História Police Love - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Marcus Kane, Octavia Blake, Raven Reyes
Tags Clarke, Clexa, Lexa
Visualizações 215
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um pra hoje pq tô inspirada!
Espero que gostem (Savana)

Capítulo 17 - Corta Línguas


Lexa PVO


Eu sempre via as pessoas correrem do perigo quando esse aparecia, até eu o fazia as vezes, mas Clarke me surpreendeu ao dizer que iria me ajudar independente das circunstâncias. Cada vez eu me encantava mais por seu modo e via o quanto ela era incrível.


Após comunicar os nossos companheiro de equipe sobre a reunião eu me dirigi para sala e logo depois vejo eles entrando. A loira destemida entrou por último com cara fechada, se soubesse o quanto ficava sexy com essa cara de brava , na verdade quase tudo nela é sexy. Resolvi tomar a frente e iniciar a reunião.

- Reuni vocês aqui para deixar claro que seja lá o que estamos lidando não está brincando, e desde já quero perguntar:. Alguém quer sair fora? Veja bem, isso é muito perigoso, se algum quiser pular fora deve ir agora! – digo séria e eles me olham negando com a cabeça .


– Ótimo. - diz Clarke me cortando. Eu a olho confusa e ela devolve o olhar com a sombrancelha arqueada. - Vamos jogar as cartas na mesa : Há alguém perseguindo nossa campanheira de equipe, ela é o alvo! Tudo indica que o roubo foi só um modo de atrai -la.  Não sei como mas essa pessoa sabe todos os passos que vamos dar, antes mesmo de nós sabermos. - ela diz e vejo Raven levantar a mão. A loira assente com a cabeça dando permissão para ela falar.


– Talvez ele tenha feito tudo de modo que façamos exatamente do jeito que ele quer…- ela diz e eu a olho atentamente analisando seu raciocínio. - por exemplo, quando vocês foram no bar, ele já sabia que o próximo passo seria interrogar o responsável das rotas...acho que ele está movendo vocês exatamente para onde ele quer! - ela termina dando de ombros e olho para Clarke e vejo que a mesma parece pensativa.


– Faz todo sentindo Raven! - ela diz animada e começa andar de um lado para outro. - Ele está nos fazendo de marionete, estamos sendo guiadas por ele! - ela diz batendo as mãos na perna como se tivesse dado conta de algo óbvio.


– Será que dá pra darmos um nome pra esse “ele” !? - diz o magrinho e todos voltamos nossa atenção pra ele.


– Que tal Crush Woods? - pergunta Octávia e eu estou incrédula com tamanha audácia dessa equipe.


– Vocês estão se ouvindo ? – pergunto com expressão de incredulidade. Eles fingem que não me ouviram e continuam discutindo.


– Acho melhor “Perseguidor Fatal”! - Raven completa e vejo que Clarke está sem reação assim como eu.


– Crush Woods é melhor, afinal essa pessoa sabe todos os passos de Lexa. - diz o magrinho interagindo com a latina e Octávia. Escuto Clarke suspirar como se estivesse tentando manter a calma.


– Já sei! - completa Jasper. - Que tal “CORTA LINGUAS”? - ele diz, e eu não consigo segurar o casto sorriso que sai dos meus lábios, as demais caem na gargalhada e vejo Clarke sorrindo e balançando a cabeça em negação.


– Já decidiram? Eu realmente preciso falar algo importante.- ela diz e eles param. - Então , se o corta línguas está nos fazendo de marionetes, devemos começar a fazer algo diferente do que estaria supostamente no “roteiro” dele. - termina.


– E em vez de ir interrogar o cara que contratou o tal Jhonny fazemos outra coisa…- eu completo.


– Isso, podemos interrogar o cara que matou Lincoln. - ela fala e em engulo em seco.


– Quem é Lincoln? - a latina pergunta.


– Oh, há algumas coisas que vocês não devem saber por enquanto! - a loira diz dando um sorriso fraco e eu agradeço.


– E sobre as oficinas? Alguma novidade? - indago a fim de mudar de assunto.


– Pegamos todos os registros de motos que passaram por lá, mas nenhuma com as características que procuramos. - diz Octávia.


– Talvez eles tenham um pessoa próprio para fazer isso. - completo colocando a mão no queixo para pensar.


– Mas achamos algo que talvez ajude. - Jasper diz e me entrega um folheto.


“Encontro de motos

Olho para minha direita e entrego o folheto para Clarke .


– O rapaz viu você pegando isso ? - pergunto para o magrinho.


– Não, Octávia estava o entretendo enquanto eu peguei. - Ele diz dando uma gargalhada e Octávia fecha a cara.


– Qual a graça ? - pergunta Raven.


– Não tem graça nenhuma, Jasper que que é um idiota. - a outra responde bastante irritada.


– Então agora temos mais peças para esse quebra cabeça…- digo suspirando , estava exausta, isso estava me consumindo aos poucos.


– Mas antes de mais nada devemos interrogar o assassino de Lincoln, acredito que o nosso perseguidor não esperava por essa. - escuto Clarke dizer com satisfação e eu só concordo com a cabeça. Ela tinha razão, esse perseguidor não esperava que eu me abrisse com alguém, pensando bem acho que ele tem prazer de me ver sofrendo e remoendo toda essa sensação de perda sem poder fazer nada.


Damos a reunião por encerrada e os demais se retiram da sala , quando vou me retirar sinto alguém puxando meu braço e quando olho vejo Clarke me fitando.


– Tá tudo bem? - pergunto um pouco confusa. Ela vem em minha direção devagar.


– Sim. - responde quase em um sussurro. Se aproxima mais e sela nossos lábios dando início ao um beijo lento.


– Já está com saudades ? - pergunto sorrindo entre o beijo . Ela para e me olha com carinho.


– Você não?  - pergunta divertida. E eu a respondo dando um beijo intenso.


– Com certeza ! - completo parando o beijo. - Mas agora temos que interrogar uma pessoa e já lhe digo que não será nada fácil. - digo e ela me solta e faz uma cara de quem diz “estou pouco me lixando”.


– Isso é porque ele nunca foi interrogado por Clarke Griffin! - ela diz e me dá um sorriso malicioso se retirando da sala.


Eu coloco a mão na cintura e começo a pensar se devo temer por Clarke ou por quem entra no caminho dela.






Notas Finais


Alguém já tem uma ideia o pq essa pessoa persegue a Lexa?
Próximo capítulo interrogatório...a parte que mais gosto de escrever kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...