História Pokémon Vacuum and Matter - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Hiroki-Hayato

Postado
Categorias Pokémon
Tags Alan, Aventura, Cleo, Gladi, Hiroki, Pokémon, Pothos, Rose, Usui, Yuki
Exibições 9
Palavras 1.936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eis o Especial lindo q prometi ontem...

Capítulo 9 - Myra


Terraria City, uma cidade subterranea construida por varios Dugtrios e Steelix, um grande centro urbano na região de Pothos, a economia da cidade foca-se na paleontologia e na mineração, uma cidade conhecida por seu grande laboratorio de estudo sobre fosseis, no meio desta metropole vive uma garota de 19 anos, fardada pela sua familia a herdar o titulo de líder de ginásio de seu irmão, porem ela não queria ser líder, seu grande sonho é viajar pelo mundo, se tornar uma treinadora e pegar as 8 insignias de sua região. 

 -------------------------------------------------------

 - Trapinch use bite!! - Disse um Homem de cabelos ruivos que usava um chapeu de aventureiro e roupas do mesmo naipe, uma camisa simples cor de areia acompanhada por uma calça amarronzada e um colete cheio de bolsos. 

 - Eevee Swift!! - Disse uma garota de cabelos cor de mel que usava um boné em tons de preto e branco com um broche que parecia flor amarela cravada nele, uma blusa azul por baixo de um casaco Verde acompanhada de uma calça jeans simples, de modo que a blusa deixava seu umbigo a mostra.

 Ambos pokémons estavam se fitando quando Trapinch, um tipo de formiga amarronzada investia contra o Eevee, uma pequena raposa  que preparava para soltar varias estrelas, a formiga mordeu a raposa e varias estrelas atingiram Trapinch ambos pokémons ja estavam cansados, não era de agora que  batalhavam, já estavam exaustos e a batalha já estava em seu final.

 - Você é melhor do que eu pensei... - Disse o homem fitando ambos pokémons que estavam quase desmaiando.

 - Fazer o que... Sou sua irmã não sou? - Perguntou a garota fitando o homem e seus olhares se encontraram.

  - Acho que aqueles anos que você passou treinando para me superar e ganhar o direito de viajar pela região está valendo a pena - Disse o Ruivo sorrindo. 

 - Eevee... Use Dig!! - Disse a garota e seu Eevee cavou um buraco no meio do campo de batalhase escondendo na terra.

 - Meu deus Myra... Você não fez isso? - Perguntou o Homem - Earthquake!! 

 A formiga bateu seu pé na terra fazendo um pequeno terremoto que fez a raposa desmaiar dentro do buraco.

 - Como? Me diz Gorth... Como você acertou o Earthquake no meio do Dig!! - Perguntou a garota recolhendo seu Pokémon.

 - Achava que nenhum ataque poderia te acertar no meio de um Dig? Saiba que o Earthquake não só acerta como dá o dobro de dano quando o oponente está debaixo da terra. - Explicou o Homem retornando Trapinch. 

 - Isso significa que... - A garota olhou tristemente para o chão. 

 - Irmã depois dessa batalha eu decidi uma coisa... - Disse Gorth olhando serio para a irmã.

 - Já sei... Você quer que eu capture um pokémon do Tipo solo... Você quer que eu herde a merda do ginásio!! - Disse a loira com raiva para o irmão que só sorriu debochadamente. - Do que está rindo? Da minha falta de habilidades em batalhas? 

 - Não... Você é tão boba... - Riu o Líder. - Eu decidi que seria melhor para você aprender mais sobre batalhas na pratica. 

- Significa que eu vou virar Sub-líder dessa merda? - Perguntou a garota.

 - Não... Quero que saia numa jornada em busca de insignias... com certeza ficará mais forte se coletar as oito. - Disse o Ruivo sorrindo debochadamente. - Não quero que minha irmã se sinta forçada a treinar um tipo que ela não quer treinar.

 - S... serio? - Se perguntou a garota e uma lagrima caiu de seus olhos. 

