História Populars & Liars - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Audrey Jensen, Brooke Maddox, Emma Duval, Kieran Wilcox, Nina Patterson, Noah Foster, Personagens Originais
Tags Amores, Aventuras, Colegial, Drama, Grupo De Amigos, Mortes, Traição
Exibições 8
Palavras 696
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura ❤

Capítulo 13 - Elas são legais ? 1.12


Na escola ...

Eva ~ 

É bom saber que nessa escola existem pessoas legais que não se importam com nada, apenas em fazer amizades. 

O sinal de fim das aulas toca e todos saem pelos corredores querendo ir logo para casa ou ir para outro lugar. Espero as meninas e o grupo de Lud para irmos de carro para a cafeteria. Alguns minutos depois o grupo de Lud aparece e logo atrás Zoe, Julie e Lana aparecem. As meninas entram em meu carro e o grupo de Lud entra no carro branco da frente e nós vamos seguindo atrás. 

-E ai meninas, o que acharam do grupo da Lud ? Pergunto. 

-Eles parecem ser legais mas o que mais me chamou atenção foi Kieran e Eli. Aaaaah eles são maravilhosos. Julie responde.

-Ei ei, escolhe um só. Tem que deixar alguém pra gente! Responde Zoe

-Eles parecem ser legais! Diz Lana 

Paramos no semáforo e aproveito para separar a discussão que Zoe e Julie estavam tendo para saber quem ficaria com Eli e Kieran. Lana, só usava o celular, parecia estar falando com alguém mas não ligo, continuo tentando separar a discussão das meninas.

Kieran ~

-Pessoal, o que acharam das novas meninas ?

-Ah, elas parecem ser legais. Diz Lud. 

-É, elas são legais mas precisamos conhece-las melhor. Diz Eli 

-Nossa, você pareceu minha mãe falando! Diz Shawn rindo

Todos no carro começam a rir então peço para Kieran ligar o som. Ficamos mais loucos ainda, mais do que o normal, precisavamos de alguma cafeína ou qualquer outra bebida para que o dia fique melhor. Ainda bem que estamos indo para a cafeteria. 

Lana ~

Estou conversando com meu pai sobre a viagem dele para Europa. Finalmente ele está saindo do Brasil, eu não podia nem tocar em nada ou ao mebos sair com minhas amigas que ele já reclamava. Agora sem os olhos dele me observando posso fazer tudo que uma adolescente tem direito. 

Guardo meu celular na bolsa e fico observando a imagem pela janela e pelo retrovisor, vejo um carro preto matte e com os vidros pretos atrás de nós, não dou bola por enquanto, deve ser só algum empresário de muito poder querendo se proteger. 

Já na rua da cafeteria, olho pelo retrovisor e o carro todo preto ainda não saiu da nossa cola. Por que diabos esse carro tá seguindo a gente ? 

Estacionamos os carros na frente da cafeteria, descemos do carro e entramos na cafeteria.

                              ****

Quase anoitecendo ... 

Gabriel ~

Passamos a tarde inteira na cafeteria conversando sobre acontecimentos passados, desilusões, falsas esperanças, problemas familiares e amizades falsas. Saíndo dali, tenho a ideia de ir de novo para aquele parque de diversões abandonado atrás do shopping, assim podiamos conhecer o jeito que elas ficam bêbadas. 

-Ei pessoal, já que estamos elétricos com a cafeína, que tal irmos naquele parque de diversões abandonado ? 

-Boa ideia. Vocês vem meninas ? Pergunta Lud.

Elas olham uma para a outra e fazem sinal de confirmação com a cabeça. 

Passamos no mercado para comprar algumas bebidas e comidas, depois a caminho do parque avistamos o guarda e oferecemos para ele a comida que compramos, como um suborno para que ele nos deixe entrar no parque. Achamos o buraco que fizemos com a tesoura alicate e entramos, de repente o parque todo se ilumina e quando olhamos para a cabine, vemos que o guarda tinha ligado todos os brinquedos do parque. Tudo estava tão bonito, e iria ficar tudo mais bonito ainda quando estivermos totalmente chapados. 

O primeiro brinquedo que todos vão é para a montanha-russa. Ela era cheia de voltas, rodopios, obstáculos e era rápida pra caramba. Deu lugar para todos, até o guarda dar inicio. Os gritos ecoaram pelo quarteirão inteiro. 

Decidimos também ir na casa dos horrores, aquela que tem palhaços e aqueles espelhos esquisitões. Lá é tudo escuro, não enxergavamos nada, além de sem eletricidade já estávamos chapados. Olho para o lado e não penso duas vezes e pego a mão da menina que estava ao meu lado. Quando saímos de lá, beijo a garota que eu pensava que era Lud onde estava tudo iluminado, todos viram, principalmente Lud. Ela não pensa duas vezes e sai do parque chorando. 







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...