História Por Acaso - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange
Personagens Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Exibições 21
Palavras 2.369
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie, voltei com mais um cap. pra vcs.

O cap. de hj tá bem Awnt (na minha opinião) ...
Enfim, sem mais delongas, boa leitura e espero q gostem!
Nos vemos lá em baixo!

PS: Desculpe pelos erros de ortografia!

Capítulo 9 - Shopping, aneis, colares e cinema!


Fanfic / Fanfiction Por Acaso - Capítulo 9 - Shopping, aneis, colares e cinema!

 Ficamos assim, até dormirmos!

Acordei no outro dia, com uma luz vinda da sala, era a luz do sol! Olhei para o lado e pude ver Rafael dormindo, ele estava com seus braços rodeando minha cintura, dormindo profundamente, ele parecia um anjinho! Que clichê, mas fazer o que? Não tinha outra palavra melhor, para descrever como eu o vi!

Tentei me levantar, mas ele estava me abraçando, tentei novamente e ele se mexeu um pouco e resmungou algo que não deu para entender! Levantei um pouco seu braço, que estava em cima da minha barriga, e finalmente consegui sair. Ele se mexeu, mas não acordou! Resolvi tomar um banho.

Ao terminar meu banho, eu vesti um vestidinho simples, azul claro e do tecido fininho. Não muito curto, na altura certa do joelho e fiz um coque frouxo e bagunçado no meu cabelo! Coloquei um short branco por baixo, desses de academia, que parecem um leggie, só que mais curto!

Quando me voltei para o quarto, vi Rafael ainda deitado! Mas ele estava mexendo no seu celular. Me aproximei da cama, antes de chegar, ele notou minha presença e me olhou!

(Rafa): Você tá tão "natural"!

(Eu): Como assim? - falo sorrindo e me sentando na cama.

(Rafa): Sei lá! Tá linda ... - eu sorrio e ele logo em seguida - O que vamos fazer?

(Eu): Valeu! Temos que ir comprar as coisas, só que primeiro, ir tomar café!

(Rafa): Mas que preguiça! Eu preciso mesmo ir?

(Eu): Lógico! A diretora confiou em nós dois. - ele segura minha mão e eu o olho.

(Rafa): Hoje ninguém vai estragar meu dia! - eu sorrio - Sabe por quê?

(Eu): Não, por quê? - ele se senta na cama.

(Rafa): Porque, vou passar hoje o dia todo do seu lado! E se facilitar, o resto dos meus dias!

Meus olhos brilham, assim como o dele, sem perceber, solto um sorriso bobo e para "recompensá-lo", eu vou para cima dele, o beijando, e ele retribui o beijo! Enquanto estávamos no beijo, ele me puxa para o seu colo, me fazendo sentar no mesmo. Ficamos assim por alguns minutos, que pareciam horas! Suas mãos corriam pelas minhas pernas, e minhas mãos, alisava seus cabelos, delicadamente!

Suas mãos param na minha cintura, e as minhas no seu rosto, próximo aos seus lábios. Terminando assim o beijo de "gratidão", por falta do ar, como sempre. Ele me olha nos olhos e eu pude ver seus olhos brilharem novamente, aquele azul do seu olho, estava mais claro, pois um feiche de luz, ultrapassou a janela do quarto! Ele sorri, assim como eu e eu o abraço, ele retribui. Ficamos assim até ouvir a campainha tocar!

(Eu): Deve ser o pessoal! - falo próximo ao seu ouvido, pois, ainda estava abraçada nele, que passava suas mãos em minhas costas, acariciando a mesma.

(Rafa): Quer que eu vou lá?

(Eu): Não precisa! Vai se arrumar, eu não queria era sair desse abraço, de preferência, nunca mais! - me afasto e vi ele sorrir, também sorrio.

Rafael vai para o banheiro, fazer suas higienes pessoais, e eu vou atender a porta, logo depois que fecho a porta do quarto, já que eu ouvi o chuveiro ligado! Ao abrir a porta, vi que eram Maethe e Alan, Maethe estava com um pratinho na mão e Alan segurava dois copos tampados.

(Eu): Oi! Entrem ... - digo dando passagem a eles.

(Mae): Oi! Demorou pra abrir a porta hein?! - ela me abraça e logo após estica seu braço com o pratinho - Bom, vocês não desceram, então eu e o Alan trouxemos o café da manhã seus! - ela entra.

(Alan): Pois é né?! Ficam aí fazendo ...

(Mae): Alan! - ela o olha e ele não completa a fala.

(Alan): Enfim, acho que vai precisar de muito mais do que um copo de café! - ele me entrega o café e pisca para mim, adentrando a apartamento - Ainda mais, pelo tempo que você demorou pra abrir a porta, deve ter tido segundo roud! - ele se senta ao lado da Maethe no sofá e ela dá um tapa no mesmo.

(Eu): Mereceu! - sorrio e levo as coisas para o balcão da cozinha - E nós não fizemos nada, nem essa noite, nem agora de manhã! Só dormimos. - arrumo o balcão, com talheres e etc.

