História Por Acaso - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange
Personagens Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Exibições 16
Palavras 2.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie, voltei com mais um cap. pra vcs!
Espero que gostem e esse cap. tá bem fofinho também, mas o foco não é no Rafael e na Luana! :(

Boa leitura e nos vemos lá em baixo!

PS: Desculpe pelos erros de ortografia!

Capítulo 10 - - Jogo de perguntas!


Fanfic / Fanfiction Por Acaso - Capítulo 10 - - Jogo de perguntas!

 Eu e Cellbit estávamos dividindo a pipoca e o refri, as vezes, rolava um beijo ou um selinho, quando a pipoca acabou, eu me aconcheguei mais ainda nos seus braços!

No final do filme, vi Alan se levantando e cochichando no ouvido do Cellbit, e logo em seguida saindo e sendo seguido de Felps. Eles devem ter ido no banheiro, ou algo do tipo! O filme acabou e saímos da sala de cinema, Cellbit me abraçando, e o resto dos "casais" da mesma forma ou conversando sobre o filme. Alan e Felps ainda não tinham voltado, o que será que estão fazendo?

~Pov Cellbit~

Me solto da Lu, que parecia estar viajando no mundo da lua! E ela me olha confusa.

(Eu): Rapidinho, já volto! - beijo a sua cabeça e ela assente com a mesma, em seguida, vai para perto da Maethe e da Gabs, conversando com as mesmas.

Tenho que ligar para o Alan, para avisá-lo que o filme já acabou! Pego meu celular e digito o número do mesmo. Chama uma, duas, três vezes e nada, na quarta, finalmente atende!

~~Ligação On~~

(Eu): Finalmente! Já saímos da sala de cinema, estamos todos aqui fora! - falo e me viro para o resto da turma, a Lu vê e acena para mim com um sorriso, eu retribuo!

(Alan): Ok, dá um jeito de levar todos para o fliperama!

(Eu): Ok! Mas qual a sua ideia mesmo?

(Alan): Vai saber em breve!

(Felps): Me ajuda aqui, tá pesado!

(Alan): Calma! - ele grita e esquece que eu estou do outro lado - Estou passando as instruções pro Cellbito.

(Eu): Meu ouvido caralho!

(Alan): Desculpa! - vejo a Luana vindo em minha direção.

(Eu): Vou ter que desligar, a Lu tá vindo!

(Alan): Tá, tchau!

~~Ligação Off~~

Desligo a tempo, mas não escapei das perguntas da Luana! Ela se aproxima cada vez mais de mim até que eu a abraço de frente, colando nossos corpos!

(Lu): Oi! - ela me beija, rapidamente.

(Eu): Oi! - dou outro beijo nela!

(Lu): Com quem você estava falando?

(Eu): Com o Alan!

(Lu): É? E onde aquele ser humano de Deus está? E junto com o Felps ainda! - ela se intriga.

(Eu): Foram no banheiro!

(Lu): Mas que demora, devem estar se pegando lá! - eu começo a ri pelo seu comentário sem noção - A Gabs e principalmente a Maethe, estão preocupadas! - ela abaixa o seu tom ao falar isso e se encosta em mim, me olhando - Seu coração ...

(Eu): O que que tem?

(Lu): Tá acelerado!

(Eu): Sério? - fico um pouco vermelho, e ela murmura um "sim", balançando a cabeça junto - Esse é o efeito que você acusa em mim! - eu a olho e vejo a mesma sorrir, a beijo e ela retribui - Bom, vamos ao fliperama?

(Lu): Adoro fliperama!

Andamos em direção ao pessoal e todos concordam, fomos para o fliperama, assim como o Alan havia pedido! Quando estávamos chegando, mandei mensagem para ele. Assim que viramos, pude ver o Felps. Acho que é agora!

~Pov Felps~

Ao sair da sala de cinema, tivemos um único objetivo: Colocar o plano do Alan em prática!

(Eu): Então ... O que vamos fazer?

(Alan): Bom, eu tava pensando, de fazer tipo um "jogo" pra ela!

(Eu): Como assim?

(Alan): Tipo, vamos fazer como se fosse um jogo de perguntas e respostas, aí no final, ela iria dizer "sim" ou "não"!

(Eu): Tá, acho que entendi!

(Alan): Vamos meio que criar o "clima" pra ela, só com o jogo! Tipo, a música que ela queria ouvir naquele momento, aí podemos pedir pra aquela banda ali tocar na hora! E outras perguntas.

(Eu): Ok! Mas onde vai ser o jogo?

(Alan): No fliperama, lógico! Vamos falar com o responsável por lá e podemos achar uma tela maior e um local pra eu ficar, meio que aparecendo na tela!

(Eu): Tô começando a entender!