 - Eu brincaria com isso? Eu sei de seus sonhos... - Disse o Homem e a garota o abraçou com força. - Eu sei que sou o melhor irmão que você poderia ter...

 - Não pense que você é o melhor... Você só subiu um pouco no meu ver... - Disse Myra chorando no abraço do irmão. 

 - Mas eu quero te pedir uma coisa... - Disse o Líder sorrindo. 

 - O que? - Perguntou ela se recompondo e usando um Revive no seu Eevee.

 - Você tem que desafiar meu ginásio por ultimo... Lutaremos de novo porem da proxima vez quero usar tudo que tenho. - Disse o Ruivo pegando uma pokébola que tinha cor de areia. - Quero que você derrote o meu mais forte pokémon.

 - Flygon... A evolução de Trapinch- Disse a garota dando um sorriso desafiador para o irmão. 

- Aceita o desafio? - Perguntou o Líder sorrindo.

 - Desafio aceito!! - Gritou a garota e os irmãos fizeram um tipo de "toque" especial tocando os dedos então fechando e abrindo a mão e logo após fazendo um "High five" como selo de uma promessa.

 - Eev.. eevee!! - Eevee logo acordou com a maioria de seus machucados curados e sorriu pulando em sua treinadora que logo o abraçou feliz por seu pokémon ter acordado e pegou uma super potion tratando dos outros machucados. 

 - Ah Myra... Agora que você vai viajar eu quero que você cuide de um pokémon que vive pelo Ginásio... - Disse Gorth - Eu sei que ele não é um tipo solo mas por algum motivo ele sempre vem aqui. 

 - Qual é? - Perguntou a garota animada e Gorth apertou um botão em um dos tijolos de areia do grande ginásio fazendo uma entrada secreta aparecer, lá estavam varios pokémons do tipo solo brincando, Onix, Trapinch, Gabites e Sanslashs batalhavam para passar o tempo e entre eles um pequeno chacal azul bipede parecia sozinho. 

 - Riolu você quer conversar? - Perguntou o ruivo se aproximando do pokémon.

 - Um Riolu? Eles são bem raros aqui em Pothos não? - Perguntou-se a garota. - O unico treinador daqui que eu sei que tem um lucario é o Gale... O ultimo Elite four de Pothos que treina o tipo lutador. 

 - Rio? - O pokémon olhou para o líder e para a garota se escondendo atrás de uma pilastra. 

 - Riolu... eu não vou te machucar... sou sua amiga. - Disse Myra se aproximando do pequeno que recuou. 

 - Calma... eu sei que Riolus podem ler auras... você pode ler minha aura... Vai ver quer não vou te machucar. - Disse ela e os olhos de Riolu brilharam por um instante e ele pareceu se acalmar.  

"Sim... Posso ver em sua aura que você não é uma pessoa ruim" Uma voz parecida com a de um garotinho ecoou na mente da loira.

 - Como você pode?... Falar comigo assim? - Perguntou-se a garota. 

"Posso me comunicar com sua aura não é bem como se eu lesse sua mente mas facilita a comunicação" A voz continua a falar em sua mente e Riolu dá um sorriso timido.

 - Eu quero te ajudar... - Disse a garota se aproximando do pequeno pokémon que ainda estava um pouco nervoso. 

 "Eu não sei... Estou um pouco com medo..." Se comunicou o pequeno e a garota sorriu.

 - Não precisa ter medo de mim... eu posso ficar uma arara as vezes mas nem sou tão ruim assim. - Disse a treinadora. Riolu então sorriu e não falou mais nada, o pokémon não precisava falar, estava na cara que ele havia aceitado a nova amiga.

 "Eu sempre quis viajar por esse mundo mas eu nunca tive coragem de sair da cidade..." Ouviu-se a voz do pokémon na cabeça da garota que o abraçou.

 - Se você quiser posso te levar numa jornada. - Disse a loira sorrindo. - Seremos amigos. 

 "Tudo bem" Disse ele sorrindo confiante "você me parece uma boa pessoa" 

 - Obrigado pelo elogio - Disse a garota pegando uma pokébola em sua bolsa e capturando o pokémon aura rapidamente - Bem vindo a equipe riolu.