(Alan): Hunrum ... E meu nome é Chilbaca! - eu e Maethe começamos a rir - E mudando de assunto, onde está o Cellbixa agora?

(Eu): Acho que está tomando banho!

A porta foi aberta, e pude ver Cellbit saindo de dentro do quarto com uma calça jeans preta e uma blusa de "Overwatch" branca.

(Eu): Olha aí ele! - me viro para o balcão, terminado de arrumar as coisas, e busco o leite!

(Rafa): Tavam falando de mim? - ele vai em direção ao sofá e cumprimenta a Maethe com um beijo na bochecha.

(Alan): Sim, eu queria saber onde você tava! - Cellbit segura na mão de Alan e o puxa abraçando o mesmo, com tapas nas costas, cada vez mais forte - Ai viado!

(Rafa): Viado é seu c... - ele se afasta do Alan.

(Eu): Cellbit! - ele me olha e logo entende o "recado".

(Rafa): Tinha que ser o lixo pra falar do habilidoso! - ele vem em minha direção e me abraça por trás me dando um beijo no pescoço.

(Alan): Habilidade de gritar, só se for! - me viro para o Cellbit e pude ver por cima de seus ombros, a Maethe com a perna em cima da perna do Alan e ele a abraçou, a beijando em seguida e depois deixou um beijo em sua cabeça, e ela ficou escorada nele.

(Mae): O que temos que comprar? - ela fala e eu tento sentar no banquinho, que era alto de mais para minha bunda.

(Eu): A listinha tá na minha bolsa! Sabe onde tem lojas dessas coisas? - ainda estava tentando subir no banco.

(Rafa): Quer ajuda? - ele já estava sentado no seu banco e me olhando rindo, assim como Maethe e Alan, que estavam vermelhos de tanto segurar a risada e ao ouvir Cellbit falando, eles soltaram o riso!

(Eu): Não precisa, eu consigo sozinha! - falo revirando os olhos e bufando, tento pular pra subir e deu fail minha tentativa.

(Alan): Ajuda ela! - ele gargalha - Pelo amor de Deus! - ele fala meio aos risos e logo vejo ele caindo em cima da Maethe, que não estava muito diferente do Alan, enquanto aos risos.

(Rafa): Pera! - ele bate as mãos limpando elas e desce facilmente do seu banco, vindo em minha direção e segurando em minha cintura, me levantando em seguida e colocando no banco - Pronto!

(Eu): Valeu! - falo e olho para ele, e em seguida o beijo.

Terminamos de comer, e íamos sair para comprar as coisas da lista! Eu estava no quarto me arrumando, Cellbit já tinha se arrumado, ele estava com a mesma calça preta jeans, trocou a blusa, por uma cinza sem estampa e sua inseparável camisa xadrez azul! Calçou um tênis vans azul escuro.

Vou a minha mala e procuro a roupa que para mim é adequada para fazer as tais compras. Vesti un short jeans mais claro, cós alto, um cropped preto, um "sobretudo" bege, de lã e meu vans preto! Fiz uma trança de raiz e passei um lápis de olho, rímel e um batom cor de boca, nude!

Estavam me esperando na sala, Maethe, Alan e Cellbit. Os outros estavam lá em baixo, no saguão, e também já estavam nos esperando! Coloco alguns anéis, uns 4, três em uma mão (dois eram daqueles que usamos no meio do dedo) e um na outra mão (anel normal), e também coloco uma pulseira! Pego a minha carteira, que parecia uma bolsa, e meu celular, e finalmente saio!

(Rafa): Nossa! - ele fala de boca aberta.

(Alan): Tá gata! - ao falar isso, Maethe que estava encostada no seu ombro, o empurra e ele dá risada, assim como os outros.

(Eu): Direto você!

(Rafa): Me respeita! - ele se levanta e passa sua mão na minha cintura - Você não iria gostar de eu falar do nada, que a Maethe tá gata, é a mesma coisa que eu chegar e falar: "Nossa Maethe, como você tá gostosa"! - ele fala e rimos de novo.

(Eu): Mas o que que tem ele falar que eu tô gata? Nós não estamos namorando nem nada!

(Rafa): Bom ... - ele coça a nuca - Então respeita a Maethe!

(Mae): Mas nós também não estamos namorando!

(Alan): Não? - ele a olha.

(Mae): Não! Só ficando! - ela fala e dá um beijo na bochecha dele e se levanta, Alan estava de boca aberta.

(Rafa): Então, vamos?

(Eu): Vamos!

Saímos do quarto, e fomos até o saguão, onde todos nos esperavam! Cumprimentamos todos, e depois fomos pedir um táxi, a cidade até que era grande, e por não saber andar lá, pedimos um táxi porque seria mais rápido também! Chamamos 4 táxis, e fomos em cada carro, do mesmo modo que chamaram nossos nomes para ir pros quartos! (N/ capítulo anterior!)

Fomos em um shopping, porque lá teria a maioria das coisas, e as que não tinha, tinha em lojinhas ali perto! Fomos primeiro nas lojinhas, e logo após fomos no shopping. Chegando lá, nos dividimos, para comprar as coisas, porque seria mais rápido e sobraria mais tempo para aproveitar o shopping!

