História Pokémon War - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Personagens Originais
Tags Fogo, Guerra Pokémon, Mestres, Poképark
Exibições 11
Palavras 583
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aviso: Pode ter referências sobre Divergente, Jogos Vorazes e Tarzan (sabe o filme live action, do Tarzan?)
------------------------------------------------------------------------------------
Oiiiiiiiiiiiiiiiiii! Sim, criei mais uma fanfic! Podem me denunciar se quiserem!
Aqui vamos nós! Boa leitura!
(e o que acharam da sinopse da história?)

Capítulo 1 - A garota diferente


Fanfic / Fanfiction Pokémon War - Capítulo 1 - A garota diferente

 

(VISÃO DA AUTORA)

Na região de Kalos, havia sobrado apenas três cidades. E em uma dessas cidades, Aara (antes conhecida como Lumiose), uma menininha de seis anos brincava perto dos muros que ficavam em volta da cidade. Esses muros tinham um sistema de segurança bem moderno que nem os pokémon tipo voador conseguiam passar.

Sally: Filha venha aqui!

A garotinha parou e foi até a mãe.

Claire: O que foi mamãe?

Sally: Esqueceu? Hoje é o dia do teste para ver qual será sua função na cidade quando crescer!

Claire: Ah, é mesmo...

Falou a garotinha sem muito entusiasmo.

Sally: Venha!

A mãe levou a garotinha pra casa e colocou um vestido azul claro e uma sapatilha branca na menina.

Claire: Por que eu tenho que fazer o teste se só vou trabalhar quando crescer?

Sally: O conselho acha que é melhor saber o quanto antes. Agora vamos!

A mãe parecia mais animada que a filha! Depois de alguns minutos de caminhada, elas chegaram ao centro da cidade.

Alyson (anunciante): Caros cidadãos de Aara! Hoje, nossas crianças vão ser selecionadas para uma dessas funções: guerreiros, médicos, professores ou cidadãos comuns. Se elas não forem selecionadas para nenhuma dessa funções, infelizmente terão de ser abandonadas na floresta. Mas, isso nunca aconteceu, então... Vamos começar!

Disse a mulher. Depois eles pegaram tipo um detector para saber a função das crianças. Aos poucos, todas foram sendo selecionadas.

Alyson: Eduard Hallew?

Um garotinho, o penúltimo na frente de Claire, que era amigo da mesma, deu um passo a frente e então a mulher colocou a maquininha em frente a cabeça dele.

Alyson: GUERREIRO! Espero que nos proteja dos pokémon, lindinho!

Disse a mulher sorrindo. Depois falou novamente.

Alyson: Claire Allea?

Sally: Vai lá, filha!

Claire andou até a moça e esperou, um tanto nervosa.

Alyson: Ai meu deus!

Todos estavam esperando para saber o resultado.

Alyson: Guardas, levem-na para fora da cidade.

Todos se espantaram. Todos olharam para Sally, esperando ver lágrimas, mas a expressão estampada em seu rosto era de nojo.

Claire foi levada a força para fora da cidade. Depois, os guardas a deixaram na floresta e voltaram para cidade. Depois, o baque surdo do portão se fechando foi ouvido.

Claire sentou em uma árvore e começou a chorar, um choro que não seria ouvido por ninguém. E ninguém iria ajuda-la. Depois Claire ouviu um rugido. Um pokémon.

Um grande luxray parou na frente da menina. Ela esperava ser atacada, mas parecia que o luxray tinha um olhar de pena no rosto.

Luxray: Siga-me. Vou arranjar uma casa pra você.

Claire, assustada, seguiu o pokémon em silêncio.

Claire: Você tem nome?

Lig: Sim. Lig. E o seu, menina?

Claire: Claire. Por que está me ajudando? Pensei que os pokémon odiassem humanos.

Lig: Os humanos que nos odeiam. Essa maldita guerra começou por causa deles. Eles se sentiram ameaçados quando adquirimos uma inteligência idêntica à deles.

Claire: Não entendo. O conselho diz que vocês são uma ameaça.

Lig: Eles falam o que querem.

Depois de mais algum tempo, eles pararam em frente à vila com vários pokémon.

Mia: Quem é essa, Lig?

Disse uma delphox shiny.

Lig: Os humanos a abandonaram. Então a trouxe até aqui.

Mia: Os humanos abandonam a própria espécie? Arceus que os perdoe.

Claire: E-eu vou poder ficar aqui.

Mia: Claro pequena. E terá aulas na minha Academia de Artes Marcias, para aprender a se defender nesta floresta.

Disse a delphox shiny sorrindo. Então, Claire encontrou um novo lar. Com os pokémon.


Notas Finais


O que acharam seus lindos?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...