(Alan): Ei, vai ali e compra um buquê de tulipas, um ursinho de pelúcia ou um coração de pelúcia escrito "Eu te amo" ou algo do tipo, e tenta achar um notebook e um data show por favor!

(Eu): Quer que trás a loja aqui também? - falo andando quase correndo.

(Alan): Se tiver como!

Vou atrás das coisas e acho tudo, enquanto a pelúcia, teve que ser um coraçãozinho mesmo! Volto carregando tudo e vejo Alan falando com alguém no celular.

(Eu): Me ajuda aqui, tá pesado!

(Alan): Calma! - ele grita - Estou passando as instruções pro Cellbito. - ele para de falar, parecendo que está ouvindo o Cellbit - Desculpa! - presta atenção no Cellbit de novo- Tá, tchau!

(Eu): Pega o data show!

(Alan): Vem! Já falei com o responsável de lá e ele deixou! - ele fala andando e eu estava o seguindo.

(Eu): Ok! O povo que iria cantar está lá?

(Alan): Sim, e eu já ajeitei um local pra ficar, enquanto rola o game!

(Eu): Ah tá!

(Alan): Você vai ficar aqui, e convencer a Maethe de jogar esse "jogo"! - entramos em uma salinha, onde ele iria ficar, era antes da onde iria rolar o "jogo", quem estivesse jogando, a Maethe no caso, ficaria de costas para a salinha - Pronto, deixa aqui que eu me viro!

(Eu): Tá, tô indo esperar o pessoal!

(Alan): Quando eles chegarem me manda mensagem! Antes de entrar.

(Eu): Deixa comigo! - saio e se passam uns minutos e o pessoal chega.

~Pov Maethe~

Chegamos no fliperama e o único que estava ali era o Felps, a Gabs corre e o abraça! Porra Alan, onde você está? Me aproximo do Felps e falo com ele.

(Eu): Onde o Alan tá?

(Felps): Ele foi no banheiro, e já chega!

(Eu): Ok, obrigada!

Conversamos um pouco ali fora até Malena resolver entrar e todos a seguiram! Compramos fichas e cada um se divertia de um jeito. Até que Luana vem em minha direção e fala:

(Lu): Vamos jogar? - ela se escora no mesmo brinquedo que eu e olha os seus pés.

(Eu): Não, obrigado! Vou esperar o Alan.

(Lu): Haaa, vai, só uma rodada? - ela tenta me convencer e conseguiu! Como resistem a essa carinha que ela faz?

(Eu): Tá, mas só uma rodada! Qual jogo?

(Lu): Aquele ali! - ela fala apontando pro jogo e eu me aproximo.

(Eu): Esse? - falo ao lado de uma tela enorme, e tinha um data show do lado, e aponto para a mesma.

(Lu): Bem esse! - ela se aproxima de mim, e pude ver todos em volta, pareciam curiosos assim como eu, mas estavam todos sorrindo sem parar - Vai, começa! - ela se aproxima do data show e liga o mesmo.

(Eu): Mas o que tenho que fazer? - olho para trás, onde ela estava ao lado dos outros!

(Felps): Já jogou jogos de perguntas e respostas?

(Eu): Já, mas isso se chama diálogo! - eles começam a rir e na tela aparece como se fosse um Windows! Me assusto de inicio.

(Mi): É tipo isso!

(Lu): Só vai!

Me viro pra frente, e começo o tal jogo! Tinha como se fosse um controle gigante no chão, então eu pisei no "start" e o jogo começou, primeira pergunta: Chocolate ou tulipas?

(Eu): Como assim? - eu sorrio e olho para trás e recebo um "responde" de todos e algumas abanadas de mão - Okay! Calma gente.

Pisei em tulipas, adoro tulipas! A pergunta mudou e Gabs chega com um buquê de tulipas e me entrega. Ok, estranho? Muito!

(Eu): Pra quê is...

(Gabs): Só joga! - ela sai logo em seguida.

Continuo o jogo, a próxima pergunta era: "Closer" (the chainsmokers) ou "We don't talk anymore"? Piso em "Closer", e logo em seguida, uma banda começa a tocar a música! Sorrio novamente e a pergunta muda: Pelúcia ou almofadas? Piso em pelúcia e em seguida sou tocada por Mileena, que me entrega um coraçãozinho escrito "Eu te amo"!

(Eu): O que está acontecendo? - eles só sorriem e eu me viro para a tela novamente.

A pergunta muda, e dessa vez ficou muito íntima: Namorar, casar e ter filhos ou namoro, termina e ficar sozinha? Pulo rapidamente no "Namorar, casar e ter filhos", olho em volta e nada acontece! Eles sorriem cada vez mais, e a música ainda não tinha acabado.

