e Starly, então como faria a sua decisão?

Aquela seria com certeza a decisão mais difícil de toda a vida de Richard. Ele olhou de Pokémon para Pokémon em busca de uma resposta, analisando-os por movimentos que aprendiam e linha evolutiva. Ele poderia ficar com Turtwig, afinal, seria ótimo ter um Torterra futuramente. Infernape e Empoleon também não seriam ruins, e Decidueye e Incineroar seriam uma ótima ideia. Mas por algum motivo quando Richard olhou para Litten os olhos deles se encontraram e ele tomou a sua decisão.

— Eu escolho o Litten! — Exclamou em voz alta para que todos ficassem a par da sua decisão.

Litten ficou encarando seu mais novo treinador com o cenho franzido, como se não julgasse ele grande coisa ou algo do tipo. Richard, porém, estava com um enorme sorriso estampado em seu rosto e estendeu a mão direita para Litten, que depois de cinco segundos de vácuo colocou a pata dianteira esquerda em cima da mão direita de seu treinador, que logo agarrou ele e o deu um abraço.

Flashback off

Richard sinceramente não sabia porque estava se lembrando daquele dia aonde tinha escolhido seu Pokémon inicial, isso porque as lembranças vieram à tona em plena aula de Línguas Estrangeiras. Talvez era porque ele não suportava a aula pela professora ser chatíssima e a turma ter que aguentar dois horários de quarenta e cinco minutos com ela antes do intervalo.

Ele teria ficado se lembrando do resto daquele dia, mas uma batida na porta da sala fez ele voltar a realidade e olhar para a porta assim como todos os outros alunos. Mesmo dias depois do início das aulas Richard continuava a sentar entre Brooke e White, naquela mesa ordem do primeiro dia.

— Pode entrar — Permitiu a professora.

E no instante seguinte a porta se abriu. Assim duas figuras entraram na sala. Richard conheceu um deles como o diretor da escola, um homem negro e alto que usava roupas comuns. Ao ver o homem ao lado do diretor, as sobrancelhas de Richard se arregalaram. Aquele era o Professor Rowan, uma das figuras mais importantes de toda a Sinnoh e também o professor Pokémon mais inteligente do continente.

— Olá, alunos! — Cumprimentou o diretor.

— Oi, diretor — Os alunos da turma cumprimentaram em coro, mas Richard ficou calado.

— Bom, hoje eu estou com a presença do Professor Rowan porque ele precisa da nossa ajuda — Avisou o diretor.

— Por que o maior professor do continente precisaria da ajuda de uma turma de trinta pivetes que conseguiram seus Pokémon há menos de um mês? — Perguntou White.

— Essa é uma ótima questão, jovem — Comentou o Professor Rowan — Bom, acho que dá pra vocês perceberem que eu já estou velho, não é? E é justamente por isso que eu vim pedir ajuda. Quais são os cinco melhores alunos dessa turma, professora?

— Nós professores entramos em um consenso, e na nossa opinião os melhores alunos tanto em notas como em comportamentos são Richard Drek, Brooke Hopeless, White Killed, Luke Gray e Akari Sakura — Respondeu a professora.

— Esses cinco poderiam se levantar, por favor? — Pediu o Professor Rowan.

Richard estava lisonjeado por ser considerado um dos cinco melhores alunos da turma, mas ainda queria saber porque o Professor Rowan estava com todo aquele papo. Brooke, White, Luke e Akari logo se levantaram, e sem mais opções Richard fez o mesmo, olhando para seus outros dois colegas. Luke era um garoto baixo que naquele dia usava uma camisa cinza e azul, calça preta e touca branca. Já Akari era uma bela garota de estatura média, cabelos  castanhos longos e um belo corpo. Estava vestindo uma blusa branca que parecia dar destaque a seus seios e também uma saia preta.

— Ótimo — Disse o Professor Rowan — Bom, crianças, poderiam vir conversar comigo em particular? Digo, se a senhora permitir que eles saiam, professora.

— Eu permito, sim — Disse a professora, mesmo que não parecesse contente com isso.

O Professor Rowan assentiu e então caminhou em direção a porta da sala, que estava aberta. Ele passou por lá, e Akari e Luke foram atrás dele logo em seguida. Richard trocou olhares com Brooke e White antes dos três seguirem o professor e seus dois colegas de classe. Richard foi o último a sair da sala, então fechando a porta da mesma. O professor e os outros dois estavam em frente a classe.

— Vocês se interessam em partir em uma jornada Pokémon? — Perguntou o Professor Rowan.

— Claro! — Respondeu Luke — Mas estamos esperando concluirmos o Fundamental II antes disso.

— Ah, sim, eu entendo...  — Comentou o Professor Rowan, então abaixando a cabeça — Mas e se eu fizer um pedido para vocês, vocês poderiam cumpri-lo?

— Depende do pedido — Respondeu White, que se juntou a seus colegas e ao professor junto de Richard e Brooke.

— Eu já estou muito velho para partir em uma jornada, mas preciso muito estudar os três Guardiões dos Lagos de Sinnoh, que são Azelf, Uxie e Mesprit. Conhecemos muito pouco sobre eles e precisamos mesmo saber sobre eles. Não tenho capacidade para vasculhar o continente em busca de informações sobre eles, mas já crianças como vocês... — Insinuou o  Professor Rowan.

— Mas e nossos estudos? — Perguntou Richard — Vamos simplesmente abandonar eles?

— Se vierem a aceitar o meu pedido, sim — Respondeu o Professor Rowan — Mas se aceitarem me ajudar, irão ganhar não apenas Pokébolas e Pokédex, objetos essenciais para uma jornada, mas também terão mérito. Serão conhecidos para sempre como os cinco treinadores que descobriram coisas importantes sobre os Guardões. Antes de eu partir desse mundo planejo escrever um livro sobre esses guardiões, e seus nomes estariam no livro. Vocês se tornariam famosos.

— Eu aceito — Luke foi o primeiro a aceitar aquilo — Meu sonho é partir em uma jornada Pokémon mas minha mãe quis que eu concluísse o Fundamental II antes disso. Mas como é um pedido do professor do continente, ela com certeza aceitaria.

— Bom, eu aceito também — Concordou Akari — Seria uma honra ajudar não apenas o senhor, como o continente.

— Eu aceito com uma condição — Avisou White.

— Diga — Pediu o Professor Rowan.

— Poderemos ter objetivos secundários como busca por insígnias ou fitas durante essa jornada? — Perguntou White.

— Claro — Respondeu o Professor Rowan — A jornada, afinal, será de vocês.

— Então eu aceito — Concordou White.

— Se você aceita, eu também aceito, White! — Exclamou Brooke, empolgado.

Só Richard ainda não tinha falado alguma coisa, e justamente por isso os outros cinco se viraram para ele, que não sabia se aceitaria ou não. Aquela era a oportunidade perfeita para achar o seu pai, mas teria que deixar a sua mãe sozinha se partisse em sua jornada. Mas Richard raciocinou que ela poderia ficar com seus pais enquanto ele estivesse fora. Ele tinha que achar o seu pai e restaurar a família.

— Eu aceito — Disse Richard, olhando determinado para o Professor Rowan.

— Ótimo — Disse o professor — Então vamos informar isso ao diretor e ir para o meu laboratório. Temos que arrumar os detalhes sobre a jornada de vocês.


Notas Finais


O próximo capítulo se chamará "Expedição ao Lago" e lançará dia 14 de Novembro de 2017. Nele os cinco estudantes e o Professor Rowan irão até o Lago Verity que fica perto de Twinleaf, aonde se depararão com três criminosos que entram em uma batalha com eles.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...