História Polyamory - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Kris Wu, Lu Han, Sehun, Tao
Tags Baekhan, Baeksoo, Chanbaeksoo, Chanhun, Chankai, Chankaisesoo, Chankaisoo, Chansesoo, Chansoo, Kaibaeksoo, Kaisoo, Krisoo, Kristao, Kyungyeol, Lubaek, Lusoo, Sebaeksoo, Sekai, Sesoo, Taoris
Visualizações 128
Palavras 1.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Sexto


Capítulo 11

KyungSoo se encontrava em estado de alerta e de choque, seu ômega buscava todas as opções e formas possíveis para sair daquela situação enquanto seu corpo estava petrificado, ele não conseguia falar, correr e nem ao menos piscar os olhos, estava tudo confuso.

- Temos que dar um jeito, temos que fazer isso! – Chanyeol falava andando de um lado para o outro na sala, que agora todos se encontravam.

- Desista Park! – Yifan debochou. – Não há nada que você possa fazer. – Cantarolou enquanto apertava o pulso de KyungSoo em meio a sua mão.

Chanyeol choramingou e se sentou ao lado de SeHun, que encarava KyungSoo meio perdido, não teria mais sentindo aquilo tudo sem o KyungSoo, aquela relação iria a ruínas, era tudo por KyungSoo e para o KyungSoo, não que os alfas não tivessem criado vínculos entre si, claro que não, todos se amavam, e faziam tudo um por o outro, mas KyungSoo era como a coluna principal daquela relação, um pilar que se quebrado ou retirado, tudo desmoronaria, foram anos de amor, carinho, compaixão, brigas e romance, não poderia tudo ir para o ralo tão rápido assim, poderia?

- Tem um jeito... – JongIn murmurou. – Tem um jeito! – Falou mais alto se levantando da poltrona.

Depois de escutar a voz do alfa, KyungSoo finalmente pareceu ter alguma reação e o encarou, perguntando qual era o jeito em tom baixo, quase inaudível se todos ali não fossem alfas de boa linhagem.

- Você vai ter que casar! Com qualquer um de nós, você casa, e troca de sobrenome! – JongIn falou e todos ali se animaram, menos Kris, que rosnou.

- Ele não vai fazer isso, ele é meu ômega agora! – Respondeu por KyungSoo o puxando para mais perto de si, fazendo o ômega choramingar pelo aperto no pulso.

- Você sabe que esse contrato não é validado nessa questão. Os contratos são familiares e não judicias, são feitos por pessoas físicas, não jurídicas, e além do mas, KyungSoo não assinou nada, seus pais que assinaram, se você apresentasse isso a algum juiz e levasse isso como “prova” para o juri, não serviria de nada, apenas se o KyungSoo tivesse assinado também, e como ele não assinou, e nem vai assinar, perante a lei, ele pode casar com quem ele quiser. – JongIn terminou com um sorriso no rosto e essa foi a deixa para SeHun se levantar e puxar KyungSoo das mãos nojentas do alfa, este que por sua vez rosnou alto ao ter - o que ele pensava ser – seu ômega tirado de si.

- Vamos KyungSoo, você sabe que só pode escolher um de nós, com quem vai se casar? – SeHun questionou.

- E-eu... – KyungSoo deixou sua fala morrer, e se ele escolhesse um os outros dois ficarem magoados? Ele não queria escolher ninguém, não queria.

- Nós não vamos ligar Soo, apenas escolha, vamos acatar sua decisão, nosso relacionamento não vai mudar, vai ser apenas algo a mais para concretizar mais ainda nosso amor. – JongIn pronunciou e Chanyeol concordou.

- Então... Então.. – KyungSoo sussurrou. – Eu escolho o Chanyeol! – Ele respondeu e os alfas assentiram.

Era compreensível, já que Chanyeol foi o primeiro em tudo com KyungSoo, primeiro amor, primeiro beijo, primeira transa.

SeHun e JongIn vinheram para complementar aquela relação, para completar aquele quebra cabeças que faltava apenas duas peças, os alfas não se importavam, pois sabiam que apesar de tudo, KyungSoo amava todos igualmente, na mesma intensidade, e não mentiria para nenhum deles sobre seus sentimentos, a confiava era ate palpável naquele relacionamento e a sinceridade era essencial, eles não ligavam para isso ou para aquilo, portanto que estivessem todos dormindo em uma mesma cama a noite.

- Chanyeol, pegue o KyungSoo e vá direto para o cartório, pegue as suas identidades e chame seus pais para serem testemunhas! – JongIn ordenou e Chanyeol concordou, correndo para o andar de cima pegar as coisas, e quando KyungSoo pensou em sair, Kris uivou, indicando que provavelmente se transformaria se o ômega desse mais um passo.

JongIn se colocou na frente do alfa nais alto e SeHun foi guiando o ômega com cuidado para fora, enquanto Chanyeol descia as escadas.

Assim que Chanyeol chegou a porta, SeHun gritou para KyungSoo correr e Kris se transformou, indo para cima do ômega nas sendo impedido por JongIn que o segurou por trás e assim que o Park e o Do saíram de casa, escutaram três rosnados, Kris com raiva, e JongIn e SeHun se transformando.

Capítulo 12


Chanyeol chegou no cartório correndo, pegando todos os papeis de casamento presentes na bancada e indo em direção a mesa. No caminho, tinha recebido uma ligação do SeHun avisando que Kris tinha fugido pela janela da casa, o alfa se jogou contra a janela a quebrando e conseguindo fugir, por isso tinham que fazer aquilo o mais rápido possível.