 - Você já conseguiu captura-lo? - Perguntou o líder abismado. - Você é realmente boa com pokémons, até parece que entende eles... 

 - Bom... Pode-se dizer que eu entendi esse Riolu. - Myra sorriu para o irmão guardando a pokébola de seu novo companheiro.

 - Bom... Eu ganhei essa Pokédex a uns meses da Professora Akacie, ela me deu por que eu poderia saber informações sobre os meus oponentes mas eu quase nunca uso então quero que fique com você - Disse ele dando a sua irmã um artefato parecido com um relogio, ela logo o coloca no pulso apontando para seu Eevee. 

 Eevee - O pokémon Evolução

 Por ter um DNA extremamente mutavel pode evoluir por varios metodos diferentes podendo ser de varios tipos diferentes. 

 Femea 

OT- Myra 

Moveset: 

Quick attack

Bite 

Swift 

Dig 

Nature: Jolly 

 - Obrigada irmão - Disse a garota abraçando o irmão e Eevee se esfregou em suas pernas. 

 - Acho que ela quer carinho - Disse o líder. - Acho melhor eu ir antes que algum desafiante chegue, já avisei nossos pais enquanto você trocava ideia com aquele  riolu e eles sabem que você está indo...

 - Espera Gorth!! Eu nem fiz minha mochila ainda... - Ressaltou a garota meio nervosa. 

- Só brincando... Avisei sim nossos pais então pode ir sem problemas... - Riu o ruivo e a garota saiu do ginásio andando em direção a sua casa.  

 -- Quebra de tempo-- 

 Myra arrumava sua mochila botando tudo que achava que iria precisar, as vezes olhava de relance para a pokédex em seu pulso e sorria orgulhosa de si mesma por ter conseguido permissão do irmão para seguir em uma jornada com seu Eevee e com o Riolu que havia capturado a algum tempo. Seria uma experiencia totalmente nova e a garota mal podia esperar para tal. 

 - Filha... - Uma voz se ouviu fora do quarto. - Pode entrar mãe!! - Disse a garota e uma mulher de provaveis 50 anos, cabelos loiros para grisalhos vestida com uma blusa branca e saia preta carregando uma pequena caixa entrou no quarto. - Bem... O seu irmão nos avisou sobre você, eu e seu pai decidimos te dar um presente... 

- Disse a mulher e entregou a caixa a sua filha que logo abriu e se espantou com o conteudo. 

 - Um... Pokénav plus?? - Perguntou-se a garota, era um modelo de Ultima geração feito em Hoenn pela Devon corporation, atualizado com os mapas de Pothos e Gladi. 

 - Gostou? - Perguntou sua mãe e Myra soltou um sorriso.

 - Sim... Eu mal posso esperar para testar o Dexnav!! - Disse a garota com os olhos brilhando e sua mãe soltou um sorriso cheio de orgulho. 

 - Se cuide Myra eu sei que se você acreditar em si mesmo será a melhor treinadora de todos os tempos. - Disse a Mulher dando um beijo na testa de sua filha. - Agora eu tenho que voltar pra cozinha pois diferente de você eu desisti dos meus sonhos e virei uma dona de casa, e pensar que eu poderia ter virado uma Top-Coordenadora...

 - Eu sei mãe... Não se deve nunca abandonar meus  sonhos... - Disse Myra com um sorriso no rosto e sua mãe saiu do quarto,logo a loira terminou de arrumar sua mochila e saiu de casa, depois de se despedir de seus pais foi até a saida sul da cidade, um grande tunnel que dava  no deserto da rota 807 que ia para lance village, uns Dois dias de caminhada, não era tão dificil se orientar assim... Myra havia crescido indo brincar no deserto então não era assim tão dificil se achar dentre a areia , sabia a localização de alguns oasis na região então não seria tão dificil a caminhada, ela observava, Gibles, Trapinchs, Sindiles, Cacneas e outros pokémons do deserto e pensava consigo mesma. 

 "Minha jornada começou." 


Notas Finais


E esse foi o capitulo até mais :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...