História Por aquela promessa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Força, Morte, Sangue, Tristeza
Visualizações 9
Palavras 647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Nas notas finais estarei deixando algumas informações sobre os personagens que forem aparecendo ou sobre criaturas curiosas que os caçadores matam.

Capítulo 1 - A espera por uma pessoa


Eu estava esperando ela na frente da escola, estava esperando apenas para poder vê-la, não falar com ela nem nada do tipo, apenas vê-la.
Bem, eu estava esperando por ela a alguns minutos, mas acabei lembrando que eu tinha que cuidar de algumas coisas, então decidi ir andando para não acabar me atrasando.

Quando eu cheguei no lugar que eu estava a caminho parei, me encostei na parede, e me sentei para poder esperar até os ‘’outros’’ chegarem, de repente eu escuto barulho de passos salto para o lugar mais alto possível.

Eu os vi chegar, olhei para baixo e vi que eram realmente os monstro que estavam ‘’sequestrando’’ alguns dos alunos da minha escola, na verdade aqueles alunos haviam sido devorados a algumas semanas, mas a policia não achou provas disso então acharam que os alunos tinham sido sequestrados.

Logo de cara eu pensei em desembainhar minha espada para poder matar de vez esses monstros, mas eu acabei deixando minha espada encostada na parede a qual eu estava descansando.

Quando aqueles monstros viram minha espada perceberam que algo estava errado naquele local.
Você deve estar se perguntando como eram as criaturas/monstros, bem, elas não eram monstros horrendos, completamente desfigurados e sedentos por sangue, e sim criaturas compostas por completa escuridão, que estavam desarmados, pois criaturas compostas por trevas não necessitam de armas para matar seus inimigos, eles simplesmente devoram sua alma e cor.

Estas criaturas são intangíveis e extremamente rápidas, então, como eu, um humano comum, poderia atacar estas criaturas, bem, eu não sou necessariamente um humano comum, eu sou uma coisa chamada ‘’caçador’’.
Acho que o trabalho de um caçador é mais do que óbvio, nós mutilamos, exterminamos ou matamos criaturas que podem ser alguma ameaça a os seres humanos mais fracos.
O que nós fazemos pode parecer horrível para alguns, e incrível para outros, mas realmente não é nem um pouco fácil ser um caçador, nós estamos dispostos a morrer o tempo todo. Até todos os outros caçadores morrerem todas essas regras se tornarem completamente inúteis.

Já que eu sou o ultimo caçador, desisti de proteger os humanos a qualquer custo e decidi ser apenas um aluno comum, mas é claro que isso não ia dar certo.

Então descobri que as criaturas acabam matando as pessoas que tenham mais proximidade com os caçadores, desde o momento que eu descobri isso eu me isolo dos outros pra não por a vida das pessoas comuns em risco.

Acho que já deu pra explicar mais ou menos o que se passa aqui, então voltemos ha luta.

Assim que os monstros perceberam que aquela espada era de um caçador começaram a vasculhar o beco a minha procura, eu me mantive quieto, esperando eles saírem para eu poder segui-los até o lugar que estavam vivendo –nota rápida, criaturas de trevas podem criar uma forma humana--.
Mas, quando eles estavam prestes a sair do beco quando chegaram três pessoas, a menina que eu amo e duas amigas suas.

Quando elas entraram no beco os monstros viram elas, e elas viram eles em suas formas de trevas, e no momento de desespero eu desci do lugar que eu estava, peguei minha espada e gritei:
-Ei! Olha o caçador que vocês estão procurando aqui!

Então em um instante eles se viraram para mim e começaram a vir em minha direção, e um deles  disse ao outro:
-Cara, você não acha melhor nós pegarmos essas garotas primeiro? Elas podem nos causar problemas.
-Não! Nossa prioridade é o caçador!

Logo em seguida eles começaram a correr em minha direção, então peguei minha espada, tirei-a da bainha e me preparei para o ataque.
Só que antes de atacar, percebi que as meninas ainda estavam no beco, muito assustadas com os monstros, porem estavam lá.

Então tive que pensar rápido. Ou eu mostro a elas minhas habilidades e mato os monstros, ou deixo que me matem.


Notas Finais


O personagem principal não tem nome, ele apenas será conhecido como Hunter.

Nome:Hunter
Idade:15
Altura:1,80
Tipo sanguíneo:''O''
Habilidades:Desconhecidas
Arma principal:Desconhecida


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...