A pergunta muda, e dessa vez foi quase um "tiro": Namoraria o Alan sim ou não? Eu olho para trás e todos ficam sérios, respiro fundo com a pelúcia ainda em mãos, já estava sacando o que estava acontecendo e subo no "Sim". O jogo acabou com a tela escrita "the end?" e quando me viro vejo o Alan vindo em minha direção, algumas lágrimas começam a escorrer pelos meus olhos e ele se ajoelha na minha frente.

(Alan): Maethe, me desculpa por ter gritado com você e terminado com você também! Eu estava com ciúmes, admito, mas depois que você falou pra Luana, - ele a olha e eu também, ela só acena pra nós e Cellbit a abraça de lado - Que o tal amigo seu era gay, vi o quão idiota eu fui! Eu fui o culpado de te perder, e passar todas essas noites, torcendo pra que você batesse na minha porta de volta, ou que você estivesse ali do meu lado! Enfim ... - ele pega uma caixinha aveludada preta - Assim como no jogo, você diria "sim" para mim agora?

Eu o olho chorando e balanço a cabeça em um "sim" e solto um sorriso, abaixando e abraçando ele! Ele coloca o anel no meu dedo e nós nos beijamos, o povo comemorava de alegria, e do nada fizeram um silêncio, estavam todos se beijando!

~~Break time~~

Já estávamos de volta ao apartamento, cada um no seu! Eu estava terminado de me ajeitar para ir dormir, quando olho no espelho o anel brilhar, um sorriso escapa do meu rosto e abro a porta do banheiro, indo em direção a cama, onde Alan estava deitado! Dou um beijo nele, enquanto entrava de baixo das cobertas.

(Eu): Amei o anel! - falo mexendo no anel e ele segura minha mão.

(Alan): Sério?

(Eu): Sim, porque eu mentiria pro MEU namorado?

(Alan): Verdade, não teria motivos! - ele me beija - Eu te amo, e não quero nunca mais me separar de você! - eu deito na cama, sendo seguida dele.

(Eu): Eu também te amo, e também não quero nunca mais me desgrudar de você!

Dormimos coladinhos, fazia um bom tempo que não dormimos assim! Como era bom sentir novamente o seu calor junto ao meu!

~Pov Luana~

Chegamos no apartamento, eu e Cellbit estávamos esbarrando em tudo, pois não queríamos parar o beijo! Fomos andando nos beijando até chegar no quarto, e ele se sentou na cama, me colocando em seu colo. Estávamos muito ofegantes, suas mãos corriam novamente pelas minhas costas, e as vezes passava nas minhas coxas apertando as mesmas!

Estava tudo muito bom, até que ouvimos um estalo! Parei de beijá-lo e ele arregalou os olhos me olhando confuso. De novo, o estalo, eu o abracei forte, com um pouco de medo! Ele me tira de cima do seu colo, e vimos algo caindo, ele se aproxima do que era e pula, acertando o primeiro sapato que ele vê no negócio.

(Eu): O que que foi? - falo sentada na cama, com as pernas de "índio", olhando para baixo.

(Rafa): Era uma barata!

(Eu): Precisava de tudo isso pra mata-lá?

(Rafa): Talvez! - ele me beija e ao parar fala - Vou tomar banho, o shopping me cansou!

(Eu): Tá, vou depois! Quer comer algo? - falo me levantando indo em direção a cozinha.

(Rafa): Sabe fazer panqueca? - ele fala e me segue com a toalha nas costas.

(Eu): Acho que sim! Vou tentar.

(Rafa): Okay! Só não taque fogo no hotel inteiro.

(Eu): Seu bobo! - dou um selinho nele - Vai tomar banho logo!

(Rafa): Tá bom! - ele levanta as mãos como se estivesse se rendendo.

Faço as panquecas, que prestaram, e Rafael termina de tomar banho e jantamos! Após a janta, ele vai lavar as louças e eu vou tomar banho. Tomo um banho rápido, e quando saio, Rafael estava na cama, já deitado, mexendo em seu celular! Pego uma roupa e volto para o banheiro, visto uma calça de tecido fino, de pijama, e a blusa também!

(Rafa): Está parecendo uma mãe! - ele fala olhando para mim, e logo em seguida levantando o cobertor para eu me deitar.

(Eu): Isso é bom ou ruim? - me deito ao seu lado, me virando para o mesmo.

(Rafa): Depende de quem seria o pai! - ele fala e sorri, faço o mesmo!

Brinco um pouco com nossas mãos, juntando elas e separando, logo em seguida, em viro para o lado oposto de Rafael, e ele passa sua mão pela minha cintura, eu entrelaço nossos dedos e acaricio com a mesma mão, que segurava na sua, a mão dele. Dormimos assim sem falar nada!


Notas Finais


Esse foi o cap. espero que tenham gostado, e que continuem acompanhado a fic.

Bjos, e até o próximo cap.

<\3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...