História Por ela te amar, Ela sofre! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Exibições 88
Palavras 1.176
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Última batida do meu coração


 

Minha vida sempre foi uma monotonia, eu detestava ter que mudar algo que no mínimo me traria dor de cabeça. Gostava das coisas certas e no lugar, pode se dizer que não gosto de me socializar, fazer novas amizades me dava preguiça, mas não era má educada com ninguém que viesse falar comigo, e foi assim que conheci meu melhor amigo hiperativo cabeça oca, Naruto.

Nos conhecemos no colégio e desde então nunca mais me separei dele, era o único que não estava ao meu lado por interesses. 

Naruto sempre me dizia que eu precisava interagir mais com o mundo externo e me desligar um pouco do hospital e da faculdade ou eu ia acabar sozinha, não que isso fosse algo ruim, mas ninguém é feliz sem ter alguém pra dividir os momentos e descontrair a mente de todos os problemas do dia a dia.

Nunca me esquecerei do dia em que aceitei seu convite para sair e ir ao barzinho perto do bairro de um grande amigo dele que havia voltado depois de alguns anos, me lembro até hoje cada palavra dita.

 “ Mas Sakura você precisar sair da sua zona de conforto e viver o mundo lá fora e eu aposto que você vai gostar de conhecer o Sasuke”

Naquele dia se eu pudesse ver o futuro e visse como minha vida estaria hoje eu jamais teria aceitado ir aquele.

Toda ação gera uma consequência, e tudo o que eu achava clichê e impossível de ser verdade aconteceu ali naquela noite no momento em que meus olhos pausaram na figura masculina a minha frente sendo apresentado a mim como Sasuke Uchiha, o famoso amigo de tantos anos de Naruto.

Como a vida consegue ser uma bela filha da puta em adorar brincar com as pessoas em todos os sentidos, eu não conseguia parar de olhar aquele par de olhos mais negros que Obsidiana, seus cabelos negros e um sorriso encantador, um perfeito ser que devia ter sido feito com muito amor.

Aquela voz rouca ao pronunciar meu nome em meio a conversa enquanto me contava um pouco se sua vida me deixa em êxtase, algo que jamais senti por alguém. Naruto não se fazia mais presente entre nós, disse que sua amada lhe esperava em casa para um certo carinho pessoal.
Havia fica tarde e com toda aquela conversa envolvente não tínhamos percebido.

Trocamos telefone e Sasuke fez questão de me deixar em casa, já que Naruto ficou com meu carro, creio eu de propósito. Não neguei ser levada pelo Uchiha mas não criei falsas expectativas para o resto da noite.

Mas é ai que a vaca da vida entra mais uma vez pra te foder sem ao menos te fazer gozar, Sasuke me beijou como se nossas vidas dependesse daquele beijo. Eu mal podia acreditar que eu estava quase transando com um cara que acabei de conhecer dentro do seu carro.

Mas era inevitável, parecia que minha própria alma já conhecia Sasuke e que implorava para tê-lo o mais perto possível de si pois só assim se acalmaria. Tudo foi rápido e o inesquecível e o que marcou foi suas palavras em meu ouvido dizendo :

“ O meu melhor beijo com a melhor mulher que já conheci todos esses anos “

Eu sorria igual uma idiota apaixonada e o foda era que eu realmente cai no maldito amor a primeira vista. Quem pode me culpar por isso? 

Naruto falava que eu estava me apegando demais ao Sasuke e que conhecendo o amigo como conhecia era melhor que eu me afastasse dele, nem que fosse as poucos pra ir acostumando com sua ausência e eu não sofrer no futuro, pois era isso que ele via se eu continuasse com essa história de que tinha me apaixonado pelo moreno.

Devia ter escutado meu amigo naquela tarde chuvosa aonde eu murmurava sentir saudades de conversar com Sasuke, mas ele estava no trabalho e não podia me responder no momento, porém o fato de termos marcado uma noite juntos pela primeira depois de nove meses me fez ficar cega e ter pensamentos impróprios.

O que aconteceu naquela noite de quinta feira 10 de novembro foi algo que fiz questão em gravar no fundo da memória.

Cada segundo enquanto riamos de besteiras, piadas e coisas sérias, Sasuke me beijava fervorosamente entrelaçando sua língua quente e gostosa na minha, descia sua mão pela minha costas em direção a minha bunda onde apertava com vontade e subia logo em seguida parando dentro da minha blusa segurando firme minha cintura me arrancando gemidos de prazer, ele sabia meus pontos fracos e abusava completamente disso. 

Ainda posso sentir sua boca em meu pescoço mordendo sensualmente, aos poucos tirava  minha roupa com delicadeza e me pegava no colo, tudo com cuidado e paciência, ele sabia que eu não me relacionei com mais ninguém depois dos meus dezenove anos por ter sido machucada na primeira penetração e tinha medo que isso se repetisse.

Sasuke foi um completo cavaleiro, me fez um oral maravilhoso que proporcionou meu primeiro orgasmo da noite, em seguida me colocou em seu coloco me fazendo penetrar aquele membro tão desejoso.

Nas nossas conversas já tínhamos nos vistos nus por fotos e até já tínhamos nos masturbado via Skype, nossa relação era puro tesão e eu me sentia pronta a ter relações sexuais com ele sempre que me deixa excitada com apenas palavras do tipo  

“ quero te beijar até você sentir vontade de tirar a roupa e ser só minha na nossa cama.”

Ali cavalgando no seu membro e gemendo de prazer percebi que eu estava completa como nunca estive antes e me sentia feliz por isso.

Sasuke gozou pela segunda vez na noite acompanhado pelo meu terceiro orgasmo, então dormíamos juntos abraçados e eu desejei que mais noites como aquele se repetisse.

E se repetiu por semanas até eu me declarar para ele num modo literalmente apaixonante, fiz um belo jantar, lasanha ele adorava, arrumei a casa e vesti a melhor roupa pra ocasião, eu me sentia viva e feliz como a anos não acreditava que fosse possível.

Eu dividia toda minha vida com o Sasuke, meu rendimento na faculdade tinha até aumentado porque ele me motivava a seguir firme e não desistir, no hospital ele passa as noites em claro só pra me fazer companhia nos meus plantões mesmo sendo apenas por mensagem e aquilo me preenchia de uma maneira surreal, ele havia se tornado meu alicerce, minha âncora, minha vontade de viver

Chegamos a fazer planos de filhos, Sarada e Satomi, iríamos para outro país aonde fosse frio porque detestamos o calor, teríamos um cachorro e muitos gatos, amamos gatos ele mais do que eu.

Mas tudo isso veio a morrer quando lhe disse que o amava e que queria me relacionar seriamente, suas palavras pairam sobre meus pensamentos até hoje.

“ Eu não gosto de você Sakura. Entenda eu não correspondo os seus sentimentos”

Meu mundo desabou em ruínas diante de seus olhos, pois os meus falharam junto de uma batida fracassada do meu coração.

 


Notas Finais


Obsidiana é o nome de uma rara pedra negra encontrada na Inglaterra.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...