História Por Esse Amor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Romance
Exibições 5
Palavras 627
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá! Aí vai mais um capítulo e eu espero que vocês gostem! Boa leitura :)

Capítulo 2 - O Início - Parte 2


  7:25 

 O homem havia acabado de entrar em sua sala, fechou a porta e se sentou em sua cadeira. Ao organizar os objetos em cima da mesa, começou a analisar a foto de sua esposa, Roberta. Ela estava com o vestido branco do casamento. Desde que o homem recebeu aquela foto, não desgrudou mais dela. Ele começou a lembrar da sua filha. Ela tinha traços semelhantes aos da mãe. Essa era a única coisa que ele lembrava desde o acidente. Depois do acidente, João Carlos conheceu Paulo Díaz, um homem que o ajudou a fundar a fábrica de roupas Sonhos e Cores. Desde então, João acionou uma equipe para procurar sua esposa e sua filha, porém se faz anos que não há respostas. 

- João? - chamou o homem alto e de cabelo comprido. 

- Oi Paulo, pode entrar. 

- Obrigado. Como vai a situação da empresa? - perguntou Paulo. Havia algum tempo que a fábrica havia entrado em crise. Não era uma crise tão ruim, porém os lucros tinham baixado bastante. 

- Está indo. - levantou-se. - Vamos melhorar, tenho certeza. A gente só precisa de tempo.

- Tudo bem. Como vai a situação pessoal? Conseguiu algo da Roberta? 

Não. - suspirou e tomou um gole do café quente que rasgava sua garganta. - Talvez eu nunca a encontrarei. Me disseram a fazenda continua lá mas não sabem se ela ainda mora lá, instalaram um sistema de segurança que barra a entrada de qualquer pessoa que não seja o dono oficial. 

- Entendi. Talvez você ainda a encontre. Bem vamos embora, temos que estar presentes na reunião com os funcionários para discutir sobre as vendas. - disse Paulo. João assentiu e admirou a foto da sua esposa novamente, saindo em seguida. 

Na fazenda… 

- Eduardo temos que conversar. - disse Pedro. Sim pai. Então, eu e sua mãe conversamos sobre você e seus relacionamentos. Um casal amigo nosso virá morar na fazenda ao lado e eles vão trazer a filha dele, que tem a sua idade. Conversamos sobre com o casal e eles disseram que vocês podem formar um casal. 

- Mas eu sou muito novo pra isso. 

- É que estamos garantindo seu casamento. - disse a mãe. 

 Eu sou muito novo. - disse o garoto seriamente.

- Sabemos meu filho. Mas isso é uma tradição de família que não pode ser quebrada, portanto, vocês terão a adolescência inteira pra se conhecerem e se descobrirem. - disse o pai.

- Uma pergunta! Eles virão morar na fazenda da Victoria? Victoria!? - riu. - Não, mas é claro que não filho. Há outra fazenda ao lado, você nunca viu? 

- É que ele não sai de casa por nada. - disse Clara rindo também, fazendo o garoto sair. 

Dentro do quarto, o garoto começou a pensar em sua vida e nessa notícia da menina que casará com ele no futuro. De repente, a imagem de Victoria começou a aparecer em sua mente. Como ela pode ser tão linda? Pensou. A verdade é que ela estava o deixando louco. Depois desses pensamentos, Eduardo saiu. 

Enquanto isso, na fazenda ao lado Victoria alisava seu cavalo favorito, pensando em Eduardo. Até que depois de algum tempo ela viu um garoto cavalgando de longe. Curiosa, a menina decidiu se aproximar. 

- O que faz aqui? - perguntou. 

- Ah, oi Victoria. - o menino se virou e sorriu. - Eu precisava sair pra tomar um ar. 

- Eduardo! Que bom te ver. - exclamou a garota que abriu um sorriso lindo fazendo o garoto se derreter. - Como está? 

- Melhor agora. E você? 

- Estou bem. - sorriu. 

- Então, que tal me acompanhar em um passeio? - perguntou ele animado. 

- Sim, claro. - disse ela saindo com o garoto.


Notas Finais


E aí? Continua? <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...