História Por favor,não me abandone-taekook - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Nanjin, Porfavornãomeabandone, Taekook, Vkook
Exibições 68
Palavras 894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Depois de um mês sem postar, olha quem voltou!!!
O capítulo não está muito longo pq a criatividade está voltando aos poucos, ok?
Boa leitura

Capítulo 14 - Vergonha alheia...


POV’s Jungkook

Quando abri os olhos, senti o clarão do Sol invadindo os meus olhos, me obrigando a fechá-los novamente, percebi que Taehyung estava dormindo calmamente, parecia um anjo, os olhos fechados e a boca semiaberta, seus cabelos bagunçados e alguns fios por cima de seus olhos...a cena era extremamente fofa

Fiquei olhando aquela obra de arte por longos minutos, até que senti minha barriga roncar pedindo por comida, e senti o delicioso cheiro de café vindo da cozinha; tentei me levantar da cama sem fazer barulho para não acordar Taehyung, mas tentativa foi falha, assim que eu levantei da cama, senti uma dor aguda naquele lugar e quase caí no chão, mas consegui me apoiar na cama com a ajuda das minhas mãos 

-ai! -exclamei de dor

-tudo bem Jungkook...? -perguntou Taehyung ainda sonolento, pois o mesmo acabara de acordar com o meu grito de dor

-sim...estou ótimo -eu disse me sentando na cama com muita dificuldade 

-eu te machuquei não foi? -ele perguntou triste 

-claro que não, acho que é normal essa dor insuportável...aí! -eu disse me deitando na cama, senti minha barriga roncar novamente, mas o som foi mais alto do que eu imaginava

-Jungkook você está grávido de um leão, foi? -perguntou Taehyung rindo loucamente 

-aish Taehyung! Eu ia comer agora, se não fosse pela essa dor-eu disse e vi Taehyung parar de rir e mudar sua expressão para triste

-sabia...eu te machuquei muito-ele disse

-Taehyung, você nunca vai me machucar na vida-eu disse-eu espero -completei 

-tudo bem Jungkook, vamos escovar os dentes? -ele perguntou 

-não consigo andar -eu disse e vi o mesmo dar um sorriso malicioso -o que f-foi Taehyung? -perguntei nervoso

-nada, eu só estou feliz que o que causou essa sua dor, fui eu-ele disse e corei na hora 

-aish Taehyung...-eu disse e abaixei a cabeça 

-vem Jungkook...-ele disse me pegando no colo e indo em direção ao banheiro, olhei preocupado e nervoso ao mesmo tempo para ele, ele percebeu a minha preocupação e deu um sorriso anasalado -relaxa, não vamos fazer nada, apenas escovar os dentes-ele disse me sentando na bancada da pia, ele me deu a minha escova de dente e tomamos um banho, já que ontem nós dormimos depois de ter feito “aquilo” 

Não fizemos nada durante o banho-já que fomos juntos e eu tive que me apoiar em Taehyung por causa da dor-mas rolou umas mãos bobas e troca de carícias e beijos

Saímos do banho e Taehyung me ajudou a colocar a minha roupa, me senti uma criancinha de 5 anos...mas isso a gente deixa passar 

Como eu estava morrendo de fome, nós fomos até à cozinha, mas por causa daquela dor(a dor é culpada de tudo)eu tive que ir no melhor transporte...Taehyung 

Eu subi em suas costas e fomos finalmente à cozinha, encontramos a minha omma sentada enquanto tomava calmamente seu café, me sentei ao  lado de Taehyung e de frente à minha omma

-bom dia omma-eu disse

-bom dia senhora Jeon-disse Taehyung 

-bom dia meninos...o que são essas marcas Jungkook? -perguntou ela

-não é n-nada -eu disse ficando nervoso e envergonhado 

-não minta senhor Jeon Jungkook, sei muito bem o que os dois fizeram ontem-ela disse e senti o meu coração disparar de medo

-c-como assim o-omma? -perguntei e vi Taehyung engolir em seco 

-Jungkook, não é culpa minha que você geme muito alto-ela disse

-omma! -eu gritei

-mas e aí? -ela disse

-e aí o que? -perguntei nervoso

-como foi? -ela perguntou 

-omma!!! -a repreendi 

-não altere a sua voz mocinho-ela disse e Taehyung apenas riu

-então né omma...Taehyung e eu temos que ir para a escola -eu disse 

-o diretor me ligou avisando que os dois poderiam ficar em casa, além do mais, já passou fo horário para entrar na escola -ela disse dando uma risada anasalada 

-sério? Melhor para mim -eu disse 

-assim tem mais tempo para a dor na sua bunda passar -ela disse rindo alto, e Taehyung também, fazendo com que eu corasse violentamente 

-já que não temos aula, vou andar por aí...-eu disse me levantando da cadeira

-vai andar de só de moleton pela rua? -perguntou Taehyung 

-problema? -perguntei frio 

-sim, não quero que as pessoas olhem para as suas pernas -ele disse rápido 

-tá, eu vou colocar uma calça -eu disse indo para o quarto, com um pouco de desconforto 

Peguei uma calça qualquer no guarda-roupa e coloquei, me olhei no espelho e senti dois braços envolverem a minha cintura, percebi que era Taehyung e ele colocou seu rosto em meu pescoço e passando seu nariz em minha nuca, causando um arrepio

-ficou bravo? -ele perguntou 

-não, só envergonhado -eu disse 

-não fique assim, da próxima vez, nós fazemos na minha casa...-ele disse tranquilo, mas corei muito

-você não tem vergonha mesmo -eu disse

-quando o assunto  você, eu não tenho vergonha de absolutamente nada-ele disse

-que fofo, mas é meio clichê isso -eu disse e Taehyung parou de passar seu nariz na minha nuca, me virando para ficar de frente com ele

-eu só queria ser romântico...-ele disse fazendo um bico

-tá, isso foi muito romântico e fofo da sua parte -eu disse alto 

-que bom então, assim não fico magoado Kookie-ele disse manhoso

-agora, será que eu posso sair? -perguntei 

-sozinho? -ele perguntou e eu assento com a cabeça -e se acontecer alguma coisa com você? -ele perguntou preocupado

-não vai acontecer nada comigo, ou quer ir comigo? -perguntei sorrindo

-vou me sentir mais aliviado se eu for com você -ele disse 

-ok, vamos sair então... -eu disse 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...