Acabamos de comprar as coisas, e paramos na praça de alimentação. Eu, Cellbit, Maethe, Cauê, Felps, Gabs, Pac e Maria, comeriamos McDonalds! O Calango e a Amanda, comeriam Spoletto! O Alan, Mike, Mileena, Spok e Malena e Bianca, comeriam Buger King!

Cada um fez seu pedido, e antes dele chegar, Alan chamou Felps e Cellbit para ele comprar coisas, para o canal talvez! Eu fiquei conversando com as meninas, os pedidos foram sendo chamados até que um tempo depois, chegou o meu e do Cellbit, fui buscar! Já estavam todos comendo, e ao pegar a bandeja, sinto mãos em minha cintura, e era Cellbit! Ele me ajudou com as coisas e voltamos para a mesa!

~Pov Cellbit~

Fizemos os pedidos, e ao terminar, quando estávamos chegando na mesa, Alan segura meu braço e do Felps! Ele queria comprar algumas coisas, que segundo ele, era para o canal e gravar um tag daqui alguns dias. Fomos a umas lojas, e compramos algumas coisas, depois de um tempinho, Alan entrou em uma bijuteria e eu e Felps o acompanhamos.

(Eu): O que você quer aqui? - falo olhando as bijus.

(Alan): Quero comprar um anel pra Maethe, vou pedi-la em namoro de novo!

(Felps): Esse é meu garoto! - ele fala batendo nas costas do Alan - Qual desses você vai comprar?

(Alan): Queria um menos original! O que vocês acham desse? - ele fala mostrando pela vitrine um anel com umas pedrinhas e o outro só do mesmo modelo, só que sem as pedrinhas. (Anel da capa)

(Felps): Bem bonito, é a sua cara e da Maethe

(Alan): E o que você achou Cellbitos? - ele fala se olhando para mim.

(Eu): Hã? Ah tá! Bem bonito! A Maethe vai gostar.

(Alan): Então vou levar este moça! - ele vem em minha direção, eu ainda olhava as vitrines - O que você está procurando?

(Eu): Uma pulseira ou um colar!

(Felps): Pra Lu?

(Eu): Hunrum! O que vocês acham desse aqui? - digo apontando para um colar que era tipo, de amigos! (O da capa)

(Felps): Acho que ela vai gostar!

(Alan): Concordo com o felpopinho!

(Eu): Vai ser esse! Moça vou levar esse aqui! Um de cada parte, por favor!

Saímos da loja, e Alan havia noa contado em como ele queria pedir ela em namoro de novo! Ele iria parar na frente dela, depois do cinema, e ia falar um textão lá!

Chegamos de volta as mesas, e vi que a Lu não estava lá! Vi ela de costas, como ela era ainda mais bonita assim! Aqueles cabelos, morenos, assim como seus olhos eram lindos! Chego por trás da mesma e passo minhas mãos pela sua cintura, em seguida, a ajudo a carregar nosso lanche!

~Pov Luana~

Comemos e Felps deu a ideia de ir assistir algo no cinema daqui! Todos concordaram e fomos andando para comprar os ingressos, Mike e Mileena estavam na fila para comprar os ingressos de todos! O resto estava conversando aleatoriamente! Cellbit me puxa para um cantinho e me entrega um pacotinho fino.

(Eu): O que é isso? - pego o pacote.

(Rafa): Abre! - ele fala sorrindo.

(Eu): Olha se for pegadinha, você me paga! - falo abrindo o pacote e quando terminei de abrir, pude ver um colar lindo, na verdade eram dois colares que se completavam - Que lindo! - falo e o abraço, logo em seguida o dou um beijo, e esse não vou mentir, foi com pegada!

(Rafa): Gostou? - ele fala assim que paramos de nos beijar e ei assento com a cabeça.

(Eu): Hunrum! - estico o braço com o colar do pingente branco - Coloca pra mim?

(Rafa): Tá pera! - eu me viro para ele e ele coloca o colar em mim - Pronto!

(Eu): Se vira agora!

(Rafa): Pra quê?

(Eu): O outro é seu! - vejo ele sorrir e logo após se virou para mim e eu coloquei, ao terminar de colocar eu falo em seu ouvido antes dele se virar de volta - Obrigado! - falo com os lábios colados em seu ouvido e sussurrando no mesmo.

(Rafa): De nada! - ele fala ao se virar pra mim, e me dá um beijo profundo.

O pessoal chama para entrar, e pegar as pipocas! Foi o que fizemos, cada um no seu banco, e eu estava com as pernas em cima do Cellbit que estava cobrindo a mesma com as mãos, já que eu estava de short e lá tinha ar condicionado, estava bem friozinho!

 Eu e Cellbit estávamos dividindo a pipoca e o refri, as vezes, rolava um beijo ou um selinho, quando a pipoca acabou, eu me aconcheguei mais ainda nos seus braços!


Notas Finais


Esse foi o cap. espero que tenham gostado e continuem acompanhando a fic!

Bjos e até o próximo cap.

<\3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...