KyungSoo estava alheio demais, ele ainda não acreditava que seus pais foram capazes de fazer aquilo, o ômega estava chateado e seu lobo estava triste. Sem contar no enjôo que o menor estava sentido devido a tanta adrenalina, e seu ventre doía demais, como se seu cio fosse chegar a qualquer momento, e o ômega queria muito acreditar que aquilo era nervosismo.

Quando Chanyeol terminou de assinar os papéis foi a vez do KyungSoo, ele assinou tudo no seu tempo e assim que terminou, em um timing perfeito, os pais de Chanyeol chegaram e assinaram como testemunha, porém, quando estavam para entregar o papel escutaram gritos e um rosnado.

Kris tinha chegado!

Em alerta, Chanyeol deu o papel para Kibum, para ele entregar a juíza e colocou KyungSoo atrás de si.

- Sai de perto do meu ômega! – Chanyeol escutou a voz de Kris por pensamento, porém apenas ignorou e se transformou em lobo, mas não sem antes pedir a MinHo para levar KyungSoo dalí.

Assim que Chanyeol se transformou os lobos começaram a lutar.

Kris mordeu a perna de Chanyeol e o arrastou ate o lado de fora do cartório, e assim que chegou ao destino, Chanyeol arranhou a cara no outro alfa, passando bem em cima dos olhos, fazendo com que Kris soltasse sua perna. Os dois se colocarem em posição de ataque novamente e Kris partiu para cima de Chanyeol, mas o mesmo desviou, porém não foi tão rápido para evitar outro ataque, dessa vez, uma cabeçada em sua panturrilha, a qual estava mordida, o fazendo rugir de dor e ir para cima do outro alfa.

A briga estava feia, mais feia ainda porque Kris estava ganhando, e KyungSoo assistia tudo sem poder fazer nada, o ômega fechou os olhos e pediu, pediu para que alguém ajudasse seu marido e como se Deus estivesse escutado seu pedido, JongIn e SeHun apareceram.

Chanyeol estava caído no chão, ferido e choramingando, e nem MinHo foi capaz de impedir KyungSoo se correr ate o alfa e tentar o ajudar, Chanyeol pedia por pensamento – já que estava em forma de lobo e não conseguia falar – para que KyungSoo saísse daquela zona de conflito, porém o mesmo não o escutou, e continou tentando ajudar seu amado, ele gritava por ajuda, mas Chanyeol afastava todos com sua presença, ele não queria que ninguém se metesse, apenas que levassem KyungSoo dalí, e ele queria que MinHo fizesse isso, ele queria que seu pai cuidasse do seu ômega, mas MinHo não conseguia, KyungSoo era teimoso demais, e ele sabia que tirar um ômega de perto do seu alfa em um momento desses apenas o deixava mais ansioso e nervoso.

JongIn e SeHun estavam conseguindo lidar com Kris, o alfa realmente era mais forte e mais ágil, como se tivesse sido treinado por anos em sua forma lupina. Os dois foram para cima do alfa porém o mesmo conseguiu os driblar e sair correndo em direção a KyungSoo, porém o ômega estava ocupado demais tentando fazer com que Chanyeol levantasse, mas o corpo do alfa estava totalmente esgotado.

Kris avançou rápido, e pulou em cima de KyungSoo o jogando para o lado e o fazendo bater o corpo, e principalmente a cabeça no chão, o desacordando, e foi com isso que Chanyeol deixou finalmente seu lobo o dominar, Kris tinha a pata em cima da barriga de KyungSoo, a empurrando para baixo, como se quisesse matar o ômega e dissesse: “Se eu não o tenho, ninguém o terá.” Chanyeol avançou rapidamente, pulando em cima de Kris e o mordendo pelo pescoço na ação, o puxando para baixo e sacodindo a cabeça de um lado para o outro, como um aligátor quando quer quebrar os ossos de sua vítima e era exatamente isso que Chanyeol queria.

Kris tentava sair, mas era impossível, Chanyeol estava possesso, ele sacodia a cabeça loucamente e quando os barulhos dos ossos se quebrando já eram audíveis, ele soltou Kris, que caiu desacordado e foi correndo em direção a seu ômega, que já tinha SeHun e JongIn em suas formas humanas ao seu redor. Chanyeol se transformou e se aproximou lentamente, e logo pode ver o sangue que saia debaixo da cabeça de seu ômega e o short azul que ele usava manchado de vermelho, vermelho esse do sangue que também escorria por suas pernas.

Os três lobos uivaram e se colocaram cada um em um lado de KyungSoo, como um instito primitivo, Chanyeol se colocou do lado direito, JongIn do esquerdo e SeHun no meio.

SeHun rasgou a blusa do ômega com as mãos, expondo o tronco com algumas marcas e uma marca grande e roxa da pata do Kris na região do umbigo. Os alfas cheiraram o corpo desacordado e o morderam. Chanyeol e JongIn em cada lado respectivo do pescoço e SeHun na clavícula direita.

Os alfas sugaram o sangue do ômega, depositando também vitaminas de si próprios no corpo desfalecido, tentando assim, deixar KyungSoo vivo por mais num tempo.

MinHo já tinha ligado para ambulância e Kibum estava com a juíza que tinha ligado para polícia.

Todos presentes no cartório estavam do lado de fora, reunidos ao redor dos quatro, vendo ali uma união jamais vista.

Um ômega sendo marcado por três alfas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...